We're at war nowA Song of Ice and Fire RPG
The game has begun. Will you win, or will you die?
Últimos assuntos
» Ausências
por The Maiden Sab Abr 29, 2017 3:25 pm

» [RP fechada] Mind Games
por Syndor Qua Mar 22, 2017 10:35 pm

» Pedido de atualização
por Francesca Sweet Sab Mar 18, 2017 8:23 pm

» [RP Fechada | 18+] Tell Me
por Dennis Braund Sab Mar 18, 2017 1:56 am

» [Quest Narrada] A Seita Branca
por Nanien Mormont Qui Mar 16, 2017 11:04 pm

» Avaliação de treinos
por Meena Ter Mar 14, 2017 12:52 pm

» [ Quest Narrada ] - Saquear!
por Dorian Mormont Seg Mar 13, 2017 7:44 pm

» [RP Fechada] Something Else?
por Dorian Mormont Seg Mar 13, 2017 7:32 pm

» Check-in [Fevereiro]
por Hyperion Targaryen Dom Mar 12, 2017 2:55 pm

» [RP FECHADA] Distant past
por Ella Baratheon Sab Mar 11, 2017 1:35 pm

» [RP FECHADA] The deer on ice
por Ella Baratheon Sab Mar 11, 2017 1:25 pm

» [RP Fechada | Flashback] Recovery drink
por Many-Faced God Qui Mar 09, 2017 11:49 am

» [RP Aberta][Flashback] Kung Fu Panda
por Many-Faced God Qui Mar 09, 2017 11:34 am

» [RP FECHADA] Beyond the view
por Many-Faced God Qui Mar 09, 2017 11:22 am

» [Quest Narrada] Human hunting
por Theon Snow Qua Mar 08, 2017 4:22 pm

» Solicitação de Grupos
por Davos Icewood Ter Mar 07, 2017 10:15 pm

» [RP fechada] What do you see?
por Dorian Mormont Seg Mar 06, 2017 11:14 pm

» [Quest Narrada] Hot room
por Narrador Seg Mar 06, 2017 10:52 pm

» [Quest Narrada] Do not succumb
por The Maiden Made of Light Seg Mar 06, 2017 8:55 pm

» [RP Fechada]Flashback - The Bastard Child in the Snow. Pt.2
por Theon Snow Seg Mar 06, 2017 4:23 pm

» [RP Fechada] Crazy Kids
por Elyria Arryn Seg Mar 06, 2017 2:55 am

» [RP FECHADA] Confidence
por Elyria Arryn Seg Mar 06, 2017 1:15 am

» Quest Narrada - O Lugar de um Lorde
por Dorian Mormont Dom Mar 05, 2017 9:11 pm

» [RP fechada] Looking for a Fight
por Nälla Dom Mar 05, 2017 12:19 pm

» [RP Fechada | 18+] Facing the Lioness
por Dennis Braund Sab Mar 04, 2017 5:15 pm

» [RP FECHADA] Primeiros passos
por Arthor Stark Sex Mar 03, 2017 5:01 pm

» [RP fechada +18] Wicked Game
por Dennis Braund Sex Mar 03, 2017 4:33 pm

» [Quest Narrada] Dia da Caça, Dia do Caçador
por R'hllor Sex Mar 03, 2017 3:11 pm

» [Aviso] Pedidos no WOD-Resources
por Narrador Qua Mar 01, 2017 7:35 am

» Pedidos de quest
por R'hllor Ter Fev 28, 2017 11:54 pm

» [RP FECHADA +18] - Into the Lion's Den
por Susanne Glover Ter Fev 28, 2017 5:23 pm

» [RP FECHADA - 18+] Coming back? Are you sure?
por Erin Lannister Ter Fev 28, 2017 5:03 pm

» [RP Aberta] Hunting The Chicken
por Roth Whiteforest Seg Fev 27, 2017 2:25 pm

» [RP Fechada, flashback] You only live once
por Cory Silversun Seg Fev 27, 2017 1:37 am

» [RP fechada | Flashback] Old man, poor man
por Masamune Tsubakein Dom Fev 26, 2017 10:39 am

» [RP FECHADA] I Put a Spell on You
por Quinn Elijah Flowers Dom Fev 26, 2017 6:02 am

