We're at war nowA Song of Ice and Fire RPG
The game has begun. Will you win, or will you die?
Últimos assuntos
» Ausências
por The Maiden Sab Abr 29, 2017 3:25 pm

» [RP fechada] Mind Games
por Syndor Qua Mar 22, 2017 10:35 pm

» Pedido de atualização
por Francesca Sweet Sab Mar 18, 2017 8:23 pm

» Avaliação de treinos
por Meena Ter Mar 14, 2017 12:52 pm

» [ Quest Narrada ] - Saquear!
por Dorian Mormont Seg Mar 13, 2017 7:44 pm

» [RP FECHADA] Distant past
por Ella Baratheon Sab Mar 11, 2017 1:35 pm

» [RP Fechada | Flashback] Recovery drink
por Many-Faced God Qui Mar 09, 2017 11:49 am

» [Quest Narrada] Hot room
por Narrador Seg Mar 06, 2017 10:52 pm

» Quest Narrada - O Lugar de um Lorde
por Dorian Mormont Dom Mar 05, 2017 9:11 pm

» [RP fechada] Looking for a Fight
por Nälla Dom Mar 05, 2017 12:19 pm

» [RP Fechada | 18+] Facing the Lioness
por Dennis Braund Sab Mar 04, 2017 5:15 pm

» [RP fechada +18] Wicked Game
por Dennis Braund Sex Mar 03, 2017 4:33 pm

» [Quest Narrada] Dia da Caça, Dia do Caçador
por R'hllor Sex Mar 03, 2017 3:11 pm

» Pedidos de quest
por R'hllor Ter Fev 28, 2017 11:54 pm

» [RP FECHADA +18] - Into the Lion's Den
por Susanne Glover Ter Fev 28, 2017 5:23 pm

» [RP FECHADA - 18+] Coming back? Are you sure?
por Erin Lannister Ter Fev 28, 2017 5:03 pm

» [RP fechada | Flashback] Old man, poor man
por Masamune Tsubakein Dom Fev 26, 2017 10:39 am

» [RP FECHADA] I Put a Spell on You
por Quinn Elijah Flowers Dom Fev 26, 2017 6:02 am

» [RP FECHADA] Flashback — running through the fire
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 5:12 pm

» [RP Fechada] Mirror of the Destiny, can you show me...? ~ Flashback
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 4:51 pm

» [RP FECHADA] O dever de um Lord #1
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 12:08 pm

» [RP FECHADA - FLASHBACK] forget it
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 11:49 am

» Atualizações Específicas
por Roth Whiteforest Sab Fev 25, 2017 10:57 am

» [RP Fechada] Bring Me Virgins
por Dennis Braund Sab Fev 25, 2017 2:45 am

» [TREINO] Black Warrior
por Alice Targaryen Sex Fev 24, 2017 4:59 pm

» Solicitação de Conquistas
por R'hllor Qui Fev 23, 2017 11:42 pm

» [RP Fechada] The precise attack
por James Lannister Qui Fev 23, 2017 11:03 pm

» Quest Narrada - Uma transa de matar
por Narrador Qua Fev 22, 2017 1:36 pm

» RP FECHADA - Win or Die
por Drywn Graceford Ter Fev 21, 2017 1:01 am

» [RP Fechada/Flashback] Do not go, my dear
por Alannys Ashford Seg Fev 20, 2017 11:24 pm

» [RP Fechada] The witch and the prostitute
por Layna de Braavos Seg Fev 20, 2017 10:35 pm

» Quest narrada - O dia de amanhã
por Layna de Braavos Seg Fev 20, 2017 9:42 pm

» Quest Narrada - Sérios problemas
por Dorian Mormont Seg Fev 20, 2017 5:09 pm

» Moderação de tópicos
por Allenhardt Pyke Seg Fev 20, 2017 2:46 pm

» [RP fechada - Flashback] - The water hears and understands
por Allenhardt Pyke Seg Fev 20, 2017 2:44 pm

» RP Fechada - Mercy
por The Old Gods Seg Fev 20, 2017 2:24 pm

» [RP FECHADA] Reading until dawn
por The Old Gods Seg Fev 20, 2017 1:22 pm

» [RP FECHADA] Um novo homem [+18]
por Elizabeth Tyrell Dom Fev 19, 2017 11:09 pm

» [RP Fechada] A Beautiful Day to Walk
por James Lannister Dom Fev 19, 2017 5:20 pm

» [Quest One Post] Careful, child
por The Maiden Made of Light Sab Fev 18, 2017 11:02 pm

» [RP Fechada] Moment Between Sisters
por Leana Targaryen Sab Fev 18, 2017 1:23 pm

» [RP Fechada] As Sombras Erguem-se
por Narrador Sex Fev 17, 2017 7:54 pm

» [RP Fechada/flashback] The golden age
por The Old Gods Sex Fev 17, 2017 6:46 pm

