We're at war nowA Song of Ice and Fire RPG
The game has begun. Will you win, or will you die?
Últimos assuntos
» Ausências
por The Maiden Sab Abr 29, 2017 3:25 pm

» [RP fechada] Mind Games
por Syndor Qua Mar 22, 2017 10:35 pm

» Pedido de atualização
por Francesca Sweet Sab Mar 18, 2017 8:23 pm

» [RP Fechada | 18+] Tell Me
por Dennis Braund Sab Mar 18, 2017 1:56 am

» [Quest Narrada] A Seita Branca
por Nanien Mormont Qui Mar 16, 2017 11:04 pm

» Avaliação de treinos
por Meena Ter Mar 14, 2017 12:52 pm

» [ Quest Narrada ] - Saquear!
por Dorian Mormont Seg Mar 13, 2017 7:44 pm

» [RP Fechada] Something Else?
por Dorian Mormont Seg Mar 13, 2017 7:32 pm

» Check-in [Fevereiro]
por Hyperion Targaryen Dom Mar 12, 2017 2:55 pm

» [RP FECHADA] Distant past
por Ella Baratheon Sab Mar 11, 2017 1:35 pm

» [RP FECHADA] The deer on ice
por Ella Baratheon Sab Mar 11, 2017 1:25 pm

» [RP Fechada | Flashback] Recovery drink
por Many-Faced God Qui Mar 09, 2017 11:49 am

» [RP Aberta][Flashback] Kung Fu Panda
por Many-Faced God Qui Mar 09, 2017 11:34 am

» [RP FECHADA] Beyond the view
por Many-Faced God Qui Mar 09, 2017 11:22 am

» [Quest Narrada] Human hunting
por Theon Snow Qua Mar 08, 2017 4:22 pm

» Solicitação de Grupos
por Davos Icewood Ter Mar 07, 2017 10:15 pm

» [RP fechada] What do you see?
por Dorian Mormont Seg Mar 06, 2017 11:14 pm

» [Quest Narrada] Hot room
por Narrador Seg Mar 06, 2017 10:52 pm

» [Quest Narrada] Do not succumb
por The Maiden Made of Light Seg Mar 06, 2017 8:55 pm

» [RP Fechada]Flashback - The Bastard Child in the Snow. Pt.2
por Theon Snow Seg Mar 06, 2017 4:23 pm

» [RP Fechada] Crazy Kids
por Elyria Arryn Seg Mar 06, 2017 2:55 am

» [RP FECHADA] Confidence
por Elyria Arryn Seg Mar 06, 2017 1:15 am

» Quest Narrada - O Lugar de um Lorde
por Dorian Mormont Dom Mar 05, 2017 9:11 pm

» [RP fechada] Looking for a Fight
por Nälla Dom Mar 05, 2017 12:19 pm

» [RP Fechada | 18+] Facing the Lioness
por Dennis Braund Sab Mar 04, 2017 5:15 pm

» [RP FECHADA] Primeiros passos
por Arthor Stark Sex Mar 03, 2017 5:01 pm

» [RP fechada +18] Wicked Game
por Dennis Braund Sex Mar 03, 2017 4:33 pm

» [Quest Narrada] Dia da Caça, Dia do Caçador
por R'hllor Sex Mar 03, 2017 3:11 pm

» [Aviso] Pedidos no WOD-Resources
por Narrador Qua Mar 01, 2017 7:35 am

» Pedidos de quest
por R'hllor Ter Fev 28, 2017 11:54 pm

» [RP FECHADA +18] - Into the Lion's Den
por Susanne Glover Ter Fev 28, 2017 5:23 pm

» [RP FECHADA - 18+] Coming back? Are you sure?
por Erin Lannister Ter Fev 28, 2017 5:03 pm

» [RP Aberta] Hunting The Chicken
por Roth Whiteforest Seg Fev 27, 2017 2:25 pm

» [RP Fechada, flashback] You only live once
por Cory Silversun Seg Fev 27, 2017 1:37 am

» [RP fechada | Flashback] Old man, poor man
por Masamune Tsubakein Dom Fev 26, 2017 10:39 am

» [RP FECHADA] I Put a Spell on You
por Quinn Elijah Flowers Dom Fev 26, 2017 6:02 am

» [RP FECHADA] Flashback — running through the fire
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 5:12 pm

» [RP Fechada] Mirror of the Destiny, can you show me...? ~ Flashback
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 4:51 pm

» Premiações [Fevereiro]
por Anole Tallhart Sab Fev 25, 2017 4:16 pm

» [RP Fechada]Flashback - The Bastard Child in the Snow. Pt.1
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 12:20 pm

» [RP ABERTA] Mademoiselle Marchand
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 12:12 pm

» [RP FECHADA] O dever de um Lord #1
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 12:08 pm

» [RP FECHADA] Recomeço
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 11:56 am

» [RP FECHADA - FLASHBACK] forget it
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 11:49 am

» Atualizações Específicas
por Roth Whiteforest Sab Fev 25, 2017 10:57 am

» [RP Fechada] Bring Me Virgins
por Dennis Braund Sab Fev 25, 2017 2:45 am

» [TREINO] Black Warrior
por Alice Targaryen Sex Fev 24, 2017 4:59 pm

» [RP ABERTA] Dance Of The Druids
por Many-Faced God Sex Fev 24, 2017 2:02 pm

» [FP] Hew Tyrell
por Many-Faced God Sex Fev 24, 2017 12:41 pm

» Solicitação de Conquistas
por R'hllor Qui Fev 23, 2017 11:42 pm

» [RP Fechada] The precise attack
por James Lannister Qui Fev 23, 2017 11:03 pm

» [FP] Desmond Targaryen
por Desmond Targaryen I Qua Fev 22, 2017 5:21 pm

» Quest Narrada - Uma transa de matar
por Narrador Qua Fev 22, 2017 1:36 pm

» RP FECHADA - Win or Die
por Drywn Graceford Ter Fev 21, 2017 1:01 am

» [RP Fechada/Flashback] Do not go, my dear
por Alannys Ashford Seg Fev 20, 2017 11:24 pm

» [RP Fechada] The witch and the prostitute
por Layna de Braavos Seg Fev 20, 2017 10:35 pm

» Quest narrada - Uma nova tarefa
por Alaric Umber Seg Fev 20, 2017 10:25 pm

» Quest narrada - O dia de amanhã
por Layna de Braavos Seg Fev 20, 2017 9:42 pm

» Quest Narrada - Onde se separa a menina da mulher
por Dorian Mormont Seg Fev 20, 2017 5:13 pm

» Quest Narrada - Sérios problemas
por Dorian Mormont Seg Fev 20, 2017 5:09 pm

» Moderação de tópicos
por Allenhardt Pyke Seg Fev 20, 2017 2:46 pm

» [RP fechada - Flashback] - The water hears and understands
por Allenhardt Pyke Seg Fev 20, 2017 2:44 pm

» RP Fechada - Mercy
por The Old Gods Seg Fev 20, 2017 2:24 pm

» [RP FECHADA] Reading until dawn
por The Old Gods Seg Fev 20, 2017 1:22 pm

» [Dungeon] Frozen Treasure - Inscrições
por Dorian Mormont Seg Fev 20, 2017 12:01 am

» [RP FECHADA] Um novo homem [+18]
por Elizabeth Tyrell Dom Fev 19, 2017 11:09 pm

» [RP FECHADA] PREFÁCIO — Disturbing nights
por Dorian Mormont Dom Fev 19, 2017 10:40 pm

» [RP Fechada] A Beautiful Day to Walk
por James Lannister Dom Fev 19, 2017 5:20 pm

» [Quest One Post] Careful, child
por The Maiden Made of Light Sab Fev 18, 2017 11:02 pm

» RP fechada - Aquecimento de inverno
por The Old Gods Sab Fev 18, 2017 5:32 pm

» [RP Fechada] Moment Between Sisters
por Leana Targaryen Sab Fev 18, 2017 1:23 pm

» [RP FECHADA] THE BEAST INSIDE
por The Black Goat of Qohor Sab Fev 18, 2017 1:01 pm

» [RP Fechada] As Sombras Erguem-se
por Narrador Sex Fev 17, 2017 7:54 pm

» [RP Fechada - Flashback] Try Again
por The Old Gods Sex Fev 17, 2017 6:58 pm

» [RP Fechada/flashback] The golden age
por The Old Gods Sex Fev 17, 2017 6:46 pm

» [RP Fechada - Flashback] Only policy
por The Old Gods Sex Fev 17, 2017 6:22 pm

» [FP] Ambrose, Garth.
por The Maiden Made of Light Sex Fev 17, 2017 3:32 am

» [RP Fechada] House of Memories
por Elyria Arryn Sex Fev 17, 2017 1:27 am

» [Dados] As Sombras Erguem-se
por Narrador Sex Fev 17, 2017 12:35 am

» [RP Fechada] Red lips always lie
por Layna de Braavos Qui Fev 16, 2017 9:53 pm

» [RP Fechada] Ascensão
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 7:36 pm

» [RP Fechada] Jobbery.
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 6:45 pm

» [RP Fechada] Fallin Apart
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 6:41 pm

» [RP Fechada] Bastard... and Mastermind.
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 5:44 pm

» [FP] Lancelyn Wyl (EM CONSTRUÇÂO)
por Lancelyn Qui Fev 16, 2017 5:24 pm

» [RP FECHADA] Snowed woods
por Alaric Umber Qua Fev 15, 2017 11:07 pm

» [Quest Narrada] Murder
por Narrador Qua Fev 15, 2017 10:44 pm

» [RP FECHADA +18] Lose It
por Terry Ashford Qua Fev 15, 2017 10:31 pm

» [RP Flash. +18] — She knows what I think about
por Many-Faced God Qua Fev 15, 2017 8:29 pm

» [Rp Fechada] Oloko
por Eustass Kid Qua Fev 15, 2017 8:17 pm

» [RP Aberta] A Agonia dos Corvos
por Many-Faced God Qua Fev 15, 2017 7:57 pm

» [RP Fechada] Lift Now
por Memphis Greyjoy Qua Fev 15, 2017 4:22 pm

» [RP FECHADA] Girls and knives, good brides
por Drowned God Qua Fev 15, 2017 4:02 pm

» [RP FECHADA] O Conselheiro da Fortaleza De Águas Claras.
por Drowned God Qua Fev 15, 2017 3:49 pm

» Promoção: Convide seus amigos
por James Lannister Qua Fev 15, 2017 11:40 am

» [Quest Narrada] The father's bones
por The Maiden Made of Light Qua Fev 15, 2017 7:12 am

» Quest narrada - Bravo?
por Lorien Hill Qua Fev 15, 2017 6:56 am

» Quest Narrada - Sussurros
por Dorian Mormont Ter Fev 14, 2017 9:23 pm

» [Quest Narrada] O satã
por Dorian Mormont Ter Fev 14, 2017 9:15 pm

" />

[RP Fechada] The Winter is Coming

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[RP Fechada] The Winter is Coming

Mensagem por Tristan Stark em Qui Out 13, 2016 12:04 am

Relembrando a primeira mensagem :

The Winter is Coming
A RP irá começar com o post de Tristan Stark. Esta é uma RP FECHADA, contando apenas com a participação das famílias nobres nortenhas e das Terras Fluviais, exigindo, no entanto a autorização de Tristan Stark para postar. A história se passa na sala de guerra de Winterfell, um grande salão com espaço para todos os convocados, com uma grande mesa em seu centro. A manhã está quase acabando, dando início a um começo de tarde frio, mas nada insuportável para os nascidos no Norte.


The Winter is Coming - Stark
avatar
Imagem :
Mensagens : 56
Nome do jogador : Gabs
Dragões de ouro : 62
Veados de prata : 84
Estrelas de cobre : 00
Idade : 44
Salário extra : 4%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: [RP Fechada] The Winter is Coming

Mensagem por Jason Mallister em Ter Out 18, 2016 2:57 am

Jason Mallister
Como herdeiro da casa Mallister apenas assistia a tudo em silêncio, enquanto o senhor do norte salientava sobre o motivo daquela reunião. O inverno está chegando... Dizia o lema da casa Stark, porém naquele momento lorde Tristan não estava citando a frase mais conhecida já dita por um membro de sua família, mas afirmando que o verdadeiro inverno havia chegado e com ainda mais força que o anterior. Eu que já tinha escutado relatos de meu pai sobre a guerra passada na muralha só consegui pensar numa coisa: Os outros estão se reunindo. Se o inverno realmente tinha chegado às terras fluviais teria de trabalhar com o norte para manter a defesa de Westeros, embora tivesse em mente que meu território estava inerte numa batalha própria contra uma irmandade de foras da lei que lutavam por justiça. Uma justiça muito cega, já que a mesma era composta por traidores e criminosos. No entanto não perderia tempo pensando sobre o que estava ocorrendo nas terras fluviais, mas em ajudar a manter o norte firme para essa guerra, pois se os senhores daquela gélida terra caíssem, todo o continente Westerosi estaria perdido.