» [RP FECHADA] Flashback — running through the fire
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 5:12 pm

» [RP Fechada] Mirror of the Destiny, can you show me...? ~ Flashback
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 4:51 pm

» Premiações [Fevereiro]
por Anole Tallhart Sab Fev 25, 2017 4:16 pm

» [RP Fechada]Flashback - The Bastard Child in the Snow. Pt.1
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 12:20 pm

» [RP ABERTA] Mademoiselle Marchand
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 12:12 pm

» [RP FECHADA] O dever de um Lord #1
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 12:08 pm

» [RP FECHADA] Recomeço
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 11:56 am

» [RP FECHADA - FLASHBACK] forget it
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 11:49 am

» Atualizações Específicas
por Roth Whiteforest Sab Fev 25, 2017 10:57 am

» [RP Fechada] Bring Me Virgins
por Dennis Braund Sab Fev 25, 2017 2:45 am

» [TREINO] Black Warrior
por Alice Targaryen Sex Fev 24, 2017 4:59 pm

» [RP ABERTA] Dance Of The Druids
por Many-Faced God Sex Fev 24, 2017 2:02 pm

» [FP] Hew Tyrell
por Many-Faced God Sex Fev 24, 2017 12:41 pm

» Solicitação de Conquistas
por R'hllor Qui Fev 23, 2017 11:42 pm

» [RP Fechada] The precise attack
por James Lannister Qui Fev 23, 2017 11:03 pm

» [FP] Desmond Targaryen
por Desmond Targaryen I Qua Fev 22, 2017 5:21 pm

» Quest Narrada - Uma transa de matar
por Narrador Qua Fev 22, 2017 1:36 pm

» RP FECHADA - Win or Die
por Drywn Graceford Ter Fev 21, 2017 1:01 am

» [RP Fechada/Flashback] Do not go, my dear
por Alannys Ashford Seg Fev 20, 2017 11:24 pm

» [RP Fechada] The witch and the prostitute
por Layna de Braavos Seg Fev 20, 2017 10:35 pm

» Quest narrada - Uma nova tarefa
por Alaric Umber Seg Fev 20, 2017 10:25 pm

» Quest narrada - O dia de amanhã
por Layna de Braavos Seg Fev 20, 2017 9:42 pm

» Quest Narrada - Onde se separa a menina da mulher
por Dorian Mormont Seg Fev 20, 2017 5:13 pm

» Quest Narrada - Sérios problemas
por Dorian Mormont Seg Fev 20, 2017 5:09 pm

» Moderação de tópicos
por Allenhardt Pyke Seg Fev 20, 2017 2:46 pm

» [RP fechada - Flashback] - The water hears and understands
por Allenhardt Pyke Seg Fev 20, 2017 2:44 pm

» RP Fechada - Mercy
por The Old Gods Seg Fev 20, 2017 2:24 pm

» [RP FECHADA] Reading until dawn
por The Old Gods Seg Fev 20, 2017 1:22 pm

» [Dungeon] Frozen Treasure - Inscrições
por Dorian Mormont Seg Fev 20, 2017 12:01 am

» [RP FECHADA] Um novo homem [+18]
por Elizabeth Tyrell Dom Fev 19, 2017 11:09 pm

» [RP FECHADA] PREFÁCIO — Disturbing nights
por Dorian Mormont Dom Fev 19, 2017 10:40 pm

» [RP Fechada] A Beautiful Day to Walk
por James Lannister Dom Fev 19, 2017 5:20 pm

» [Quest One Post] Careful, child
por The Maiden Made of Light Sab Fev 18, 2017 11:02 pm

» RP fechada - Aquecimento de inverno
por The Old Gods Sab Fev 18, 2017 5:32 pm

» [RP Fechada] Moment Between Sisters
por Leana Targaryen Sab Fev 18, 2017 1:23 pm

» [RP FECHADA] THE BEAST INSIDE
por The Black Goat of Qohor Sab Fev 18, 2017 1:01 pm