» [RP Fechada - Flashback] Only policy
por The Old Gods Sex Fev 17, 2017 6:22 pm

» [Dados] As Sombras Erguem-se
por Narrador Sex Fev 17, 2017 12:35 am

» [RP Fechada] Red lips always lie
por Layna de Braavos Qui Fev 16, 2017 9:53 pm

» [RP Fechada] Ascensão
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 7:36 pm

» [RP FECHADA +18] Lose It
por Terry Ashford Qua Fev 15, 2017 10:31 pm

» [RP Flash. +18] — She knows what I think about
por Many-Faced God Qua Fev 15, 2017 8:29 pm

» [Rp Fechada] Oloko
por Eustass Kid Qua Fev 15, 2017 8:17 pm

» [RP Aberta] A Agonia dos Corvos
por Many-Faced God Qua Fev 15, 2017 7:57 pm

» [RP Fechada] Lift Now
por Memphis Greyjoy Qua Fev 15, 2017 4:22 pm

» [RP FECHADA] O Conselheiro da Fortaleza De Águas Claras.
por Drowned God Qua Fev 15, 2017 3:49 pm

» [Quest Narrada] The father's bones
por The Maiden Made of Light Qua Fev 15, 2017 7:12 am

» Quest narrada - Bravo?
por Lorien Hill Qua Fev 15, 2017 6:56 am

» Quest Narrada - Sussurros
por Dorian Mormont Ter Fev 14, 2017 9:23 pm

» [Quest Narrada] O satã
por Dorian Mormont Ter Fev 14, 2017 9:15 pm

» [RP Fechada +18] Sweet red lips
por The Old Gods Ter Fev 14, 2017 7:45 pm

» [RP Fechada] 'Cause red lips has a filthy price
por Layna de Braavos Seg Fev 13, 2017 9:03 pm

» [RP FECHADA +18] - Be my fucking lion.
por James Lannister Seg Fev 13, 2017 7:59 pm

» [RP Fechada | Flashback] The Warrior Princess
por Drowned God Seg Fev 13, 2017 7:23 pm

» [RP Flash. +18] — This Night Ain't For The Holy Woman
por Drowned God Seg Fev 13, 2017 7:01 pm

» [RP FECHADA] Little Bird
por Morgana Blackmont Seg Fev 13, 2017 6:36 pm

» [Quest Narrada] Crow's Hand
por Tirion Fordring Seg Fev 13, 2017 12:26 am

» [RP Fechada] GO HOME
por The Old Gods Seg Fev 13, 2017 12:08 am

» [RP fechada] - Rockabye
por Charmian Greyjoy Dom Fev 12, 2017 11:55 pm

» {RP Fechada} - Just Business
por Many-Faced God Dom Fev 12, 2017 9:10 pm

» [RP fechada] Women who Paint in Red
por Nälla Dom Fev 12, 2017 9:50 am

» [ FLASHBACK ] RUSH RUSH, BABY
por The Maiden Made of Light Dom Fev 12, 2017 6:19 am

» [RP Fechada] The Crow
por The Black Goat of Qohor Sab Fev 11, 2017 7:37 am

» [RP Fechada] Flashback - Dance Teacher
por The Maiden Made of Light Sab Fev 11, 2017 7:17 am

» [RP Fechada | 18+] Don't Talk with Strangers
por Dennis Braund Sex Fev 10, 2017 11:38 pm

» [RP Fechada +18] The Death of Innocence
por Alannys Ashford Sex Fev 10, 2017 11:21 pm

» RP Fechada - Sweet Lion
por James Lannister Sex Fev 10, 2017 7:12 pm

» [RP Aberta] Shark
por Dionysius Petter Sex Fev 10, 2017 2:51 pm

» [RP FECHADA +18 / Flashback] - Let's play a game?
por Helrond Uller Sex Fev 10, 2017 3:56 am

» [RP FECHADA - FLASHBACK] A lion's cub still has claws
por The Black Goat of Qohor Sex Fev 10, 2017 3:21 am

» [RP Aberta] Training
por The Black Goat of Qohor Sex Fev 10, 2017 1:51 am

» [RP FECHADA + 18] PLAYING GOD
por The Maiden Made of Light Qui Fev 09, 2017 5:41 am

» [RP FECHADA] Tears In Ocean
por The Maiden Made of Light Qui Fev 09, 2017 5:37 am

» Tuts
por Ramsay Frey Qui Fev 09, 2017 1:53 am

» [RP Fechada] An Empire of Ashes and Flames.
por R'hllor Qui Fev 09, 2017 12:11 am

» [18+][RP Fechada] My Dear Husband
por Ramsay Frey Qua Fev 08, 2017 2:02 am

» [Quest OP] Blood and Sex
por The Black Goat of Qohor Ter Fev 07, 2017 11:23 pm

» [RP FECHADA] Os Birl
por Varyan Frostwolf Ter Fev 07, 2017 3:42 am

» [RP Fechada] Ride (with) me
por Alannys Ashford Ter Fev 07, 2017 12:51 am

» [RP FECHADA] D'you know what I mean?
por The Old Gods Seg Fev 06, 2017 12:34 pm

