We're at war nowA Song of Ice and Fire RPG
The game has begun. Will you win, or will you die?
Últimos assuntos
» Ausências
por The Maiden Sab Abr 29, 2017 3:25 pm

» [RP fechada] Mind Games
por Syndor Qua Mar 22, 2017 10:35 pm

» Pedido de atualização
por Francesca Sweet Sab Mar 18, 2017 8:23 pm

» [RP Fechada | 18+] Tell Me
por Dennis Braund Sab Mar 18, 2017 1:56 am

» [Quest Narrada] A Seita Branca
por Nanien Mormont Qui Mar 16, 2017 11:04 pm

» Avaliação de treinos
por Meena Ter Mar 14, 2017 12:52 pm

» [ Quest Narrada ] - Saquear!
por Dorian Mormont Seg Mar 13, 2017 7:44 pm

» [RP Fechada] Something Else?
por Dorian Mormont Seg Mar 13, 2017 7:32 pm

» Check-in [Fevereiro]
por Hyperion Targaryen Dom Mar 12, 2017 2:55 pm

» [RP FECHADA] Distant past
por Ella Baratheon Sab Mar 11, 2017 1:35 pm

» [RP FECHADA] The deer on ice
por Ella Baratheon Sab Mar 11, 2017 1:25 pm

» [RP Fechada | Flashback] Recovery drink
por Many-Faced God Qui Mar 09, 2017 11:49 am

» [RP Aberta][Flashback] Kung Fu Panda
por Many-Faced God Qui Mar 09, 2017 11:34 am

» [RP FECHADA] Beyond the view
por Many-Faced God Qui Mar 09, 2017 11:22 am

» [Quest Narrada] Human hunting
por Theon Snow Qua Mar 08, 2017 4:22 pm

» Solicitação de Grupos
por Davos Icewood Ter Mar 07, 2017 10:15 pm

» [RP fechada] What do you see?
por Dorian Mormont Seg Mar 06, 2017 11:14 pm

» [Quest Narrada] Hot room
por Narrador Seg Mar 06, 2017 10:52 pm

» [Quest Narrada] Do not succumb
por The Maiden Made of Light Seg Mar 06, 2017 8:55 pm

» [RP Fechada]Flashback - The Bastard Child in the Snow. Pt.2
por Theon Snow Seg Mar 06, 2017 4:23 pm

» [RP Fechada] Crazy Kids
por Elyria Arryn Seg Mar 06, 2017 2:55 am

» [RP FECHADA] Confidence
por Elyria Arryn Seg Mar 06, 2017 1:15 am

» Quest Narrada - O Lugar de um Lorde
por Dorian Mormont Dom Mar 05, 2017 9:11 pm

» [RP fechada] Looking for a Fight
por Nälla Dom Mar 05, 2017 12:19 pm

» [RP Fechada | 18+] Facing the Lioness
por Dennis Braund Sab Mar 04, 2017 5:15 pm

» [RP FECHADA] Primeiros passos
por Arthor Stark Sex Mar 03, 2017 5:01 pm

» [RP fechada +18] Wicked Game
por Dennis Braund Sex Mar 03, 2017 4:33 pm

» [Quest Narrada] Dia da Caça, Dia do Caçador
por R'hllor Sex Mar 03, 2017 3:11 pm

» [Aviso] Pedidos no WOD-Resources
por Narrador Qua Mar 01, 2017 7:35 am

» Pedidos de quest
por R'hllor Ter Fev 28, 2017 11:54 pm

» [RP FECHADA +18] - Into the Lion's Den
por Susanne Glover Ter Fev 28, 2017 5:23 pm

» [RP FECHADA - 18+] Coming back? Are you sure?
por Erin Lannister Ter Fev 28, 2017 5:03 pm

» [RP Aberta] Hunting The Chicken
por Roth Whiteforest Seg Fev 27, 2017 2:25 pm

» [RP Fechada, flashback] You only live once
por Cory Silversun Seg Fev 27, 2017 1:37 am

» [RP fechada | Flashback] Old man, poor man
por Masamune Tsubakein Dom Fev 26, 2017 10:39 am

» [RP FECHADA] I Put a Spell on You
por Quinn Elijah Flowers Dom Fev 26, 2017 6:02 am

» [RP FECHADA] Flashback — running through the fire
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 5:12 pm

» [RP Fechada] Mirror of the Destiny, can you show me...? ~ Flashback
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 4:51 pm

» Premiações [Fevereiro]
por Anole Tallhart Sab Fev 25, 2017 4:16 pm

» [RP Fechada]Flashback - The Bastard Child in the Snow. Pt.1
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 12:20 pm

» [RP ABERTA] Mademoiselle Marchand
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 12:12 pm

» [RP FECHADA] O dever de um Lord #1
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 12:08 pm

» [RP FECHADA] Recomeço
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 11:56 am