» [RP Fechada] As Sombras Erguem-se
por Narrador Sex Fev 17, 2017 7:54 pm

» [RP Fechada - Flashback] Try Again
por The Old Gods Sex Fev 17, 2017 6:58 pm

» [RP Fechada/flashback] The golden age
por The Old Gods Sex Fev 17, 2017 6:46 pm

» [RP Fechada - Flashback] Only policy
por The Old Gods Sex Fev 17, 2017 6:22 pm

» [FP] Ambrose, Garth.
por The Maiden Made of Light Sex Fev 17, 2017 3:32 am

» [RP Fechada] House of Memories
por Elyria Arryn Sex Fev 17, 2017 1:27 am

» [Dados] As Sombras Erguem-se
por Narrador Sex Fev 17, 2017 12:35 am

» [RP Fechada] Red lips always lie
por Layna de Braavos Qui Fev 16, 2017 9:53 pm

» [RP Fechada] Ascensão
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 7:36 pm

» [RP Fechada] Jobbery.
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 6:45 pm

» [RP Fechada] Fallin Apart
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 6:41 pm

» [RP Fechada] Bastard... and Mastermind.
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 5:44 pm

» [FP] Lancelyn Wyl (EM CONSTRUÇÂO)
por Lancelyn Qui Fev 16, 2017 5:24 pm

» [RP FECHADA] Snowed woods
por Alaric Umber Qua Fev 15, 2017 11:07 pm

» [Quest Narrada] Murder
por Narrador Qua Fev 15, 2017 10:44 pm

» [RP FECHADA +18] Lose It
por Terry Ashford Qua Fev 15, 2017 10:31 pm

» [RP Flash. +18] — She knows what I think about
por Many-Faced God Qua Fev 15, 2017 8:29 pm

» [Rp Fechada] Oloko
por Eustass Kid Qua Fev 15, 2017 8:17 pm

» [RP Aberta] A Agonia dos Corvos
por Many-Faced God Qua Fev 15, 2017 7:57 pm

» [RP Fechada] Lift Now
por Memphis Greyjoy Qua Fev 15, 2017 4:22 pm

» [RP FECHADA] Girls and knives, good brides
por Drowned God Qua Fev 15, 2017 4:02 pm

» [RP FECHADA] O Conselheiro da Fortaleza De Águas Claras.
por Drowned God Qua Fev 15, 2017 3:49 pm

» Promoção: Convide seus amigos
por James Lannister Qua Fev 15, 2017 11:40 am

» [Quest Narrada] The father's bones
por The Maiden Made of Light Qua Fev 15, 2017 7:12 am

» Quest narrada - Bravo?
por Lorien Hill Qua Fev 15, 2017 6:56 am

» Quest Narrada - Sussurros
por Dorian Mormont Ter Fev 14, 2017 9:23 pm

» [Quest Narrada] O satã
por Dorian Mormont Ter Fev 14, 2017 9:15 pm


[RP FECHADA] Confidence

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[RP FECHADA] Confidence

Mensagem por Cyrenna Arryn em Qui Nov 24, 2016 1:18 pm

Confidence
Esta é uma RP FECHADA e conta com a participação de Elyria Arryn e Cyrenna Arryn. Após anos de afastamento entre os dois ramos Arryn, Cyrenna faz um convite inesperado. Se passa na sala do trono do Ninho da Águia, é tarde e sol ainda segue encoberto por nuvens.   



Não existe o bem e o mal. Só existe o poder.
avatar
Imagem : Guardiã do Leste
Mensagens : 115
Nome do jogador : Bree
Dragões de ouro : 181
Veados de prata : 68
Estrelas de cobre : 00
Idade : 39
Salário extra : 16%
http://winordie.forumeiros.com/t321-lannister-arryn-cyrennaVer perfil do usuário
Guardião do Leste