» [RP Fechada +18] A feast of fetish
por Balthier Lyserg Seg Fev 06, 2017 12:30 am

» [ RP fechada] A journey, beginning.
por Abalom Martell Dom Fev 05, 2017 9:52 pm

» RP fechada - Renascimento
por Duncan Mormont Dom Fev 05, 2017 4:07 am

» [RP Fechada] Self-defense
por The Old Gods Dom Fev 05, 2017 1:18 am

» [RP Fechada | Flashback] Syndor's Tail
por Great Stallion Dom Fev 05, 2017 12:54 am

» [RP FECHADA] RUSSIAN ROULETTE
por Great Stallion Dom Fev 05, 2017 12:37 am

» [RP FECHADA] I Choose Violence
por Serra Targaryen Sab Fev 04, 2017 12:51 am

» [RP Fechada/Flashback] Remember all we fight for
por Great Stallion Sab Fev 04, 2017 12:43 am

» [RP Fechada] The Dance of Spears
por R'hllor Sex Fev 03, 2017 7:01 pm

» [RP Fechada +18] Burning
por R'hllor Sex Fev 03, 2017 6:42 pm

» RP Fechada - Little Brother
por Dorian Mormont Sex Fev 03, 2017 12:08 pm

» [RP Fechada/Flashback] Meeting of murderers
por Dennis Braund Sex Fev 03, 2017 2:43 am

" />

[RP Fechada] A Bird Without Feathers

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[RP Fechada] A Bird Without Feathers

Mensagem por Eleanor Tyrell em Qua Jul 06, 2016 1:45 pm

A Bird Without Feathers
A RP irá começar com o post de Euron Greyjoy. Esta é uma RP FECHADA que conta apenas com a participação de Euron Greyjoy, Eleanor Tyrell e Zakintia de Asshai.
A narração se passa em Jardim de Cima, Euron chega finalmente na Campina com Eleanor.



makes me wonder
And as we wind on down the road, our shadows taller than our soul. There walks a lady we all know, who shines white light and wants to show. How everything still turns to gold.


avatar
Imagem :
Mensagens : 128
Nome do jogador : Joana
Dragões de ouro : 44
Veados de prata : 50
Estrelas de cobre : 4
Idade : 22
Salário extra : 4%
Ver perfil do usuário
Nobreza (feminina)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada] A Bird Without Feathers

Mensagem por Euron Greyjoy em Sab Ago 20, 2016 9:43 pm

Voltando a Campina
Lá estava o filhote de corvo, de volta ao imundo local, qual chamava-se de Campina. Todos os eventos ocorridos anteriormente apenas ajudaram a espalhar a péssima fama que  já possuía. Euron cometeu diversos crimes por anos, homenageando a honra de seu falecido pai. Muitos perguntavam sobre arrependimento ou culpan, porém,  esses tipos  de sentimentos eram-lhe desprovidos.  


Tratou por fuzilar a refém com um olhar frio, repleto de nojo pela qual garota tornou-se. Eleanor Tyrell, a pobre e ingênua flor, domesticada e violada diversas vezes pelo cabeça do Navio Silêncio. Deu um sorriso sinico a moça,  para forçar uma reação.

Ora, naquela situação,  o pirata tinha a garota em mãos... bem na palma. Claro, não poderia deixar sua atitude zombeteira. Nesse momento que tomou-a nos braços, usando força excessiva para manter a menina sobe o controle. Euron agora teria de esperar os outros ao ponto de encontro, um local que fazia divisa ao mar, caso as negociações fossem falhas...estava ele com os seus em seu navio, observando todo o movimento.

SUB TITULO OU INFO

avatar
Imagem :
Mensagens : 20
Nome do jogador : A.
Salário extra : 0%
Ver perfil do usuário
Fora-da-lei

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada] A Bird Without Feathers

Mensagem por Eleanor Tyrell em Qui Set 15, 2016 11:29 am

The White Rose

Gentle mother, font of mercy
Save our sons from war, we pray


Eleanor se perguntava o que de pior poderia acontecer naquele momento. Ela esta cansada, muito, prestes a desistir da vida e deixar que seus olhos se fechassem de uma vez por todas. Os raios de sol que passavam por entre as núvens beijavam sua pele onde as marcas de violência estavam cravadas desde o primeiro dia.
Finalmente estava de volta a casa mas isso não apagaria as memórias que se alojariam na sua memória para todo o sempre. Aquela viagem fora a pior de todas, e não porque fosse demorada e desconfortável, mas sim porque ela fora tratada como ninguém merecia. A jovem Tyrell se sentia minúscula naquele mundo, suja e desrespeitada. Ela ainda chorava quando Euron a tomou novamente nos braços com seu jeito violento. Numa última tentativa, tentou se soltar, puxando com força seu braço direito mas ela estava fraca e tal coisa não adiantaria de nada. Durante todo seu tempo de cativeiro, a jovem rezou mais do que nunca, pedindo que a misericórdia da mãe caísse sobre ela mas parecia que até mesmo os deuses haviam lhe voltado as costas.








