We're at war nowA Song of Ice and Fire RPG
The game has begun. Will you win, or will you die?
Últimos assuntos
» Ausências
por The Maiden Sab Abr 29, 2017 3:25 pm

» [RP fechada] Mind Games
por Syndor Qua Mar 22, 2017 10:35 pm

» Pedido de atualização
por Francesca Sweet Sab Mar 18, 2017 8:23 pm

» [RP Fechada | 18+] Tell Me
por Dennis Braund Sab Mar 18, 2017 1:56 am

» [Quest Narrada] A Seita Branca
por Nanien Mormont Qui Mar 16, 2017 11:04 pm

» Avaliação de treinos
por Meena Ter Mar 14, 2017 12:52 pm

» [ Quest Narrada ] - Saquear!
por Dorian Mormont Seg Mar 13, 2017 7:44 pm

» [RP Fechada] Something Else?
por Dorian Mormont Seg Mar 13, 2017 7:32 pm

» Check-in [Fevereiro]
por Hyperion Targaryen Dom Mar 12, 2017 2:55 pm

» [RP FECHADA] Distant past
por Ella Baratheon Sab Mar 11, 2017 1:35 pm

» [RP FECHADA] The deer on ice
por Ella Baratheon Sab Mar 11, 2017 1:25 pm

» [RP Fechada | Flashback] Recovery drink
por Many-Faced God Qui Mar 09, 2017 11:49 am

» [RP Aberta][Flashback] Kung Fu Panda
por Many-Faced God Qui Mar 09, 2017 11:34 am

» [RP FECHADA] Beyond the view
por Many-Faced God Qui Mar 09, 2017 11:22 am

» [Quest Narrada] Human hunting
por Theon Snow Qua Mar 08, 2017 4:22 pm

» Solicitação de Grupos
por Davos Icewood Ter Mar 07, 2017 10:15 pm

» [RP fechada] What do you see?
por Dorian Mormont Seg Mar 06, 2017 11:14 pm

» [Quest Narrada] Hot room
por Narrador Seg Mar 06, 2017 10:52 pm

» [Quest Narrada] Do not succumb
por The Maiden Made of Light Seg Mar 06, 2017 8:55 pm

» [RP Fechada]Flashback - The Bastard Child in the Snow. Pt.2
por Theon Snow Seg Mar 06, 2017 4:23 pm

» [RP Fechada] Crazy Kids
por Elyria Arryn Seg Mar 06, 2017 2:55 am

» [RP FECHADA] Confidence
por Elyria Arryn Seg Mar 06, 2017 1:15 am

» Quest Narrada - O Lugar de um Lorde
por Dorian Mormont Dom Mar 05, 2017 9:11 pm

» [RP fechada] Looking for a Fight
por Nälla Dom Mar 05, 2017 12:19 pm

» [RP Fechada | 18+] Facing the Lioness
por Dennis Braund Sab Mar 04, 2017 5:15 pm

» [RP FECHADA] Primeiros passos
por Arthor Stark Sex Mar 03, 2017 5:01 pm

» [RP fechada +18] Wicked Game
por Dennis Braund Sex Mar 03, 2017 4:33 pm

» [Quest Narrada] Dia da Caça, Dia do Caçador
por R'hllor Sex Mar 03, 2017 3:11 pm

» [Aviso] Pedidos no WOD-Resources
por Narrador Qua Mar 01, 2017 7:35 am

» Pedidos de quest
por R'hllor Ter Fev 28, 2017 11:54 pm

» [RP FECHADA +18] - Into the Lion's Den
por Susanne Glover Ter Fev 28, 2017 5:23 pm

» [RP FECHADA - 18+] Coming back? Are you sure?
por Erin Lannister Ter Fev 28, 2017 5:03 pm

» [RP Aberta] Hunting The Chicken
por Roth Whiteforest Seg Fev 27, 2017 2:25 pm

» [RP Fechada, flashback] You only live once
por Cory Silversun Seg Fev 27, 2017 1:37 am

» [RP fechada | Flashback] Old man, poor man
por Masamune Tsubakein Dom Fev 26, 2017 10:39 am

» [RP FECHADA] I Put a Spell on You
por Quinn Elijah Flowers Dom Fev 26, 2017 6:02 am

» [RP FECHADA] Flashback — running through the fire
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 5:12 pm

» [RP Fechada] Mirror of the Destiny, can you show me...? ~ Flashback
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 4:51 pm

» Premiações [Fevereiro]
por Anole Tallhart Sab Fev 25, 2017 4:16 pm

» [RP Fechada]Flashback - The Bastard Child in the Snow. Pt.1
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 12:20 pm

» [RP ABERTA] Mademoiselle Marchand
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 12:12 pm

» [RP FECHADA] O dever de um Lord #1
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 12:08 pm

» [RP FECHADA] Recomeço
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 11:56 am

» [RP FECHADA - FLASHBACK] forget it
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 11:49 am