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Confidence

Mensagem por Elyria Arryn em Sab Nov 26, 2016 8:20 pm

May your dreams come to reality
kingdom come
A carruagem que transportava Elyria deu um pequeno solavanco, fazendo-a levar as mãos instintivamente à barriga, em um ato de extrema proteção que, até alguns dias atrás, nem mesmo sabia ser capaz de ter. Não se importaria de estar indo a cavalo até o Ninho, se não fossem as palavras do meistre de Lar do Coração, que lhe causaram extrema alegria e angústia, revelando que uma vida se formava em seu ventre. A notícia até mesmo fora capaz de quebrar o mal-estar que se estabelecia com Colin, seu marido, enquanto ele a via arrumar algumas coisas para ir ao encontro de Cyrenna. O Arryn não confiava na Lannister que tomara o controle do Ninho da Águia, mas naqueles tempos, poucos confiavam nela. A própria carta que chegara ao Lar sob autoria de Layna de Braavos mostrava o quanto a regente era ardilosa, dando uma falsa morte a Damon Arryn. No entanto, Elyria não tirara conclusões precipitadas como Colin, que tão ingenuamente mencionara a carta à irmã, que levantou sussurros de guerra contra a permanência da Leoa no trono do Vale, embora o lorde de Lar do Coração tivesse preferido se abster, demonstrar neutralidade, até ter um diálogo com sua esposa que tanto lhe aconselhara em todos aqueles anos.

Não. A Mormont-Arryn sabia que havia algo mais por trás daquilo. Se os atos da regente se resumissem a tomar o lugar de Damon, ela o teria matado, ao invés de tê-lo escondido em algum lugar. E agora, depois de anos de afastamento, lady Cyrenna pedia pela presença de um Arryn no Ninho, mas não qualquer um. Não um que tivesse o sangue da Águia. Ela pedia pela presença de Elyria. Colin negara de primeira ao saber daquilo. Tinha medo de que a Leoa pudesse fazer algum mal contra a esposa, mas a Ursa já estava resoluta. Iria responder à solicitação do encontro. Mesmo assim, tivera discussões intermináveis com o lorde que não necessariamente envolviam mais do que algumas palavras acaloradas e acabavam na cama, com juras de amor que ele achava serem suficientes para fazê-la desistir da insanidade. Mas ela possuía uma honra.

Muito se identificava com a regente do Vale. Ambas eram ladies forasteiras, que não levantariam tanto apoio do povo, pelo menos não mais do que se os lordes tivessem se casado com mulheres do próprio Vale. No entanto, Elyria fizera por onde. Nos quase três anos que passara em Lar do Coração, fora capaz de ganhar o amor dos vassalos de Colin, por conta de suas observações e palavras sempre curtas, mas que iam de encontro ao objetivo. Era uma mulher perspicaz, e isso a fizera desenvolver um novo nível de confiança nos arredores do castelo. Isso e o fato de Colin efetivamente possuir sangue Arryn seria uma combinação mais do que poderosa para incitar uma rebelião se ambos quisessem, mas os dois entendiam que os filhos de Cyrenna eram os que herdariam o Vale, não que Elyria não tivesse utilizado de seus artifícios para persuadir Colin a acalmar-se.

Auxiliada por Rodrik, que nada dissera durante a viagem, a morena avançava por entre os níveis do Ninho, o que lhe cansava um pouco, mas não a permitia desfalecer. Vestia um longo vestido verde como o tom do brasão Mormont, usando o colar que fora presenteado pela regente. Sentia-se estranha com a sensação do leão coroado em seu pescoço, mas não faria uma desfeita para com a sua acompanhante da tarde.

Ao chegar à sala do trono, a lady ofegava, sua mão encontrando apoio no ombro do servo. Respirou fundo algumas vezes, de forma que se acalmasse, e alisou o vestido, preparando-se para ficar de frente com lady Cyrenna. Quando a viu, fez uma reverência longa, iniciando o tempo com a demonstração de sua educação.

- Lady Cyrenna Lannister-Arryn. É de um enorme prazer estar em sua presença. Solicito permissão para trazer alguns anseios meus e espero poder compreender os seus. - Deu um meio sorriso, procurando estabelecer um tom de simpatia.

habilidade treinada: ---
coding credit: sophia @ atf.
sophia


avatar
Imagem :
Mensagens : 158
Nome do jogador : Estrela
Dragões de ouro : 148
Veados de prata : 171
Estrelas de cobre : 4
Idade : 30
Salário extra : 34%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Confidence