makes me wonder
And as we wind on down the road, our shadows taller than our soul. There walks a lady we all know, who shines white light and wants to show. How everything still turns to gold.


avatar
Imagem :
Mensagens : 128
Nome do jogador : Joana
Dragões de ouro : 44
Veados de prata : 50
Estrelas de cobre : 4
Idade : 22
Salário extra : 4%
Ver perfil do usuário
Nobreza (feminina)

Voltar ao Topo Ir em baixo



A bird without feathers.


- Minha senhora, acabo de receber um corvo de Vilavelha. A embarcação de Euron Greyjoy aportou. Ele transporta a menina Eleanor, como prometido. Devo levar a mensagem ao conhecimento de Lord Aspen? Creio que ele fará questão de mediar o resgate de sua prima, bem como Lord Argus de Águas Claras... - Meistre Gregory parecia um tanto hesitante. Sorri diante de seu nervosismo. Apenas a sua subserviência a mim já era um desacato e um desrespeito aos seus deveres como Meistre da Cidadela. Ele poderia facilmente perder sua corrente, se alguém denunciasse que sua lealdade era minha, mesmo antes de qualquer obrigação legal que o forçasse a me seguir.

- Não se preocupe com isto, Meitre Gregory. Eu mesma lidarei com esta questão. - Notei a incredulidade em seus olhos, mas eu sabia que sua reação seria aquela. Em parte, meu interesse particular no bem estar de Eleanor vinha do fato de eu ter sido a responsável por todo o seu tormento, apenas para colocar a Casa Greyjoy exatamente onde eu queria. - A donzela Tyrell era a prometida de Hunter Greyjoy, e o rapaz a perdeu para seu primo bastardo. Eu não poderia deixar tão situação impune. Levarei o ouro que o maldito exigiu para libertá-la, bem como um destacamente de batedores Tyrell. - Meus olhos ferinos atingiram Gregory como os espinhos de uma rosa. Ele engoliu em seco, mas não ousou questionar a brutalidade daquela expressão.

- Como quiser, senhora. Escolherei os mais furtivos e discretos soldados que puder encontrar. Devo mencionar que eles devem guardar silêncio de Lord Aspen? - Gregory já suplantara suas dúvidas com a habitual eficiência.

- Não. Quando retornarmos, eles estarão livres para vangloriarem-se do resgate da donzela. Bem como para deixar claro aos ouvintes que fui eu a responsável intelectual, pela bem sucedida operação. - Rindo, ergui-me, apertando o xale vermelho que cobria meus ombros. - Como és o único a ter ciência de meus planos, virá comigo, Meistre. Nós dois estaremos longe do perigo, mas nossas mentes determinarão o sucesso ou fracasso da empreitada. Apronte-se e reúna os homens, eu sairei em breve.

   Retornando aos meus aposentos, tirei minhas roupas e as joias que Aspen insistira que eu usasse até o dia de nosso casamento. Sorrindo diante do espelho esmaltado de meus aposentos, prendi a gargantilha do templo ao meu pescoço, suspirando ao sentir seu calor familiar inflamar minha pele de modo agradável. Vesti o modesto traje de sacerdotisa que trouxe comigo no dia em que cheguei à Jardim de Cima, e um profuso capuz negro descansou sobre meus ombros, ocultando-me a face de maneira providencial. Havia uma espécie curiosa de conforto em estar novamente desprovida de quaisquer traços westerosi, em estar novamente no patamar ao qual me habituara por boa parte da vida. Nos últimos dez anos, fora a primeira vez em que eu sentira genuíno alívio por parecer mais pobre que o normal. As ironias as quais aquele continente poente me submetiam eram a cada dia mais surpreendentes... Quando finalmente esgueirei-me por entre os salões, alcançando a estrebaria sem chamar muita atenção, a noite já caía na Campina. Apesar da quietude noturna, eu sabia que qualquer passo em falso poria em risco minha operação. Aspen ficaria furioso por saber que seu filho em meu ventre fora posto em risco, mas aqueles homens desconheciam minha gravidez irregular. Deslizando a mão protetoramente sobre o ventre, saí das sombras para contemplar Gregory e os batedores armados e encapuzados que ele trouxera à minha disposição.

- Sairemos do castelo imediatamente, meus bons homens. Sua lealdade para comigo não será esquecida pelo seu senhor. Aspen os recompensará gloriosamente assim que sua prima Eleanor estiver novamente em segurança. - Afirmei, com um sorriso exultante.