» Atualizações Específicas
por Roth Whiteforest Sab Fev 25, 2017 10:57 am

» [RP Fechada] Bring Me Virgins
por Dennis Braund Sab Fev 25, 2017 2:45 am

» [TREINO] Black Warrior
por Alice Targaryen Sex Fev 24, 2017 4:59 pm

» [RP ABERTA] Dance Of The Druids
por Many-Faced God Sex Fev 24, 2017 2:02 pm

» [FP] Hew Tyrell
por Many-Faced God Sex Fev 24, 2017 12:41 pm

» Solicitação de Conquistas
por R'hllor Qui Fev 23, 2017 11:42 pm

» [RP Fechada] The precise attack
por James Lannister Qui Fev 23, 2017 11:03 pm

» [FP] Desmond Targaryen
por Desmond Targaryen I Qua Fev 22, 2017 5:21 pm

» Quest Narrada - Uma transa de matar
por Narrador Qua Fev 22, 2017 1:36 pm

» RP FECHADA - Win or Die
por Drywn Graceford Ter Fev 21, 2017 1:01 am

» [RP Fechada/Flashback] Do not go, my dear
por Alannys Ashford Seg Fev 20, 2017 11:24 pm

» [RP Fechada] The witch and the prostitute
por Layna de Braavos Seg Fev 20, 2017 10:35 pm

» Quest narrada - Uma nova tarefa
por Alaric Umber Seg Fev 20, 2017 10:25 pm

» Quest narrada - O dia de amanhã
por Layna de Braavos Seg Fev 20, 2017 9:42 pm

» Quest Narrada - Onde se separa a menina da mulher
por Dorian Mormont Seg Fev 20, 2017 5:13 pm

» Quest Narrada - Sérios problemas
por Dorian Mormont Seg Fev 20, 2017 5:09 pm

» Moderação de tópicos
por Allenhardt Pyke Seg Fev 20, 2017 2:46 pm

» [RP fechada - Flashback] - The water hears and understands
por Allenhardt Pyke Seg Fev 20, 2017 2:44 pm

» RP Fechada - Mercy
por The Old Gods Seg Fev 20, 2017 2:24 pm

» [RP FECHADA] Reading until dawn
por The Old Gods Seg Fev 20, 2017 1:22 pm

» [Dungeon] Frozen Treasure - Inscrições
por Dorian Mormont Seg Fev 20, 2017 12:01 am

» [RP FECHADA] Um novo homem [+18]
por Elizabeth Tyrell Dom Fev 19, 2017 11:09 pm

» [RP FECHADA] PREFÁCIO — Disturbing nights
por Dorian Mormont Dom Fev 19, 2017 10:40 pm

» [RP Fechada] A Beautiful Day to Walk
por James Lannister Dom Fev 19, 2017 5:20 pm

» [Quest One Post] Careful, child
por The Maiden Made of Light Sab Fev 18, 2017 11:02 pm

» RP fechada - Aquecimento de inverno
por The Old Gods Sab Fev 18, 2017 5:32 pm

» [RP Fechada] Moment Between Sisters
por Leana Targaryen Sab Fev 18, 2017 1:23 pm

» [RP FECHADA] THE BEAST INSIDE
por The Black Goat of Qohor Sab Fev 18, 2017 1:01 pm

» [RP Fechada] As Sombras Erguem-se
por Narrador Sex Fev 17, 2017 7:54 pm

» [RP Fechada - Flashback] Try Again
por The Old Gods Sex Fev 17, 2017 6:58 pm

» [RP Fechada/flashback] The golden age
por The Old Gods Sex Fev 17, 2017 6:46 pm

» [RP Fechada - Flashback] Only policy
por The Old Gods Sex Fev 17, 2017 6:22 pm

» [FP] Ambrose, Garth.
por The Maiden Made of Light Sex Fev 17, 2017 3:32 am

» [RP Fechada] House of Memories
por Elyria Arryn Sex Fev 17, 2017 1:27 am

» [Dados] As Sombras Erguem-se
por Narrador Sex Fev 17, 2017 12:35 am

» [RP Fechada] Red lips always lie
por Layna de Braavos Qui Fev 16, 2017 9:53 pm

» [RP Fechada] Ascensão
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 7:36 pm

» [RP Fechada] Jobbery.
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 6:45 pm

» [RP Fechada] Fallin Apart
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 6:41 pm

» [RP Fechada] Bastard... and Mastermind.
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 5:44 pm

» [FP] Lancelyn Wyl (EM CONSTRUÇÂO)
por Lancelyn Qui Fev 16, 2017 5:24 pm

» [RP FECHADA] Snowed woods
por Alaric Umber Qua Fev 15, 2017 11:07 pm

» [Quest Narrada] Murder
por Narrador Qua Fev 15, 2017 10:44 pm

» [RP FECHADA +18] Lose It
por Terry Ashford Qua Fev 15, 2017 10:31 pm

» [RP Flash. +18] — She knows what I think about
por Many-Faced God Qua Fev 15, 2017 8:29 pm

» [Rp Fechada] Oloko
por Eustass Kid Qua Fev 15, 2017 8:17 pm

» [RP Aberta] A Agonia dos Corvos
por Many-Faced God Qua Fev 15, 2017 7:57 pm

» [RP Fechada] Lift Now
por Memphis Greyjoy Qua Fev 15, 2017 4:22 pm

» [RP FECHADA] Girls and knives, good brides
por Drowned God Qua Fev 15, 2017 4:02 pm

» [RP FECHADA] O Conselheiro da Fortaleza De Águas Claras.
por Drowned God Qua Fev 15, 2017 3:49 pm

» Promoção: Convide seus amigos
por James Lannister Qua Fev 15, 2017 11:40 am

» [Quest Narrada] The father's bones
por The Maiden Made of Light Qua Fev 15, 2017 7:12 am

» Quest narrada - Bravo?
por Lorien Hill Qua Fev 15, 2017 6:56 am

» Quest Narrada - Sussurros
por Dorian Mormont Ter Fev 14, 2017 9:23 pm

» [Quest Narrada] O satã
por Dorian Mormont Ter Fev 14, 2017 9:15 pm

" />

[RP Fechada] Problems? Small Council is here.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Problems? Small Council is here.
RP fechada, que começará com o post de Richard Lannister. É permitida a presença, apenas, dos membros do Pequeno Conselho (Duncan Mormont, Richard Lannister, Brandon Baelish, Maegor Blackfyre, Layna de Braavos, Ulfric Sparr e Grande Meistre Daruos). Durantes os dias atuais, os membros do Pequeno Conselho decidem se reunir para debater sobre os eventos recentes que ocorrem em Westeros.



lannister
avatar
Imagem :
Mensagens : 67
Nome do jogador : Richard
Idade : 54
Salário extra : 0%
http://winordie.forumeiros.com/t301-lannister-richardhttp://winordie.forumeiros.com/t301-lannister-richardhttp://winordie.forumeiros.com/t301-lannister-richardVer perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

The Black Lion


And who are you, the proud lord said
In a coat of gold or a coat of red
a lion still has claws
that lord of Castamere
But now the rains weep over his hall
with no one there to hear
A Fortaleza Vermelha simbolizava, com extrema fidelidade, os tempos que vigoravam em Westeros. Analisando a predisposição dos guardas que ocupavam as centenas de corredores do castelo, duas casas aparentavam governavam os Sete Reinos, apesar de apenas uma rainha, oficialmente, existir. Homens Lannister ocupavam grande parte do contingente de homens armados que zelavam pela segurança de todos que moravam no local - ou pelo menos, daqueles com maior poder e influência. Com esse pequeno fator, os Leões do Rochedo poderiam rugir conforme sua vontade, sendo sobrepostos apenas pela autonomia real. O ambiente estava quente com um aroma adocicado no ar, produto da enorme variedade de perfumes espalhada pelo ar, com o único intuito de impedir a propagação do cheiro característico vindo do exterior da Fortaleza.

Já era tarde quando abandonei o conforto da Torre da Mão, deixando Amora colhendo a roupa que ainda pendia sobre o chão do dormitório. Como em todos os dias, inicie o passeio pelos corredores que circundam o Grande Salão do Trono.
- Senhor Mão. - um homem alto que trajava uma armadura Lannister chamou-me durante minha passada por um dos numerosos corredores do castelo. - A reunião do Pequeno Conselho logo começará. Creio que queira estar presente, considerando a possível ausência de Serra.
Assentindo com a cabeça, avancei para tomar meu lugar na Sala do Pequeno Conselho, onde o grupo de homens mais poderoso do Reino debateria assuntos relacionados a Westeros e seus problemas recentes. A intensa implosão de rebeliões pelo continente não agradava-me de forma alguma, mesmo que, felizmente, a onda revolucionária não tivesse atingido a Coroa nem as Terras Ocidentais. O pensamento trouxe à tona a canção "As Chuvas de Castamere", tão presente em minha vida quanto pude lembrar, que retratava o que acontecia com aqueles que revoltavam-se contra os Leões.

Algum tempo passou até que, por fim, finaliza-se meu trajeto. A sala era bem trabalhada em pedras brancas, criando um aspecto confortável e benevolente no espaço. Adjetivos que, ironicamente, nunca acompanhavam os embates realizados na localidade.
- Sozinho, novamente. - as palavras se perderam no vazio da sala. Tomando o lugar designado à rainha, aguardei o restante dos membros chegarem, enquanto meus dedos dedilhavam a mesa bem trabalhada presente no local.



lannister
avatar
Imagem :
Mensagens : 67
Nome do jogador : Richard
Idade : 54
Salário extra : 0%
http://winordie.forumeiros.com/t301-lannister-richardhttp://winordie.forumeiros.com/t301-lannister-richardhttp://winordie.forumeiros.com/t301-lannister-richardVer perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo



Small Council

O Grande Meistre suspirou profundamente ao acordar, sem querer se levantar naquela manhã. Tudo o que havia se passado nos dias anteriores ainda martelava a mente do homem, que desejava de todo o coração poder fazer algo para impedir a execução de Meistre Boros, que não demoraria nada a chegar. Porém, mesmo alguém com a influência que ele possuía na Capital não era capaz de fazer nada por alguém que, como Boros, havia declarado deliberadamente sua posição contra a rainha na frente de todo o povo de Serra. O ancião sabia bem que as intenções do meistre eram as melhores, e que sua única vontade era cumprir o desejo da Cidadela. Porém, ele não podia ter escolhido pior jeito de fazer aquilo. E por isso Boros iria queimar, e não havia nada a ser feito.