Mensagem por Cyrenna Arryn em Seg Nov 28, 2016 3:34 pm

CONFIDENCE

Os últimos vestígios da passagem de Holland Royce e Hades Waynwood já haviam desaparecido. O que antes era um conselho de guerra, agora se reduzira a uma sala de chá. A soberba sala do trono conservava os mesmos traços de centenas de anos antes, e ao contrário do esperado, Cyrenna não dividira o brasão dos Arryn para prestigiar o leão dourado de sua casa de nascimento. Não era esse tipo de mulher, não deixava que o orgulho cegasse seu bom senso, assim como Cersei e Joffrey haviam feito. Era temida por metade do Vale, afrontada pela outra metade e odiada por todo ele. Assumir isso era o primeiro passo para uma jornada consciente. Três anos haviam sido mais que suficientes para estabelecer suas ambições. Damon estava confortável e mais calmo, quase disposto a aceitar suas carícias novamente. Aliah crescia a evoluía a olhos vistos, cada dia mais perto de ser prometida a um herdeiro digno.

Cyrenna pensara do assunto diversas vezes. Não queria que a filha fosse a moeda de troca que ela fora um dia, mas tinha de começar a ser realista. As vantagens de casar Aliah no Vale eram imensas, entregaria a garota de bom grado a Colin Arryn, muito mais velho, se o mesmo já não estivesse casado. Se entristecia com as poucas perspectivas. Os Targaryen não eram mais uma opção, os Tully eram uma mera sombra do que haviam sido, a Campina logo se tornaria um grande cemitério e Dorne era o último lugar no mundo a ser considerado pela Guardiã do Leste.

O casamento com um herdeiro de seu sangue era o indicado. Há muito cultivava a ideia de oferecer a filha a um de seus tios, mas era desencorajada pelos Septões. Agora que a Fé Vermelha era a crença oficial do reino, porém, a história poderia voltar a ser discutida. Mas aquele não era o momento. Cyrenna Arryn tinha o filho mais novo, Jaime, apoiado em um dos joelhos e o afilhado, Orys, apoiado no outro. Cresciam fortes e como irmãos, o futuro senhor do Vale o bastardo que a Lady jurara proteger. Cyrenna acariciou os cabelos escuros do filho e depositou um beijo na testa de Orys Snow, antes que pedisse que os garotos fossem levados aos seus aposentos.

Não queria envolvê-los em nada que não fosse compatível com a idade deles, não até que deixassem suas espadas de madeira e empunhassem aço. Assim que foi deixada sozinha, um dos cavaleiros prateados anunciou a aproximação da comitiva de Lar do Coração. Havia doces, flores e vinho esperando por Lady Elyria, nada muito exagerado, pois Cyrenna não queria assustar a convidada com excesso suspeito de atenção e mimo. Levantou-se de seu trono e ajeitou as mangas do vestido negro que usava. Desde a suposta morte de Damon, tomara o cuidado de usar apenas cores escuras, luto e discrição na medida esperada. O cabelo estava preso por uma trança, e trazia sobre a cabeça a tiara de safiras confeccionada como presente de casamento para Sybelle Arryn.

As portas se abriram, revelando o belo rosto da Mormont. Estava ofegante devido a subida, mas não perdia totalmente a compostura. Cyrenna analisou a menina com um sorriso tranquilo. Seus olhos pareciam mais felinos que nunca, mas tentava passar o máximo de doçura possível. O interesse parecia recíproco, e a mais velha ficou mais que satisfeita com a reverência respeitosa. Retribuiu de imediato, e piscou duas vezes diante das palavras de Elyria, começando a descer até ela, diminuindo a distância aos poucos. – Quero agradecer por ter aceito meu convite tão prontamente, e também por não excluir do seu cumprimento o meu nome de nascimento. – Começou a Lady, unindo as mãos frente ao corpo.

– O prazer é meu. Deixe-me olhar pra você, há muito não tenho o prazer de contemplar a beleza nortenha. – Disse, lembrando-se vagamente das canções sobre Lyanna Stark. – Anseios e temores são, infelizmente, o motivo dessa nossa união. Que imprudente fui eu, mergulhada em tristeza, me entregando ao isolamento. Mas por favor, vamos nos acomodar. – Chamou, indicando uma cadeira a Elyria, enquanto os servos começavam a se movimentar ao redor delas. Dois guardas assumiram a posição de sentinela junto a porta que levava até o quarto de Damon, e Cyrenna se apressou para tranquilizar a convidada. – Para nossa proteção, não fique assustada. – Disse. Cyrenna não tinha a intenção de fazer qualquer mal à jovem. Estar em bons termos com a família de Damon nunca fora tão importante.