- O Lord deste castelo tem conhecimento de nossa operação, m'lady? Não sonharia em ofendê-la, mas não é comum que uma mulher se encarregue de tais assuntos. Ainda mais a senhora da Casa... - Ele pareceu acanhado, mas vi a sua dúvida nos rostos de outros oficiais com broches em formato de rosa dourada.

- Qual o seu nome, sor..? - Deixei a frase no ar, e ele deu um passo à frente.

- Edmir, se lhe agradar, senhora. Sou o comandante deste pequeno destacamento. - Sorri, cruzando minhas mãos à frente do corpo e assentindo ao fim do relato do bom homem. - Mas não sou nenhum sor, apenas um humilde caçador.

- Meu caro, garanto-lhe que não há nada com o que se preocupar. Sou a prometida de vosso senhor, mas sou também uma mensageira do Senhor da Luz. Ele me comanda, e como sua serva, obedeço. Eu devo acompanhá-los, e sob a luz de R'hllor garantir que voltemos com Eleanor em segurança. - Um pressentimento assomou-me, e fechei os olhos por um breve instante. - Ela precisará de minhas habilidades curativas, com urgência. Agora, não percamos mais tempo. É chegada a hora.

Nos retiramos dali o mais silenciosa e prontamente possível, com nossa pequena procissão rasgando a madrugada, sob o território plácido da Campina adormecida. Certamente chegaríamos em menos de um dia à Vilavelha, talvez nas primeiras horas da manhã seguinte, a julgar pelo ritmo dos cavalos que marchavam em uníssono. Sem descanso e sem misericórdia, pude ouvir os açoites que estalavam e os gritos dos homens firmes e treinados que apertavam o passo. Tive pena dos animaisque puxavam a pequena carruagem onde eu e Gregory nos apertávamos. Era um modelo mais leve de se carregar, mas ainda assim uma prova excepcional de esforço. Eu jamais poderia cavalgar por tempo tempo, com minha falta de experiência no ramo da equitação, e desconfiava que Gregory aguentaria ainda menos, com seus ossos frágeis e cheios de cautela.

O porto de Vilavelha é belo, mesmo durante a noite. Era a primeira vez que eu visitava aquela região desde que desembarcara ali para modificar a percepção de Westeros sobre a glória de R'hllor. Agora, com os desvios de uma ignóbil revolução que se insinuava dentro das paredes de Torralta, eu me expunha a sérios perigos caso fosse capturada ali, pelos meus inimigos que disfarçavam-se como vassalos de meu marido. Felizmente, o próprio Lord Hightower estava em Jardim de Cima para o meu casamento, bem como boa parte de seus cúmplices da GreenHand, que meus companheiros de Fé haviam habilmente denunciado por suas ações desleais, em cartas secretas. Minha rede de espiões era a maior dos Sete Reinos, quase admirava-me a audácia dos vassalos, que viam na recente aliança com os Baratheon uma chance para usurpar seus senhores. Pensamentos vãos, já que desconheciam os planos que realmente estavam em acordo. Logo, Richard Lannister e Serra Targaryen dariam o golpe de misericórdia no reinado frágil de Daemon, O Iludido. Certamente era como os historiadores o chamariam. E então a rosa desabrocharia mais uma vez, Crescendo Forte. Afinal, saber escolher seus aliados é uma arte tão importante quanto qualquer manobra política. Não demorei muito a perceber que naquele continente, era também questão de sobrevivência.

- Minha senhora, segundo nossas fontes, o Silêncio é aquele ancorado próximo ao Mercado. Vê-se de longe a lula-gigante, que o criminoso utiliza com tanto orgulho. - Meu rosto manteve-se sem expressão, enquanto eu observava a embarcação de meu mercenário. Ele cumprira seu acordo com perfeição. Ao meu ver, era uma pena ter de trair e matar um homem com capacidade tão natural para os trabalhos mais desagradáveis. Mas sua ofensa à Casa Greyjoy seria a minha ferramenta para mantê-los ao meu lado, e Eleanor nunca desistiria de denunciá-lo, caso deixasse aquele porto vivo, para saquear mais um dia.

- Ótimo. - Acenei brevemente, já pensando na melhor forma de abordar o navio sem causar um estardalhaço no porto, que chegaria aos ouvidos de todos os moradores da cidade mais depressa que a traição da rainha Megga. - Pensamentos sobre como deveríamos lidar com a situação, Gregory? Edmir? - Olhei por sobre o ombro para o comandante dos batedores, e ele adiantou-se, mirando a embarcação com seu nariz adunco e sua expressão aguda e quase felina.

- Homens de ferro nunca são surpreendidos num ataque direto. Os combati nos meus velhos dias, nas Ilhas Escudo. Sei que mesmo bêbados, e com boa parte deles no bordel mais próximo a essas horas, alguns ainda estarão de guarda, protegendo a cabine do capitão. Este certamente estará embarcado, já que espera um resgate.