» [RP FECHADA - FLASHBACK] forget it
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 11:49 am

» Atualizações Específicas
por Roth Whiteforest Sab Fev 25, 2017 10:57 am

» [RP Fechada] Bring Me Virgins
por Dennis Braund Sab Fev 25, 2017 2:45 am

» [TREINO] Black Warrior
por Alice Targaryen Sex Fev 24, 2017 4:59 pm

» [RP ABERTA] Dance Of The Druids
por Many-Faced God Sex Fev 24, 2017 2:02 pm

» [FP] Hew Tyrell
por Many-Faced God Sex Fev 24, 2017 12:41 pm

» Solicitação de Conquistas
por R'hllor Qui Fev 23, 2017 11:42 pm

» [RP Fechada] The precise attack
por James Lannister Qui Fev 23, 2017 11:03 pm

» [FP] Desmond Targaryen
por Desmond Targaryen I Qua Fev 22, 2017 5:21 pm

» Quest Narrada - Uma transa de matar
por Narrador Qua Fev 22, 2017 1:36 pm

» RP FECHADA - Win or Die
por Drywn Graceford Ter Fev 21, 2017 1:01 am

» [RP Fechada/Flashback] Do not go, my dear
por Alannys Ashford Seg Fev 20, 2017 11:24 pm

» [RP Fechada] The witch and the prostitute
por Layna de Braavos Seg Fev 20, 2017 10:35 pm

» Quest narrada - Uma nova tarefa
por Alaric Umber Seg Fev 20, 2017 10:25 pm

» Quest narrada - O dia de amanhã
por Layna de Braavos Seg Fev 20, 2017 9:42 pm

» Quest Narrada - Onde se separa a menina da mulher
por Dorian Mormont Seg Fev 20, 2017 5:13 pm

» Quest Narrada - Sérios problemas
por Dorian Mormont Seg Fev 20, 2017 5:09 pm

» Moderação de tópicos
por Allenhardt Pyke Seg Fev 20, 2017 2:46 pm

» [RP fechada - Flashback] - The water hears and understands
por Allenhardt Pyke Seg Fev 20, 2017 2:44 pm

» RP Fechada - Mercy
por The Old Gods Seg Fev 20, 2017 2:24 pm

» [RP FECHADA] Reading until dawn
por The Old Gods Seg Fev 20, 2017 1:22 pm

» [Dungeon] Frozen Treasure - Inscrições
por Dorian Mormont Seg Fev 20, 2017 12:01 am

» [RP FECHADA] Um novo homem [+18]
por Elizabeth Tyrell Dom Fev 19, 2017 11:09 pm

» [RP FECHADA] PREFÁCIO — Disturbing nights
por Dorian Mormont Dom Fev 19, 2017 10:40 pm

» [RP Fechada] A Beautiful Day to Walk
por James Lannister Dom Fev 19, 2017 5:20 pm

» [Quest One Post] Careful, child
por The Maiden Made of Light Sab Fev 18, 2017 11:02 pm

» RP fechada - Aquecimento de inverno
por The Old Gods Sab Fev 18, 2017 5:32 pm

» [RP Fechada] Moment Between Sisters
por Leana Targaryen Sab Fev 18, 2017 1:23 pm

» [RP FECHADA] THE BEAST INSIDE
por The Black Goat of Qohor Sab Fev 18, 2017 1:01 pm

» [RP Fechada] As Sombras Erguem-se
por Narrador Sex Fev 17, 2017 7:54 pm

» [RP Fechada - Flashback] Try Again
por The Old Gods Sex Fev 17, 2017 6:58 pm

» [RP Fechada/flashback] The golden age
por The Old Gods Sex Fev 17, 2017 6:46 pm

» [RP Fechada - Flashback] Only policy
por The Old Gods Sex Fev 17, 2017 6:22 pm

» [FP] Ambrose, Garth.
por The Maiden Made of Light Sex Fev 17, 2017 3:32 am

» [RP Fechada] House of Memories
por Elyria Arryn Sex Fev 17, 2017 1:27 am

» [Dados] As Sombras Erguem-se
por Narrador Sex Fev 17, 2017 12:35 am

» [RP Fechada] Red lips always lie
por Layna de Braavos Qui Fev 16, 2017 9:53 pm

» [RP Fechada] Ascensão
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 7:36 pm

» [RP Fechada] Jobbery.
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 6:45 pm

» [RP Fechada] Fallin Apart
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 6:41 pm

» [RP Fechada] Bastard... and Mastermind.
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 5:44 pm