Quando as duas se acomodaram devidamente, Cyrenna sinalizou para que começassem a serem servidas. – Sirva-se do que quiser. Quero que fique confortável, pois suponho que tenha muitas dúvidas sobre mim. Primeiro, quero lhe assegurar que os contos desagradáveis sobre minha essência demoníaca são mentiras medonhas. Sei da hostilidade dirigida a mim, sei que Sybelle deve estar insatisfeita com meus movimentos, e não posso me desculpar por isso. Imagino que sendo criada ao lado de um líder militar da fama de Dorian Mormont, a jovem Lady tenha consciência do fardo que é o poder. Ouro e terras são como um castelo de areia, mas o poder é como um castelo de pedra, frequentemente depositado sobre os ombros de seus portadores. – Disse Cyrenna, lançando um sorriso quase divertido a sua companheira. – Peço, antes de tudo, que tenha um coração compreensivo. Assim, marcaremos esse dia como o início de uma reconciliação entre o nome que ambas carregamos por casamento.

Uma serva se inclinou e encheu o copo de Cyrenna com suco de pera. A Lady havia limitado seu consumo de álcool, atrás de boa saúde e mais dias sobre a terra. – Que notícias temos de Lar do Coração? Como minha sogra tem superado a morte de Aileen? – Questionou, não se dando ao trabalho de fingir sofrimento diante da lembrança do nome da desprezível cunhada, que tanto prazer lhe dera na morte quanto perturbação em vida.


HABILIDADE:
POLÍTICA
© kristen



Não existe o bem e o mal. Só existe o poder.
avatar
Imagem : Guardiã do Leste
Mensagens : 115
Nome do jogador : Bree
Dragões de ouro : 181
Veados de prata : 68
Estrelas de cobre : 00
Idade : 39
Salário extra : 16%
http://winordie.forumeiros.com/t321-lannister-arryn-cyrennaVer perfil do usuário
Guardião do Leste

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Confidence

Mensagem por Elyria Arryn em Ter Nov 29, 2016 11:27 pm

May your dreams come to reality
kingdom come
Como Lannister, Cyrenna não deixava de esbanjar os cabelos loiros tão característicos de sua família. Sua beleza excêntrica, no entanto, não se perdia em meio à idade que possuía, não tão distante dos trinta anos de Elyria. No entanto, a lady do Ninho da Águia parecia cansada. O seu fingimento de luto estava ali, no vestido negro que usava. Mal sabia ela que a Mormont-Arryn sabia do destino de Damon, que não fora nem metade do que havia sido repassado aos vassalos do Vale. Elyria pensava no quanto a Lannister era inteligente. Um deslize em suas ações e o "luto" poderia começar a ser percebido como falso. A Leoa devia viver pisando em ovos, mas, até aquele momento, ninguém havia percebido seu plano. Devia estar fazendo algo de certo.

O cheiro das flores causou uma leve ânsia na mais nova, que já estava preparada para o que viria. O meistre avisara-lhe a respeito do olfato sensível, mas a lady de Lar do Coração não queria espalhar a notícia de sua gravidez ali. Cyrenna podia agir com cortesia, mas a morena não acreditava em uma sincera amizade entre as duas, não naquele momento tão delicado. Acreditava, no entanto, em unir os Arryn para ultrapassar o inverno. Tendo sido criada no Norte, sabia do que se erguia além da Muralha quando o inverno atingia seu ápice. Se houvessem rachaduras entre os vassalos nortenhos, a sobrevivência arrumava novas configurações que não englobavam a todos. No caso do Vale, com o afastamento entre os ramos principal e secundário dos Arryn, os vassalos começavam a pressionar o Lar do Coração, exigindo que Cyrenna cedesse seu lugar a uma Águia verdadeira e que Colin fosse o homem a depô-la, se necessário. Elyria sabia de seu potencial naquela pressão inicial. Aquele era o real motivo de sua ida até o Ninho.