- Bem pensado. Talvez eu o consagre um cavaleiro quando retornarmos, Edmir. Afinal, meu marido pode fazê-lo com a minha benção. - Olhei para Gregory com humor.

- Suponho que uma sacerdotisa vermelha o possa fazer com a mesma autoridade que um septão, senhora. Apenas os fiéis aos Sete questionariam tal título. - Não por muito tempo, já que Serra tinha ideias diferentes sobre religião. Sua aliança com Kamaris deixava isto bem claro. - Ainda assim, não teremos como solucionar esta questão de forma silenciosa. Um conflito direto será inevitável.

- Eu discordo. - Sorri, deslizando os dedos sobre o rubi em minha garganta. - A pouca ideia que tenho sobre os homens de ferro sugere-me que eles clamam por uma morte ao mar. Mas nenhum homem é idêntico ao outro, Meistre Gregory. Sugiro que meus batedores capturem os vigias e os façam reféns. Desafiaremos o capitão do Silêncio a aparecer, e então solucionaremos este impasse. Pois o ouro do resgate já foi arranjado, de certo modo. Não vejo porquê não colocá-lo em bom uso.

Nos trinta minutos que se seguiram, ouvi gritos cortarem o céu silencioso. Um assalto, um assassinato, muitas eram as possibilidades. O importante é que nenhuma alma que estivesse sóbria o bastante para se importar, pareceu inclinada a verificar a origem daquela turbulência. No horizonte, os primeiros resquícios da manhã se insinuavam. Temendo que logo os pescadores viessem para o trabalho de mais um dia, torci para que meus batedores retornassem o quanto antes. Foi quando o arfar pesado de Edmir aproximou-se na penumbra. Ao seu lado, um soldado Tyrell carregava uma tocha, enquanto o maduro caçador mantinha sua adaga contra a garganta de um tripulante do Silêncio. O homem cativo riu ao ver-me entre os seus captores, e cuspiu no chão do porto.

- Então as rosas do sul recebem ordens de uma mulher? Pior, de uma maegi do demônio vermelho? Há! Que o Deus Afogado mije em seus crânios vazios quando os jogarmos ao mar! - Ele ameaçou cuspir novamente, mas o soldado que segurava a tocha socou o seu estômago. - Euron não será admoestado por dois tripulantes, vadia! Melhor me matar agora.

- E por que eu faria isso? Posso simplesmente dar o Silêncio a você, meu bom e pitoresco homem. - Rindo, aproximei-me um pouco. Não o bastante para que ele pudesse me acertar uma cusparada, como eu suspeitava que faria se tivesse a chance. - O que me diz? Já fantasiou ter o seu próprio navio, seguir suas próprias regras? Um homem tão imponente devia estar nas Ilhas de Verão, saqueando e pondo medo no coração de seus inimigos. Euron é um capitão que valha a morte?

- Para o inferno com o bastardo fodido. Ele não vale a merda de uma gaivota, é o que digo. - O marinheiro tentou cuspir mais uma vez, e percebi que aquele era um gesto nervoso, um reflexo de sua insegurança. Não tão valente, afinal. - Me chamo Noctorius Pyke, feiticeira. Como posso saber que não está mentindo para mim?

- Você saberá. - Avisei, fazendo sinal para que Edmir o arrastasse ao meu lado, enquanto todos os batedores tomavam o porto. Haviam menos de cinquenta homens ali, mas certamente bem mais que a tripulação de Euron. - Fale a meu favor, e manterei minha palavra. Você poderá partir, com metade do resgate de Eleanor Tyrell.

Ele não me respondeu, mas não cuspiu também. Parecia intrigado, e pensativo. O que por si só era uma surpresa, a julgar por seus modos. Não parecia que pensar fosse uma grande característica de sua personalidade encantadora. Talvez o sangue em seus lábios cortados e o olho inchado fossem bons estímulos ao intelecto. Bem, certamente Meistre Gregory discordaria de mim em tais aspectos. Ele parecia bem menos seguro que eu, tão acostumado estava aos seus livros e poesia. Desejava os segredos da magia, mas esquecia de viver no mundo real. Comparada aos anos de minhas peregrinações por Essos, aquela madrugada insólita era quase um passeio à revelia. Quando nos aproximamos da prancha estendida do Silêncio, ninguém menos que Euron surgiu do alto, ladeado por homens de ferro que apontavam flechas em minha direção, e na de meus homens. Não estavam distantes o bastante para que fosse impossível acertar, mas eu certamente não superestimaria a pontaria de marinheiros bêbados e mais habituados à vulgaridade da espada. Euron parecia saber que seus homens não eram confiáveis em tal função, pois parecia furioso. E confuso ao me ver ali, encurralando-o.