Então após trocar um breve olhar com o herdeiro de Correrrio, eu me levantei do assento e encarei o senhor do norte e a senhora a sua esposa. – Lorde Stark e lady Stark, nossas casas já lutaram juntas em inúmeras batalhas no passado, meu pai e meu avô mesmos, foram feitos cativos por anos em sua própria fortaleza por terem seguido e defendido as bandeiras do rei Robb Stark décadas atrás. – Murmurei com meu habitual e áspero tom de voz. – Então reavivando essas alianças de outrora e em nome de meu pai, ofereço-lhe total apoio da casa Mallister para defender a muralha e seguir seus estandartes nessa provável guerra, minha casa atualmente tem a segunda maior força nas terras fluviais ficando somente atrás de meu suserano, lorde Tully. – Continuei. – O que quero dizer e que podem contar com nosso total e absoluto apoio, tenho certeza que também falo pela senhora de Lagoa da Donzela, minha noiva, Lady Mooton. No entanto só poderemos seguir vossa liderança na marcha real para a muralha, pois o território das terras fluviais passa por uma época de turbulência e todos os senhores do rio estão trabalhando em conjunto para trazer de volta estabilidade. – Sentou-se novamente. – Mas contem inteiramente conosco. – Acrescentei, voltando a ficar em silêncio.

Observando o senhor do norte ter com seus vassalos e conceder-lhes o perdão por suas transgressões do passado, assim como elevar a grandes aqueles que lhe foram fiéis. Foi estranho para mim presenciar casas como a Bolton sendo perdoadas, uma vez que por causa dela e suas aliadas muitas famílias foram prejudicadas como a minha própria, entretanto conseguia entender que lorde Stark apenas estava vendo aquilo como uma forma de fortalecer seus vassalos e consequentemente seus domínios. Porém, era sábio confiar em quem já traiu tão abertamente? Não, não era, mas se o senhor governante do norte tinha decidido por isso, não cabia a mim um convidado estrangeiro questionar. Embora não pudesse falar pelo herdeiro Tully que estava prestes a explodir com seu desagrado. – Ransey? Você esta bem, meu rapaz? – Indaguei com uma sobrancelha levemente arqueada.

Acima do Resto...
THANK YOU WEIRD BY LOTUS GRAPHICS EDITION!

Habilidade:
Politica



Jason Mallister

avatar
Imagem :
Mensagens : 50
Nome do jogador : -
Dragões de ouro : 00
Idade : 36 anos
Salário extra : 0%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Avaliação de treino de habilidade

Daphne Glover

Minha ruiva linda. Seu texto foi bem descrito e trabalhado, deixando uma leitura leve e de fácil compreensão. Porém, entretanto, todavia... Não notei a habilidade sendo treinada nele, uma vez que você apenas narrou o que ia se sucedendo ao longo das interações. No próximo, tente expressar os sentimentos da personagem quanto as decisões tomadas pelo comandante Stark, e como tais irão influenciar em sua própria casa.!


Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (00/40)
+ Estrutura e Coesão (00/30)
+ Enredo e Criatividade (00/20)
+ Ortografia e Organização (00/10)

Total (00/100)



Recompensas
+ 00 pontos de experiência em Arte da Guerra


Avaliação de treino de habilidade

GARED TALLHART

Seu texto foi simples e agradável de se ler. Porém o treino em si, poderia ter sido bem mais explorado e descrito. Notei falta de detalhes. Procure explorar mais olhares, trejeitos e toques.

Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (20/40)
+ Estrutura e Coesão (25/30)
+ Enredo e Criatividade (10/20)
+ Ortografia e Organização (10/10)

Total (65/100)


+ 18% de experiência pelo atributo de inteligência com 7 pontos
+ 10% de experiência por ter a habilidade no nível 0


Recompensas
+ 77 pontos de experiência em Sedução

Avaliação de treino de habilidade

Dorian Mormont

Um treino realmente muito bem descrito, com uma ortografia excelente. Não tenho do que reclamar. Parabéns!


Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (40/40)
+ Estrutura e Coesão (30/30)
+ Enredo e Criatividade (20/20)
+ Ortografia e Organização (10/10)

Total (100/100)


+ 18% de experiência pelo atributo de inteligência com 7 pontos
0% de experiência por ter a habilidade no nível 1


Recompensas
+ 118 pontos de experiência em Política


Avaliação de treino de habilidade

JASON MALLISTER

Treino de fácil compreensão. Soube contextualizá-lo bem e conduzir com habilidade. Não tenho do que reclamar.
Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (40/40)
+ Estrutura e Coesão (30/30)
+ Enredo e Criatividade (20/20)
+ Ortografia e Organização (10/10)

Total (100/100)


+ 15% de experiência pelo atributo de inteligência com 6 pontos
+ 10% de experiência por ter a habilidade no nível 0


Recompensas
+ 125 pontos de experiência em Política


avatar
Imagem :
Mensagens : 233
Nome do jogador : Leimann
Dragões de ouro : 00
Veados de prata : 00
Estrelas de cobre : 00
Idade : 00
Salário extra : 0%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada] The Winter is Coming

Mensagem por Alona Manderly em Ter Out 18, 2016 12:58 pm


WINTER IS COMING
I hope you know

Minha partida de Winterfell deveria esperar pelo menos mais uma semana. Permanecer ali era um tormento e não me ajudava a esquecer a partida de Aisha. Porém, não tinha condições de seguir viagem até que Lyanna pudesse ir comigo, e nem queria me ausentar do coração do Norte com a instabilidade que tomara conta de Westeros. Permaneci com os Stark e envie um corvo ao meu pai explicando todos os detalhes e meus motivos, ficando contente com o desfecho mesmo que ele não tivesse se dado ao trabalho de me responder. Nossa relação não era mais a mesma, estava desgasta pelas discussões que meu irmão causava e eu não tinha grandes expectativas.

- Acho que ela está com fome. - Digo a uma das criadas, enquanto balanço a pequena Lyanna suavemente em meus braços. Seus cabelos arruivados estavam especialmente vivos naquele dia, iluminando seu delicado rostinho. - Chame a ama de leite, por favor. - Pedi. A mulher me fez uma reverência profunda e deixou os aposentos do bebê. Lyanna dormia a maior parte do tempo. Muito mais tranquila do que a mãe havia sido em toda a sua vida. Chorava pouco e cativava muito. Não demorou para que a ama chegasse e estendesse os braços para mim, com cuidado eu transferi a criança para ela e a observei afastar a manta de Lyanna para amamentá-la.

- Com licença, Milady. - Pediu uma voz parada na porta, um dos guardas de Lord Stark. - Todos já estão reunidos. É chegada a hora. - Disse e se afastou com uma reverência. Lord Tristan havia convocado uma reunião com todos os seus vassalos, uma tentativa de unir o Norte e transformá-lo na arma de que precisávamos. Deixei Lyanna sob os cuidados das criadas e tomei o caminho do grande salão. - Alona da casa Manderly, venho em nome de meu pai. - Disse ao guarda que viaja a porta, que a abriu para mim imediatamente. O lugar estava inundado por rostos conhecidos, vindos de todos os cantos da região. Ocupei um lugar discreto, sem entusiasmo e sem disposição para cumprimentar Meera Bolton.

Parcialmente oculta pela sombra da pilastra onde me apoiei, observei Lady Lena e Lord Tristan com muita atenção. Suas palavras poderiam me pegar de surpresa, não fosse pelas minhas conjecturas."O assunto inicial dessa reunião é... Perdão." Nervosismo tomou conta de mim, da pele aos ossos, e eu não pude evitar olhar ao redor, rezando para estar errada. Mas os Sete não me atenderiam naquele dia, e com um suspiro profundo que não fiz questão de controlar, vi meu suserano perdoar Bolton e Glover. Minha manhã ficou subitamente mais cinzenta, e tive de baixar os olhos ao chão para disfarçar qualquer reação. Se o lobo queria assim, o tritão aceitaria.

Gian Forrester e Dorian Mormont foram agraciados com novos domínios, e um a um foram chamados a jurar lealdade aos Stark. Eram tempos difíceis demais para se acreditar em juras, mas vi a satisfação dos meus suseranos e conclui que aquilo era suficiente por hora. Notei que os nativos das Terras Fluviais, meus vizinhos de certa forma, se concentravam em um ponto não muito distante de mim. Tomei a direção de Mallister e de Ransey Tully, parando sem muita formalidade ao lado dos dois. - Jovem Ransey, é um prazer revê-lo. - Digo com uma reverência curta. - O senhor deve ser Sor Jason Mallister. Sou Alona Manderly, de Porto Branco, é bom finalmente conhecê-lo. - Garanto, estendendo minha mão. - Uma pena que as circunstâncias sejam tão delicadas. - Comento, voltando os olhos para meus suseranos.

AND OUR WATERS RUN DEEP
You shouldn't be drowning on your own
thanks maay


avatar
Imagem : Defensora dos Despojados
Mensagens : 179
Nome do jogador : Bree
Dragões de ouro : 70
Veados de prata : 114
Estrelas de cobre : 8
Idade : 24
Salário extra : 25%
http://winordie.forumeiros.com/t740-manderly-alonahttp://winordie.forumeiros.com/t1130-cronologia-alona-manderlyVer perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada] The Winter is Coming

Mensagem por Ransey Tully em Qua Out 19, 2016 12:04 am



O primogênito do senhor apenas esboçou um pequeno, porém singelo sorriso para o lorde da casa Mormont. - E uma honra, conhece-lo M'lord. - Murmurou antes de tomar seu assento na mesa Stark, observando com atenção a chegada dos demais lordes, assim como o inicio daquela reunião. Inicialmente o Tully pensou que lorde Stark falaria sobre a nova rainha Targaryen e o quanto ela tinha mostrado-se ser uma usurpadora ao tomar o trono de seu falecido irmão, roubando o lugar que supostamente deveria estar nas mãos de seu sobrinho. No entanto não fora esse o assunto a ser abordado pelo guardião do norte, um suspiro baixo escapou dos lábios do rapaz naquele momento, entretanto o assunto a ser tratado era muito pior do que a tomada do trono por parte da Serra, na verdade era pior que qualquer outra coisa que pudesse estar ocorrendo em Westeros naquele momento. Pois segundo o Stark o inverno havia chegado e dessa vez vinha ainda mais forte que o anterior, sendo assim significava que as criaturas para-lá-da-muralha retornariam a fim de obter a sua vingança pela derrota de outrora. Os outros marchariam novamente contra a muralha, ou melhor, contra toda Westeros. E a truta das terras fluviais como no passado estaria lado a lado com os lobos do norte em mais essa batalha. Embora algo tivesse acabado de abalar um pouco a fé que um dos membros da casa Tully tinham em relação os Stark, uma vez que lorde Stark estava começando a ceder o perdão e restabelecer as forças das casas traidoras de outrora, e por mais que o herdeiro de Correrrio compreendesse aquela atitude já que Tristan buscava fortalecer seus vassalos, não poderia deixar de expressar seu desagrado. - Lorde Stark! - Murmurou o rapaz ficando de pé em seu lugar.

- Sabe que eu o respeito, senhor, e minha família o têm com grande estima. Nosso apoio para com a sua causa e incontestável e mais uma vez lutaremos lado a lado honrando nossa aliança, mas... - Suspirou. - Entretanto como membro da casa Tully, ou melhor, como futuro senhor das terras fluviais, eu não posso deixar de expressar meu desagrado para com a sua decisão de conceder o perdão e restabelecer a força da casa Bolton em seu território. - Suas mãos foram pressionadas firmemente contra a lateral da mesa. - Conceder o perdão a uma casa que tramou e organizou uma das maiores chacinas da historia do nosso continente, pior! Que usurparam e tomaram o trono de sua casa como senhores do norte, e um erro terrível. Mesmo que lhe jurem lealdade quem garante que a manterá? Que não reavivarão velhos rancores e talvez até uma vingança? Eu como Tully me sinto desonrado por presenciar isso nesse momento, também tenho certeza que meu pai ficará muito insatisfeito com essa a sua decisão. - Sentou-se novamente lançando um olhar firme sobre a senhora de Forte do Pavor, refletindo por alguns segundos em como aquela triste e ultrajante decisão do senhor do norte afetaria a aliança com a sua casa. - No entanto esse e seu território e o senhor e o único governante, posso não aceitar a sua decisão, mas tentarei respeita-la. - Acrescentou por fim, tendo em mente que o norte já não mais se lembrava, que aquela a sua conhecida e característica frase tinha acabado de perder o significado naquele momento.