A Leoa retribuiu a reverência e desceu de seu trono, até que ficasse próxima da Ursa. A pele pálida da nortenha sofreu calafrios ao vê-la ali, a uma curta distância. Dorian sempre lhe ensinara a perdoar as proles pelos erros de seus pais e, recentemente, até Tristan Stark havia aprendido a fazer isso, mas a urgência em levar a representante do Lar até o castelo principal do Vale era uma movimentação estranha e a curiosidade da Mormont-Arryn não a permitiu deixar a oportunidade de lado. Lady Cyrenna iniciou suas palavras com agradecimentos, mais uma prova de sua cortesia.

- O poder nos leva a tomar caminhos estranhos, lady Arryn. É por conta disso que nunca devemos nos esquecer de onde viemos. Veja, sempre tive a necessidade de tomar o orgulho de Dorian como meu prêmio. Para mim, vê-lo se orgulhar de cada passo que eu dava era minha maior conquista. Mas ter assumido uma casa para governar me fez ter outra perspectiva. - Deixou no ar o que poderia ter mudado em sua forma de agir. - Entretanto, não possuo a pretensão de apagar minhas vivências na Ilha. - Lady Cyrenna passou algum tempo a observá-la, mencionando sua beleza novamente, como havia feito na carta. Elyria expressou um curto sorriso, procurando sentir-se à vontade para observá-la também.

A loira externou o que dava tom à reunião que, apesar de informal, possuía caráter quase solene. Anseios e temores, como a própria Ursa havia dito. Foi chamada a assentar-se e assim o fez, imaginando que, com o tempo, sua barriga a forçaria a passar mais tempo acomodada do que gostaria. Uma das portas, pela qual Elyria não havia entrado, foi guardada, o que a mais velha afirmou ser para a proteção dela, mas proteção de quê? Parecia ser mais para impedir que ela avançasse naquela direção. Quando os servos começaram a rodeá-las, a lady do Lar se contentou em tomar do mesmo suco de pera que sua anfitriã. Não gostava do tom que o álcool imprimia em suas ações e queria tomar cuidado quanto ao que bebia.

A conversa de fato começou com Cyrenna explanando a respeito das mentiras que se espalhavam ao seu respeito. Dizia não ter a essência do diabo, o que relembrou a jovem do irmão. Dorian era reconhecido por ser uma fera em batalhas, mas em interações restritas aos dois, provava ter um enorme coração e ser grande apreciador de gestos de afeto. No entanto, para o mundo exterior, ele era o líder que precisava ser. Por conta disso, ela sabia que estava falando com alguém que, embora pudesse ser totalmente diferente de Dorian, podia manter esse mesmo traço de personalidade.

- Eu não a hostilizo, milady. Asseguro-lhe que nutro uma grande curiosidade a seu respeito, mas creio que a hostilidade não nos eleva. É um fruto podre da inveja ao meu ver. Se eu percebo que há alguém com mais poder do que eu, lanço-lhe uma onda de reprovação. Se for fraca, rapidamente cairá. Coisas assim fazem de Westeros um enorme caldeirão de bruxa. Um ingrediente errado e ele pode explodir. - Elyria mordiscou um pequeno bolo que foi deixado à sua frente, o gosto de morango enchendo-lhe o paladar e fazendo-a sorrir. Queria cobrir a pessoa que havia cozinhado de elogios mais tarde. - Um coração compreensivo, você me diz? Creio tê-lo, sem modéstia alguma. Raramente me permito fazer conjecturas a respeito de alguém se tudo que ouço são boatos. Garanto-lhe que estou aqui com uma mente limpa que espera conhecê-la. - Um nome que ambas carregavam por casamento. No entanto, não eram seus respectivos maridos que conversavam, eram as esposas forasteiras. Elyria, vinda do Norte. Cyrenna, das Terras Ocidentais. Quando a loira perguntou a respeito de Lar do Coração, a lady que o governava logo uniu as mãos sobre o colo, com um grave tom de quem se desculpava. - As notícias não são as melhores, temo afirmar. Lady Sybelle uniu a raiva ao luto e, agora, tornou-se inquieta, constantemente pressionando Colin a tomar decisões drásticas. Ela quer a sua coroa, lady Cyrenna. Afirma que não pode ser proibida de visitar o Ninho e que isso mancha o nome dos governantes do Vale. - A nota ali era que a anfitriã não perguntara como a mãe de Damon superava a morte deste. Por ser o herdeiro, era teoricamente mais importante do que Aileen. Seria um deslize da lady? - Rosalie Arryn-Tarth fez uma visita informal ao Lar, onde aparentava querer ser ambientada no que se desenrolava em sua antiga casa. Saber suas movimentações a irritou, milady. Ela fala em rebelião e tentou unir Colin à sua causa, mas adquiri a neutralidade temporária de meu marido com algum esforço. - Elyria deveria falar da carta assinada por Layna de Braavos? Seria o momento adequado? Decidiu por continuar em sua fala a respeito da cunhada. - Creio que Rosalie não terá o poder que julga conseguir levantar. O fato de ter se casado com um lorde das Terras da Tempestade não é algo que será facilmente aceito no Vale. - Deu de ombros e focou em avaliar as respostas corporais de Cyrenna Lannister. O que visse ali seria talvez o suficiente para definir se poderia confiar na loira que lhe parecia uma enorme incógnita.