“Devíamos ter agido muito antes, antes de toda esta demência alcançar o nível atual. Uma mulher insana a governar o Reino, aquela seita herege a que chamam de religião, imposta. Dragões a voar livremente pelos céus de Porto Real[...] A Cidadela quis manter-se nas sombras, encoberta, e agora pode mesmo ser tarde demais...”

Daruos tinha calafrios sempre que se lembrava das palavras do aprisionado meistre. Estaria a Cidadela realmente perdida? Queria acreditar que não, queria crer com todas as forças que não era tarde demais para que começassem a agir, mas ainda assim tinha suas dúvidas. Sua nomeação para Grande Meistre havia sido tardia, e o conselho da Cidadela realmente havia se escondido nas sombras por tempo demais. Toda a praga que queriam evitar havia se espalhado não apenas por Porto Real, mas por toda Westeros. O Vale de Arryn estava tomado por ela, de acordo com o que a mestre dos sussurros havia confidenciado ao homem. Mesmo na Campina, onde a Cidadela a combatia com todas as forças, ela continuava a crescer.

O antigo Arryn teria que agir sem qualquer falha. Um único erro e seu destino seria exatamente o mesmo que o de Boros, e então toda a Cidadela estaria perdida. Seu trabalho havia se iniciado quando ainda era o meistre de Garad Ashford. Os sussurros de glória em seu ouvido haviam incitado o jovem lorde a rebelar-se contra os hereges, assim como havia sido antes com Osyl Hihgtower, graças às palavras de Hoster. Com o tempo e influência da Cidadela, a rebelião havia adquirido força o bastante para que Daruos pudesse passar para o segundo estágio, em Porto Real. Ainda assim, temia não ser bom o bastante para a tarefa que lhe fora atribuída.

Reunindo toda a coragem necessária para levantar-se mais um dia e encarar aquele ninho de víboras, o Grande Meistre vestiu-se com seus habituais trajes. A longa corrente em seu pescoço era feita de tantos metais e era tão longa que dava quatro voltas em seu pescoço, demonstrando tudo o que havia aprendido em seu tempo na Cidadela. Qualquer membro do Pequeno Conselho que tivesse um pouco de sabedoria iria ter a certeza de que Daruos era tão perigoso ali quanto qualquer um dos outros. Mas eles mal sabiam que, na verdade, seus planos o tornavam ainda mais perigosos que o próprio Richard Lannister.

Após aprontar-se completamente, o ancião caminhou para a sala onde o Pequeno Conselho se reunia. Era dia de encontrar-se com os homens e mulheres mais manipuladores de Westeros. De seu quarto, demorou apenas alguns minutos caminhando pela Fortaleza Vermelha para chegar à sala do Conselho, onde estava apenas a Mão do Rei. Não era uma novidade para Daruos, já que a rainha Serra nunca estava presente nas reuniões que tratavam acerca de tudo o que estava acontecendo em seu próprio reino. O Grande Meistre detestava aquilo nela, assim como detestava quase tudo o que a Targaryen fazia. Porém, precisava se manter firme em suas funções.

— Senhor Mão — cumprimentou o Lannister antes de tomar o seu lugar naquela sala, aguardando que os demais membros chegassem para que a reunião pudesse se iniciar.
"Who do you think killed all the dragons the last time around? Gallant dragonslayers armed with swords? The world the Citadel is building has no place in it for sorcery or prophecy or glass candles, much less for dragons."
avatar
Imagem :
Mensagens : 22
Nome do jogador : Gabs
Dragões de ouro : 99
Veados de prata : 140
Estrelas de cobre : 00
Idade : 64
Salário extra : 18%
Ver perfil do usuário
Grande Meistre

Voltar ao Topo Ir em baixo



A Feast for Crows

A luz cinzenta da alvorada jorrava através de sua janela quando o trovão dos cascos acordou Duncan Mormont de seu breve sono exausto. Ergueu a cabeça da mesa para olhar para o pátio. Lá embaixo, homens revestidos de cota de malha e manto carmesim faziam a manhã ressoar ao som de espadas e derrubavam falsos guerreiros recheados de palha.

A manhã estava encoberta e sombria. Duncan estava tomando o café da manhã quando um intendente irrompeu no recinto e lhe entregou o chamado para uma reunião do pequeno conselho. Duncan vestiu sua armadura e foi. O longo caminho que teve de percorrer até a Torre da Mão foi suficientemente longa para ele se lembrar do sonho que o apunhalou na noite passada. Ele sempre tinha o mesmo sonho.

Entrou em passos largos na sala do conselho, cansado até os ossos pois não conseguira dormir aquela noite. Encontrou dois membros à sua espera. O aposento estava ricamente mobiliado. Tapetes myrianos cobriam o chão em vez de esteiras e, num canto, cem animais fabulosos saltavam em tintas vivas num biombo entalhado vindo das Ilhas do Verão. As paredes estavam cobertas por tapeçarias de Norvos, Qohor e Lys, e um par de esfinges valirianas flanqueava a porta, com olhos de granada polida ardendo em rostos de mármore negro.

O homem de que Duncan menos gostava, a Mão Richard, o abordou no momento em que entrou. Duncan aplicou uma vênia sem deixar seus pensamentos explícitos no semblante, ainda que as expressões de ambos à mesa fosse como um livro aberto. Os olhos o julgavam pelo ocorrido com o príncipe Eragon, porém o Mormont já não se importava. Assim como um garoto se acostuma com o peso da espada, Duncan se acostumara com o peso de seus pecados. As mãos do Senhor Comandante eram sujas, mas, ainda que Richard não tivesse usado sua espada, suas mãos eram tão sujas quanto.

Já o homem que Duncan menos se incomodava, era o meistre. Seus olhar era penetrante, ainda que a idade tivesse sugado a vida deles. Duncan pensara que quando o velho era mais novo, seus olhos deveriam ser mais afiados que a Garralonga presa em sua cintura. Finos fios de cabelo branco escorriam por todo seu corpo, ocultando um rosto enigmático. Seu colar de meistre não era uma simples gargantilha de metal, mas sim pesadas correntes entretecidas num ponderoso colar de metal que o cobria da garganta ao peito.

Enquanto os outros ocupavam seus lugares habituais, Duncan Mormont foi atingido violentamente pelo pensamento de o seu lugar não ser aquele, naquela sala, com aqueles homens. Recordou o que Eragon dissera na Sala do Trono. Aquilo martelava em sua cabeça diariamente. Deixou os pensamentos livres de sua mente, buscando atenção e foco para lidar com aqueles homens. Estou cercado de aduladores, idiotas, cobras e ratos, ele pensou. Duncan olhou a mesa do conselho e perguntou a si mesmo quais seriam as cobras e quais seriam os ratos. Pensou já sabê-lo. -Senhor Mão. Grande Meistre. - Duncan os cumprimentou, pairando ao lado de Richard. O Urso pensara que uma cobra saberia se defender melhor que um rato, ainda que seu propósito naquela sala não fosse esse.

Thanks to Evil Queen


avatar
Imagem :
Mensagens : 113
Nome do jogador : Duncan
Idade : 41
http://winordie.forumeiros.com/t792-mormont-duncan#6741Ver perfil do usuário
Senhor Comandante da Guarda Real

Voltar ao Topo Ir em baixo

O que está morto não pode morrer
O sol estava alto e os céus com poucas nuvens. A fortaleza real de tijolos vermelhos se erguia de forma imponente sob a Colina de Aegon. O clima estava agradável e o inverno ainda não surtira seu efeito real sobre a cidade. Algo que era completamente diferente das Ilhas de Ferro em comparação com Porto Real era seu clima e uma série de outras coisas que agradavam Ulfric a mais, em contrapartida, outras o desagradava imensamente, como a plebe miserável que não era socorrida pela corte, as disputas infantis de pequenos lordes por alguns metros a mais de terra, as fofocas da sociedade nobre - que já acometeram Ulfric quando este atingira o posto que ocupa - e a corrupção da cidade desde seus níveis mais baixos até os mais altos.

O Sparr encontrava-se em seus aposentos debruçado sob uma mesa de trabalho, desenhando um projeto de duas torres que continham engrenagens em seu interior e balistas nos cumes. Pouco à pouco o rapaz examinava um pequeno quadro que retratava a Baía da Água Negra vista das ameias orientais da Fortaleza Vermelha. Sabia disto pois pedira para um pintor realizar o retrato,  este fora um dos primeiros pedidos como Mestre dos Navios e certificou-se de adotar uma postura arrogante e prepotente para ludibriar a mente do pintor e dar a entender que fora apenas um pedido excêntrico de um jovem num cargo de poder. Ulfric nunca tivera muitos opositores ou jogadores escondidos e traiçoeiros nas Ilhas de Ferro, visto que, quando se havia inimizades estas eram logo declaradas e meio segundo depois um navio estava se chocando contra o outro ao som de machadadas, espadadas e gritos de guerra. Intrigas não floresciam em sua terra natal, assim como qualquer outra coisa, entretanto, Porto Real era completamente o oposto e disso sabia e se prevenia a cada ação que tomava desde que ascendera a tal posto.

Passando um pincel tão fino como seu mindinho pelo papiro, acentuou o esquema interior da torre que consistia em roldanas e engrenagens tão grandes como um cavalo de batalha saudável. As engrenagens eram presas paralelamente a uma espécie de carretel de mais de três metros de diâmetro que guardava enrolada uma pesada corrente. Para impedir uma possível sabotagem se encontrava uma espécie de parede protetora que tampava o interior do cilindro que seria rebitado e revestido de metal. Uma alavanca giratória encontrava-se anexada ao outro lado da engrenagem paralela ao carretel, e conforme esta fosse girada, faria com que o conteúdo do cilindro fosse retraído ou solto. O mesmo esquema encontrava-se na outra torre, e ambas eram feitas de madeira e reforçadas com metal.

Sobre a água da baía o rapaz desenhou uma imensa corrente em forma de grade estendida por completo, como se estivesse bloqueando a passagem de qualquer navio que quisesse adentrar ou sair da cidade por água. Satisfeito com o progresso que fizera em seus esquemas de engenharia, jogou um fino pó branco sobre o papiro acelerando a secagem da tinta, enrolou-o, selou-o com cera e o símbolo misto da coroa e de sua casa. Precauções devem ser tomadas… Pensou quietamente, andando até debaixo de sua cama. Retirou um punhal que se encontrava em sua cabeceira, enterrou-o na pedra do chão e inclinou-o como uma alavanca fazendo o piso saltar para cima. Retirando o piso, tateou uma caixa de ferro que encontrava-se fechada por uma tranca de ferro, e não tardou em abri-la com uma chave que encontrava-se dentro de sua camisa e pendurada pelo pescoço. Rapidamente, depositou o conteúdo dentro da caixa, enfiou-o no solo e recolocou o piso de pedra. A caixa estava enterrada, trancada e segura. A chave já encontrava-se no pescoço do rapaz e escondida por suas vestes superiores.

- Muito melhor… Pensou, cauteloso e até paranoico talvez. Deixou o punhal em seus aposentos e organizou sua mesa de trabalhos de uma forma aparentemente normal para visitantes inesperados, mas peculiar e precisa para si mesmo. Vestiu-se com calças e botas de couro, colete de mangas longas e tecido pesado preto. Vestuário muito simples para um Mestre de Navios, mas não se importava, não iria ostentar pompa alguma,a menos que lhe fosse ordenado. O rapaz tratou de tomar um livreto de anotações nas mãos junto com uma caneta tinteiro, e sumiu do aposento em direção a Torre da Mão, uma reunião do Pequeno Conselho havia sido requisitada.

O Sparr não estava acompanhado de soldados, optara por dispensá-los como sempre fazia desde que se instalara na fortaleza. Soldados são olhos e bocas, e espiões vivem graças aos seus olhos e bocas. Pensou rapidamente. Galmar, seu tutor na sua terra natal havia lhe ensinado bem por muito tempo e sua estadia breve na Cidadela tal qual suas navegações no Mar de Verão haviam lhe tornado mais capaz e ágil mentalmente, disso, tinha certeza.

Não demorou muitos minutos e já estava na Torre da Mão. Confidenciou aos soldados quem era e a que viera e os mesmo lhe deram passagem. Ulfric não conhecia muito bem a Mão, o Grande Meistre ou sequer o Comandante da Guarda Real ou Mestre da Moeda, mas sabia que não podia confiar neles e que deveria ser racional e sensato durante as reuniões. Optaria por observar, pesar, deduzir, ponderar e somente depois falar. Conhecer seus colegas de servidão seria crucial para estabelecer discernimentos e facilitar sua vida e sua gestão em Porto Real. Não adentraria com pré conceitos, mas tampouco adentraria aberto, exposto ou de forma ingênua.

Abrindo a porta observou o ambiente. Tapeçarias e rendas de Myr, quadros de outras cidades livres, alguma mobília junto de algumas plantas bem cuidadas e em lugar de destaque duas esfinges valirianas, tal qual as gêmeas esfinges encontradas na Cidadela. Com passos leves e longos avistou a grande mesa entalhada e lá estavam três figuras distintas. Um homem de armadura, provavelmente Duncan Mormont, que era o Comandante da Guarda Real. Um velho homem de túnica cinza, cabelos longos e finos, Grande Meistre Daruos. E mais um outro alto, branco, careca salpicada de alguns cabelos e numa veste e lugar à mesa bem característicos, Richard Lannister, a Mão.

- Saudações senhores. Proferiu respeitosamente. Varreu o aposento, mas não encontrou mais ninguém e tampouco aquela que ele mais esperava ver, a rainha Serra Targaryen. Suspirou por dentro, decepcionado mas manteve-se calmo e austero por fora, tomando um lugar afastado de todos e permanecendo assim calado.


Legendas

Falas
Narração
Pensamentos
Falas de Terceiros

Habilidade treinada:
Engenharia

ULFRIC SPARR


Ulfric Sparr of House Sparr from Great Wyk
-
Make Iron Island's Great Again


avatar
Imagem : no lollygagging
Mensagens : 102
Nome do jogador : shadow
Dragões de ouro : 104
Veados de prata : 29
Estrelas de cobre : 4
Idade : 22
Salário extra : 16%
http://winordie.forumeiros.com/rpg_sheet_edit?u=672Ver perfil do usuário
Mestre dos Navios

Voltar ao Topo Ir em baixo

Intervenção
Um Meistre pede licença para entregar uma carta a Sor Duncan, imediatamente se retirando e permitindo a continuação da reunião do Pequeno Conselho.

Observações


+ Esta é uma intervenção do Narrador, devido ao envio de uma carta a Sor Duncan Mormont. Deve responder a esta RP, fazendo um post para receber a carta e para poder prosseguir com os planos da carta, para além de poder mencionar o seu conteúdo em futuros posts.



Prezado Senhor comandante da guarda real, meu irmão.

Venha por meio desta, solicitar ajuda. Não de números, mas de comando. O Norte precisa dos seus filhos, meu irmão. O norte precisa dos Nortenhos. E eu preciso de sua ajuda.

O Inverno chegou. E aqui permanecemos. E iremos permanecer.

© Ross [Win or Die]

avatar
Imagem :
Mensagens : 1599
http://winordie.forumeiros.comVer perfil do usuário
Narrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

VIPERS MEETING

Os olhos da ruiva esquadrinhavam o pátio do Castelo com atenção. Sua cabeça viajava em imagens, lembranças e pensamentos vindouros. Quando imaginou-se em Porto Real? Nem em um milhão de anos, ao sair de Essos na companhia do Lorde de Ashford. Sua infância difícil, seu crescimento duro no templo de R’hllor. Seu senhor devia estar feliz com seus atos, para tê-la posto em um cargo tão importante e de tanta influência ao lado da Rainha Usurpadora.

Sabia também que estava completamente cercada por víboras silenciosas, prontas para dar o bote em quem fosse, afim de alcançar os seus objetivos. Layna não estava tão diferente, porém sabia por onde rastejar. Ser Mestre dos Sussurros do Pequeno Conselho a disponibilizava certos privilégios e informações que ninguém mais detinha. Usá-las a seu bel prazer para manipular certas pessoas ou grupos era algo grande.

— Milady? O Lorde Lannister espera todos para a reunião do Pequeno Conselho. — a voz firme de um dos guardas do manto dourado anunciou firme na porta de seus aposentos. — Obrigada. — agradeceu de cabeça baixa, fechando alguns pergaminhos sobre a mesa. O homem não levantou os pés, continuando firme esperando-a. —Pois bem. Sou uma pobre criança que não conhece o caminho, não é mesmo? Leve-me lá. — sem esconder o desagrado, acompanhou-o.

O caminho até o salão de reuniões fora curto e silencioso. O guarda estava sempre às suas costas. Quase todos estavam presentes, como pôde notar. O senhor Mão, Richard Lannister, o Leão de Rochedo. Grande Meistre Daruos, quem conhecia de outras épocas quando ainda viviam em Ashford. O grande urso Mormont. Também o pequeno e jovem mestre dos Navios, Ulfric. Faltavam ainda o mestre da Moeda e o Mestre das Leis, lorde Blackfyre.

— Saudações à todos. Perdoem-me o atraso. — um sorriso discreto brilhou no rosto da ruiva, logo tomando seu lugar à mesa, aguardando as instruções do Mão.

POIS A NOITE É ESCURA E CHEIA DE TERRORES
avatar
Imagem : Fire
Mensagens : 220
Nome do jogador : Olhe para as chamas
Dragões de ouro : 214
Veados de prata : 136
Estrelas de cobre : 17
Idade : 00
Salário extra : 109%
Ver perfil do usuário
Mestre dos Sussurros

Voltar ao Topo Ir em baixo

O
 dragão negro nunca sonhou sentir tanta falta em suas três décadas já vividas, quanto sentia por sua família. Maelys e Visenya, respectivamente sua mãe e irmã, cujo precisou deixa-las em Pentos. E, também, nunca se imaginou em Westeros, principalmente atuando como um lacaio da rainha. Serra Targaryen era o nome da mulher de tal cargo. Fêmea problemática eu, o narrador, a caracterizaria. Talvez fosse uma vítima da doença apelidada como “Loucura Targaryen”, que atormenta a família; possuidora de laços sanguíneos com Aerys II Targaryen – pai de sua mãe, seu avô obviamente -, o famoso “Rei Louco”, além de ter sido o último a sentar-se no Trono de Ferro antes da tomada de Porto Real, coisa feita por Robert Baratheon. Todavia, antes de todas essas águas turbulentas, no decorrer do seu comando, este considerado promissor, por toda a Westeros, um de seus feitos foi deixar as regiões em paz e prosperidade.

Durante a sua vivência em Porto Real, Maegor adquiriu o cargo de “Mestre das Leis”, assim, tornando-se automaticamente um membro do Pequeno Conselho da Rainha. Tal grupo teve início na época da Dinastia Targaryen, tratando-se de uma reunião de pessoas influentes com o intuito de debater sobre assuntos políticos de diversos tipos; é comandado pelo rei, ou no caso, pela rainha.

Em seu tempo livre, Maegor gosta de pegar um livro qualquer e ler o conteúdo imposto em suas linhas. No reinado de Robert Baratheon, o próprio rei mal aparecia nas reuniões, deixando o trabalho para o grupo. Os participantes do Conselho na época eram: Jon Arryn, a Mão do Rei, executando o papel com maior importância dentre todos, sendo considerado como o “substituto do regente de Westeros” em seu tempo fora, contudo, com o seu falecimento, o título foi sucedido por Eddard “Ned” Stark, o qual todos sabemos o seu fim; depois havia o Grande Meistre Pycelle, que prestou serviço para o Pequeno Conselho e Porto Real por volta de 40 anos, detinha a função relacionada ao conhecimento e cultura; lorde Petyr Baelish, mais conhecido como “Mindinho”, era o seu Mestre da Moeda, desempenhando o papel de controle dos tesouros e finanças; o Mestre dos Sussuros era Varys, este que liderava os espiões; o Mestre das Leis era Renly Baratheon, irmão menor do rei, controlando o sistema judiciário e as leis; lorde Stannis Baratheon de Pedra do Dragão, além de ser o segundo fraterno de Robert, era o seu Mestre de Navios, responsável pela a navegação; e, por fim, o Senhor Comandante da Guarda Real, o conselheiro sobre a segurança, era Janos Slynt.

Mas enfim, dispensando esses fatos históricos, foquemos no presente. — Já irei. Não precisa me apressar. — Enunciou o moreno, expondo sua voz com contrastes roucos ao serviçal, este que lhe alertou sobre a reunião do Pequeno Conselho. Ergue-se da água, os pingos transcorriam seu corpo em cascata, enquanto saia da banheira. Trajou uma vestimenta confortável, mas estava bem vestido. [...] A caminhada pelos corredores do castelo Fortaleza Vermelha foi preguiçosa, despretensiosa, o que estava errado mediante as circunstâncias.

Em frente à porta da sala, o homem absorveu o oxigênio. Estático, pensamentos pairavam seu sistema nervoso, ao mesmo tempo em que tomava coragem adentrar o cubo. E fez. Por sorte, obra do destino e do acaso, não foi o último a chegar; somente faltava o Mestre da Moeda, Brandon Baelish. — Senhores. Desculpem-me pelo o atraso. — Em tom ameno foi dissertada a saudação, movendo o crânio lentamente em uma reverência diplomática. Tomou o passo até uma cadeira qualquer, onde precisou percorrendo certa porcentagem do espaço que o lugar possuía e, assim, pôde se acomodar no assento. Ficou à espera da pauta para a discussão, tamborilando a pontas do indicador no plano da mesa, impaciente.

Habilidade Treinada:
+História



— Emperor's new clothes. I'm taking back the crown.  I'm all dressed up and naked. I see what's mine and take it.


avatar
Imagem :
Mensagens : 29
Nome do jogador : Vitu
Dragões de ouro : 20
Veados de prata : 84
Estrelas de cobre : 00
Idade : 35
Salário extra : 2%
Ver perfil do usuário
Mestre das Leis

Voltar ao Topo Ir em baixo

Avaliação de treino de habilidade

Maegor Blackfyre

Excelente treino Maegor, parabéns!!


Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (40/40)
+ Estrutura e Coesão (30/30)
+ Enredo e Criatividade (20/20)
+ Ortografia e Organização (10/10)

Total (100/100)


+ 18% de experiência pelo atributo de inteligência com 7 pontos
+ 10% de experiência por ter a habilidade no nível 0

Recompensas
+ 128 pontos de experiência em história
avatar
Imagem : What is dead may never die, but rises again, harder and stronger.
Mensagens : 116
Nome do jogador : David
Dragões de ouro : 00
Veados de prata : 00
Estrelas de cobre : 00
Idade : -
Salário extra : 0%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Avaliação de treino de habilidade

Ulfric Sparr

Parabéns, foi um ótimo treino!


Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (40/40)
+ Estrutura e Coesão (30/30)
+ Enredo e Criatividade (20/20)
+ Ortografia e Organização (10/10)

Total (100/100)


+ 42% de experiência pelo atributo de inteligência com 5 pontos
- 45% de experiência por ter a habilidade no nível 8

Recompensas
+ 97 pontos de experiência em Engenharia


avatar
Imagem : What is dead may never die, but rises again, harder and stronger.
Mensagens : 116
Nome do jogador : David
Dragões de ouro : 00
Veados de prata : 00
Estrelas de cobre : 00
Idade : -
Salário extra : 0%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum










O Win or Die foi inaugurado a 09.09.2015. O RPG passa-se no mundo de As Crónicas de Fogo e Gelo, criadas por George R. R. Martin, mais de 50 anos depois dos acontecimentos dos livros. A trama inicial foi criada pela Staff, mas agradecemos a todos os nossos jogadores pela sua ajuda na evolução da mesma.
A nossa skin foi inteiramente criada por Ross (Many-Faced God), incluindo os templates de post e da página inicial, para uso exclusivo no Win or Die RPG, com o apoio da Soph (The Maiden) e do Tiago (Baelor Targaryen). O slider do nosso mural foi criado por CSS Slider. As imagens usadas foram tiradas do Google e editadas por Ross. Agradecemos ainda ao FM Codes e Best Skins pelos seus tutoriais de Javascript. Plágio é crime.

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::