- O quê significa isso? Pensei ter sido claro. Quero o resgate, ou a garota morre. - Euron sorriu sombriamente. - Bem, talvez a tome como esposa de sal. Certamente a Tyrell sabe se contorcer. - Seus homens riram, mas silenciaram ao notar que aquela colocação não surtira efeito algum em minha compostura.

- Combinamos um resgate, mas Lord Aspen reconsiderou. Renda-se, Euron Greyjoy, ou será executado como inimigo da Campina e dos Sete Reinos. - Falei um tom acima do habitual, apenas para que ele pudesse sentir a veracidade de minhas palavras. - Renda-se, e poderá partir.

- Espera que eu simplesmente desista do resgate, depois de fazer o seu serviço sujo, feiticeira? Você pediu por isto! Agora terá de pagar! - Ele tirou sua espada, e as flechas tencionaram nos arcos de seus homens.

- Não espera com sinceridade que alguém leve a sério tais delírios, espera? - Sorri, olhando para Edmir e seu refém. - Noctorius tornou-se meu amigo esta noite. Ele não pediu por isso, mas não escolhemos as formas que o destino tem de nos surpreender. - Agora minha voz estava mais alta, porque já não falava mais com Euron. Olhando na direção que eu apontava, os homens de ferro começaram a notar a presença de seu colega, sob o jugo da lâmina de Edmir. - Ele concordou em liderar a tripulação do Silêncio para a verdadeira grandeza, se todos concordarem em me renderem este homem. - Apontei para Euron, sorrindo. - Ele é o preço pelo resgate de Eleanor Tyrell, e pelo Silêncio. Matem-se para decidir quem liderará, eu não me importo. Dividam o ouro, ou paguem o preço do ferro para tomá-lo dos mais fracos, não faz diferença. A verdade é simples. Meus homens possuem armaduras completas e foram treinados por verdadeiros cavaleiros da Campina. Todos vocês morrerão antes do fim do dia, a menos que me entreguem Euron e Eleanor Tyrell. Escolham com sabedoria, e deixem este porto mais ricos e verdadeiramente libertos. A alternativa me parece menos tentadora. Mas eu sou só uma mulher, o que entendo de homens tão corajosos e cruéis?

- Ela diz a verdade. Entreguem o bastardo. - Afirmou Noctorius, e parece que foi o que bastou para que houvesse uma mudança de lealdade entre meus inimigos.

Um de seus arqueiros acertou o rosto de Euron com a arma, e antes que ele pudesse cair, outro lhe chutou a batata da perna. Ele virou de joelho, espalmando as mãos sobre a prancha íngreme que vinha em direção ao porto. Os homens de sua tripulação soltaram as armas e o ataram diante de meus olhos. Logo, um velho gorducho em trajes de cozinheiro surgiu, puxando Eleanor pelo braço. Ela parecia subnutrida e ferida em muitas formas diferentes. A abracei quando um soldado a tomou das mãos do homem sujo e sem dentes. Noctorius também foi solto, e levou sacolas com metade do ouro que eu trouxera para libertar Eleanor. Ele subiu a embarcação sob aclamações gerais de seus aliados, enquanto Meistre Gregory auxiliava-me a transportar Eleanor até a nossa carruagem.

- Minha Senhora, devemos partir? - Edmir indagou, parecendo em dúvida. Ele era mais honrado do que eu imaginara. Não queria deixar os saqueadores partirem. O que fazia pouca diferença para mim, embora fosse boa ideia agradar meus homens.

- Oh, não. - Fitei o comandante com certo entusiasmo, e percebi que alguns batedores mais jovens pareceram impressionados e animados com minhas palavras. Homens... - Lord Aspen ficaria muito mais orgulhoso se ouvisse de meus lábios que seus homens exterminaram os bandidos que sequestraram sua prima. Eliminem até o último desses homens, agora que já temos seu capitão e nossa refém. Reclamem a embarcação e todos os bens nela contida em meu nome, para a honra do Guardião do Sul.

Como uma única massa viva, vestida de metal e morte, os batedores Tyrell avançaram. Cortando gargantas e decepando membros, limparam da existência toda a tripulação de Euron. Ele pareceu amargurado enquanto observava a carnificina, ajoelhado ao meu lado. Dormindo no ombro de Gregory no interior da carruagem, Eleanor parecia pressentir a paz que só a vingança trazia ao coração destroçado. Ela ficaria feliz em saber que a justiça fora feita, ao despertar. Talvez seu coração no fundo pressentisse que o verdadeiro responsável pela sua angústia ainda vivia, ou que nunca voltaria a ser a mesma. Mas ela viveria. E eu tomaria as precauções necessárias para que a experiência não fosse ainda mais aterradora do que precisara ter sido.

- Traidores... Que ardam nos Sete Infernos. - Euron pareceu rir da desgraça que se abateu sobre Noctorius. - Você seria uma boa mulher de ferro, Zakintia de Asshai. Mais perversa que Mayven Greyjoy, e mais traiçoeira que um Lannister. Alguém com menos honra que um estuprador nascido de ferro, merece certamente o título de Aranha.

- Valar Morghulis. - Respondi, solenemente. Olhei para Edmir. - Remova-lhe a língua. Não quero que sua boca mentirosa profira mais blasfêmias como as que ouvimos neste porto. - Não queria que Euron contasse meus segredos à Aspen ou aos chefes da Casa Greyjoy. - Lord Cedrick e Lady Mayven certamente ficarão interessados em assistir à punição daquele que desonrou Hunter Greyjoy, roubando-lhe a prometida. Ele arderá em uma pira, em júbilo pelo casamento de nossa Mychella e Peter Baratheon!

Euron só gritou quando Edmir executou minha ordem, sob ovações de seus soldados. Sua língua foi jogada ao mar, para alimentar aos peixes que seu Deus Afogado tanto adorava. Nossa pequena caravana partiu enquanto as ruas começavam a ganhar vida, deixando para trás um rastro de boatos e exclamações surpresas, ao verem a rosa dourada nos escudos de meus homens. Cerca de dez batedores haviam permanecido no Rosa Vermelha, rebatizado em minha homenagem. Eles aguardariam até que Aspen enviasse uma tripulação adequada para utilizar a embarcação da forma que melhor conviesse ao Guardião do Sul. Eu, por outro lado, estava mais preocupada com o bem estar de Eleanor. Sabia que ela era muito cara ao coração de Mychella, e que salvá-la garantiria uma boa posição diante de minha enteada e da família da qual eu em breve faria parte. Satisfeita com a última conquista, imaginei se meu corvo chegaria antes do casamento às Ilhas de Ferro.

- Quando chegarmos, lhe ditarei uma carta, Gregory. Quero que escolha nosso corvo mais veloz. Mayven Greyjoy e seu marido devem recebê-lo antes da próxima lua, quando me casarei. - Ele apenas assentiu, parecendo ainda intimidado pelos meus nervos diante da situação recente. O Meistre de Jardim de Cima não possuía grande veia militar, mas era boa companhia. Talvez eu também pudesse aprender uma coisa ou duas, com ele.

E enquanto rumávamos à Jardim de Cima, deixando para trás a madrugada que se esvaía em uma bela manhã, exorcizávamos também os fantasmas do pesadelo em que vivera Eleanor. Mais uma vez, ela estava em casa.

Habilidade Treinada:
Arte da Guerra: Toda a estratégia para lidar com Euron e sua tripulação. OBS: As narrações de ações e o destino de Euron foram combinados com seu player em off, portanto este post finaliza a RP, com autorização especial da Staff para Trama.


   





Zakintia Tyrell
Growing Strong, The Red Rose

avatar
Imagem : Lady of Thorns
Mensagens : 192
Nome do jogador : Thyna
Dragões de ouro : 289
Veados de prata : 4
Estrelas de cobre : 00
Idade : 33 anos.
Salário extra : 2%
Ver perfil do usuário
Guardião do Sul

Voltar ao Topo Ir em baixo

Avaliação de treino de habilidade

Zakintia de Asshai

Só tenho coisas boas para falar sobre o seu treino. Seu texto, apesar de extenso, foi muito bom e gostoso de se ler. A habilidade foi usada com maestria no post, tendo me envolvido muito nas ações da sua personagem. Meus parabéns!


Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (40/40)
+ Estrutura e Coesão (30/30)
+ Enredo e Criatividade (20/20)
+ Ortografia e Organização (10/10)

Total (100/100)


+ 34% de experiência pelo atributo de inteligência com 11 pontos
- 65% de experiência por ter a habilidade no nível 9

Recompensas
+ 71 pontos de experiência em Arte da Guerra
+ General (nível 10)
+ 2 em Inteligência
+ 1 em Força de Vontade
avatar
Imagem :
Mensagens : 306
Nome do jogador : Vic
Dragões de ouro : 00
Veados de prata : 00
Estrelas de cobre : 00
Idade : 00
Salário extra : 0%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada] A Bird Without Feathers

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum










O Win or Die foi inaugurado a 09.09.2015. O RPG passa-se no mundo de As Crónicas de Fogo e Gelo, criadas por George R. R. Martin, mais de 50 anos depois dos acontecimentos dos livros. A trama inicial foi criada pela Staff, mas agradecemos a todos os nossos jogadores pela sua ajuda na evolução da mesma.
A nossa skin foi inteiramente criada por Ross (Many-Faced God), incluindo os templates de post e da página inicial, para uso exclusivo no Win or Die RPG, com o apoio da Soph (The Maiden) e do Tiago (Baelor Targaryen). O slider do nosso mural foi criado por CSS Slider. As imagens usadas foram tiradas do Google e editadas por Ross. Agradecemos ainda ao FM Codes e Best Skins pelos seus tutoriais de Javascript. Plágio é crime.

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::