habilidade treinada: argumentação
coding credit: sophia @ atf.
sophia


avatar
Imagem :
Mensagens : 158
Nome do jogador : Estrela
Dragões de ouro : 148
Veados de prata : 171
Estrelas de cobre : 4
Idade : 30
Salário extra : 34%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Confidence

Mensagem por Drowned God em Qua Nov 30, 2016 11:56 am

Avaliação de treino de habilidade

cyrenna arryn

Foi um excelente treino! A personagem não só demonstrou a habilidade de forma mental como falada, o que muito me agrada, parabéns!


Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (40/40)
+ Estrutura e Coesão (30/30)
+ Enredo e Criatividade (20/20)
+ Ortografia e Organização (10/10)

Total (100/100)


+ 30% de experiência pelo atributo de inteligência com 10 pontos
- 10% de experiência por ter a habilidade no nível 3

Recompensas
+ 120 pontos de experiência em Política
+ Técnica de habilidade: Lorde (nível 5)
avatar
Imagem : What is dead may never die, but rises again, harder and stronger.
Mensagens : 116
Nome do jogador : David
Dragões de ouro : 00
Veados de prata : 00
Estrelas de cobre : 00
Idade : -
Salário extra : 0%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Confidence

Mensagem por Drowned God em Qua Nov 30, 2016 10:00 pm

Avaliação de treino de habilidade

elyria arryn

Não tenho nada a comentar, senão exaltar o excelente treino e parabenizá-la, Elyria!


Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (40/40)
+ Estrutura e Coesão (30/30)
+ Enredo e Criatividade (20/20)
+ Ortografia e Organização (10/10)

Total (100/100)


+ 46% de experiência pelo atributo de inteligência com 14 pontos
- 65% de experiência por ter a habilidade no nível 3

Recompensas
+ 81 pontos de experiência em Argumentação

HABILIDADE CONQUISTADA: +2 DE PERSUASÃO E +1 DE INTELIGÊNCIA
+ Mestre dos Sussurros (nível 10) — A argumentação e habilidade para convencer tornam-se incomparáveis, de modo que até mesmo inimigos ou pessoas difíceis de serem convencidas veem a razão nas palavras, mesmo que estas não sejam verdadeiras. É capaz de argumentar com perícia o bastante para mudar a opinião de pessoas importantes facilmente. Em testes de persuasão onde a argumentação é envolvida, ganha-se +3 pontos de bônus. Além disso, recebe +2 de Persuasão e +1 de Inteligência permanentemente.
avatar
Imagem : What is dead may never die, but rises again, harder and stronger.
Mensagens : 116
Nome do jogador : David
Dragões de ouro : 00
Veados de prata : 00
Estrelas de cobre : 00
Idade : -
Salário extra : 0%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Confidence

Mensagem por Cyrenna Arryn em Qui Dez 01, 2016 9:52 am

CONFIDENCE

Cyrenna observava a moça com um sorriso torto. Parecia atenta, mas ao mesmo tempo parecia refletir profundamente. