We're at war nowA Song of Ice and Fire RPG
The game has begun. Will you win, or will you die?
Últimos assuntos
» Ausências
por The Maiden Sab Abr 29, 2017 3:25 pm

» [RP fechada] Mind Games
por Syndor Qua Mar 22, 2017 10:35 pm

» Pedido de atualização
por Francesca Sweet Sab Mar 18, 2017 8:23 pm

» [RP Fechada | 18+] Tell Me
por Dennis Braund Sab Mar 18, 2017 1:56 am

» [Quest Narrada] A Seita Branca
por Nanien Mormont Qui Mar 16, 2017 11:04 pm

» Avaliação de treinos
por Meena Ter Mar 14, 2017 12:52 pm

» [ Quest Narrada ] - Saquear!
por Dorian Mormont Seg Mar 13, 2017 7:44 pm

» [RP Fechada] Something Else?
por Dorian Mormont Seg Mar 13, 2017 7:32 pm

» Check-in [Fevereiro]
por Hyperion Targaryen Dom Mar 12, 2017 2:55 pm

» [RP FECHADA] Distant past
por Ella Baratheon Sab Mar 11, 2017 1:35 pm

» [RP FECHADA] The deer on ice
por Ella Baratheon Sab Mar 11, 2017 1:25 pm

» [RP Fechada | Flashback] Recovery drink
por Many-Faced God Qui Mar 09, 2017 11:49 am

» [RP Aberta][Flashback] Kung Fu Panda
por Many-Faced God Qui Mar 09, 2017 11:34 am

» [RP FECHADA] Beyond the view
por Many-Faced God Qui Mar 09, 2017 11:22 am

» [Quest Narrada] Human hunting
por Theon Snow Qua Mar 08, 2017 4:22 pm

» Solicitação de Grupos
por Davos Icewood Ter Mar 07, 2017 10:15 pm

» [RP fechada] What do you see?
por Dorian Mormont Seg Mar 06, 2017 11:14 pm

» [Quest Narrada] Hot room
por Narrador Seg Mar 06, 2017 10:52 pm

» [Quest Narrada] Do not succumb
por The Maiden Made of Light Seg Mar 06, 2017 8:55 pm

» [RP Fechada]Flashback - The Bastard Child in the Snow. Pt.2
por Theon Snow Seg Mar 06, 2017 4:23 pm

» [RP Fechada] Crazy Kids
por Elyria Arryn Seg Mar 06, 2017 2:55 am

» [RP FECHADA] Confidence
por Elyria Arryn Seg Mar 06, 2017 1:15 am

» Quest Narrada - O Lugar de um Lorde
por Dorian Mormont Dom Mar 05, 2017 9:11 pm

» [RP fechada] Looking for a Fight
por Nälla Dom Mar 05, 2017 12:19 pm

» [RP Fechada | 18+] Facing the Lioness
por Dennis Braund Sab Mar 04, 2017 5:15 pm

» [RP FECHADA] Primeiros passos
por Arthor Stark Sex Mar 03, 2017 5:01 pm

» [RP fechada +18] Wicked Game
por Dennis Braund Sex Mar 03, 2017 4:33 pm

» [Quest Narrada] Dia da Caça, Dia do Caçador
por R'hllor Sex Mar 03, 2017 3:11 pm

» [Aviso] Pedidos no WOD-Resources
por Narrador Qua Mar 01, 2017 7:35 am

» Pedidos de quest
por R'hllor Ter Fev 28, 2017 11:54 pm

» [RP FECHADA +18] - Into the Lion's Den
por Susanne Glover Ter Fev 28, 2017 5:23 pm

» [RP FECHADA - 18+] Coming back? Are you sure?
por Erin Lannister Ter Fev 28, 2017 5:03 pm

» [RP Aberta] Hunting The Chicken
por Roth Whiteforest Seg Fev 27, 2017 2:25 pm

» [RP Fechada, flashback] You only live once
por Cory Silversun Seg Fev 27, 2017 1:37 am

» [RP fechada | Flashback] Old man, poor man
por Masamune Tsubakein Dom Fev 26, 2017 10:39 am

» [RP FECHADA] I Put a Spell on You
por Quinn Elijah Flowers Dom Fev 26, 2017 6:02 am

» [RP FECHADA] Flashback — running through the fire
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 5:12 pm

» [RP Fechada] Mirror of the Destiny, can you show me...? ~ Flashback
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 4:51 pm

» Premiações [Fevereiro]
por Anole Tallhart Sab Fev 25, 2017 4:16 pm

» [RP Fechada]Flashback - The Bastard Child in the Snow. Pt.1
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 12:20 pm

» [RP ABERTA] Mademoiselle Marchand
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 12:12 pm

» [RP FECHADA] O dever de um Lord #1
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 12:08 pm

» [RP FECHADA] Recomeço
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 11:56 am

» [RP FECHADA - FLASHBACK] forget it
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 11:49 am

» Atualizações Específicas
por Roth Whiteforest Sab Fev 25, 2017 10:57 am

» [RP Fechada] Bring Me Virgins
por Dennis Braund Sab Fev 25, 2017 2:45 am

» [TREINO] Black Warrior
por Alice Targaryen Sex Fev 24, 2017 4:59 pm

» [RP ABERTA] Dance Of The Druids
por Many-Faced God Sex Fev 24, 2017 2:02 pm

» [FP] Hew Tyrell
por Many-Faced God Sex Fev 24, 2017 12:41 pm

» Solicitação de Conquistas
por R'hllor Qui Fev 23, 2017 11:42 pm

» [RP Fechada] The precise attack
por James Lannister Qui Fev 23, 2017 11:03 pm

» [FP] Desmond Targaryen
por Desmond Targaryen I Qua Fev 22, 2017 5:21 pm

» Quest Narrada - Uma transa de matar
por Narrador Qua Fev 22, 2017 1:36 pm

» RP FECHADA - Win or Die
por Drywn Graceford Ter Fev 21, 2017 1:01 am

» [RP Fechada/Flashback] Do not go, my dear
por Alannys Ashford Seg Fev 20, 2017 11:24 pm

» [RP Fechada] The witch and the prostitute
por Layna de Braavos Seg Fev 20, 2017 10:35 pm

» Quest narrada - Uma nova tarefa
por Alaric Umber Seg Fev 20, 2017 10:25 pm

» Quest narrada - O dia de amanhã
por Layna de Braavos Seg Fev 20, 2017 9:42 pm

» Quest Narrada - Onde se separa a menina da mulher
por Dorian Mormont Seg Fev 20, 2017 5:13 pm

» Quest Narrada - Sérios problemas
por Dorian Mormont Seg Fev 20, 2017 5:09 pm

» Moderação de tópicos
por Allenhardt Pyke Seg Fev 20, 2017 2:46 pm

» [RP fechada - Flashback] - The water hears and understands
por Allenhardt Pyke Seg Fev 20, 2017 2:44 pm

» RP Fechada - Mercy
por The Old Gods Seg Fev 20, 2017 2:24 pm

» [RP FECHADA] Reading until dawn
por The Old Gods Seg Fev 20, 2017 1:22 pm

» [Dungeon] Frozen Treasure - Inscrições
por Dorian Mormont Seg Fev 20, 2017 12:01 am

» [RP FECHADA] Um novo homem [+18]
por Elizabeth Tyrell Dom Fev 19, 2017 11:09 pm

» [RP FECHADA] PREFÁCIO — Disturbing nights
por Dorian Mormont Dom Fev 19, 2017 10:40 pm

» [RP Fechada] A Beautiful Day to Walk
por James Lannister Dom Fev 19, 2017 5:20 pm

» [Quest One Post] Careful, child
por The Maiden Made of Light Sab Fev 18, 2017 11:02 pm

» RP fechada - Aquecimento de inverno
por The Old Gods Sab Fev 18, 2017 5:32 pm

» [RP Fechada] Moment Between Sisters
por Leana Targaryen Sab Fev 18, 2017 1:23 pm

» [RP FECHADA] THE BEAST INSIDE
por The Black Goat of Qohor Sab Fev 18, 2017 1:01 pm

» [RP Fechada] As Sombras Erguem-se
por Narrador Sex Fev 17, 2017 7:54 pm

» [RP Fechada - Flashback] Try Again
por The Old Gods Sex Fev 17, 2017 6:58 pm

» [RP Fechada/flashback] The golden age
por The Old Gods Sex Fev 17, 2017 6:46 pm

» [RP Fechada - Flashback] Only policy
por The Old Gods Sex Fev 17, 2017 6:22 pm

» [FP] Ambrose, Garth.
por The Maiden Made of Light Sex Fev 17, 2017 3:32 am

» [RP Fechada] House of Memories
por Elyria Arryn Sex Fev 17, 2017 1:27 am

» [Dados] As Sombras Erguem-se
por Narrador Sex Fev 17, 2017 12:35 am

» [RP Fechada] Red lips always lie
por Layna de Braavos Qui Fev 16, 2017 9:53 pm

» [RP Fechada] Ascensão
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 7:36 pm

» [RP Fechada] Jobbery.
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 6:45 pm

» [RP Fechada] Fallin Apart
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 6:41 pm

» [RP Fechada] Bastard... and Mastermind.
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 5:44 pm

» [FP] Lancelyn Wyl (EM CONSTRUÇÂO)
por Lancelyn Qui Fev 16, 2017 5:24 pm

» [RP FECHADA] Snowed woods
por Alaric Umber Qua Fev 15, 2017 11:07 pm

» [Quest Narrada] Murder
por Narrador Qua Fev 15, 2017 10:44 pm

» [RP FECHADA +18] Lose It
por Terry Ashford Qua Fev 15, 2017 10:31 pm

» [RP Flash. +18] — She knows what I think about
por Many-Faced God Qua Fev 15, 2017 8:29 pm

» [Rp Fechada] Oloko
por Eustass Kid Qua Fev 15, 2017 8:17 pm

» [RP Aberta] A Agonia dos Corvos
por Many-Faced God Qua Fev 15, 2017 7:57 pm

» [RP Fechada] Lift Now
por Memphis Greyjoy Qua Fev 15, 2017 4:22 pm

» [RP FECHADA] Girls and knives, good brides
por Drowned God Qua Fev 15, 2017 4:02 pm

» [RP FECHADA] O Conselheiro da Fortaleza De Águas Claras.
por Drowned God Qua Fev 15, 2017 3:49 pm

» Promoção: Convide seus amigos
por James Lannister Qua Fev 15, 2017 11:40 am

» [Quest Narrada] The father's bones
por The Maiden Made of Light Qua Fev 15, 2017 7:12 am

» Quest narrada - Bravo?
por Lorien Hill Qua Fev 15, 2017 6:56 am

» Quest Narrada - Sussurros
por Dorian Mormont Ter Fev 14, 2017 9:23 pm

» [Quest Narrada] O satã
por Dorian Mormont Ter Fev 14, 2017 9:15 pm

" />

Flashback - RP Fechada - Uma longa viagem

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Flashback - RP Fechada - Uma longa viagem
RP fechada, que começará com o post de Dorian Mormont. Participam Dorian Mormont e Dennis Braund. Dorian está no final de sua campanha contra os piratas, dez anos atrás, em uma incansável caçada contra um último navio pirata que fugiu do combate na ilha do Urso. Naquele momento, ele atracou por alguns instantes em uma costeira qualquer da costa leste.

avatar
Imagem : The Bear
Mensagens : 848
Nome do jogador : Cale
Dragões de ouro : 166
Veados de prata : 95
Estrelas de cobre : 4
Idade : 37 ano PORRA
Salário extra : 117%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

A intensa fuga
e o incansável nortenho

Já havia um bom tempo que Dorian estava na perseguição. Estaria a dois dias atrás do pirata. A maneira com qual ele perseguia o homem, impedia dele parar em cidades costeiras, caso contrario, seria alcançado, forçando-o a navegar dia e noite, até que chegue a exaustão. O Galeão de guerra do Mormont, com seus cem homens, era operado por cinquenta durante o dia, cinquenta durante a noite, e nesta troca de turnos os homens descansavam. Era uma busca que não tinha fim. Naquela tarde, Dorian fez uma rápida parada naquela cidade, apenas para comprar alguns suprimentos, nada demais. Seus homens cuidavam disso, enquanto ele, dava uma de turista.

Caminhou por boa parte da cidade, e foi parar uma taverna. Taverna essa que ele sentou para tomar uma cerveja, e ouvir algo sobre o pirata que perseguia. Como esperado, a pequena cidade chegou a se preparar contra o ataque pirata, mas o navio passou diretamente, em um ritmo lento, aparentemente se arrastando pelas águas. Aquilo orgulhou Dorian, que riu, sentado no balcão.

Do que o senhor ri, viajante? – Questionou o taverneiro, enquanto Dorian sorridente, sorvia mais um gole de sua bebida.

O motivo do meu riso, é o cansaço desse fora da lei. – Então, pousou a caneca em cima do balcão, deixou algumas moedas de bronze que dava quase o dobro do que deveria pagar, e se levantou.

Então o senhor é a causa de tamanha fuga? – Insistiu o taverneiro, enquanto Dorian caminhava na direção da saída da taverna. - Quem é o senhor?! -

Eu sou Dorian Mormont, o Urso do Norte. E eu manterei os piratas longe de vocês. – Naquela altura de voz, e já quase saindo da porta, Dorian pode ouvir os velhos bêbados da cidade, o próprio taverneiro e alguns viajantes comemorando a segurança momentânea. Isso fez o Mormont rir enquanto saia do estabelecimento, mas se questionar porque tamanha alegria. Não teria alguém para protege-los?



avatar
Imagem : The Bear
Mensagens : 848
Nome do jogador : Cale
Dragões de ouro : 166
Veados de prata : 95
Estrelas de cobre : 4
Idade : 37 ano PORRA
Salário extra : 117%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo



Estava sentado no canto da taverna, com o capuz sobre meu rosto, recostado contra a parede. Em minha frente, sobre a mesa, um copo de cerveja. Dentro de mim, um medo perene. Tinha apenas quatorze anos naquela época, de forma que era de longe o mais novo no local. A qualquer momento alguém mal intencionado poderia vir em minha direção e tentar fazer alguma coisa. Minha única arma era uma adaga que havia roubado do arsenal antes de fugir de meu castelo, já um pouco enferrujada e com não muito fio por causa da viagem. Não era muito forte, muito menos rápido. Dificilmente teria chance em um embate corpo a corpo.

Especialmente contra algum pirata. A cidade toda vivia em tensão com a possível chegada de um bando deles. Estava ali havia alguns dias, podia sentir a apreensão no ar. Se de fato aportassem e atacassem, eu facilmente seria um dos capturados. Queria ir a Essos, porém não como escravo. Queria chegar a Qarth para me tornar um Homem Pesaroso. Me vingar de minha história injusta. Vingar minha amada.

Acordei de minhas divagações com uma risada sonora, ouvindo um homem conversar com o taverneiro, que perguntou porque ria:

- O motivo do meu riso, é o cansaço desse fora da lei.

Olhei para a porta do estabelecimento, vendo um navio pirata passando reto pela cidade. Provavelmente estava se referindo a ele. A fala chamou minha atenção, me fazendo começar a prestar atenção na conversa. O homem, surpreso com o que o viajante disse, questionou sobre sua identidade. Meu queixo caiu ao ouvir o que disse enquanto quase saía pela porta:

- Eu sou Dorian Mormont, o Urso do Norte. E eu manterei os piratas longe de vocês.

Dorian Mormont. Lembrava-me desse nome das aulas que tivera com o meistre em meu castelo. Era da Ilha dos Ursos. E se estava na cidade, com certeza tinha um navio. E pelo visto estava de partida. Era uma chance única para mim. Enquanto os outros comemoravam, tomei um gole da cerveja, sentindo o álcool aquecer-me por dentro. Era forte para mim, afinal era um adolescente, mas precisava disso para tomar um pouco de coragem. Deixei o pagamento sobre a mesa e saí da taverna.

Enquanto caminhava atrás do homem que ainda ria, minha cabeça fervilhava. Como eu deveria abordá-lo? Teria que convencê-lo a me ceder um favor, afinal de contas pouco havia o que lhe dar em troca no momento. Jamais fôra tripulante em um navio. Além disso, não aceitaria me tornar um marinheiro e lavar seu convés. Eu tinha sangue nobre em minhas veias, queria ter uma cabine para mim. Isso seria complicado.

Decidi que deveria deixar a conversar fluir naturalmente. Convenceria-o aos poucos que deveria me aceitar em seu navio. Sendo assim, quando cheguei perto o suficiente, falei em voz alta:

- Você disse que é Dorian Mormont, o Urso do Norte?

Olhava para cima, para olhar diretamente para seu rosto quando virasse. Embora tentasse parecer sério, ele era uns 10 anos mais velho do que eu e já ouvira falar de suas peripécias. Não era bom em esconder minhas emoções ainda, também. Era possível ler um pouco de admiração e bastante nervosismo em minha expressão. Esperei que se virasse e me desse o mínimo de atenção, para que pudéssemos começar a conversar.

Era imprescindível que eu conseguisse embarcar com ele. Era um nobre como eu, o navio estava em bom estado, provavelmente em breve faria a travessia para Essos. Braavos, talvez Pentos. Não queria ficar mais muito tempo nessa cidade. Precisava seguir meu caminho para Qarth.

template by: MM's GIRL on Tdn!





avatar
Imagem : Lamento tanto...
Mensagens : 314
Nome do jogador : Moita
Dragões de ouro : 237
Veados de prata : 70
Estrelas de cobre : 3
Idade : 30
Salário extra : 66%
http://winordie.forumeiros.com/t1197-relacoes-dennis-braund#10004http://winordie.forumeiros.com/t1169-braund-dennishttp://winordie.forumeiros.com/t1178-cronologia-dennis-braundVer perfil do usuário
Homens Pesarosos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Um convidado
que se convidou

Entre comemorações, Dorian saiu da taverna. Esperou a porta bater logo em sequencia, mas invés disso, ela rangeu pela saída de mais alguém. Seria um assassino? Um mercenário querendo sua cabeça, um pirata? Passos ficaram mais largos, com a canhota se apoiando discretamente no cabo da espada. estava preparado para sacar aquela arma e arrancar uma cabeça no girar do corpo. Mas então, escutou uma voz que chegou a lembra-lo de quando era um jovem sendo treinado por Jorah. Com sobrancelhas franzidas, o Mormont girou sobre os próprios pés, batendo os olhos em um jovem que o observava com ... Nervosismo? Mas os olhos brilhavam. Estava admirado, talvez pela altura, muito comum isso ocorrer, presumiu o Mormont. — Sim, eu mesmo. Te darei todo ouvidos, se me acompanhar até o Caís.

Então, com um sorriso gentil no rosto, o lorde maneou a cabeça positivamente na direção do caminho, se virando e retornando suas passadas, esperando que o jovem o acompanha-se. Enquanto o Braund pensava no que poderia entregar de valor suficiente para Dorian para ter a companhia em viagem, bastaria dizer que precisava daquele favor pela falta de suporte de sua família, e o Mormont atenderia o pedido. Talvez os livros sobre os lordes não falassem de suas personalidades. — Em que posso te ajudar?

Questionou Dorian, que ao longe, quase no horizonte, enxergava o navio pirata, afastado da costa. Um sorriso brotou no rosto do Urso. Sabia que a caça estava indo bem, pois cada dia o navio se tornava mais real e mais próximo.

avatar
Imagem : The Bear
Mensagens : 848
Nome do jogador : Cale
Dragões de ouro : 166
Veados de prata : 95
Estrelas de cobre : 4
Idade : 37 ano PORRA
Salário extra : 117%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo



Tinha percebido a movimentação da mão de Dorian começando a se direcionar ao pomo de sua espada. Era canhoto. Com certeza com muito mais prática, além de eu estar com uma arma que não sabia lutar. Apenas me deixou mais nervoso, mas ainda assim falei. Logo o vi se virar e me olhar de cima a baixo antes de falar:

- Sim, eu mesmo. Te darei todo ouvidos, se me acompanhar até o Caís.

O sorriso gentil me surpreendeu, junto com ele meneando com a cabeça convidando-me para seguí-lo. Era um senhor bondoso, ou estava me atraindo para algum lugar onde eu não teria escapatória? Não tinha opção a não ser seguí-lo, agora que o havia abordado. Seus passos eram mais largos que os meus naturalmente, de forma que eu tinha que andar mais rápido para conseguir manter a distância. Ouviu-o questionar:

- Em que posso te ajudar?

Era agora o momento. Precisava me apresentar e pedir a carona. De uma forma que ganhasse uma cabine, ainda por cima. Precisava convencê-lo. Já que era um lorde gentil, tocar seu coração provavelmente era a técnica mais apropriada. Teria que inventar uma história. Me senti um pouco mal ao perceber que teria que fazer isso, afinal o Mormont parecia ser uma boa pessoa. Ainda assim respondi-lhe, começando a tecer com minha lábia a mentira, sem parar de andar:

- Me chamo Melron... Snow... - Falei o sobrenome como se não gostasse de usá-lo. - Por vários anos minha mãe ocultou que eu era um bastardo... nem eu mesmo sabia... entretanto esse ano a verdade veio a tona. Seu esposo ordenou minha expulsão de seu castelo imediatamente... desde então tenho vagado em busca de uma vida digna... creio que a encontrarei em Essos, mas não tenho dinheiro suficiente para conseguir uma vaga em qualquer um dos navios atracados aqui... poderia me ajudar a atravessar o Mar Estreito e chegar até lá?

Deixei o nervosismo ser espelhado em minha fala conforme falava, assim como uma tristeza aparecer. Afinal de contas, o próprio pai havia expulsado o personagem que estava criando ao descobrir sua bastardia. Para Melron, era um ato de desespero praticamente mendigar uma carona ao Lord nortenho, portanto a ansiedade caía bem. Esperei sua resposta, meus olhos brilhando de apreensão verdadeira. Precisava ouvir um sim. Meu futuro estava nas mãos dele.

Habilidade Treinada:
+ Lábia

template by: MM's GIRL on Tdn!





avatar
Imagem : Lamento tanto...
Mensagens : 314
Nome do jogador : Moita
Dragões de ouro : 237
Veados de prata : 70
Estrelas de cobre : 3
Idade : 30
Salário extra : 66%
http://winordie.forumeiros.com/t1197-relacoes-dennis-braund#10004http://winordie.forumeiros.com/t1169-braund-dennishttp://winordie.forumeiros.com/t1178-cronologia-dennis-braundVer perfil do usuário
Homens Pesarosos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Melron Snow
Mel e o urso

Enquanto caminhava, Dorian eventualmente passava breves olhadas para o jovem. As ruas da cidade estavam um tanto movimentadas e animadas, ainda mais pós a certeza de que os piratas seguiram caminho, invés de tentarem se aproximar para atracar. Então, o Mormont só observava com cuidado os cantos, tanto para a segurança dele, quanto para ao do jovem Melron. A história que ele lhe contou era dura. De certa forma, Dorian sentiu nojo da mulher que nutriu um adultério. Mas dó, do pequeno bastardo que não tinha culpa da vagabundagem da mãe. Aquele mar de sensações enquanto ouvia aquela falação falsa que nem se quer foi desconfiada pelo Mormont, motivou a ele, aceitar o pedido. — Tudo bem. Minha cabine tem espaço para convidados. Te levarei até Pentos, mas... Podemos ter problemas no caminho. – E após tais palavras, deu dois tapas no cabo da espada, como se explica-se o tipo de problemas.

--------------------------------------------------------------------------------------------------

Lá estava o caís, e nele, o grande galeão de guerra de Dorian Mormont. O navio, batizado de 'a velha ursa', era chamado dessa maneira pelo fato de existir uma réplica da estatua que existe frente o salão de Dorian, na proa do navio . Os homens carregavam o navio com caixas de frutas, água potável, material para preservar o navio, para velas reservas, enfim. — Bem vinda a velha Ursa, Melron. Esperemos que você se dê bem com ela, ursos gostam de Mel. - E deu um tapinha no ombro do rapaz, antes de guia-lo caminho a dentro do navio.

avatar
Imagem : The Bear
Mensagens : 848
Nome do jogador : Cale
Dragões de ouro : 166
Veados de prata : 95
Estrelas de cobre : 4
Idade : 37 ano PORRA
Salário extra : 117%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo



Percebia que Dorian estava atento aos nossos arredores. Cuidava de sua segurança, pois não andava com guarda-costas. Pelo menos eu não os havia visto. Após terminar de contar a história inventada, ouviu Dorian responder:

- Tudo bem. Minha cabine tem espaço para convidados. Te levarei até Pentos, mas... Podemos ter problemas no caminho.

Abri um sorriso, de fato feliz. Tinha conseguido uma cabine e a carona que eu precisava! Mas engoli em seco ao vê-lo bater com a mão no cabo da espada. Possivelmente teriam que batalhar durante a viagem. Esqueci de agradecê-lo naquele momento, tenso com o que poderia vir a acontecer na viagem.

------x------

Olhei surpreso com o tamanho do galeão de guerra a minha frente. Havia uma estátua de uma mulher amamentando uma criança e segurando um machado no outro na proa. A movimentação era intensa no cais, abastecendo o navio com provisões. Ouvi Dorian falar:

- Bem vinda a velha Ursa, Melron. Esperemos que você se dê bem com ela, ursos gostam de Mel.

Não evitei rir com o que ele disse, sorrindo com o tapinha que recebi. Era um lord legal, com senso de humor, o que era raro em Westeros. A viagem seria interessante, sentia-me a vontade do lado dele, embora precisasse tomar o cuidado de manter minha história. Meu nome para com ele era Melron Snow. Meu nome antigo... devia esquecê-lo, jamais usaria-o novamente. Finalmente me lembrei de agradecer-lhe:

- Sua Velha Ursa é fantástica, senhor! Muito obrigado por me aceitar em sua cabine. - Sorri. Não era bajulação, era um elogio e um agradecimento sincero. Deixei que me guiasse para dentro da embarcação.

template by: MM's GIRL on Tdn!





avatar
Imagem : Lamento tanto...
Mensagens : 314
Nome do jogador : Moita
Dragões de ouro : 237
Veados de prata : 70
Estrelas de cobre : 3
Idade : 30
Salário extra : 66%
http://winordie.forumeiros.com/t1197-relacoes-dennis-braund#10004http://winordie.forumeiros.com/t1169-braund-dennishttp://winordie.forumeiros.com/t1178-cronologia-dennis-braundVer perfil do usuário
Homens Pesarosos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Um escudeiro
temporario

Escutou o elogio e agradecimentos do jovem em relação a carona. Para Dorian, era algo que qualquer um faria, então ele apenas riu pela falta de necessidade de tal agradecimento. Guiou o jovem Melron até o interior do navio. A madeira era escura, no convés, muitos homens. Arpões, barris com flechas, arcos, espadas em estandes, lanças. As grandes velas verde escura com o simbolo do urso pintado nelas dava até mesmo um ar de imponência. Era um belo navio de fato. — Então Melron. Gosta de lutas? – Questionou Dorian, enquanto atravessa o convés e era cumprimentado momento ou outro por seus seguidores.

Melron poderia notar que os homens do Urso trabalhavam sorridentes, animados, muitos brincando entre todo o serviço. Quando ele passava muito próximo de algum, o próprio Dorian tirava uma onda e parecia conhecer todos pelo nome. Alguns até mesmo interagiam com Melron, dando boas-vindas ao novo 'tripulante'. — Porque, se gostar, eu tenho muitas histórias incríveis pra te contar. – Comentou o Mormont, que chegando nas portas duplas da cabine, a abriu. O fundo do navio possuía vidros, com visão para o que vinha atrás. Nada muito seguro, se for parar para pensar, mas o intuito daquele galeão era perseguir e não ser perseguido. Uma grande mesa, com mapas de Westeros, cartas, até mesmo uma enorme adaga que parecia quase uma espada curta. Tinha a cadeira do próprio urso, bem presa ao chão para casos de mar turbulento, assim como duas cadeiras na frente da mesa.

Por fim, duas portas laterais dentro da própria cabine, que levavam para pequenos comodos. Quartos com uma casa de solteiro, um pequeno armário para guardar algumas coisas um 'trono' para necessidades.

avatar
Imagem : The Bear
Mensagens : 848
Nome do jogador : Cale
Dragões de ouro : 166
Veados de prata : 95
Estrelas de cobre : 4
Idade : 37 ano PORRA
Salário extra : 117%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo



A madeira do navio era escura, haviam muitos homens no convés. Haviam várias armas também, estavam sempre prontos para invasões, o que era bastante propício considerando os ataques de piratas a cidade. Inspirava imponência. Entretanto o clima da tripulação era bastante diferente.

- Então Melron. Gosta de lutas?

Ouvi sua pergunta enquanto era cumprimentado por um de seus marinheiros. A maioria estava sorrindo e tinham um humor tão bom quanto o Lord. Vários pareciam estar mais brincando do que de fato trabalhando. Me surpreendi ao perceber Dorian tirar onda com um deles. O clima era bastante leve. Acenava, meio tímido, aos que me cumprimentavam, agradecendo. Ouvi a frase ser completada:

- Porque, se gostar, eu tenho muitas histórias incríveis pra te contar.

Observei-o abrir as portas da cabine, chegando comigo na popa do navio. Haviam janelas de vidro dando visão ao mar, atrás da mesa do comandante. Haviam mapas, cartas, papeis, e até uma arma longa demais para ser uma adaga, mas curta demais para ser uma espada. Uma das portas laterais estava aberta, de forma que pude ver um dos cômodos. O suficiente para ficar confortável. Respondi sua pergunta, finalmente:

- Treinava em meu castelo, senhor... mas gostava mais das aulas teóricas. Nunca fui muito bom de batalha, preferia muito mais estudar a arte das palavras. - Não mentiria nesse ponto. Eu era eloquente para um adolescente da minha idade, fingir que não era seria impossível em todo o tempo que ficaríamos juntos. - Sei lutar com espada curta. Mas definitivamente não com adaga... - Tirei a adaga enferrujada de minha roupa, colocando sobre uma das mesas. - Mas foi a única arma que consegui pegar antes de sair do castelo.

Era interessante como minha história real se misturava a de Melron. Tornava mais fácil fingir que eu era outra pessoa. Olhei para ele novamente, soltando o cabo. Estava de fato curioso com quais histórias teria para me contar, tanto na personalidade inventada quanto na real:

- Que histórias seriam essas, senhor?

Mantinha chamando-o de senhor, mesmo após perceber que alguns dos tripulantes o chamavam por apelidos. Fazia sentido, afinal havia acabado de o conhecer e não queria vacilar e perder a oportunidade. Esperei sua resposta, sentindo o leve balançar da embarcação conforme as ondas chegavam na costa. Teria que me acostumar com esse balanço.

Habilidade Treinada:
+ Atuação

template by: MM's GIRL on Tdn!





avatar
Imagem : Lamento tanto...
Mensagens : 314
Nome do jogador : Moita
Dragões de ouro : 237
Veados de prata : 70
Estrelas de cobre : 3
Idade : 30
Salário extra : 66%
http://winordie.forumeiros.com/t1197-relacoes-dennis-braund#10004http://winordie.forumeiros.com/t1169-braund-dennishttp://winordie.forumeiros.com/t1178-cronologia-dennis-braundVer perfil do usuário
Homens Pesarosos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Um brigão
e um falastrão

Após entrar na sala, Dorian se livrou do cinto de armas e colocou na mesa. O barulho do objeto batendo na madeira, era quase de ouvir um barril cheio de pedras caindo em cima do convés. E mesmo assim, Dorian parecia se mover levemente quando estava com as armas. Se sentou na cadeira, colocou os dois pés em cima da mesa. Fez um sinal para o jovem se sentar em uma das cadeiras que existia logo a frente.

Era um menino habilidoso com as palavras, algo que Dorian não conseguia ser, apesar de tentar. Isso de fato era agradável, tanto que arrancou alguns risos do Mormont. Por conta disso, iria libera-lo do fardo de chamar o Urso a todo momento de 'Senhor'. Até porque, ainda era muito jovem para isso. — Pode me chamar de Dorian, Mel. Ou de Urso, como meus amigos chamam. – Então, o rapaz afirmou que tinha certo conhecimento com espada curta. Ótimo. Assim não morreria logo de cara em um caso de abordagem. Em seguida, expôs sua adaga. O Mormont observou a arma enferrujada, um tanto enfraquecida pelo tempo. Um belo golpe da espada de Dorian aquilo iria aos pedaços. Porém, foi a única coisa que ele conseguiu pegar, e antes aquilo, do que nada.

Sentiu, que o clima ficou um pouco pesado. Talvez, falar sobre as situações passadas do rapaz fosse um pouco desagradável para ele. Então, contaria as histórias, já que ele se agradou da ideia. — Pois bem. Deve se perguntar porque um nortenho está tão longe do Norte. Eu moro aqui. – E Dorian mostrou no mapa de Westeros, onde era a ilha dos Ursos .— Estas terras são minhas. E lá, os piratas faziam festa, até meu retorno com meu pai. Infelizmente, ele faleceu a pouco tempo, então, me sobrou cuidar desses safados. - Suspirou, e então, continuou. — Foi um pouco trabalhoso, no começo. Mas com o tempo, consegui expulsa-los. Persegui muitos e afundei seus navios por todo a costa oeste. Porém, o maior deles, fugiu no meio do grande problema. Não posso deixar essa semente de vingança escapar, e bem, aqui estou. Acredita que eles queriam saquear minha casa e levar as mulheres como escravas? Nestes últimos meses, resgatei quase uma tropa de mulheres de um dos navios. Uma garota mais jovem que você apontou uma faca para mim, acredita? – E desatou de rir, ao lembrar da pequena olhos de cristal.

avatar
Imagem : The Bear
Mensagens : 848
Nome do jogador : Cale
Dragões de ouro : 166
Veados de prata : 95
Estrelas de cobre : 4
Idade : 37 ano PORRA
Salário extra : 117%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo



Observei Dorian se livrar do cinto de armas. Era a prova final do quanto estava confiando em mim. Observei-o se sentar e acatei seu gesto, sentando-me em uma das cadeiras. Estava bem presa ao chão, ainda assim o sentia se mover com as ondas. Ouvi-o dizer:

- Pode me chamar de Dorian, Mel. Ou de Urso, como meus amigos chamam.

Assenti ao que disse e falei. Com minha fala o ambiente acabou se tornando mais pesado, estava passando com bastante veracidade o quão sofrido era para mim, como Melron, falar de meu passado. Isso era interessante, afinal de contas isso faria com que Dorian evitasse voltar a esse assunto. De fato isso ocorreu, pois logo começou a contar uma de suas histórias:

- Pois bem. Deve se perguntar porque um nortenho está tão longe do Norte. Eu moro aqui. - Me aproximei para olhar o mapa. Não lembrava-me de cor onde ficava a ilha dos Ursos, foi bom para refrescar a memória. De fato estava longe de sua terra natal. - Estas terras são minhas. E lá, os piratas faziam festa, até meu retorno com meu pai. Infelizmente, ele faleceu a pouco tempo, então, me sobrou cuidar desses safados. - Suspirou e pareceu perceber que o clima continuava tenso. - Foi um pouco trabalhoso, no começo. Mas com o tempo, consegui expulsa-los. Persegui muitos e afundei seus navios por todo a costa oeste. Porém, o maior deles, fugiu no meio do grande problema. Não posso deixar essa semente de vingança escapar, e bem, aqui estou. Acredita que eles queriam saquear minha casa e levar as mulheres como escravas? Nestes últimos meses, resgatei quase uma tropa de mulheres de um dos navios. Uma garota mais jovem que você apontou uma faca para mim, acredita?

Ouvi-o desatar a rir e sorri com a afirmação, imaginando tudo o que ele disse. Ele ainda mais jovem, perseguindo cada um dos piratas, abordando-os e afundando-os até que chegássemos a situação atual. Era por isso que estava aqui: atrás do maior deles. Era nisso que eu estava me metendo, durante a viagem possivelmente invadiríamos a embarcação do pirata mais influente desses mares.

- Acredito, senh... Dorian... Onde ficava minha casa era longe demais para que os piratas nos importunassem, mas ouvia meu "pai" com frequência reclamando de como atrapalhavam seus negócios... Essa menina devia ser bastante valente para apontar uma arma para você. Mas provavelmente estava tentando proteger as suas companheiras, não? Um grupo de mulheres em um navio pirata feitas de escravas devem sofrer muito, provavelmente imaginava que faria o mesmo. O que acabou fazendo com elas?

Perguntei, pedindo assim uma continuação da história. Estava realmente interessado, imaginando como seria uma abordagem em alto mar. Se batalhas em solo conseguiam ser caóticas, entre navios deviam ser ainda mais. Pessoas voando de um lado para o outro apoiadas em cordas para invadir a embarcação do outro, tendo um espaço reduzido para brandir suas armas, tendo que lidar também com o balanço das águas. Cheguei a uma conclusão, que compartilhei com o Lord:

- Não acho que conseguiria lutar direito em alto mar. O balanço do chão, o pouco espaço para movimentar-se e o caos trazido por isso devem ser bem difíceis de lidar. - Minhas palavras eram sinceras. Minha expressão não era, entretanto, de tristeza. Era de frustração por pensar nisso. Um de meus pulsos estava fechado. Deveria saber lutar melhor, apenas saber argumentar e convencer não seria o suficiente para eu sobreviver a tudo.

template by: MM's GIRL on Tdn!





avatar
Imagem : Lamento tanto...
Mensagens : 314
Nome do jogador : Moita
Dragões de ouro : 237
Veados de prata : 70
Estrelas de cobre : 3
Idade : 30
Salário extra : 66%
http://winordie.forumeiros.com/t1197-relacoes-dennis-braund#10004http://winordie.forumeiros.com/t1169-braund-dennishttp://winordie.forumeiros.com/t1178-cronologia-dennis-braundVer perfil do usuário
Homens Pesarosos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Olha a onda, olha a onda
pá, pá!

Notou a atenção do jovem em todas suas falas. Era agradável compartilhar histórias com alguém, Dorian poderia ser um lorde de 'muitos amigos', mas tinha poucos amigos de verdade. Ao rapaz questionar sobre a bravura da menina, potencialmente sobre proteger suas aliadas, o Urso respondeu: —Sem duvida, apesar de uma piquetuxa de um metro e vinte não teria muito o que defender com uma faca enferrujada. – Riu um pouco pela situação em si, imaginar a pequena avançando em si, fez o Mormont lembrar bem da pequena face. Era uma garota muito brava. Quando questionado sobre o fim que se deu as mulheres, sorriu para a curiosidade de Melron e o respondeu: — Para as mais velhas, ofereci empregos de todos os tipos. Para as jovens, as adotei para aprenderem a lutar, ou, se tornarem servas da minha casa. De uma maneira ou de outra, dei um novo lar e novas oportunidades. Elas são esforçadas, estão se saindo bem por lá.

Notou que o rapaz parecia meio marejado. Normal para quem não está acostumado com o balanço da onda. O Mormont, por sua vez, adorava dormir em um navio. Mais do que em sua própria cama no aquecido salão nortenho. O vai e vem do mar o relaxava. Algo que Melron pegaria com o tempo, mas, até lá... — Eu te ensino a lidar com o mar, e também com os piratas. Vamos zarpar em breve, eu imagino, e enquanto o navio se mexer, principalmente na hora de quebrar as ondas, vamos brandir espadas. Assim, vai aprender a lidar com isso. – Após tais palavras, o Mormont coçou a própria barba, pensando que tipo de arma era do agrado do rapaz. — Aliás, o que prefere? Adagas ou espadas? Eu particularmente prefiro tudo que possa matar um homem. – E gargalhou, obviamente uma brincadeira com fundo de verdade.

avatar
Imagem : The Bear
Mensagens : 848
Nome do jogador : Cale
Dragões de ouro : 166
Veados de prata : 95
Estrelas de cobre : 4
Idade : 37 ano PORRA
Salário extra : 117%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo



Dorian me respondeu, rindo:

- Sem duvida, apesar de uma piquetuxa de um metro e vinte não teria muito o que defender com uma faca enferrujada.

De fato, na época achava que uma criança não poderia fazer mal com uma adaga, então ri junto com ele. Ayisha me ensinaria com bastante dor a não superar a habilidade de alguém mais novo e mais baixo. Ouviu-o continuar a contar:

- Para as mais velhas, ofereci empregos de todos os tipos. Para as jovens, as adotei para aprenderem a lutar, ou, se tornarem servas da minha casa. De uma maneira ou de outra, dei um novo lar e novas oportunidades. Elas são esforçadas, estão se saindo bem por lá.

Novamente se revelava um Lord bondoso. Dera uma nova chance de vida a elas, mais digna que em um navio pirata. Pareceu perceber que eu estava mareado também, principalmente com minha segunda frase, pois disse enquanto mexia na barba, pensativo:

- Eu te ensino a lidar com o mar, e também com os piratas. Vamos zarpar em breve, eu imagino, e enquanto o navio se mexer, principalmente na hora de quebrar as ondas, vamos brandir espadas. Assim, vai aprender a lidar com isso. Aliás, o que prefere? Adagas ou espadas? Eu particularmente prefiro tudo que possa matar um homem.

Sorri com sua gargalhada, respondendo prontamente:

- Espadas, definitivamente. Adagas são muito curtas, além de quê nunca treinei com uma delas. Não sou ágil, não é a arma certa para mim. - Dei de ombros, lançando um olhar para minha adaga enferrujada. Se tivesse que a usar em algum momento, estaria morto. - Prefere de tudo, mas tem alguma arma que prefira mais? - Perguntei, curioso. Meu olhar foi para a lâmina que era parecida com a adaga mais tinha quase o tamanho de uma espada curta, voltando para o Lord logo a seguir.

template by: MM's GIRL on Tdn!





avatar
Imagem : Lamento tanto...
Mensagens : 314
Nome do jogador : Moita
Dragões de ouro : 237
Veados de prata : 70
Estrelas de cobre : 3
Idade : 30
Salário extra : 66%
http://winordie.forumeiros.com/t1197-relacoes-dennis-braund#10004http://winordie.forumeiros.com/t1169-braund-dennishttp://winordie.forumeiros.com/t1178-cronologia-dennis-braundVer perfil do usuário
Homens Pesarosos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Avaliação de treino de habilidade

dennis braund

Seu treino, para mim, possui adequação melhor na habilidade de atuação, visto que construiu um personagem e realmente embarcou na história dele. Deve possuir cuidado ao explorar o limite da mentira constituída como lábia e a mentira constituída como atuação. A lábia possui foco principal em conversas que sejam levadas na calma, com direito a massagem no ego de terceiros, construção de uma empatia, mesmo que falsa, e resolução de questões da melhor maneira possível, enquanto a atuação possui foco no disfarce e na facilidade de mantê-lo.

Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (0/40)
+ Estrutura e Coesão (0/30)
+ Enredo e Criatividade (0/20)
+ Ortografia e Organização (0/10)

Total (0/100)


+ 11% de experiência pelo atributo de inteligência com 5 pontos
+ 0% de experiência por ter a habilidade no nível 1

Recompensas
+ 0 pontos de experiência em Lábia

Avaliação de treino de habilidade

Dennis Braund

Agora sim, a categoria correta. Foi um bom treino e gostei do fato de misturar a sua história à do personagem inventado. Não notei erros que pudessem comprometer a avaliação, o texto foi bem dividido, parabéns. Só senti que poderia ter dado uma maior profundidade ao disfarce da forma que o vinha conduzindo no treino anterior, explicando cada pequeno sentimento do personagem.

Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (40/40)
+ Estrutura e Coesão (30/30)
+ Enredo e Criatividade (18/20)
+ Ortografia e Organização (10/10)

Total (98/100)


+ 11% de experiência pelo atributo de inteligência com 5 pontos
- 25% de experiência por ter a habilidade no nível 5

Recompensas
+ 84 pontos de experiência em Atuação


avatar
Imagem :
Mensagens : 121
Nome do jogador : Hooded
Dragões de ouro : 00
Veados de prata : 00
Estrelas de cobre : 00
Idade : 00
Salário extra : 0%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

A arma preferida?
Oras, eu mesmo

Notou as expressões do rapaz. Ele falava bastante por ali, era muito expressivo. As gargalhadas haviam cessada, e após escutar as palavras do mesmo, Dorian recebeu uma questão que era importante até de saber. Quais era suas armas preferidas? As espadas? Adagas? Lanças? O chicote que usa para abordagem? Notou que indiferente d arma que estivesse usando, ele estava satisfeito de estar dentro do combate. E em toda sua analise introspectiva, notou que nenhuma arma se empunha sozinha. E estando dentro do campo de batalha, o que tivesse em mãos lhe servia. A sua melhor arma...?

... Era ele mesmo. — A minha arma preferida, Melron... Acho que sou eu mesmo. – A seriedade no tom de voz do urso, expressava que de fato ele havia raciocinado aquilo com certa profundidade. Mas depois que ele falou, aquilo pareceu uma absurda idiotice, e desatou em dar risada. Iria deixar aquilo se perder no meio do riso, e então: —Então, te ensinarei o caminho da espada. Assim que o bar...

E antes mesmo de concluir a fala, o sino tocou no convés. " Estamos zarpando! " Urrou o capitão do grande galeão, um velho que tinha mais músculos que o próprio Mormont. O navio se afastou do cais, e então, começou a se direcionar na direção que ainda era visível o pequeno navio no horizonte. —...co partir. – Então, sorriu para o jovem Snow.

avatar
Imagem : The Bear
Mensagens : 848
Nome do jogador : Cale
Dragões de ouro : 166
Veados de prata : 95
Estrelas de cobre : 4
Idade : 37 ano PORRA
Salário extra : 117%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo



Percebi que Dorian demorou um pouco para responder. Provavelmente passava em sua cabeça todas as situações de batalha e seus treinos, pensando em qual arma achava mais elegante, ou mais letal, ou qualquer outro parâmetro que achasse mais importante.

- A minha arma preferida, Melron... Acho que sou eu mesmo.

Inicialmente isso me pareceu um tanto quanto arrogante. Segurei a vontade de desafiá-lo, mesmo que brincando, a lutar contra um exército armado com todo o tipo de armas, até dragões, sem nada além dele mesmo. Jamais sobreviveria, ainda que fosse muito habilidoso. Mas percebi então que havia certa profundidade no que ele havia falado. Algo que eu não conseguira alcançar, que foi cortado pelas risadas dele também e voltar a falar:

- Então, te ensinarei o caminho da espada. Assim que o bar...

Ouvi um sino tocar e um dos marinheiros anunciar que estaríamos zarpando. Provavelmente o capitão. Devia ter percebido que isso aconteceria: o Lord Mormont queria perseguir o líder dos piratas e afogá-lo.

- ...co partir.

Vi seu sorriso e devolvi com um olhar hesitante e nervoso, sentindo o barco balançar cada vez mais conforme nos afastávamos da margem. Era provável que em algum momento acabaria vomitando, já podia sentir meu estômago revirando com o movimento. Pigarrei para ganhar confiança e disse, também para mostrar que tinha percebido o que estava acontecendo:

- Se estamos perseguindo aquele pirata... creio que não teremos muito tempo para treinar... Que tal começarmos agora?

Por mais que tentasse parecer mais confiante, estava mareado. Não fazia ideia de como era Dorian em um treino. Se fosse parecido com meus antigos professores, eu tomaria uma surra dentro de instantes e ficaria inútil para a abordagem. Se fosse um pouco mais razoável, entretanto, seria uma ótima aula para me iniciar em batalhas marítimas e talvez pudesse não morrer na que se aproximava.

template by: MM's GIRL on Tdn!





avatar
Imagem : Lamento tanto...
Mensagens : 314
Nome do jogador : Moita
Dragões de ouro : 237
Veados de prata : 70
Estrelas de cobre : 3
Idade : 30
Salário extra : 66%
http://winordie.forumeiros.com/t1197-relacoes-dennis-braund#10004http://winordie.forumeiros.com/t1169-braund-dennishttp://winordie.forumeiros.com/t1178-cronologia-dennis-braundVer perfil do usuário
Homens Pesarosos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Hora do monstro

O garoto sugestionou o inicio do treino, uma vez que potencialmente iriamos nos envolver em perigo logo mais. Sem duvida ele tinha razão, e treinar, mesmo com um rapaz jovem como aquele, era animador para Dorian de qualquer maneira. Sorriu, aproveitando então daquele convite. —[b] Certo, ali no baú próximo a porta tem as armas de treino. Ele tá aberto, só escolher, tem de tudo. [/color] – Indicou o baú, este, que estava praticamente do lado da porta, e era tão longo que era capaz de caber até uma lança média ali dentro.

As armas de treino de Dorian, ficavam em um baú separado, mais curto, próximo da mesa dele. Foi para onde ele foi, abriu, e sorriu com certo carinho para suas armas de treino, já até meio amassadas de tanto que treinava com elas desde pequeno. Logo mais teria que troca-las. Escolheu apenas uma espada média, e uma adaga longa, semelhante a da mesa. Mas como são armas de treino, elas não tem nem fio, e nem estoque, tornando a troca de golpes completamente segura, tirando os impactos. Mas aí, é só maneirar na força.

Terminou de pegar as armas, ele comentou: " Te espero lá fora, Mel! " e se foi, dando particularidade para o rapaz escolher e testar suas armas ali dentro.

avatar
Imagem : The Bear
Mensagens : 848
Nome do jogador : Cale
Dragões de ouro : 166
Veados de prata : 95
Estrelas de cobre : 4
Idade : 37 ano PORRA
Salário extra : 117%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Avaliação de treino de habilidade

Dennis Braund

Para o nível em que a habilidade se encontra, o treino devia estar mais detalhado. Entende-se o porquê de não estar, já que o treino não foi para atuação, mas ainda assim gerou descontos.


Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (36/40)
+ Estrutura e Coesão (30/30)
+ Enredo e Criatividade (18/20)
+ Ortografia e Organização (10/10)

Total (94/100)


+ 11% de experiência pelo atributo de inteligência com 5 pontos
- 45% de experiência por ter a habilidade no nível 7

Recompensas
+ 62 pontos de experiência em atuação




avatar
Imagem : Stranger, Stranger...
Mensagens : 819
Nome do jogador : Ross
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo



Um sorriso abriu-se no rosto de Dorian, na minha frente. O Lord com certeza era apaixonado por treinos. Ouvi sua indicação:

- Certo, ali no baú próximo a porta tem as armas de treino. Ele tá aberto, só escolher, tem de tudo.

Antes de pegar, entretanto, notei que andou até um baú próprio, localizado próximo de sua mesa. A felicidade com a qual olhou para suas armas de treino era incomparável. Parecia o olhar que eu lançava a minha amada, se é que não havia ainda mais cumplicidade no olhar dele. Observei-o escolher uma espada média e uma adaga longa similar a que estava em cima da mesa. Visivelmente não tinham fio ou capacidade perfurante. Apenas causariam hematomas se utilizadas com muita força.

- Te espero lá fora, Mel!

Ouvi o que disse enquanto passava por mim e me deixava sozinho em seus aposentos. Isso era muita confiança. Havia acabado de me deixar sozinho junto de todos seus documentos, planos de viagem, tudo. Se eu fosse qualquer tipo de mercenário contratado por alguém, o navio estaria em sérios riscos.

Felizmente para o Mormont não era esse o caso. A única mentira era minha história como Melron Snow. Minha índole não era uma farsa, assim como minhas intenções a bordo. Caminhei até a arca de madeira, destranquei-a e levantei sua pesada tampa, olhando o arsenal disposto ali. Resolvi que deveria me manter em armas já conhecidas. Nunca havia tocado em uma lança, não seria o momento certo de aprender a manejar uma. Espadas longas seriam muito pesadas para mim. Peguei uma espada um pouco menor que a de Dorian, por eu ser menor do que ele, com a mão direita. Testei-a fazendo um movimento horizontal rápido seguido de um vertical contundente e uma estocada. Tinha o peso ideal para mim, além de ser uma arma que já havia treinado em minha infância e início da adolescência, embora não muito bem.

Antes de fechar o baú, olhei para uma adaga longa que havia ali, parecida com a que o outro nobre havia pego. Devia haver algo de importante nesse tipo de arma, talvez relacionado com as batalhas marítimas. Lembrei que vários dos tripulantes também tinham bainhas desse tipo de armamento. Resolvi por pegá-la também e colocar em meu bolso esquerdo.

Fechei a caixa e saí do recinto, caminhando pelo convés até onde Dorian Mormont se localizava. Empunhava a espada com a mão direita, sem postura de ataque. Apenas me aproximava para que pudesse começar a me instruir. O balanço do navio continuava a me marear, principalmente agora que via a nossa frente apenas mar, ouvindo suas ondas colidindo com o casco do galeão de guerra. Tentei falar de forma confiante, mas a náusea crescente era notável em minha voz:

- Estou pronto... - Coloquei-me em guarda. O pé direito a frente, o esquerdo mais para trás, a lâmina apontando para o céu em frente ao meu rosto, com o braço direito levemente flexionado. Queria mostrar que sabia o básico, um bom posicionamento era parte importante em uma batalha. Me desequilibrei um pouco com uma oscilação do chão, mas logo me estabilizei. Comentei: - Difícil ter sustentação com tanto movimento.

Esperei que desse o primeiro ensinamento. O braço esquerdo estava ao lado de meu corpo, a mão longe do cabo da adaga longa. Não tensionava pegá-la até que o Lord me dissesse para fazer isso. Se não sabia lutar com esse tipo de arma com a mão direita, com a esquerda seria ainda pior. Esperava portanto que o treino se focasse na luta sobre um navio com espadas.

Habilidade Treinada:
+ Espada

template by: MM's GIRL on Tdn!





avatar
Imagem : Lamento tanto...
Mensagens : 314
Nome do jogador : Moita
Dragões de ouro : 237
Veados de prata : 70
Estrelas de cobre : 3
Idade : 30
Salário extra : 66%
http://winordie.forumeiros.com/t1197-relacoes-dennis-braund#10004http://winordie.forumeiros.com/t1169-braund-dennishttp://winordie.forumeiros.com/t1178-cronologia-dennis-braundVer perfil do usuário
Homens Pesarosos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Hora do treino

Do lado de fora, aonde o Lorde ficou dando a privacidade ao jovem garoto de uma maneira até maluca, se for parar para pensar nos perigos dele ser um espião, estava conversando com alguns dos homens. O Balanço do mar já era tradicional ao Mormont, e ele conseguia quase prever o intervalo entre um balanço e outro. Naquele instante, alegre e confiante, o Urso jogava uma adaga para o alto, pegava, depois outra, pegava. Então, Melron apareceu. Entrou em posição, se preparando para o combate. Criticou a sustentação, então, orientou: —[color=#123d1b] Tente manter um gingado. Como se teu corpo fosse como as ondas, indo e vindo. O peso nunca fica totalmente igual nas duas pernas, e isso te impede de perder totalmente o equilíbrio. Preparado? –

Não espero a resposta. O Mormont partiu para cima do garoto, na mão esquerda, a adaga invertida, com o cabo para o céu e a lâmina como protetor de braço. Ele jogou o braço esquerdo para frente como um escudo, colidindo as duas lâminas e buscando erguer a espada dele, agora que ambos os aços travaram. Desta maneira, ele usou a adaga que estava na destra, avançando-a com velocidade por baixo dos braços dos dois, em direção ao fino abdômen do rapaz. O intuito daquele intenso avanço era força-lo abandonar sua base e se movimentar, para se acostumar com o ir e vir do mar. E também, claro, ele estar preparado para a selvageria que um pirata utilizaria contra ele.

Treino:
Adagas

avatar
Imagem : The Bear
Mensagens : 848
Nome do jogador : Cale
Dragões de ouro : 166
Veados de prata : 95
Estrelas de cobre : 4
Idade : 37 ano PORRA
Salário extra : 117%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Avaliação de treino de habilidade

Dennis Braund

Para o seu nível, foi um bom treino. Reconheceu a arma e esperou as instruções do homem mais habilidoso. Não tenho motivos para descontos.


Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (40/40)
+ Estrutura e Coesão (30/30)
+ Enredo e Criatividade (20/20)
+ Ortografia e Organização (10/10)

Total (100/100)


+ 11% de experiência pelo atributo de inteligência com 5 pontos
+ 10% de experiência por ter a habilidade no nível 0

Recompensas
+ 121 pontos de experiência em Espada
Avaliação de treino de habilidade

Dorian Mormont

Apesar de pequeno, foi um bom treino e que se encaixou no contexto. Alguns erros de ortografia geraram descontos.


Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (40/40)
+ Estrutura e Coesão (30/30)
+ Enredo e Criatividade (20/20)
+ Ortografia e Organização (8/10)

Total (98/100)


+ 11% de experiência pelo atributo de inteligência com 5 pontos
- 35% de experiência por ter a habilidade no nível 6

Recompensas
+ 74 pontos de experiência em Adagas
avatar
Imagem :
Mensagens : 306
Nome do jogador : Vic
Dragões de ouro : 00
Veados de prata : 00
Estrelas de cobre : 00
Idade : 00
Salário extra : 0%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo



Dorian pareceu perceber o quanto estava tendo dificuldade em me manter equilibrado.

- Tente manter um gingado. Como se teu corpo fosse como as ondas, indo e vindo. O peso nunca fica totalmente igual nas duas pernas, e isso te impede de perder totalmente o equilíbrio. Preparado?

Absorvi sua dica. Seria algo como surfar, manter minhas pernas em movimento, sentindo como o barco se movia para me mover junto. Apenas não sabia como faria isso durante um duelo, mas esse era o motivo de estar ali com ele. Observei o mais velho se aproximar, empunhando ambas as armas, e saquei a adaga também, notando que teria que tentar utilizá-la, ainda que o principal para mim fosse a espada.

Não seria fácil. O Lord empunhava ao contrário de mim. Não sabia se era canhoto ou se era por querer utilizar mais a lâmina mais curta, mas fato era que isso dificultava defesas e ataques. Observando-o erguer a arma em minha direção, por baixo, e coloquei a minha em oposição, sem perceber sua estratégia. O impacto me fez levantar, logo percebi a sua mão esquerda avançar por baixo. Sem escolha, tive que dar um salto para trás, abandonando minha base para não receber a apunhalada. Ainda assim a ponta do aço chegou a roçar em minha camisa, que demorou alguns instantes a mais para seguir o movimento do corpo.

O ritmo estava intenso. Um pirata seria assim, talvez ainda mais rápido. Pensei rapidamente: tinha que retribuir a investida, caso contrário ficaria na defensiva e seria jogado na direção da porta da qual tinha acabado de sair ou ao mar. Senti o balanço do mar e flexionei um pouco as pernas para não perder o equilíbrio, logo após me lançando contra ele, a ponta da lâmina que empunhava com a mão direita indo em direção ao seu peito. Talvez o surpreendesse com um ataque direto, afinal fora defensivo e passivo desde que falara com ele na saída da taverna. Tentaria defender algum ataque usando a adaga, não utilizaria-a para investir pois não tinha domínio, estava focando na luta com espada a bordo.

Habilidade Treinada:
+ Espada

template by: MM's GIRL on Tdn!





avatar
Imagem : Lamento tanto...
Mensagens : 314
Nome do jogador : Moita
Dragões de ouro : 237
Veados de prata : 70
Estrelas de cobre : 3
Idade : 30
Salário extra : 66%
http://winordie.forumeiros.com/t1197-relacoes-dennis-braund#10004http://winordie.forumeiros.com/t1169-braund-dennishttp://winordie.forumeiros.com/t1178-cronologia-dennis-braundVer perfil do usuário
Homens Pesarosos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Direto
e reto

O tinir do aço. Existia música mais prazerosa nos ouvidos de Dorian? Lentamente, o lorde acreditava estar enlouquecendo pela batalha. Era um prazer que ele amava, tanto quanto amava uma mulher. E por conta disso, sorriu, de maneira divertida. Treinar era uma honra, ainda mais quando o oponente bloqueava suas investidas.

O navio se moveu, os joelhos, como molas, se adaptaram ao movimento. O olhar, focado no mais jovem que até então permanecia recuado. Mas isso mudou, e de maneira repentina. Ele avançou em uma poderosa estocada na direção do Mormont. Porém, Dorian era macaco velho de briga, e apesar da surpresa do avanço do garoto, a velocidade superior do lorde permitiu ele dá um passo para trás e com sua extrema agilidade, usar a adaga do braço oposto ao do Snow, para redirecionar seu golpe em um giro. Direcionou Dennis para um lado, e girou para o outro, como se gira-se por suas costas.

Pode se ouvir de alguns dos marinheiros um " Wow! ", pois eles esperavam de Dorian ele ser atingido pela surpresa. Contudo, o mais velho era muito focado quando se tratava de combates, e agora, encarando o jovem de costas, ele começou a raspar uma adaga na outra. Naquele movimento, o Mormont aprendeu algo novo: Redirecionar seu oponente para fora de seu corpo, principalmente em estocadas, permite um golpe covarde. Uma facada traseira para atingir as costas, que ele não fez, pois o Snow não merecia de Dorian tamanha trairagem. Ou merecia, e o Mormont não sabia?

Treino:
Adagas

avatar
Imagem : The Bear
Mensagens : 848
Nome do jogador : Cale
Dragões de ouro : 166
Veados de prata : 95
Estrelas de cobre : 4
Idade : 37 ano PORRA
Salário extra : 117%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Avaliação de treino de habilidade

Dennis Braund

Gostei da dinâmica e do jeito direto que fez seu treino, não deixando de lado detalhes importantes. Nada que gerasse descontos.


Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (40/40)
+ Estrutura e Coesão (30/30)
+ Enredo e Criatividade (20/20)
+ Ortografia e Organização (10/10)

Total (100/100)


+ 11% de experiência pelo atributo de inteligência com 5 pontos
0 % de experiência por ter a habilidade no nível 1


Recompensas
+ 111 pontos de experiência em Espada


avatar
Imagem :
Mensagens : 233
Nome do jogador : Leimann
Dragões de ouro : 00
Veados de prata : 00
Estrelas de cobre : 00
Idade : 00
Salário extra : 0%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo



Observei a reação de Dorian no balanço do navio. Bem mais natural que a minha resistência, mas o importante era que ambos tínhamos continuado em pé e equilibrados. Estava aprendendo a me equilibrar assim. Partindo para a estocada, me surpreendi com a velocidade que o Lord reagiu. Um passo rápido para trás, a adaga redirecionando meu golpe, me forçando a girar em uma direção oposta a que ele tomava.

- Wow! - Não pude evitar sorrir de leve com a reação de um dos marinheiros. Era sinal que meu golpe havia sido bom. Possivelmente teria surpreendido algum deles. Mas na minha frente estava um homem muito ágil. Além disso, estava subutilizando a adaga na minha mão esquerda. Poderia tê-la usado durante o giro, mas não havia feito pelo fato de não saber utilizá-la.

Ouvi o som das espadas raspando e me virei, percebendo que por alguns instantes estivera exposto a um golpe por trás. Para minha sorte, o Mormont era um homem honroso e não me atacara por trás. Falei, ainda sorrindo:

- Muito honroso, Urso. - Sorri mais, lembrando que era a forma como ele dissera que amigos o chamavam. - Um pirata com certeza não teria tanta honra assim. Terei isso em mente.

Percebi que estava com mais sintonia com o balançar da embarcação. Tinha que me controlar para me concentrar em equilibrar apenas quando uma onda mais forte provocava uma oscilação maior. Muito se devia a adrenalina percorrendo minhas veias, me fazendo estar muito desperto, os instintos aguçados.

Como Dorian era muito ágil, tinha que me manter na iniciativa. Receber seus golpes e contar com a chance de acertá-lo em contragolpes seria uma derrota garantida. Não conseguiria sempre refletir seu aço. Parti para cima dele novamente, porém dessa vez em passos mais calmos, encurtando nossa distância, ao invés de uma investida. Ele tinha uma extensão maior do que a minha em golpes, embora estivesse utilizando adagas longas, portanto quando faltava pouco para que eu entrasse no alcance dele, abaixei a espada e dei um salto para a frente, subindo minha lâmina logo após com a intenção de atingí-lo na cintura. Não tinha habilidade o suficiente para fazer outro golpe rápido, sendo assim apenas saltei para trás, tentando me defender com alguma de minhas armas de seu contragolpe, sem tanta certeza que conseguiria. Não podia ficar muito próximo dele, pois o que ele empunhava e sua agilidade eram propícias para combate de curta distância, precisava me afastar novamente.

Habilidade Treinada:
+ Espada

template by: MM's GIRL on Tdn!





avatar
Imagem : Lamento tanto...
Mensagens : 314
Nome do jogador : Moita
Dragões de ouro : 237
Veados de prata : 70
Estrelas de cobre : 3
Idade : 30
Salário extra : 66%
http://winordie.forumeiros.com/t1197-relacoes-dennis-braund#10004http://winordie.forumeiros.com/t1169-braund-dennishttp://winordie.forumeiros.com/t1178-cronologia-dennis-braundVer perfil do usuário
Homens Pesarosos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Flashback - RP Fechada - Uma longa viagem

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum










O Win or Die foi inaugurado a 09.09.2015. O RPG passa-se no mundo de As Crónicas de Fogo e Gelo, criadas por George R. R. Martin, mais de 50 anos depois dos acontecimentos dos livros. A trama inicial foi criada pela Staff, mas agradecemos a todos os nossos jogadores pela sua ajuda na evolução da mesma.
A nossa skin foi inteiramente criada por Ross (Many-Faced God), incluindo os templates de post e da página inicial, para uso exclusivo no Win or Die RPG, com o apoio da Soph (The Maiden) e do Tiago (Baelor Targaryen). O slider do nosso mural foi criado por CSS Slider. As imagens usadas foram tiradas do Google e editadas por Ross. Agradecemos ainda ao FM Codes e Best Skins pelos seus tutoriais de Javascript. Plágio é crime.

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::