» [FP] Lancelyn Wyl (EM CONSTRUÇÂO)
por Lancelyn Qui Fev 16, 2017 5:24 pm

» [RP FECHADA] Snowed woods
por Alaric Umber Qua Fev 15, 2017 11:07 pm

» [Quest Narrada] Murder
por Narrador Qua Fev 15, 2017 10:44 pm

» [RP FECHADA +18] Lose It
por Terry Ashford Qua Fev 15, 2017 10:31 pm

» [RP Flash. +18] — She knows what I think about
por Many-Faced God Qua Fev 15, 2017 8:29 pm

» [Rp Fechada] Oloko
por Eustass Kid Qua Fev 15, 2017 8:17 pm

» [RP Aberta] A Agonia dos Corvos
por Many-Faced God Qua Fev 15, 2017 7:57 pm

» [RP Fechada] Lift Now
por Memphis Greyjoy Qua Fev 15, 2017 4:22 pm

» [RP FECHADA] Girls and knives, good brides
por Drowned God Qua Fev 15, 2017 4:02 pm

» [RP FECHADA] O Conselheiro da Fortaleza De Águas Claras.
por Drowned God Qua Fev 15, 2017 3:49 pm

» Promoção: Convide seus amigos
por James Lannister Qua Fev 15, 2017 11:40 am

» [Quest Narrada] The father's bones
por The Maiden Made of Light Qua Fev 15, 2017 7:12 am

» Quest narrada - Bravo?
por Lorien Hill Qua Fev 15, 2017 6:56 am

» Quest Narrada - Sussurros
por Dorian Mormont Ter Fev 14, 2017 9:23 pm

» [Quest Narrada] O satã
por Dorian Mormont Ter Fev 14, 2017 9:15 pm

" />

[RP FECHADA] THE BEAST INSIDE

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[RP FECHADA] THE BEAST INSIDE

Mensagem por Anole Tallhart em Qua Out 19, 2016 10:22 pm



THE BEAST INSIDE
Esta é uma RP FECHADA, que começará com a postagem de ANOLE TALLHART, constando somente com a participação do personagem supracitado. Ocorre em um período atemporal, durante uma fria noite de inverno. Em um sonho, o jovem Anole vê-se numa inesperada aventura pela mata, e desde então decide investigar o significado por trás do ocorrido. O garoto sequer imagina estar prestes a se envolver com uma antiga magia nortenha.
avatar
Imagem : the sword in the darkness
Mensagens : 38
Nome do jogador : Yuri
Dragões de ouro : 1
Veados de prata : 4
Estrelas de cobre : 00
Idade : 25
Salário extra : 30%
http://winordie.forumeiros.com/t2492-cronologia-anole-tallhartVer perfil do usuário
Recruta da Patrulha da Noite

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] THE BEAST INSIDE

Mensagem por Anole Tallhart em Qua Out 19, 2016 11:55 pm


preying on you tonight just like a animal

No estranho sonho eu voava.

A neve caia, alojando-se nos longínquos pastos verdejantes, formando um manto opaco que cobria todo o Norte. Lá do alto podia observar a floresta; os pinheiros recobertos de gelo, os montes tingidos de um branco ocre e os extensos lagos congelados circundando o perímetro dos bosques antigos. Era inverno, e apesar de estar insuportavelmente frio, a baixa temperatura não me castigava como o habitual. Encontrava-me desconfortavelmente aquecido.

Era inquietante, admito, ainda mais estando a observar a ocorrência de tal perspectiva. Comumente, imaginava-me caindo de uma altura tão alarmante, estabilizado a metros e metros do chão. Seria uma queda feia, diga-se de passagem. Entretanto, o que ocorria era exatamente o oposto, pois a cada minuto que se arrastava, a cada momento em que o ar condensava-se ao meu redor, eu subia de encontro as nuvens - a massa cinza-scura atarracada na abóbada celeste tal qual uma ilustração sem vida, apática.

Não poderia ser um sonho. Era real demais.

E eu continuava a subir, subir e subir, até perceber que não estava sozinho. Ao meu flanco, uma revoada de corvos negros fazia-me companhia durante o voo sublime, embalados numa velocidade grotesca. As plumagens de um pretume sobressaindo-se frente a tamanha brancura pigmentada na paisagem. Uma linda visão, contrastando com a mais-que-perfeita vista da selva de gelo lá embaixo. E por mais insano que possa aparentar, eu não estava nem um pouco receoso de ser guiado por aquelas aves, e nem de, fosse lá como, sobrevoar aquele céu tão nostálgico.

Sentia-me vivo, livre, de uma maneira que nunca imaginaria ser possível, como se pudesse fazer o que bem entendesse. Porém, tudo o que eu desejava era continuar a voar para o mais longe que conseguisse. Para o mais longe que meu corpo pudesse me levar. Até onde minhas asas suportassem. Sim, no sonho eu tinha asas. Alongadas, negras como o breu e repletas de penas cintilantes.

Eu não podia estar louco a ponto de acreditar ser real. Considerava-me, inclusive, o mais são dos meus irmãos. Mas era real e de alguma forma eu sabia.

De repente, meu bando decidiu baixar voo e cruzar os campos gelados. Segui-os, grasnando em coro numa espécie de sinfonia harmônica, devotando à natureza. Assim, tão próximo ou, talvez, estivesse de fato prestando atenção pela primeira vez em tais espécimes, compreendia o significado por trás do som singelo. Era um cântico de felicidade, um cântico de louvor. E, entretanto, sentia-me contente.

O ar ao meu entorno permanecia denso, tão palpável que poderia ser cortado com uma adaga, porém sustentável rente minhas asas colossais. Atrevido, incutia uma destreza maior entre as penas profusas, impelindo-as a irem mais rápido, chegando a ser tão veloz quanto era permitido a um pássaro.  Em algum momento acabei desgastado por tamanho esforço, e me encontrei obrigado a planar sobre um pedregulho cristalizado que surgira à minha frente, no mata. Para minha grande surpresa, assim que meus pés ornados com garras tocaram a rocha gélida, tive um vislumbre claro e coeso do que eu era.

Eu era um corvo. A superfície lisa refletia com extrema precisão cada traço das minhas feições animalescas, chegando a hipnotizar-me com tal figura fantasiosa e, à medida que eu me autoestudava, nervoso. Até que encarei meus olhos; vermelhos, como dois rubis incrustados numa moldura preta e puída. Vívidos, como os dos animais empalhados que ornamentavam as paredes do meu castelo. Apesar de não serem realmente os meus olhos, que na verdade detinham um tom miraculoso de cinza, sabia que era eu a habitar aquele corpo e a adotar todos os trejeitos do corvo. E antes que pudesse apreciar meu novo eu, o gelo cedeu com o peso, e aos poucos a água gélida me engoliu, sufocando-me.

Acordei assustado no meio da noite, o corpo empapado de suor. Os grossos cobertores encharcados e minha respiração afoita. Torcia para que não tivesse gritado ou dado qualquer alarde por conta do terrível sonho, odiaria fazer papel de bobo caso os criados resolvessem aparecer por ali só para me flagrar à deriva.

À minha tangente, um corvo de verdade repousava na janela escancarada, molhado, e a brisa taciturna do Norte irrompia por entre as cortinas de pele de urso acopladas na soleira, resfriando o quarto. Suspirei, levantando-me sobressaltado e correndo em direção ao animal, enxotando-o para fora. Conseguinte, abracei meu corpo protetoramente para me aquecer antes de fechar as cortinas; vislumbrava a ave sair voando em direção às estrelas, grasnando para a noite, tal como outrora eu fizera em meu sonho.

Minutos mais tarde, a custo, voltei a dormir, e dessa vez não existiam mais corvos, nem floresta e nem neve. E nem sonho algum.


observações:
Treinando a habilidade Empatia Animalesca.


tag: anole tallhart
beast-boy



im so fuckin weak but
your skin is my shield
avatar
Imagem : the sword in the darkness
Mensagens : 38
Nome do jogador : Yuri
Dragões de ouro : 1
Veados de prata : 4
Estrelas de cobre : 00
Idade : 25
Salário extra : 30%
http://winordie.forumeiros.com/t2492-cronologia-anole-tallhartVer perfil do usuário
Recruta da Patrulha da Noite

Voltar ao Topo Ir em baixo

Avaliação de treino de habilidade

ANOLE TALLHART

Uma escrita excelente e invejável. A perfeição nas palavras usadas deixou seu texto incrível e muito realista. Soube com maestria detalhar as pequenas ações. Parabéns!



Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (40/40)
+ Estrutura e Coesão (30/30)
+ Enredo e Criatividade (20/20)
+ Ortografia e Organização (10/10)

Total (100/100)


+ 30% de experiência pelo atributo de inteligência com 10 pontos
- 10% de experiência por ter a habilidade no nível 3


Recompensas
+ 120 pontos de experiência em Empatia Animalesca


avatar
Imagem :
Mensagens : 233
Nome do jogador : Leimann
Dragões de ouro : 00
Veados de prata : 00
Estrelas de cobre : 00
Idade : 00
Salário extra : 0%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] THE BEAST INSIDE

Mensagem por Anole Tallhart em Seg Fev 13, 2017 2:47 pm



wildest friends
O crocitar da águia despertou Anole de um sono sem sonhos.

Ainda era noite - continuava escuro, sem qualquer sinal do alvorecer. Nuvens densas e pesadas cobriam o céu, e nevava bastante. Pouco a pouco o gelo se alojava no umbral da janela do seu quarto.

Sonolento, escorregou para fora da cama, tropeçando em direção as persianas de couro de veado. Mal abrira a janela e logo a ave invadiu o cômodo, trazendo consigo um frescor gélido que arrepiou os pelos dos braços de Anole, consequente o choque entre as temperaturas - o gostoso calor advindo da lareira que ornamentava o quarto e o frio da brisa que irrompera a janela. Fechou-a, concomitante.

Todos os dias revivia aquele mesmíssimo ritual. Permitia sua águia caçar durante o crepúsculo, pouco antes de adormecer, ciente que ela sempre retornava antes dos primeiros raios de sol. Lealdade. Era este o laço que coligava o animal a Anole, levando em conta o amor, o carinho e o afeto que o jovem dera a ave desde o dia em que a encontrara à mercê de predadores na floresta.


"Foram abandonados pela mãe", Meistre Ivar concluiu, analisando o ninho arruinado ao pé de um pinheiro. "Deixe-os, meu senhor, não há muito o que fazer. Os lobos ou as serpentes terminarão o serviço antes que a noite caia", os olhos cansados afixaram-se na figura do garoto acocorado na relva forrada pela neve. Anole não deveria ter mais que treze anos na época, mas já era mais engenhoso que muitos rapazezinhos da sua idade.

Ovos rachados amontoavam-se no interior do que um dia fora um ninho muito bem projetado. Os filhotes, mortos, eram trucidados por insetos carniceiros. O garoto suspirou, entristecido com a cena que lembrava-lhe sua própria história. Não que também tivesse sido deixado por seus pais, visto que todos sabiam bem que o velho lorde Tallhart havia falecido recentemente, em decorrências dos problemas de saúde. A mãe, no entanto, fora deserdada pelo filho mais velho, Gared, que agora era o mais novo senhor da Praça de Torrhen.

"Acha que ela vai voltar?", Ivar percebeu que o menino referia-se à própria mãe, e tudo o que fez foi sorrir; um sorriso gentil, talhando rugas e linhas de expressões no rosto idoso. Era visível seu carinho pelo pequeno lorde.

Um grasnido surdo se fez ouvir. Anole, mais que depressa, virou-se em direção ao ninho destroçado, vislumbrando um tênue rebuliço entre a dezena de cascas. Curioso, decidiu aproximar-se um pouco mais, cutucando-as com a ajuda de um graveto que encontrara por ali, largado no meio da neve. Para sua surpresa - e para a de Meistre Ivar - um dos filhotes havia sobrevivido, embora estivesse tão machucado quanto deveria em consequência da queda.

Compadecido pelo pequeno animal, o garoto o tomou em suas mãos enluvadas, proporcionando um calor que foi muito bem aceitado pelo corpinho gélido. Os traços animalescos da cria deixavam claro a que tipo de raça aquela ave pertencia.

"É uma águia polar, meu senhor, não servem para serem adestradas", advertiu o meistre. Por outro lado, o jovem nobre fingiu não ouvi-lo, aninhando o filhote de ave contra o peitoral. O velho suspirou, reconhecendo que não existia autoridade ou bom senso por aquelas terras que colocassem juízo na cabeça do jovenzinho, ou tampouco extinguissem sua teimosia. "Que nome dará ao bicho?", questionou, certo de que o animal morreria antes de atingir a idade adulta, ou abandonaria seu novo dono.

Anole olhou para o céu, sentindo uma lufada forte lamber-lhe o rosto. Escurecia, e a neve passava a cair com mais intensidade, dificultando a visibilidade.

"Temos de ir, meu senhor. O inverno está chegando, e poucos sobrevivem a geada", Meistre Ivar avisou, guiando o garoto até o local do bosque aonde alguns guardas aguardavam com os cavalos, prontos para retornarem ao castelo.

Pensou, o garoto, a respeito do que enunciara seu tutor. Nunca tivera, de fato, um amigo ou alguém com quem pudesse contar, que fosse forte para defendê-lo caso fosse preciso, para lutar suas batalhas ou ajudá-lo a vencer os obstáculos. Era muito jovem ainda, claro, mas sendo um nortenho e um nobre de um casa respeitável, era certo que um dia poderia vir a precisar de um guardião que fosse tão poderoso quanto a geada do inverno. Encarou a minúscula ave em seus braços, que mal possuía plumagem.

"Geada. Esse será o nome dele", decretou.


Observações:
Treinando a habilidade Empatia Animalesca.


tags: Anole Tallhart


im so fuckin weak but
your skin is my shield
avatar
Imagem : the sword in the darkness
Mensagens : 38
Nome do jogador : Yuri
Dragões de ouro : 1
Veados de prata : 4
Estrelas de cobre : 00
Idade : 25
Salário extra : 30%
http://winordie.forumeiros.com/t2492-cronologia-anole-tallhartVer perfil do usuário
Recruta da Patrulha da Noite

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] THE BEAST INSIDE

Mensagem por Drowned God em Seg Fev 13, 2017 7:06 pm

Avaliação de treino de habilidade

ANOLE TALLHART

Não tenho o que comentar, senão parabenizar pelo excelente treino!!



Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (40/40)
+ Estrutura e Coesão (30/30)
+ Enredo e Criatividade (20/20)
+ Ortografia e Organização (10/10)

Total (100/100)


+ 38% de experiência pelo atributo de inteligência com 12 pontos
- 55% de experiência por ter a habilidade no nível 8


Recompensas
+ 83 pontos de experiência em Empatia Animalesca
avatar
Imagem : What is dead may never die, but rises again, harder and stronger.
Mensagens : 116
Nome do jogador : David
Dragões de ouro : 00
Veados de prata : 00
Estrelas de cobre : 00
Idade : -
Salário extra : 0%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] THE BEAST INSIDE

Mensagem por Anole Tallhart em Ter Fev 14, 2017 12:16 pm



wings
Com um saquinho cheio de camundongos, Anole se aproximou do enorme poleiro que ornamentava o seu quarto.

Ganhara a imensa gaiola de presente de um amigo que trabalhava na ferraria da Praça de Torrhen, rendendo uma trabalheira para montá-la no cômodo. Tomando boa parte do quarto, tinham-na afixado em um canto arejado, entre duas janelas. Sua águia adorava luminosidade, o frescor do inverno nortenho, e o espaço arranjado tinha se tornado perfeito para ela.

Duas semanas atrás, quando a ensinava a atacar alvos com a ajuda de um caçador especializado com animais selvagens, a ave havia sofrido um acidente ao ser vítima de uma flecha certeira de algum arqueiro mal intencionado. O culpado não foi encontrado, e o animal, entretanto, acabou com uma asa fraturada.

Anole passou os dias restantes cuidado de sua fiel companheira, alimentando-a e ajustando o curativo que o seu tutor tinha feito especialmente para a ave – uma tala de madeira envolta por ataduras que a impedia de agitar a asa ferida. Mediante o estado frágil da criatura, o rapaz tinha de alimentá-la com animais pequenos e insetos rastejantes diariamente, embora a águia aparentasse desgostar da comida fácil; era uma predadora por natureza, e seu instinto era o de caçar, não importasse as condições.

Pescou um dos camundongos do interior da sacola de pano, erguendo-o pelo rabo e o agitando defronte a ave. O roedor contorcia-se, tentando se livrar dos dedos ossudos que o prendia. Quando os olhos selvagens de Geada – a águia polar – pousaram sobre a presa, ela saltitou para próximo da grade, bicando a barra freneticamente, pedindo o petisco. Anole arremessou o roedor para dentro da gaiola, observando-o correr de um lado a outro, buscando uma escapatória ao passo em que a ave o seguia, faminta.

O jovem Tallhart vinha estudando o comportamento de sua mascote desde o dia em que a trouxera para a casa e a vira crescer, forte e saudável. Geada, a cada dia que passava, tornava-se tão bela quantos as aves da espécie que cruzavam os céus tempestuosos do Norte. Embora fosse um tanto manhosa e recusasse receber ordens com facilidade, realizava todos os pedidos do rapaz com grande dignidade, vez ou outra.

Tinha perdido as contas das vezes em que a ave atacara seus amigos ou convidados no castelo que ousaram se aproximar mais que o necessário dele, movida pelo ciúmes e por um forte instinto de proteção. Deveria ter a criado muito bem, considerando que raras eram as ocasiões em que era visto sozinho, sem a companhia do animal – a deixava sair sempre que quisesse, todavia, para caçar e se aventurar pelas colinas e pradarias. Mesmo com todas as oportunidades para fugir, ela sempre resolvia voltar, o que deixava seu dono extremamente contente.

Anole nutria cada vez mais um carinho admirável para com ela, fortificando o robusto laço de afeto e lealdade que os uniam.

O garoto e seu pássaro, como Meistre Ivar costumava chamá-los.

Geada retornou para bem perto das grades de cobre, com apenas o rabinho do camundongo dependurado de seu bico, saltando para fora. Anole riu, depositando um carinho gostoso com os dedos na cabeça da ave, mimando-a. Ela aceitou o afago de bom grado, estendendo o pescoço para fora do grade apenas para deleitar melhor dos toques de seu dono. Percebeu que a asa já dava indícios de se reestruturar por si só, graças o repouso, permitindo que o bicho a abanasse ora sim ora não sem arquejar, como outrora. Provavelmente a dor não mais era incômoda, para seu alívio.

Tirou mais um roedor do fundo do saco e o depositara dentro da gaiola, deixando-o fugir das garras da águia que tentava capturá-lo a qualquer custo. Mais alguns dias e poderia retirar o curativo e, quem sabe, até mesmo deixar que Geada arriscasse um voo. Ela deveria sentir falta da sensação de liberdade após tanto tempo trancafiada em seu quarto, longe dos ventos gélidos e das nuvens pesadas.

Suspirou profundamente, voltando-se para o parapeito da janela e sentando-se ali. Bem agasalhado, o frio a qual tanto tinha se acostumado não o incomodaria até que chegasse a noite, e por isso aproveitou o restante da tarde para terminar a leitura de um dos livros que Meistre Ivar o tinha emprestado, estudando sobre o culto aos deuses antigos e toda a cultura religiosa advinda dos primeiros homens.


Observações:
Treinando a habilidade Empatia Animalesca.

tags: Anole Tallhart


im so fuckin weak but
your skin is my shield
avatar
Imagem : the sword in the darkness
Mensagens : 38
Nome do jogador : Yuri
Dragões de ouro : 1
Veados de prata : 4
Estrelas de cobre : 00
Idade : 25
Salário extra : 30%
http://winordie.forumeiros.com/t2492-cronologia-anole-tallhartVer perfil do usuário
Recruta da Patrulha da Noite

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] THE BEAST INSIDE

Mensagem por Drowned God em Qua Fev 15, 2017 3:34 pm

Avaliação de treino de habilidade

ANOLE TALLHART

Não tenho o que comentar, senão parabenizar pelo excelente treino!!



Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (40/40)
+ Estrutura e Coesão (30/30)
+ Enredo e Criatividade (20/20)
+ Ortografia e Organização (10/10)

Total (100/100)


+ 38% de experiência pelo atributo de inteligência com 12 pontos
- 65% de experiência por ter a habilidade no nível 9


Recompensas
+ 73 pontos de experiência em Empatia Animalesca
avatar
Imagem : What is dead may never die, but rises again, harder and stronger.
Mensagens : 116
Nome do jogador : David
Dragões de ouro : 00
Veados de prata : 00
Estrelas de cobre : 00
Idade : -
Salário extra : 0%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] THE BEAST INSIDE

Mensagem por Anole Tallhart em Sex Fev 17, 2017 2:04 pm



dream catcher
Meistre Ivar era um velho encorpado, bastante preservado para a idade. Muito gentil, sempre estava disposto a ocupar o tempo na companhia do seu tutorado prodígio. Por algum motivo irrelevante, Anole sentia-se afeiçoado ao homem, talvez, por partilharem uma paixão em comum; o conhecimento. Era sempre prazeroso passar horas e horas ouvindo as histórias do velhote, sorvendo as reflexões e ensinamentos que apenas uma mente experiente como aquela seria capaz de oferecer.

Naquele dia, debruçado sobre a mesa da pequena biblioteca do castelo, o jovem nobre observava o meistre escrever despreocupadamente em um pedaço de pergaminho embolorado. Não era tão curioso a ponto de querer saber o conteúdo da carta, e tampouco seria preciso, visto que graças a Ivar - e a paciência do velho - havia aprendido a ler. Devia muito a ele.

— Tive um sonho estranho noite passada — iniciou, erguendo os olhos para encarar as expressões cansadas do meistre que murmurava algo inteligível, dando a entender que estava ouvindo. — Sonhei que era uma águia, e que voava pela floresta durante a nevasca — as imagens ainda eram bastante nítidas na cabecinha confusa do rapaz e, caso fechasse bem os olhos, poderia sentir a neve tocar-lhe a pele em uma leve carícia.

— Foi só um sonho — meistre Ivar afirmou, centrado nas letrinhas garrafais desenhadas no papel amarelado. Anole bufou, pouco contente com a resposta.

Alguma coisa naquele sonho o deixara inquieto. Não era comum imaginar-se no lugar de um animal selvagem, tampouco agir como um. Não contara a ninguém, mas desde o enunciado, cogitava perigosamente se atirar do alto da torre apenas para confirmar a certeza de que poderia sustentar-se no ar e alçar voo. Este pensamento o arrancou um arrepio.

— Pareceu bem real para mim — titubeou, rindo baixinho ao recordar dos detalhes. — Menos a parte em que me alimentei de insetos, foi um pouco nojento — o meistre gargalhou alto, parando com o que fazia e voltando-se para Anole. Dando um longo suspiro, o rapaz sorriu, vitorioso. Enfim tinha conseguido atrair a atenção do velhote; se existia alguém que soubesse de algo a respeito, este era ele.

— Você tem andado dando muito crédito a nossas lendas, pequeno lorde — Ivar conhecia muito bem o jovem Tallhart para saber que o mais novo não descansaria até conseguir o que desejava - uma boa história. Ajeitou-se na desconfortável poltrona gasta, mirando o outro com cautela. — Existe um conto sobre um povo antigo entre os primeiros homens, bravos guerreiros com a capacidade de abster o livre arbítrio dos animais. Eram conhecidos como os homens que trocavam de pele — sussurrou baixinho, como quem conta um segredo, deliciando-se com o misto de surpresa e incredulidade aflorado na face do seu ouvinte.

— Troca-peles? O que quer dizer com isso, meistre Ivar? — Anole aproximou-se um pouco mais do velho. Os contos antigos que volviam magia eram os seus prediletos.

— Isso mesmo, meu jovem. Contam que eles podiam domar a mente de qualquer animal neste mundo, assumir seus corpos e sair por aí, agindo como essas criaturas — o rapaz ouvia tudo com atenção, assimilando os fatos cuidadosamente. Era uma história nova, e apesar de, sem dúvidas, encantadora, nunca a tinha ouvido antes. Os moradores do Norte eram reconhecidos pela vasta imaginação, e Anole não sabia se acreditava ou não. — Claro que é só uma lenda, provavelmente — Ivar finalizou, aguardando as possíveis perguntas do seu querido tutorado.

— Assim como os dragões eram, até pouco tempo atrás, e veja só o que aconteceu — Anole brincou, complacente, enquanto o meistre concordava com seu raciocínio. Apesar de não ser cético, o nobre possuía problemas em aceitar tão facilmente a ideia de que a magia realmente era uma força real, tangível - e, sobretudo, aqueles que seriam suscetíveis a usufruir desta como uma ferramenta. — Meistre Ivar, a lenda conta como surgiram os primeiros troca-peles? — Anole questionou, pensativo.

— Não, na verdade. Mas acredito que você tenha que nascer um. Estudei pouco sobre artes ocultas na cidadela, mas o suficiente para afirmar que magia antiga, principalmente desse tipo, não é alcançada tão facilmente — os dois permaneceram silenciosos por algum tempo, confinados em seus próprios pensamentos. E antes que o pupilo decidisse se prontificar a realizar outra pergunta, meistre Ivar o interrompeu. — Você não tem obrigações a cumprir? Seu irmão não iria ficar nada contente se descobrisse que o mais novo intendente da Praça de Torrhen anda trocando o trabalho por fantasias — o velho lhe lançou um olhar sério, porém amável.

— Ainda estou me acostumando a esse título — Anole sorriu, estalando um beijo na testa do ancião antes de correr para fora da biblioteca. Obviamente, não sem antes se despedir. — Aaah, e nem pense que essa conversa terminou! Vamos voltar ao assunto assim que eu acabar de resolver alguns problemas — piscou para o meistre, desaparecendo no corredor, deixando para trás um Ivar reclamão e extremamente feliz em saber que seu aprendiz se interessava mais pelos contos fantasiosos que pelas instruções de matemática.


Observações:
Treinando a habilidade Magia e Oculto.

tags: anole tallhart


im so fuckin weak but
your skin is my shield
avatar
Imagem : the sword in the darkness
Mensagens : 38
Nome do jogador : Yuri
Dragões de ouro : 1
Veados de prata : 4
Estrelas de cobre : 00
Idade : 25
Salário extra : 30%
http://winordie.forumeiros.com/t2492-cronologia-anole-tallhartVer perfil do usuário
Recruta da Patrulha da Noite

Voltar ao Topo Ir em baixo

Avaliação de treino de habilidade

Anole Tallhart

Treino muito bem feito, Anole, como sempre. A escrita foi impecável, e o enredo foi criativo e fluído graças à interação com o meistre. Pra variar um pouco, eu não tenho nada a reclamar. Meus parabéns.

Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (40/40)
+ Estrutura e Coesão (30/30)
+ Enredo e Criatividade (20/20)
+ Ortografia e Organização (10/10)

Total (100/100)


+ 38% de experiência pelo atributo de inteligência com 12 pontos
- 25% de experiência por ter a habilidade no nível 9


Recompensas
+ 113 pontos de experiência em Magia e Oculto





avatar
Imagem :
Mensagens : 539
Nome do jogador : Gabs
Dragões de ouro : 100000000000000000
Veados de prata : 100000000000
Estrelas de cobre : 100000000
Idade : Mais velha que você
Salário extra : 100%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] THE BEAST INSIDE

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum










O Win or Die foi inaugurado a 09.09.2015. O RPG passa-se no mundo de As Crónicas de Fogo e Gelo, criadas por George R. R. Martin, mais de 50 anos depois dos acontecimentos dos livros. A trama inicial foi criada pela Staff, mas agradecemos a todos os nossos jogadores pela sua ajuda na evolução da mesma.
A nossa skin foi inteiramente criada por Ross (Many-Faced God), incluindo os templates de post e da página inicial, para uso exclusivo no Win or Die RPG, com o apoio da Soph (The Maiden) e do Tiago (Baelor Targaryen). O slider do nosso mural foi criado por CSS Slider. As imagens usadas foram tiradas do Google e editadas por Ross. Agradecemos ainda ao FM Codes e Best Skins pelos seus tutoriais de Javascript. Plágio é crime.

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::