- Estou bem sim, Jason. -
Forçou um sorriso para o cavaleiro, notando a presença de uma jovem a seu lado, cuja face já lhe era bastante conhecida, Alona da casa Manderly. - Lady Manderly, que prazer revê-la. - Cumprimentou.

Herdeiro Tully


Habilidade:
Politica


Minds are controlled Doomsday has arrived There is no escape!. Family, duty, honor Ransey Tully

avatar
Imagem :
Mensagens : 50
Nome do jogador : Nathan
Estrelas de cobre : 00
Idade : 16 anos.
Salário extra : 0%
Ver perfil do usuário
Nobreza (masculina)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Avaliação de treino de habilidade

Ransey Tully

Apesar da habilidade em si ter sido bem trabalhada no texto, notei uma quantidade relevante de erros de acentuação e pontuação, entre alguns outros. Além disso, o template extremamente estreito e com fonte demasiadamente pequena atrapalhou e causou incômodo na leitura do treino.

Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (40/40)
+ Estrutura e Coesão (25/30)
+ Enredo e Criatividade (20/20)
+ Ortografia e Organização (8/10)

Total (93/100)


+ 11% de experiência pelo atributo de inteligência com 5 pontos
+ 10% de experiência por ter a habilidade no nível 0


Recompensas
+ 112 pontos de experiência em Política


avatar
Imagem :
Mensagens : 233
Nome do jogador : Leimann
Dragões de ouro : 00
Veados de prata : 00
Estrelas de cobre : 00
Idade : 00
Salário extra : 0%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada] The Winter is Coming

Mensagem por Alistair Dustin em Qui Out 20, 2016 2:08 pm

Dustin
Lord

Vários rostos conhecidos estavam presentes naquele salão de guerra, muitos lordes nortenhos conhecidos e desconhecidos por mim tomavam seus lugares na mesa de estratégia do guardião do norte, eu mesmo tinha acabado de tomar um lugar após cumprimenta-lo e agora aguardava na expectativa do assunto que seria abordado por ele. Torcendo que aquela reunião não fosse mais um fiasco e uma cena de desrespeito por parte dos vassalos para com seu suserano, afinal tinha chegado a meus ouvidos em Vila Acidentada o ocorrido na última convocação de lorde Stark, quando o senhor de Ironrath e líder da casa Forrester desrespeitou totalmente o guardião do norte, obtendo como punição em seguida apenas um par de dias nos calabouços de Winterfell. No entanto lorde Stark começava a falar e deixava bem claro que o ocorrido na reunião anterior, não iria voltar a acontecer nesta, mostrando que o lobo negro não estava mais disposto a engolir insubordinação. Nesse momento meu olhar fora instintivamente desviado para o representante de Ironrath, observando o quão sábio ele era para não repetir o mesmo erro que seu irmão. Enfim.

Momentos depois o guardião do norte começava a falar sobre o inverno ter chegado e o quanto ele seria mais longo que o anterior, no entanto não era apenas isso, pois com a chegada do inverno lorde Stark temia que novamente as criaturas para-lá-da-muralha se levantassem para mais uma guerra. Segundo o que suas palavras deram a entender, uma batalha iminente com os outros estava a caminho e nós deveríamos nos preparar para ela.
– Se isso for verdade, lord Stark. – Murmurei para o imponente senhor do norte, encarando-o diretamente nos olhos. – Que chance teremos sem os dragões Targaryen? Lutando contra criaturas mortas que após nos matar, não bastando nos tornam parte de seu exército. – Pousei a mão direita sobre a mesa e tamborilei os dedos contra a madeira, olhando para a sua espada valiriana.
– Nem temos espadas de aço valiriano. Seria como ordenar para que nossos homens se suicidassem. – Acrescentei com real preocupação, contudo acabando por lembrar de um verso que minha mãe havia deixado inscrito na carta que deixou para mim antes de sua morte.
“Quando o inverno chegar, nenhum leão irá rugir, nenhum veado irá pastar, nenhuma rosa crescerá nos campos, nenhuma cobra serpenteará na areia, nenhuma truta estará nos rios, o kraken vai parar de nadar e congelar, não avistará nenhuma Águia nos céus e nenhum bafo de dragão vai esquentar seus salões. Contudo o lobo uivará durante a noite!”
Aquele simples mais reflexivo verso me trouxe a percepção de que o norte e o único realmente capaz de travar uma batalha como aquela, e talvez vence-la, por isso fiquei em silêncio.

Observando o guardião do norte mudar o foco do assunto para algo que resultaria na união de todo o norte, perdão. Ele estava perdoando as casas que traíram a soberania Stark no passado, Bolton, Glover e eu sabia que não demoraria para que a minha também fosse perdoada e um novo juramento para com os senhores do norte fosse prestado. Confesso que fiquei surpreendido com essa a sua atitude, mas satisfeito, pois com essa decisão o poder militar de várias casas seria, enfim, restabelecido, eu mesmo seria beneficiado com isso e talvez pudesse fazer da casa Dustin o que meus antepassados tolos não conseguiram. Torna-la grande e temida naquela gélida terra, mas não esquecendo a quem é realmente leal.




Habilidade:
Politica


Corvo Sangrento"
Alistair Dustin
avatar
Imagem :
Mensagens : 35
Nome do jogador : Nathan
Dragões de ouro : 91
Veados de prata : 104
Estrelas de cobre : 00
Idade : 00
Salário extra : 4%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Avaliação de treino de habilidade

Alistair Dustin

Foi um ótimo treino. Descreveu bem a reunião entre os lordes nortenhos e narrou o treino com maestria. A única coisa que me incomodou foram algumas frases muito longas que poderiam ser interrompidas e atrapalharam na leitura.


Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (40/40)
+ Estrutura e Coesão (28/30)
+ Enredo e Criatividade (20/20)
+ Ortografia e Organização (10/10)

Total (98/100)


+ 18% de experiência pelo atributo de inteligência com 7 pontos
+ 10% de experiência por ter a habilidade no nível 0

Recompensas
+ 126 pontos de experiência em Política
avatar
Imagem :
Mensagens : 306
Nome do jogador : Vic
Dragões de ouro : 00
Veados de prata : 00
Estrelas de cobre : 00
Idade : 00
Salário extra : 0%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada] The Winter is Coming

Mensagem por Meera Bolton em Sex Out 21, 2016 2:28 pm

Lady Stark e o seu herdeiro chegaram ao salão de reuniões pouco depois da chegada da própria Bolton, sendo recebidos com um aceno de cabeça por parte da jovem Lady, que – agora mais que nunca – era relembrada da falta de controlo sobre si mesmos e sobre os seus vassalos que levara à ruina da última convocação geral que fora ordenada pelo Guardião do Norte. E, para pouca surpresa da mulher, esse mesmo acontecimento foi prontamente mencionado pelo Lord Stark, que declarou a sua intransigência perante a repetição de tais ocorrências, culpabilizando os intervenientes ao invés da sua incapacidade para governar um conjunto de Lords dentro do seu próprio castelo.

Um suspiro inaudível escapou dos lábios da mulher, a sombra de um esgar surgindo no momento em que a sessão fora iniciada, e em que o diálogo foi, sem demoras, levado ao ponto pretendido. O Inverno Está Chegando, as palavras tão icónicas, amadas e temidas pelos Stark ao ponto de se terem transformado no seu lema. Porém tudo levava a crer que, desta vez, não era mais o simples proferir dessas palavras; o inverno estava, sim, a chegar, e nem mesmo Meera podia contrariar essa tendência. Tal como acontecera há sessenta anos atrás os ventos tinham-se tornado mais frios e ríspidos, o clima não era mais um longo verão, e sim um curto outono que precedia aquilo que tanto nortenhos como sulistas mais temiam: a chegada do inverno, e a vinda dos Outros.

Infelizmente, parecia que o último inverno – tão distante, contudo tão presente nas memórias de todos – não servira para que as medidas certas fossem tomadas, resultando na mesma degradação das condições em que o continente se encontrava antes do último evento, insuficientes para fazer frente àquela ameaça tão real. Os reinos westerosi viviam, como sempre, na sua glória e magnificência, não se preocupando com nada mais senão as suas guerras baseadas em pretensões egoístas e petulantes. A Muralha - recomposta após a derrota dos Outros - estava agora mais abandonada do que nunca, exposta a toda e qualquer ameaça advinda do extremo norte de Westeros, porém ninguém parecia preocupar-se com a ausência de defesas. Agora que a situação se revelava, por fim, como algo muito mais grave e sombrio do que todos tinham considerado anteriormente, organizavam-se esforços em prol da subsistência.

O discurso de Tristan continuou a ser desenvolvido sem grandes interrupções. Como não podia deixar de ser, acusações indiretas à sua casa e ao legado de Ramsay Bolton foram deixadas “ao acaso”, provocando nada mais que o surgimento de um sorriso praticamente impercetível nos lábios aveludados da morena, tão habituada ao desprezo e às provocações por parte de outras casas, relativamente ao passado. Naquele momento não conseguia dizer ao certo qual era o ponto a que Lord Stark pretendia chegar, contudo – e por mais impensável que pudesse ser – este falava em união e perdão. Um olhar foi trocado entre Lady Bolton e o seu soberano, e foi só então que Meera compreendeu as suas intensões, percebendo também a contrariedade entre o dever e a vontade do Guardião do Norte.

Ergueu-se aquando da menção do seu nome, encarando o seu soberano e a sua senhora com nada mais além da fleuma habitual, e limitando-se a escutar atentamente as palavras de Tristan Stark. O tom condescendente não a agradava em nada, porém foi no conteúdo das suas palavras que concentrou toda a sua atenção. O Lord prometia permitir que desenvolvesse a sua força militar até aos números que possuira anteriormente, tornar o peso dos impostos mais leviano e, por fim, restituir a posse de todas as terras que tinham pertencido à sua Casa em tempos passados, mas que lhe foram privadas posteriormente à Batalha dos Bastardos; em suma, Lord Stark pretendia restituir a grandeza que a sua casa ostentara em tempos passados, desde que a jovem Lady dobrasse o joelho perante si e lhe jurasse lealdade. E, por mais que a Bolton prezasse o seu orgulho, aquela não era uma decisão discutível.

Aproximou-se do Guardião do Norte e da sua esposa, encarando-os respeitosamente nos instantes que anteciparam a consumação daquele trato. Não tinha dúvidas de que se arrependeria, em parte, por se subjugar em pleno aos Lobos, porém não chegava a conceber outro desfecho para aquele momento. Assim, curvou-se sobre si mesma, apoiando-se em apenas um joelho, o outro sustendo-a no chão. "Eu, Meera Bolton, Senhora do Forte do Pavor, juro a lealdade e o apoio incontestável da minha Casa, tanto quanto da minha pessoa, à Casa Stark. Cumprirei os acordos aqui selados e manterei a minha palavra, bem como seguirei o seu chamado em caso de guerra. E assim será não só desde este dia ao dia da minha morte, como nas gerações que se seguirão." Após proferir as palavras em tom solene e alto o suficiente para que todos os presentes ouvissem, a mulher voltou a erguer-se, recebendo o documento por parte de Tristan e dirigindo-se uma vez mais ao assento que tomara como seu.

Os juramentos prosseguiram, desta vez eram os Glover quem tinha a sua dignidade restituída, recebendo de volta os territórios que tinham perdido como consequência da guerra. Daphne, a cavaleira que outrora servida a Haden Forrester mas que agora servia a Dorian Mormont, apresentou-se perante o soberano, proferindo o seu juramento e repetindo os atos da morena ao retornar ao seu lugar. Depois da cavaleira, Gian Forrester colocou-se perante os senhores do norte, dobrando o joelho e jurando total lealdade à sua Casa. Ao jovem Lord foi-lhe concedido o governo da Casa como sua, repassando o poder de Haden para si. Então uma interrupção foi feita, e o olhar de Lady Stark recaíu subitamente sobre o semblante da Bolton, as suas palavras dirigindo-se-lhe a ela e ao novo Lord Forrester. Meera sorriu discretamente perante a sugestão da Lady, assentindo com a cabeça ao escutar as palavras de Gian - deixaria possíveis futuras conversações para outra altura. Dorian Mormont foi condecorado com o oferecimento da fortaleza em Highpoint, jurando ele também a sua lealdade aos Stark. Assim, aquele seguimento de condecorações e juramentos chegou ao fim.

Não tardou, porém, para que opiniões diversas começassem a ser trocadas e trazidas a público, trazendo à morena um misto de asco e puro desprezo. A do herdeiro Tully, em especial. Contudo Meera já esperara por uma atitude como a que o jovem Ransey Tully tinha tomado e, assim, não perdeu a posse por simples palavras. Em vez disso, sorriu, exibindo os dentes alinhados com uma confiança inabalável. Aquilo seria até divertido.

"Perdoe-me, Milord, mas creio que não compreendi bem as suas palavras," a Bolton levantou-se também, dirigindo um olhar penetrante ao homem a quem se dirigia. "Pareceu-me, apenas por instantes, que você desconsiderou as palavras proferidas por mim, há breves momentos atrás. Decerto que me enganei na minha interpretação, porém creio que sabe tão bem quanto eu o quão grave é pôr em causa o juramento de um Lord ou Lady, bem como a palavra de outrém. Seria uma afronta extremamente grave caso fosse mesmo isso o que tivéssemos aqui presenciado..." fez uma pausa subtil, o sorriso reafirmando o seu poderio na expressão da nortenha. "Mas, claro, o senhor não seria capaz de ser assim tão desrespeitoso, não é mesmo?"

"Perdoe-me pelos meus devaneios, Lord Stark. Sinta-se livre para prosseguir com a reunião." A morena voltou a sentar-se, reassumindo a pose séria que possuira anteriormente. Todavia, o sorriso vitorioso permanecia nos lábios de um forte tom de encarnado, e o seu olhar permaneceu centrado na figura irada do herdeiro Tully até que a sua atenção fosse desviada para outro evento. Ransey Tully podia até julgar-se mais importante, mais conhecedor ou até mesmo mais digno de ali estar do que a Bolton. Mas, afinal, aquele era o concelho de guerra nortenho, em terras do Norte, e próximo à Lady - que fora capaz de, ela sim, reaver o poderio da sua Casa ancestral - o herdeiro não passava de nada mais que o filho mimado de um Lord sulista que julgava que a importância vinha do nome que portava, e não do valor que o próprio provava ter.




Habilidade treinada :
Política
BY MITZI
avatar
Imagem :
Mensagens : 160
Nome do jogador : Soph
Dragões de ouro : 161
Veados de prata : 196
Estrelas de cobre : 00
Idade : 18
Salário extra : 8%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Avaliação de treino de habilidade

Meera Bolton

Adoro treta. Meera, seu treino foi ótimo. Aparenta, pelo menos a mim, que você possui um requinte especial, um cuidado na arte de escrever. Se não tem, quero ter sua sorte de escrever ao acaso e ter textos bons assim. Por fim, eu não tenho reclamação alguma a fazer, exceto o diálogo, que pareceu intimidação. Tome o cuidado necessário para não ultrapassar o limiar do que seria considerado um treino de política, de forma que o texto viesse a ser julgado em outra habilidade. No mais, permaneça evoluindo.

Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (40/40)
+ Estrutura e Coesão (30/30)
+ Enredo e Criatividade (20/20)
+ Ortografia e Organização (10/10)

Total (100/100)


+ 15% de experiência pelo atributo de inteligência com 6 pontos
- 55% de experiência por ter a habilidade no nível 8

Recompensas
+ 60 pontos de experiência em política

avatar
Imagem :
Mensagens : 121
Nome do jogador : Hooded
Dragões de ouro : 00
Veados de prata : 00
Estrelas de cobre : 00
Idade : 00
Salário extra : 0%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada] The Winter is Coming

Mensagem por Annara Tyrell em Sex Out 21, 2016 4:49 pm



save the north

Como Annara estava nervosa. Ela sabia da grande briga que houve na última reunião e a última coisa que queria era ser era parte de mais uma dessas. Olhou pelo ombro para seus acompanhantes da Campina, que permaneciam quietos a poucos passos dela. Deu um sorriso amarelo, que não foi retribuído.

Talvez ela estivesse nervosa demais, pois não parava de bater levemente com o dedo indicador na grande mesa de carvalho, fazendo um barulho constante, que podia chegar a ser irritante.

Bem vinda, Milady. — Alguém lhe sussurrou. Annara se virou rapidamente na direção do som, encarando Dorian Mormont. Por segundos, teve um pequeno medo daquela figura gigantesca ao seu lado.

Muito obrigada, Milord. — Falou no mesmo tom, dando um sorriso gentil em direção do grande homem.
Foi então que a Senhora do Forte do Pavor começou seu discurso, em o quanto jurava que seria leal à casa Stark dali para a frente, ignorando os acontecimentos tristes do passado e olhando para uma nova era.

Annara não conteve um sorriso durante a cena, como ela sempre acreditou em culpa e uma segunda chance, imaginava que os Bolton seriam uma grande casa aliada dos Stark para a guerra que se aproximava.

Os Glover, que também machucaram firmemente o orgulho dos lobos, também ofereceram a sua lealdade, enquanto representados por Daphne, a cavaleira de Dorian.

Foi então que o herdeiro das Terras Fluviais se levantou e começou um discurso que acabou com o sorriso de Annara, que olhava para ele incrédula. Como era possível ele ser tão inconveniente? A Lady Bolton logo se defendeu, alegando que era uma grande falta de respeito duvidar da palavra dela. Quando Meera Bolton acabou sua fala, Annara deu um longo suspiro, sabendo que se arrependeria muito rapidamente do que faria no momento seguinte.

Com todo o respeito, Milord. — Annara se levantou, acatando a postura mais séria que conseguiria ter. — Acho errado duvidar das palavras de Meera. Pelo que eu sei, ela não era ao menos nascida durante as atrocidades que seu antepassado cometeu, por tal, não deveria culpá-la de uma ação à qual ela não teve envolvimento.

Se sentou novamente, sem proferir mais nenhuma palavra. Se lembrou do seu objetivo no início da reunião e soube que falhara totalmente.

Annara Reed Tyrell, from the Greywater Watch
avatar
Imagem :
Mensagens : 32
Nome do jogador : Eduarda
Dragões de ouro : 00
Veados de prata : 130
Estrelas de cobre : 00
Idade : 18
Salário extra : 8%
Ver perfil do usuário
Nobreza (feminina)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada] The Winter is Coming

Mensagem por Elyria Arryn em Sex Out 21, 2016 6:35 pm

wayfarer, heartlander, what if i only had one more night to live? home is where the way is, my road goes on forever, one more voyage to go... dead to the world, alive for the journey.
Não demorou para que lady Stark se fizesse presente durante a reunião. Carregando alguns pergaminhos, ela andava com dois guardas a lhe seguir, o que intrigou a Jovem Ursa. Obviamente, era necessária a segurança, mas algum daqueles senhores, senhoras e senhoritas estaria disposto a armar uma confusão ali dentro, arriscando perder as graças de Tristan Stark? As noites já se estendiam e o frio intenso era constante, todos os nortenhos sabiam o que aquilo significava. Era hora de reunirem-se e permitirem que as desavenças fossem deixadas no passado. Os Outros não eram capazes de perdoar e matariam qualquer pessoa, com intrigas ou não, que estivesse em seus caminhos. O momento nunca se provara tão oportuno para que o lorde de Winterfell colocasse sua liderança em prática. Como uma matilha, sobreviveriam se estivessem juntos, mas os isolados...

Logo, Tristan iniciou o que tinha a dizer, fazendo um apelo que tinha um tom emocional para Elyria. Quando pequena, ela deixara Porto Real junto aos Mormont, sentindo que perdia uma parte de sua identidade. Descobriu, então, que o sangue dos Ursos era forte demais para deixar escapar uma conexão com o Norte, o lar que ela passara a adorar. Dali a pouco tempo, migraria de novo para um lugar desconhecido, já fazendo suas preces aos Sete para que fosse uma escolha abençoada. De qualquer forma, doía em seu interior verificar a fragilidade das casas ali presentes. Muitas haviam sofrido com traidores, golpes ou mortes, mas a Mormont sabia que, em meio a todo aquele frio, uma chama ardia no coração dos nortenhos. Eles sempre se ergueriam, não importava a dificuldade enfrentada. Se tudo desse certo, o exército de Lar do Coração estaria junto aos guerreiros daquele reino, auxiliando-os em prol da aliança jurada aos Ursos. Então, o senhor de Winterfell permaneceu em suas palavras, incitando o perdão das casas Bolton e Glover, o que incomodou a Ursa. A casa Glover seria comandada por uma das amazonas da Ilha que mais tinha seu apreço, a própria Daphne, e isso a deixava feliz, pois a moça passava muito tempo com Dorian, então talvez tivesse aprendido bastante. O que realmente lhe causou um misto de preocupação e ansiedade foi a decisão quanto a reintegrar as posses, que incluíam os exércitos, dos Bolton. Elyria entendia o que o lorde dizia, mas uma primeira impressão era difícil de ser apagada e lady Meera não era exatamente o que se podia chamar de receptiva. A casa do homem esfolado havia sangrado o Norte e a preocupação para evitar que se repetisse era grande em alguns dos rostos ali presente. Nem todos apoiavam Tristan, claramente. No entanto, a lady Mormont já havia mordido a língua quanto a alianças que pareciam improváveis, talvez fosse o caso de acatar ao pedido do suserano nortenho. Sorriu quando Meera ajoelhou-se e jurou lealdade, enquanto sussurrou um "parabéns, ruivinha" para a Glover, quando ela também fez seus rituais de entrega ao Norte e voltou para se sentar.

Em seguida, foi a vez da senhora de Winterfell engatar palavras aos ouvidos de todos. Por sua vez, ela entregou Ironrath ao novo lorde Forrester, por quem Elyria não aparentava simpatia ou antipatia. Nunca tivera a oportunidade de conhecê-lo, de qualquer forma. Então, aconteceu. Dorian foi chamado e elogiado por seu compromisso, o que não passava de uma verdade absoluta a deixar os lábios de lady Lena. O irmão lutava todos os dias para servir da melhor forma que podia, o que inspirava a Mormont a permanecer em seus estudos, pois sabia que ele a estaria protegendo. Os olhos encheram-se de lágrimas ao vê-lo erguer-se da cadeira e se aproximar, ajoelhando-se frente aos seus senhores. Ficou ainda mais orgulhosa ao vê-lo oferecendo sua espada, as gotas salgadas molhando o vestido. Ele merecia, após tudo que tinha feito. A jovem não evitou abraçá-lo rapidamente quando voltou ao lugar, embora não fosse de explodir em sentimentos daquela forma. Queria dizer algo, mas se ateve apenas à demonstração física para que não atrapalhasse o correr da reunião, que emendava um discurso histórico do herdeiro Mallister, que culminava em ter a aliança fortalecida, além do anúncio de seu noivado com a senhora de Lagoa da Donzela. Aquilo era interessante de se ver. Mesmo os das Terras Fluviais apresentavam seus homens, dispostos a seguir o lobo Stark rumo ao desconhecido. A confiança era forte, nada a quebrava, o que podia ser comprovado verificando-se quantos estandartes se erguiam naquele salão.

Mas o que Elyria não esperava foi o que se seguiu. O herdeiro Tully viu-se acuado mediante o perdão dado aos Bolton, alegando até que se sentia desonrado perante a decisão do Stark. Mas espera, os Bolton eram uma casa vassala aos Stark, quem decidia o que fazer era Tristan, não? Ransey parecia completamente transtornado, o que fez a caçula estreitar os olhos em sua direção. Não era de bom tom colocar as palavras proferidas ali em xeque, ainda mais depois que a Bolton já havia se ajoelhado. No entanto, a senhora do Forte do Pavor provou-se capaz de defender-se mediante as desconfianças, o que trouxe um sorriso à Jovem Ursa, que limitou-se a dirigir uma expressão sarcástica ao Tully. A grande casa era esquecida, seus integrantes raramente eram trazidos à tona em algo, então estar ali já devia ser capaz de fazer o rapaz ficar calado perante os que já eram, efetivamente, governantes de suas casas. Logo após, uma outra moça ergueu-se, a que já havia se apresentado como uma Reed, falando em prol da Bolton. Era daquela forma que o Norte seguiria, todos se apoiando.

De certa forma, sentiu-se uma intrusa ali, sem ter palavras a acrescentar. Restringia-se a observar os rostos, decorar as casas que representavam, mas já estava se cansando. Algo lhe dizia que ainda não era sua hora. Não ali, pelo menos.
© kristen


avatar
Imagem :
Mensagens : 158
Nome do jogador : Estrela
Dragões de ouro : 148
Veados de prata : 171
Estrelas de cobre : 4
Idade : 30
Salário extra : 34%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada] The Winter is Coming

Mensagem por Dorian Mormont em Sex Out 21, 2016 9:34 pm

O Norte
se lembra


Abraçado por sua irmã, a explosão do próprio orgulho dentro de si, rompeu-se em um largo sorriso. Sabia que não era o único com aquela agradável sensação. Notou as lágrimas que lhe correram o rosto, e com as grandes mãos, segurou o rosto de sua pequena Ursa e lhe secou as lágrimas. O sorriso de um irmão protetor e o sussurro em resposta aquele belo ato dela: - Ei, prefiro sorrisos a lagrimas. – Gostaria de ter compartilhado aquele momento com ela por mais tempo, contudo, a voz do herdeiro do Tridente tomou a atenção do lorde.

Voltou então à atenção a todos ao redor. Notou em muitos, como sua própria irmã e Annara, a seu lado, terem as expressões esperançosas em relação ao perdão, quebradas. Quebradas por que um homem do Tridente lembrava mais do que as duas nortenhas? Claro que não. O Norte SEMPRE se lembra. Mas se lembra bem.

No meio deste espaço, houve um comentário que chamou muito a atenção do lorde da ilha dos Ursos. Alistair Dustin comentou sobre a posição da Rainha. Aquilo sim parecia um assunto bom a ser tratado, e essa era a rota de escape para os próximos atos de Dorian.

Meera se defendeu, Annara completou. Naquele instante, a mente do Mormont tomou a noção de que isso poderia se tornar até mesmo um debate politico, sendo que os dois lados possuíam suas parcelas de razão. Tully, assim como muitos nortenhos por aí, não perdoaria os Bolton. Mormont, por sua vez, que teve seus pequenos sessenta e dois homens sangrados nas batalhas dos Bastardos, perdoaria. É irônico, não? As pessoas são diferentes, e era isso que ele iria por agora a mesa, ainda mais, quando sua destra pousou sobre ela com o que Dorian chamaria de ‘leve’, mas para as damas ao seu lado, seria quase um tapa na mesa. A cadeira se arrastou levemente para trás, e ele se ergueu.

- Se me permitem a voz. – Fez uma breve pausa, em sinal de respeito a seus suseranos, caso fossem falar algo. Como não houve interrupção, continuou. – O Norte se lembra. – O tom de Dorian chegou a ficar até mais... Forte naquelas palavras. Seu olhar pousou sob a madeira por um instante, sua mente buscou a melhor maneira de formular as palavras, e então, prosseguiu. – Houve sim, muitos horrores no passado. Todos lembram. Alguns, mais que outros. – Neste momento, ergueu o olhar, principalmente para a Bolton e para a Glover. – Pagaram preços de erros que não cometeram. E eu compreendo que isso foi necessário para entenderem o peso do erro de seus antepassados, e agora, fazerem certo, como nova geração. Eu conheço estas mulheres, milorde. – O tom ficou mais forte naquele instante, para então... Se transformar em uma frase cheia de ternura, e uma voz branda. Aos nervosos na sala, traria até mesmo certa calmaria. Aos contrariados, compreensão. E aos preocupados, alivio. – Confio nelas minhas costas, minha família, vida e o Norte. As pessoas não são iguais. E sei bem que seu desejo não foi ofender nem desrespeitar, nem tocar o ego de nenhum dos presentes. Confie no Lobo, ele sabe o que faz. As pessoas mudam milorde, até os Frey’s um dia podem mudar.

Assim, ele deu uma breve pausa, puxando a cadeira e retornando a se sentar. Para concluir, ainda sim, dando por sinal o ‘fim’ daquela situação gerada, ele tomou a ousadia de comentar em cima do que o lorde Dustin disse.

- Suas palavras carregam uma razão atormentadora, lorde Dustin. – Dorian o reconheceu pela vestimenta. Já havia ouvido falar dele, e o ar... Intimidador que passava a ponto do próprio Urso agradecer por saber que estão no mesmo time. – A situação com a Rainha Targaryen pode ser de grande utilidade, mas... – O Mormont tinha um temor. E se mesmo com o Norte, com Tristan aceitando e se curvando ao Dragão, iria ser suficiente para ela vir até a batalha? – E se não for do interesse Targaryen se envolver nisso? Só poderíamos contar com os que estão dentro desta sala. Não consigo imaginar nada de imediato agora para lidar com um exercito que só tende a crescer no decorrer do combate. – Arfou finalmente, e com peso, levando a mão até o queixo, onde esfregou pensativo. – Alguma ideia sonda sua mente?

E foi então que notou, que deixou algo passar. As palavras do Mallister! Que coisa horrível de se fazer. Olhou para o homem do Tridente, acanhado, com um sorriso discreto e sem graça pela situação em que se envolveu: – Parabéns pelo casamento, Sor Mallister! Me alegro muito em saber dessa união. – E tornou a sorrir, agora, satisfeito.

Treino:
Politica
 
avatar
Imagem : The Bear
Mensagens : 848
Nome do jogador : Cale
Dragões de ouro : 166
Veados de prata : 95
Estrelas de cobre : 4
Idade : 37 ano PORRA
Salário extra : 117%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada] The Winter is Coming

Mensagem por Ramsay Frey em Sab Out 22, 2016 12:45 am

Reunião
______________________________________________________________________________________
Envenenando
______________________________________________________________________________________





Fazia um bom tempo que Ramsay havia chegado na reunião. Ele junto á sua irmã estavam vestidos com longos casacos negros que cobriam todo o seu corpo, o rostos cobertos por longos capuzes como se ele fosse o próprio Deus sem rosto, aparência que vivia em discordância com os cabelos claros e chamativos que o rapaz escondia. Mesmo que ele estivesse com o rosto descoberto seria difícil que alguém o reconhecesse. Nenhum lorde além do Mormont visitara o Frey e tudo que alguns poucos sabiam era que ele tinha dado como morto a muito tempo, nem mesmo se incomodando em ir ao funeral do rapaz, que diga-se de passasse foi realmente encrivel.

Como não pendurou nenhuma bandeira de sua casa ele foi tratado apenas como cavaleiro livre ou parte da caravana de algum lorde pequeno do Norte, permanecendo no anonimato durante toda a reunião que se seguiu. A maior parte de tudo foram engalfinhamentos do pobre herdeiro dos Tully com a Bolton que ignorara seu convite. Não morria de amores por nenhum e teria adorado contemplar os dois pulando um na garganta do outro, mas naquele momento isso o irritava completamente. Não havia ido até lá para ver duas pessoas insignificantes brigando como se fosse dois animais no cio. O que Tristan tentava falar era importante demais para ser interrompido.

O Frey quase engasgara quando ouviu pela primeira vez o lord da casa Stark perdoando e restituindo os Bolton de todos seus direitos. Aquele sessar de ódio e prova de confiança era simplesmente ilógico e isso o fez invejar a Bolton, finalmente entendendo o por que da recusa em se casar com ele. Não havia razão para manchar novamente o nome de sua família ao se casar com um Frey, ele mesmo não o faria no lugar dela.

O motivo daquilo também era óbvio. Quanto mais lordes fortes mais soldados teriam para lutar contra os temidos Outros, bestas mortas que eram controladas por homens de gelo. Não importava o quão poderoso era o adversário, esses homens do inverno sempre ficavam mais fortes á cada batalha, somando os mortos aos seus soldados. Ele teve pesadelo com aquilo durante semanas quando era criança e seu pai lhe contara a história. Era aterrador e ao mesmo tempo excitante saber que enfrentaria tais criaturas.

Depois a fonte do interesse de Dorian passou para Jason, um sujeitinho cuja expressões duras não agradou muito Ramsay e sabendo que esse homem era do tridente, tinha certeza de que ele também não seria uma visão agradável para o sujeito. Foi finalmente quando Dorian disse suas última palavras - insignificantes parabéns - que Ramsay decidiu se manifestar.
Fiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiuuuuuuuuu! - Assobiou alto e demoradamente enquanto caminhava em passos longos e calmos, como um grande barão das histórias antigas, seus braços atrás das costas com as mãos entrelaçadas antes dele parar no meio do salão e finalmente puxar o capuz que cobria eu rosto. - Acho que o clima esta meio...... - Pareceu pensar, fazendo uma breve careta enquanto meneava com a mão direita. - Tenso, não é? - Não foi surpresa notar que a ninguém além de Dorian deveria reconhecê-lo ali. - Senhor Tully. É uma honra lhe conhecer finalmente. - Fez uma breve reverência, brincando com um falso sorriso no rosto que escondia todo o desprezo sentido pela família que arruinou a sua, para então finalmente voltar a atenção para Tristan. - Lorde Tristan, tenho que admitir que fiquei realmente surpreso com o seu convite. As Gêmeas não recebem cartas desde que meu bisavô.... - Nesse momento ele passou o polegar pelo pescoço dramaticamente enquanto fazia um som de engasgo. - Sei que muitos não sabem, mas devido a algumas rebeliões o antigo lorde das Gêmeas foi morto e como seu filho assumi. Acho que ele mandou cartas pedindo ajuda para muitos, mas esses malditos corvos não é mesmo? Nunca entregam a mensagem. - Deu de ombros, como se aquilo fosse apenas algo diário e não um desastre que acumulou ainda mais desprezo do Frey para com eles. - Antes de mais nada devo me apresentar. Sou Ramsay Frey. Eu sei, tenho um nome um tanto quanto irônico, culpe meu falecido pai por isso.

Ramsay girou sobre os calcanhares e encarou Dorian diretamente, um sorriso brincalhão estampado em sua face enquanto analisava o urso. - Suas palavras foram muto gentis, lorde, agradeço por isso, agora indo para o que importa. Á certa verdade no que disseram aqui. Precisamos dos dragões. Em todas as heras nas quais os Targaryen estiveram no comando, em nenhuma delas tivemos problemas com os temidos Outros. Alguém sabe por quê? Podem responder? - Antes que se pronunciassem ele mesmo levantou a mão. - Eu! Eu! - Exclamou em tom de brincadeira. - Eles sempre tinham dragões. bestas cruéis e invencíveis com o famoso sopro quentinho, a maior fraqueza daquelas coisas, e é por isso que lhe pergunto, dobraremos o joelhos para ela? - O Frey caminhava pelo salão enquanto falava, como m meistre dando uma aula a muitas crianças, ele gostava disso, o ajudava a pensar melhor. - Segundo algumas más linguas, ela é uma usurpadora e regicida, mas não a julgo, sou o Frey, não é como se eu tivesse moral pára julgar alguém, mas a decisão que temos de tomar é... Vamos dobrar os joelhos e pedir por dragões? Se esse for o desejo do meu suserano eu o farei. - Nesse momento se virou para o Tully, encarando-o durante alguns segundos antes de voltar a falar. - Caso arrisquem ir contra ela, ou ela ignorar nosso pedido por alguma razão.... Ainda podemos nos defender. Meu pai me contava histórias sobre os Outros. Ele adorava como o herói Jhon Snow cuidara das bestas e me contou tudo. Segundo ele o fogo e algo mais os mata, não só uma espada de aço de dragão, mas também a famosa obsidiana? Acho que é isso... Um cristal frágil cujo único corte é capaz de acabar com aquilo. Esse cristal pode ser encontrando em abundancia nas minas dos Lannisters e são extremamente baratos por não ter muito uso. Por que não vamos ás compras? - Ele parou de falar e girou pelo salão, procurando um lugar para sentar.

Quando encontrou um lugar vago perto de Dorian ele se apressou para lá, parando bem em frente da cadeira para enfim voltar a falar. - Admiro sua boa vontade em perdoar uma das casas odiosas que fizeram aquele casamento. Uma verdadeira atrocidade, principalmente para mim que adoro esse evento. Aliás, que pena não ter recebido meu convite, mandarei um presente, Sor. - Falou, dando uma piscadela para o cara mau humorado antes de tirar uma garrafa de vinho que guardara sob o casaco, entregando-a para Tristan. - Um presente meu em agradecimento ao convite. - Disse antes de se virar uma vez mais para Dorian. - Quanto ao que falou, é bem simples enfrentar um exército que aumenta com nossos mortos. Mate pelo menos três vezes mais deles do que eles nos matam. Não são bons em estratégia de combate pelo que me foi dito. - E com isso o jovem se sentou, chamando sua irmã para sentar-se consigo.
Habilidade treinada.:
História

______________________________________________________________________________________
notes: blá.
music:
tag:
with:
______________________________________________________________________________________


thank you secret from TPO.


avatar
Imagem :
Mensagens : 142
Nome do jogador : Ramsey Frey
Dragões de ouro : 00
Veados de prata : 00
Estrelas de cobre : 00
Idade : 22
Salário extra : 0%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Avaliação de treino de habilidade

DORIAN MORMONT

Um treino muito bem conduzido, descrito e contextualizado. Os detalhes dos acontecimentos e as reações do personagem caíram muito bem. Não tenho do que reclamar.

Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (40/40)
+ Estrutura e Coesão (30/30)
+ Enredo e Criatividade (20/20)
+ Ortografia e Organização (10/10)

Total (100/100)


+ 18% de experiência pelo atributo de inteligência com 7 pontos
- 10% de experiência por ter a habilidade no nível 3


Recompensas
+ 108 pontos de experiência em Política


avatar
Imagem :
Mensagens : 233
Nome do jogador : Leimann
Dragões de ouro : 00
Veados de prata : 00
Estrelas de cobre : 00
Idade : 00
Salário extra : 0%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada] The Winter is Coming

Mensagem por Tristan Stark em Qua Out 26, 2016 7:59 pm



Wolf

No início, tudo correu como o senhor de Winterfell esperasse, sem qualquer problema. Foi de certa forma um alívio para ele quando Meera aceitou suas condições, embora o Stark não achasse que ela fosse perder tamanha oportunidade por simples orgulho. Uma Bolton não seria estúpida a esse ponto. Os três outros nomes convocados também haviam aceitado ajoelhar-se aos soberanos do Norte sem qualquer hesitação, fazendo com que o lorde ficasse satisfeito com os resultados até aquele instante apesar dos comentários irônicos de alguns. Além disso, em meio às palavras de Tristan, alguns dos outros representantes adentraram o salão, fazendo com que um pequeno sorriso surgisse nos lábios do homem. Ainda que estivessem atrasados, cada um deles era absolutamente necessário naquele local.

E então, teve início aquilo que Tristan temia. Conceder o perdão à casa Bolton era algo arriscado, ele sabia, e esperava que houvessem pessoas descontentes. Porém, fazia aquilo para o bem de todo o Norte, e esperava que os nortenhos compreendessem isso. A revolta, no entanto, não veio de alguém do seu povo, mas sim de Ransey Tully. O rapaz, herdeiro de sua casa, não poupou palavras para demonstrar o quanto estava insatisfeito com a decisão tomada pelo senhor Stark, causando então uma resposta à altura de lady Bolton. Mesmo sem esboçar nenhuma reação, o homem tinha que assumir que Meera era uma lady interessante...  Após isso, a representante dos Reed se manifestou. Em seguida foi Dorian a se manifestar, e por fim, lorde Frey.

O último trazia consigo gestos e falas que demonstravam a personalidade estranha e talvez até mesmo perturbadas que Tristan esperava de alguém vindo daquela casa. Muitas palavras foram disparadas para todos em um pequeno período de tempo, o que de certa forma irritou bastante ao lobo, que permaneceu com a mesma expressão de sempre, apenas ouvindo de punhos cerrados enquanto Ramsay falava sem parar, até que finalmente se cansou. O homem aproximou-se da mesa, dando um pequeno golpe sobre a madeira, para atrair a atenção de todos e calar a boca do Frey. Não havia sido um gesto forte o bastante para ser intimidador, apenas uma pequena batida.

— Agradeço a todos, nortenhos ou não, que se levantaram para defender minha decisão e a honra de Meera Bolton — o rapaz começou, antes que sua expressão se tornasse selvagem. Os olhos intensos e firmes lembravam a todos do brasão de sua casa. O lobo gigante parecia prestes a saltar sobre a jugular de alguém. — Mas este lobo ainda tem os seus próprios dentes — terminou a frase, olhando para cada um e esperando que todos eles se sentassem antes de poder continuar com a conversa. — Ransey, pode levar as minhas palavras ao seu pai, como disse. Leve a ele também um pedido formal meu, de que ensin ao futuro responsável pelo Tridente um pouco de respeito com o soberano de uma casa em que é convidado, e cortesia para com uma dama. Convoquei os Tully aqui pois tenho imenso respeito pela sua família, o bastante para permitir que participem do conselho que definirá o destino de todo o Norte. Espero sinceramente que tal respeito seja mútuo.

O lorde respirou profundamente uma vez, de modo a retomar os seus pensamentos para o que deveria ser dito na reunião.

— É realmente gratificante ouvir isso, lorde Mallister. Você e os seus podem contar também com o nosso apoio, como aconteceu por anos — respondeu o lobo, quando Jason concluiu o seu pequeno discurso de lealdade. Tristan sorriu a ele, antes de continuar. — Antes de dar continuidade, quero dizer que não apenas as casas citadas foram perdoadas aqui. Ryswell, Karstark, e todas as outras que ficaram contra a minha casa na guerra passada receberão o perdão por todos os seus atos. Suas punições de guerra serão retiradas, e seu poder e terras reestabelecidos, para que possam crescer junto ao Norte para a batalha que virá.

Mais uma vez, o senhor de Winterfell se calou para que a sua esposa pudesse falar.

Our way is the old way


The Winter is Coming - Stark
avatar
Imagem :
Mensagens : 56
Nome do jogador : Gabs
Dragões de ouro : 62
Veados de prata : 84
Estrelas de cobre : 00
Idade : 44
Salário extra : 4%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada] The Winter is Coming

Mensagem por Lena Stark em Qua Out 26, 2016 9:30 pm



winteriscomingHouse Stark
A dornesa tomou seu assento assim que o último par de joelhos dobrou-se diante de si e de seu marido, pegando um cálice e enchendo-o com o vinho dado por lorde Frey, que foi sorvido lentamente, enquanto ela percorria os olhos curiosos pelas expressões de todos ali. Não tinha qualquer medo de Ramsay Frey. Nem mesmo ele seria louco o bastante para tentar envenená-la naquele momento, em sua casa e diante de tantos lordes no Norte. E se fosse, bem... Lena o levaria junto ela mesma antes de morrer. Os Antigos dariam a ela a força necessária para este último ato.

Sabia muito bem que nem todos sairiam satisfeitos daquele salão, mas o que fora dito não poderia ser desfeito. O inverno estava se aproximando tão rapidamente que medidas difíceis precisavam ser tomadas. Alguns lordes não haviam gostado do tema inicial da reunião, e o perdão que fora dado aos Bolton pesara em seus ombros, com o passado sombrio que a casa carregava. Não tirava a razão do Lorde Tully em sentir-se ressentido. Porém, deveria aprender a usar melhor as palavras e conter suas ações, ainda mais estando em Winterfell, a morada dos grandes lobos do Norte. Em tempos como aqueles, a união era fundamental.

Tal união fora vista pela Stark. Vinda do próprio Norte, já que proteger-se como uma família, era a intenção daquela reunião. Ainda bebericando o vinho, viu como uma nortenha se defende. A posição de ser mulher não diminuiu da Lady sua capacidade de defender-se. Nem seus irmãos nortenhos de a defenderem, como aconteceu com o grande Urso. Quando o senhor seu marido levantou-se, foi a vez das vozes e pequenas discussões cessarem.

Levantou-se mais uma vez, pigarreando enquanto novamente pedia silêncio, à menção de seu marido. — Lorde Dustin. — fez uma pequena pausa, sorrindo com o canto dos lábios. — Suas palavras acabam subestimando seu Lorde suserano — seu sorriso apagou-se, enquanto estreitava os olhos. — Se acha mesmo que ele seria capaz de enviar seus homens — pais de famílias, filhos, irmãos — para a morte certa, não conhece o senhor que segue. — respirou fundo, encarando-o.

Aquestão dos Outros era de extrema importância, Lena entendia isso. Entendia a preocupação de todos naquele salão. — Nos anos que fui Mão do Rei, tive contato com vários aliados poderosos. Um desses, em quem eu confiaria minha vida, e, como governante, a de vocês também, me deu uma valiosa informação. — queria deixar a todos menos preocupados com tais coisas e se voltarem mais pro que era de real importância. —Não apenas o aço valiriano e a obsidiana são capazes de matar aos Outros. A prata também é capaz de feri-los — calou-se, para ver como todos reagiriam àquilo. Era uma informação que talvez tirasse o sono da maioria dos presentes.

Depois de todos terem absorvido tal informação, ela continuou. — Os preparativos já tiveram início e, muito em breve, cada homem do exército nortenho terá suas armas em prata. — muitas eram as preocupações ali, e como esposa do guardião do norte, era sua tarefa acalmar os ânimos e dar as coordenadas certas. — Uma das tantas coisas que aprendi em meus dias em Porto Real é que confiar em Serra Targaryen não é uma boa ideia. Não esperem que ela e seus dragões lutem pelo Norte. Os próprios nortenhos devem lutar por si mesmos, para a proteção de todos. — seu tom era sombrio, bem como seu olhar para todos ali dentro.

— Lordes, Ladies, cavaleiros e representantes de Casas. Sabemos que quando o inverno chegar, não será nada fácil para nos mantermos. Nossa mão de obra será praticamente esgotada. Não poderemos semear nem tampouco colher. Por isso precisamos nos prevenir de agora, quando a fartura é presente em nossas mesas. — respirou fundo. — Cada um de vocês deve estocar um terço de suas colheitas, compras ou trocas. Alimentos, suprimentos medicinais ou qualquer outro recurso não perecível que venha a ser útil na nova Guerra do Inverno. Quanto mais armazenarmos, melhor será. — calou-se, olhando para Tristan.


Habilidade treinada:
Política
[/b]
[b]


THE QUEEN IN THE NORTH
Rainha do Norte
Lady de Winterfell
Stark-Martell
Winter is here
avatar
Imagem :
Mensagens : 58
Nome do jogador : Le
Dragões de ouro : 20
Veados de prata : 84
Salário extra : 2%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Avaliação de treino de habilidade

Lena Stark

Treino muito bem feito, demonstrando todo o conhecimento e também o poder da lady nortenha, além de desenvolver bem a política treinada. Não tenho reclamações a fazer.

Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (40/40)
+ Estrutura e Coesão (30/30)
+ Enredo e Criatividade (20/20)
+ Ortografia e Organização (10/10)

Total (100/100)


+ 30% de experiência pelo atributo de inteligência com 10 pontos
- 15% de experiência por ter a habilidade no nível 4


Recompensas
+ 115 pontos de experiência em Política





avatar
Imagem :
Mensagens : 539
Nome do jogador : Gabs
Dragões de ouro : 100000000000000000
Veados de prata : 100000000000
Estrelas de cobre : 100000000
Idade : Mais velha que você
Salário extra : 100%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Avaliação de treino de habilidade

Ramsay Frey

Um treino bem feito, a habilidade foi apresentada de maneira criativa e divertida, tornando a narração leve e fácil de ler. Notei alguns erros ortográficos, embora não graves.


Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (38/40)
+ Estrutura e Coesão (30/30)
+ Enredo e Criatividade (20/20)
+ Ortografia e Organização (8/10)

Total (96/100)


+ 18% de experiência pelo atributo de inteligência com 7 pontos
- 0% de experiência por ter a habilidade no nível 1

Recompensas
+ 113 pontos de experiência em História





avatar
Imagem :
Mensagens : 539
Nome do jogador : Gabs
Dragões de ouro : 100000000000000000
Veados de prata : 100000000000
Estrelas de cobre : 100000000
Idade : Mais velha que você
Salário extra : 100%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada] The Winter is Coming

Mensagem por Melkor Stark em Sex Nov 04, 2016 1:42 am

Melkor. 
No limite da mata de lobos, Melkor virou-se para um último vislumbre do castelo e a cidade que tinha sido sua vida. Ele sabia que seria a última vez que a veria como ele mesmo. Farrapos de fumaça se erguiam para o céu cinzento, saído das chaminés naquela tarde fria de Outono. A pedra é forte, disse ele a si mesmo, as raízes das árvores são profundas, e debaixo do solo os Reis do Inverno ocupam seus tronos. Desde que essas coisas permanecessem, ele ainda permaneceria. Não estava morto, apenas quebrado. Como eu, pensou. Também não estou morto... ainda.

À porta do castelo ficava perto da praça do mercado, cujas barracas de madeira se encontravam agora desertas. Avançou pelas ruas lamacentas da aldeia, a Vila de Inverno, onde nasceu, passando por fileiras de pequenas casas bem-arranjadas feitas de troncos e pedra nua. Menos de uma em cinco estava ocupada, com finas linhas de fumaça enrolando-se sobre sua chaminé. As outras se encheriam, uma a uma, à medida que fosse ficando mais frio. Quando a neve caísse e os ventos gelados uivassem do norte, os agricultores deixariam seus campos congelados e fortificações distantes, carregariam suas carroças e então a Vila de Inverno ganharia vida. Melkor nunca o vira, mas ele sabia que esse dia se aproximava. O fim do outono estava próximo. O inverno está chegando.

Alguns aldeões seguiram ansiosamente com os olhos o Senhor Comandante da Patrulha da Noite, que viajava sozinho sobre o corcel negro. Melkor tinha crescido naquela aldeia, talvez as pessoas se lembrassem do menino que era rotineiramente visitado pelo Protetor do Norte, ou talvez um dia ele fora um garoto que marcou, de certa forma, a vida daqueles fazendeiros. Duas criadas estavam paradas sob o letreiro do Tronco Fumegante, a cervejaria da aldeia. Melkor as reconheceu, tinha compartilhado a cama de uma delas. O semblante do Senhor Comandante foi suficiente para que quem o reconhecesse, entender que não haveria apertos de mãos ou acenos nostálgicos.

Passou o Portão do Caçador e se lembrou de um caminho esquecido. Um lugar que ele visitava muitas vezes com seu pai, um fazendeiro devoto aos costumes antigos. Melkor nunca gostara daquele bosque sagrado. Nascera entre os fazendeiros da Vila de Inverno, ao lado de Winterfell, tendo de contemplar o bosque todos os dias. O bosque sagrado que havia ali era um jardim, luminoso e arejado, onde grandes árvores de pau-ferro espalhavam sombras sarapintadas por córregos que rumorejavam entre as margens, os corvos cantavam em ninhos escondidos e o ar era perfumado pelo odor de flores.

Os deuses de Winterfell habitavam um tipo diferente de bosque. Era um lugar escuro com três acres de floresta antiga, intocada ao longo de dez mil anos, enquanto o castelo se levantava a toda sua volta. Cheirava a terra úmida e a decomposição. Aquele era um bosque de obstinadas árvores sentinelas, revestidas de agulhas cinza-esverdeadas, de poderosos carvalhos, de árvores tão velhas quanto o próprio reino. Ali, espessos troncos negros enroscavam-se uns aos outros, enquanto galhos retorcidos teciam um denso dossel elevado e raízes deformadas batalhavam sob o solo. Aquele era um lugar de profundo silêncio e sombras meditativas, e os deuses que ali viviam não tinham nomes. No centro do bosque, um antigo represeiro reinava pensativo sobre uma pequena lagoa onde as águas eram negras e frias. chamavam-lhe de “a árvore-coração”. A casca do represeiro era branca como osso e suas folhas, vermelhas como mil mãos manchadas de sangue. Um rosto tinha sido esculpido no tronco da grande árvore, de traços compridos e melancólicos, com os olhos profundamente escavados, vermelhos de seiva seca e estranhamente vigilantes. Aqueles olhos eram velhos; mais velhos do que Winterfell. Se as lendas eram verdadeiras, tinham visto Brandon, o Construtor, assentar a primeira pedra; tinham visto as muralhas de granito do castelo crescer à sua volta. Dizia-se que os filhos da floresta tinham esculpido rostos nas árvores durante os séculos de alvorada, antes da chegada dos Primeiros Homens, vindos do mar estreito. Agora aqueles olhos tinham contemplado a evolução de Melkor. Talvez se ele pudesse se ver quando criança, pelos olhos da árvore, talvez, apenas talvez ele não continuaria com a asseveração de sua ideia. Melkor se sentou sobre uma pedra média e ali ele meditaria por um tempo, antes de encontrar o Protetor do Norte.

[...]

As portas do Grande Salão se abriram com estrondo. Um vento frio entrou rodopiando, e uma nuvem de cristais de gelo brilhou azul e branca no ar. Através dela veio Melkor, endurecido até a cintura pela neve que escorregava do manto negro do Senhor Comandante, enquanto ele caminhava em direção à mesa principal, afivelando o cinturão da espada e seus passos ressoando contra o chão. -É muito bom te ver, Tristan. - Um aperto de mão rápido. O Protetor do Norte estava ocupado com os Lordes. Melkor tentava se situar; tinha sido chamado ali para lidar com assuntos importantes referentes ao inverno, mas ele tinha tempo de descansar as pernas. Foi se sentar no fundo do Grande Salão, onde tinha a visão de todos os Lordes presentes. Reconheceu alguns, porém ignorou a todos com aqueles olhares sujos, impuros e ainda assim sentenciosos. O Senhor Comandante tinha certa afinidade com Tristan, afinal o homem era um grande amigo de seu falecido pai, mas era apenas isso. Nenhuma nostalgia estava presente, apenas a vontade dos assuntos virem à tona. Quebrou seu jejum com uma caneca de cerveja escura, enquanto botava os outros sob seu olhar gelado. Com o queixo erguido e os cabelos soltos na altura dos ombros, a figura imponente sob o manto negro trouxe o inverno para aquele Salão. A lareira já não lutava contra o frio, assim como as tochas pareciam não ter mais forças para combater a escuridão.

Melkor
avatar
Imagem :
Mensagens : 271
Nome do jogador : NPC
Dragões de ouro : 00
Veados de prata : 00
Estrelas de cobre : 00
Idade : 23
Salário extra : 0
http://winordie.forumeiros.com/t515-melkorhttp://winordie.forumeiros.com/t515-melkorhttp://winordie.forumeiros.com/t515-melkorVer perfil do usuário
Senhor Comandante da Patrulha da Noite

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada] The Winter is Coming

Mensagem por Tristan Stark em Sex Nov 04, 2016 9:08 pm



Army

O lorde de Winterfell sorriu quando mais uma vez sua esposa assumiu a liderança da reunião, respondendo todos os questionamentos do lorde Dustin e dos outros, acerca da maneira de enfrentar os Outros e da lealdade de Serra.  O homem colocava fé em cada uma das palavras de sua esposa, é claro, e confiava a ela todo o comando do Norte mesmo que fosse uma estrangeira. Nascida em Dorne ou não, o sangue que corria nas veias de Lena Stark era tão nortenho quanto o de qualquer um naquele local, e isso de maneira alguma seria negado. Tinha orgulho por ter se casado com ela.

— De fato, como minha esposa disse, temos fortes crenças de que a prata é capaz de cumprir o mesmo papel desempenhado pela obsidiana ou pelo Aço Valiriano — a mão do homem foi ao punho de sua espada ao falar o nome do metal que a havia criado. — Ainda assim, ela não é tão eficiente quanto os últimos, e por isso precisaremos não apenas de boas armas, mas de bons guerreiros — disse, olhando pausadamente para cada um dos convidados ali presentes. — Nossas boas armas virão da Campina. Lorde Mormont me falou a respeito de uma casa promissora em relação à ferraria. Seus ferreiros são melhores até que os da Fortaleza Vermelha, ao que dizem.

Antes que pudesse continuar falando, a porta do salão se abriu uma vez mais, e Melkor Snow entrou por ela, cumprimentando ao senhor de Winterfell, que lançou a ele um cumprimento em retorno, apertando sua mão. O Senhor Comandante da Patrulha da Noite não fazia ideia do real motivo para ter sido convocado àquela reunião, assim como nenhum dos lordes e ladies presentes sabia o porquê de ele estar lá. Porém, logo todo o Norte iria descobrir quem ele era de verdade. Passariam a chama-lo de Melkor Stark quando o primeiro filho de Tristan fosse legitimado em frente a todos ali. Porém, ainda não era o momento. Teria de finalizar o que havia começado a falar antes.

— Retomando meu pensamento, lady Lena irá pessoalmente tratar com o lorde dessa casa, e, como ela disse, cada um dos homens nortenhos terá suas armas de prata — ele disse, confiante. Sabia que podia acreditar naquela informação, afinal havia vindo de um amigo de longa data de sua esposa. — Porém, a parte dos bons guerreiros depende unicamente de vocês, meus irmãos. Além da tarefa que lhes foi passada por minha esposa, eu dou a vocês mais um trabalho. Cada homem capaz de lutar e que possua ao menos 15 anos deve ser incentivado a ingressar no exército nortenho. Vocês devem treinar mais homens. A única restrição que têm é de que o número de soldados de uma casa não pode superar o dos Stark.

O homem parou de falar por alguns instantes, sentindo a garganta secar após tantas palavras proferidas de uma só vez. Em decorrência disto, levou a mão até a taça onde sua própria esposa havia se servido momentos antes, derramando nela o vinho com o qual Ramsay Frey tivera a bondade de presenteá-lo. Tristan não temia nem por um segundo. Por mais insensato que um homem pudesse ser, nem mesmo o Frey seria capaz de tentar envenená-lo em sua própria casa. Não seria estúpido a este ponto.

— Mas não apenas a quantidade de soldados deve ser treinada, como também a qualidade. Devem ensinar aos seus homens como lutar de verdade — Tristan parecia levemente inquieto, enquanto deixava-se levar por suas próprias palavras. — Os sulistas dizem que cada nortenho é capaz de lutar como dois dos homens dele. Saibam que eles estão errados! Um nortenho bem treinado luta como dez dos fracos sulistas. Somos nós que sobrevivemos ao inverno mais rígido. Nós somos a primeira defesa contra os caminhantes. Cada um dos nossos soldados vale como um general dos sulistas, é nisso o que acredito. E é nisso o que vocês irão acreditar enquanto treinam suas forças para o combate.

O senhor de Winterfell se calou mais uma vez, deixando que todos ponderassem a respeito das palavras que havia dito, enquanto permitia-se tomar apenas mais um gole do vinho dos Frey. Vinho não era bom para uma situação como aquela, ele sabia, e por isso não deveria abusar da bebida. Ao terminar, tornou a se sentar junto de sua esposa, para que assim todos os homens e mulheres nortenhos ali pudessem dizer o que tinham vontade. Todos os problemas teriam de ser resolvidos naquele dia, para que pudessem seguir em frente unidos.

Habilidade Treinada:
Política

Our way is the old way


The Winter is Coming - Stark
avatar
Imagem :
Mensagens : 56
Nome do jogador : Gabs
Dragões de ouro : 62
Veados de prata : 84
Estrelas de cobre : 00
Idade : 44
Salário extra : 4%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada] The Winter is Coming

Mensagem por Dorian Mormont em Sab Nov 05, 2016 6:51 am

Onde tudo
Começa

Muitas coisas aconteceram a seguir daquilo. Frey se manifestou, com um sorriso direto para Dorian, que retribuiu ao jovem lorde outro, e um olhar quase alegre de rever ele com vida e tão animado, entre tantas pessoas que o Mormont considerava importante. Sinal que ele já não era tão mal visto quanto antes.  Rápido, o jovem comentou muitas palavras e todas de grande peso na mente de um silencioso e analítico Dorian. A situação politica espalhada por toda Westeros era... Pesada. Em seu profundo orgulho nortenho, preferiria particularmente que Tristan não se curvasse a rainha louca, mas era algo necessário. Lidar com o sul e com os Caminhantes seria praticamente impossível, por mais que um nortenho pudesse valer três, dez, cem, mil, isso não importaria. A observação em relação ao material tão útil para o norte, ser tão facilmente descartado pela casa dos leões, ergueu muito a atenção de Dorian. Se recorda que em sua festa, alguns daquela prestigiosa casa estiveram presentes, e talvez isso fosse útil para futuras negociações.
 
Então, lady Lena Stark se pronuncia. As palavras dela pareceram duras e pesadas de certa forma, mas carregavam grande razão. O trabalho durante o inverno era quase impossível. Dorian havia fixado uma aliança com uma casa de Vaufreixo, os Ashford. E apesarem de estar em guerra, eventualmente sua casa recebia carregamentos de recursos daquela casa, em troca de certo dinheiro para o apoio das batalhas que lá estavam para acontecer. Isso tinha ajudado ao Mormont encher muito de seus celeiros com grãos, além da própria pescaria dos Mormont ajuda-los com seus mantimentos. O conhecimento de Nanien em Herbologia tornou também a ilha um local que, apesar da pouca flora, as frutas que lá tivessem acrescentassem aos armazéns. Contudo, aquilo ficou na mente do Urso como um nó. Um nó que foi desfeito...
 
... AO vento frio da muralha tocar a sua nuca. Um frio que ele se recordou em sua mão, a ponto dele fechar o punho. O frio que só sentiu quando encontrou... Melkor. A sala pareceu esmurecer por um instante, em uma escuridão e frio como se o inverno estivesse ao encalço daquele lorde. Desde sua visita, o Mormont o considera alguém a se temer e respeitar, mesmo sendo mais jovem que ele. Cumprimentou Tristan, e foi para um canto, tão calado quanto.
Então, Tristan se pronunciou. Citou algo que ele e Dorian haviam conversado posteriormente, sobre como a casa Ashford possuía uma forja muito útil, e isso poderia se tornar algo de grande utilidade para o Norte. Então, foi comentado sobre os homens. Era para recrutar rapazes a partir dos 15 anos, e treina-los para valer por 10, algo comum que a casa Mormont prega desde seus antigos tempos. Qualquer homem que vinha da ilha, valia por dez, até porque na história daquelas terras já chegou a ser decidida em uma luta corporal entre um Stark e um Greyjoy. E valendo que era necessário tamanho empenho no treinamento, e a janela que Tristan deu para a fala dos lordes, ele se pronunciou.
 
Saber comandar as tropas, brandir espadas, atirar um arco, sustentar um escudo, arremessar um machado e segurar uma lança são tarefas quase todos nós, de todo o Norte, sabemos. É do nosso sangue sermos guerreiros. — O tom era amistoso, porém forte, para que todos na sala pudesse ouvir. Dorian deixava claro que seu intuito era ajudar ao lordes e ladys em seus treinamentos pessoais, para que estes pudessem treinar seus homens da melhor forma possível.  — Contem comigo para trazer a tona o que vocês já conhecem.
 
Encerrando a linha de pensamento sobre o assunto de treinamento, direcionou o olhar para Tristan. O corpo do Urso naquele instante, mesmo depois dos instantes sentado, ainda queixava da longa viagem que tomou até ali, e isso estalou sua mente uma ideia, que preferiu comentar naquele oportuno momento.
 
Milorde. Seria bom a criação de estradas até pontos estratégicos que poderiam guardar recursos para a Guerra do Inverno. O senhor já tem em mente onde vai ser? Uma estrada bem preparada pode acelerar o movimento das tropas em dias, até.  
 
Apesar de ter comentado diretamente com Tristan, o tom dele foi geral. Era uma ideia compartilhada e livre para opiniões de seus colegas, algo que o Mormont até presava em ouvir.
 
Treino:
Politica

  
avatar
Imagem : The Bear
Mensagens : 848
Nome do jogador : Cale
Dragões de ouro : 166
Veados de prata : 95
Estrelas de cobre : 4
Idade : 37 ano PORRA
Salário extra : 117%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Avaliação de treino de habilidade

Tristan Stark

A política foi bem empregada, e achei interessante as restrições dadas às casas vassalas. O incentivo dado aos lordes também foi muito bem colocado, de forma que eles pudessem confiar na palavra de Tristan, se ainda não confiavam. Parabéns, lord.

Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (40/40)
+ Estrutura e Coesão (30/30)
+ Enredo e Criatividade (20/20)
+ Ortografia e Organização (10/10)

Total (100/100)


+ 30% de experiência pelo atributo de inteligência com 10 pontos
- 15% de experiência por ter a habilidade no nível 4

Recompensas
+ 115 pontos de experiência em Política

avatar
Imagem :
Mensagens : 121
Nome do jogador : Hooded
Dragões de ouro : 00
Veados de prata : 00
Estrelas de cobre : 00
Idade : 00
Salário extra : 0%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada] The Winter is Coming

Mensagem por Ramsay Frey em Dom Nov 06, 2016 10:39 am

Reunião
______________________________________________________________________________________
Bela conversa
______________________________________________________________________________________




Por alguns instantes Ramsay quase criou respeito pelos Starks. Corajosos líderes que, ao contrário do que ele imaginara, não o tentaram forçar a beber do vinho antes e muito menos fizeram quaisquer ofensas contra o lorde, bebendo o presente com grande tranquilidade, talvez aquilo realmente fosse uma reunião para reunir todos em uma nobre causa, até mesmo uma família tão odiada quanto a dele. No entanto, essa impressão boa desapareceu assim que Tristan a boca para falar. Ramsay ainda pensava na quantidade de dinheiro que teriam de usar para conseguir tanta prata e que seria muito melhor dobrarem os joelhos para rainha, assim conseguindo recursos para a guerra, além de mais soldados e um dragão, quando esses pensamentos foram interrompidos pelas falávias do homem.

Talvez a idade o tivesse feito esquecer que não estava apenas pedindo ajuda a seus vassalos, como para sulistas também, então insultá-los e repetir vez após vez que os Nortenhos são no mínimo dez vezes superiores podia não ser a melhor abordagem. Para o Frey, Tristan estava sendo orgulhoso demais, até mesmo estúpido com tais palavras. - Pelo que disse, nossa ajuda seria nada para homens tão poderosos quanto os Nortenhos. - O Frey sorriu, até notar - com espanto - que muitos lordes desviaram o olhar para ele. - Eu disse isso muito alto? - Perguntou, perplexo com a própria falta de tato para aquela situação.

- O que eu quis dizer é que nós e nossos soldados inferiores iriamos apenas atrapalhar no combate, certo? - Ramsay não ousou olhar para Dorian, pois este sabia que o velho urso dificilmente aprovaria suas palavras, e na verdade pouco se importava com isso, estava irritado e uma vez que já dissera o que não devia, seria melhor continuar. - Então, me desculpe se for ousado e desrespeitoso de minha parte, mas poderia ser direto quanto ao que quer de nós, sulistas? - Essa foi a única vez que o tom irônico sumiu da voz do Frey.

Os Nortenhos sempre foram uma raça preconceituosa que através dos séculos mantiveram o poder através do combate do terreno extremamente ruim para invasão, mas isso também era um defeito, até mesmo eles tinham problemas para manter estes exércitos. Os recursos, tanto de alimentos quanto ouro eram escassos, então manter seus valorosos homens tão longe na muralha e em batalhas constantes contra mortos vivos sairia bem caro, gastariam recursos que eles, das terras fluviais tem em grande escala. Não lhes faltam comida assim como não faltam defesas naturais para os Nortenhos.

O Frey provavelmente pouco poderia contribuir quanto á isso, como mal tinha pessoas vivendo em seu território ter recursos naturais para o inverno era um pouco difícil e demandava gastos para as Gêmeas, logo no momento como aquele, no qual a maior parte de seu dinheiro era tomado pelos Tully. Ramsay passava então a calcular tudo que teria de gastar em tal guerra, ou se poderia simplesmente mandar alguns de seus soldados mais inexperientes para a luta, deixar que outras casas os sustentassem e assim evitar gastos para sua família.

Habilidade treinada:
Matemática e economia

______________________________________________________________________________________
notes: blá.
music:
tag:
with:
______________________________________________________________________________________


thank you secret from TPO.



avatar
Imagem :
Mensagens : 142
Nome do jogador : Ramsey Frey
Dragões de ouro : 00
Veados de prata : 00
Estrelas de cobre : 00
Idade : 22
Salário extra : 0%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Avaliação de treino de habilidade

Dorian Mormont

Apesar da habilidade não ter sido tão bem explorada como poderia, o treino ainda foi muito bom, de modo que não vi motivos para descontar no conteúdo. Apenas procure adicionar mais detalhes e descrições, de modo a torná-lo ainda mais completo, e tomar cuidado com as falhas de digitação, visto que notei algumas ao longo da narrativa.

Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (40/40)
+ Estrutura e Coesão (30/30)
+ Enredo e Criatividade (20/20)
+ Ortografia e Organização (9/10)

Total (99/100)


+ 18% de experiência pelo atributo de inteligência com 7 pontos
- 45% de experiência por ter a habilidade no nível 7

Recompensas
+ 72 pontos de experiência em Política

Avaliação de treino de habilidade

Ramsay Frey

A habilidade poderia ter sido melhor explorada visto que, apesar de ser bastante citada no texto, não foi muito desenvolvida, o que rendeu alguns pontos negativos. Ainda assim, foi um bom treino, e o texto foi leve e demonstrou a personalidade do lorde Frey, meus parabéns.

Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (36/40)
+ Estrutura e Coesão (30/30)
+ Enredo e Criatividade (20/20)
+ Ortografia e Organização (10/10)

Total (96/100)


+ 18% de experiência pelo atributo de inteligência com 7 pontos
- 35% de experiência por ter a habilidade no nível 6

Recompensas
+ 80 pontos de experiência em Economia e Matemática






avatar
Imagem :
Mensagens : 539
Nome do jogador : Gabs
Dragões de ouro : 100000000000000000
Veados de prata : 100000000000
Estrelas de cobre : 100000000
Idade : Mais velha que você
Salário extra : 100%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada] The Winter is Coming

Mensagem por Jason Mallister em Qua Nov 16, 2016 6:16 pm

Jason Mallister
O Lord de Winterfell repreendeu o jovem herdeiro da casa Tully por suas palavras, certo que a casa Bolton havia sido perdoada e eu não podia condenar o guardião do norte por essa manobra, uma vez que ele precisava de seus vassalos fortes e prósperos para uma batalha tão delicada quanto aquela que estava por vir. Contudo, não poderia tirar a razão do jovem herdeiro de Correrrio que não esqueceu o que aquela casa somada a Frey e Lannister fizeram a seu avô e a sua família, no entanto também não teria‑me pronunciado daquela forma num salão de Winterfell. Afinal ele estava na sede da casa Stark e na mesma quem detinha poder e a palavra, era exatamente a casa Stark. Minha mão foi rapidamente pousada no ombro do rapaz, apertando-o levemente. – Acalme-se meu rapaz. – Sussurrei baixo, duma forma que somente Ransey ouvisse, encarando a filha do senhor de Porto Branco em seguida. – Parece que o sangue subiu-lhe a cabeça. – Comentei, voltando minha atenção para as palavras de Lord Stark e a sua Lady, embora o que chamou minha atenção mesmo fosse à entrada abrupta de Lord Frey. Um homem jovem e um tanto tagarela, além de um pouco estranho.

A reunião se seguiu e eu optei por ficar em silêncio, apenas observando e ponderando se realmente valeria a pena lutar pela casa Stark, isso porque em determinado momento da reunião quando o senhor do Norte fazia seu habitual discurso, acabou por ofender os sulistas, e havia três sulistas presentes. Então ou ele havia feito a ofensa deliberadamente ou considerava os senhores do rio dos seus, o que não poderia ser descartado, uma vez que aqueles mesmos sulistas seguiram tanto seu bisavô na rebelião de Robert, quanto seu tio-avô na guerra dos cinco reinos. Eu também refletia sobre a recém-descoberta da prata que segundo Tristan era capaz de matar os caminhantes brancos, afinal a última vez que houve uma guerra da noite Obsidiana era o que matava essas criaturas, e isso podia falar com total certeza já que meu próprio pai havia estado nela há mais de sessenta anos, assim como antes dela, servido o próprio Robb Stark. Pois Lord Patrek Mallister havia estado e participado tanto da guerra dos cinco reinos quanto da guerra contra os caminhantes. Mas, enfim.

Minha atenção continuou focada no que era discutido pelos nortenhos, quando o jovem e estranho Lord Frey se pronunciou e por um momento, um sorriso de afeição para com o rapaz surgiu em meus lábios, ele parecia não ter captado muito bem o comentário do guardião do norte. Eu mesmo estava pensando que Tristan Stark não era tão inteligente quanto Eddard, Robb ou Sansa haviam sido talvez por ter herdado o sangue Karstark de seu pai, pois aquele comentário tinha sido atípico dessa casa. – Permita-me falar, senhores! – Murmurei com um tom de voz moderado, esperando que todos ouvissem com clareza. – Como sulista eu deveria me sentir ofendido. – Olhei para Lord Stark. – Mas não estou pelo simples fato de conhecer a força de meus homens e de minha casa, que é a única a sempre ter de lidar com os nascidos de ferro a centenas de anos. Claro que isso não vem ao caso no momento, mas, Lord Stark. – Meu olhar foi ainda mais aprofundado na direção do Lord. – Espero que o senhor não esteja cogitando a hipótese de lutar sozinho nessa guerra, pois mesmo que vocês nortenhos digam que são a primeira defesa após a muralha, o que, de fato, são. – Deixei uma linha rígida formar-se em meus lábios. – Nunca realmente lutaram uma guerra contra os caminhantes sozinhos, já que sempre contaram com aliados poderosos, fossem eles os reinos "sulistas", fossem eles seres mitológicos como filhos da floresta. – Meneei a cabeça e esbocei um suspiro. – Precisará das provisões do Sul e nisso nós senhores do rio podemos ajudar. – Terminei de falar, voltando a meu habitual silêncio enquanto os demais Lords se pronunciavam.

Acima do Resto...
THANK YOU WEIRD BY LOTUS GRAPHICS EDITION!

Habilidade:
Politica



Jason Mallister

avatar
Imagem :
Mensagens : 50
Nome do jogador : -
Dragões de ouro : 00
Idade : 36 anos
Salário extra : 0%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada] The Winter is Coming

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum










O Win or Die foi inaugurado a 09.09.2015. O RPG passa-se no mundo de As Crónicas de Fogo e Gelo, criadas por George R. R. Martin, mais de 50 anos depois dos acontecimentos dos livros. A trama inicial foi criada pela Staff, mas agradecemos a todos os nossos jogadores pela sua ajuda na evolução da mesma.
A nossa skin foi inteiramente criada por Ross (Many-Faced God), incluindo os templates de post e da página inicial, para uso exclusivo no Win or Die RPG, com o apoio da Soph (The Maiden) e do Tiago (Baelor Targaryen). O slider do nosso mural foi criado por CSS Slider. As imagens usadas foram tiradas do Google e editadas por Ross. Agradecemos ainda ao FM Codes e Best Skins pelos seus tutoriais de Javascript. Plágio é crime.

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::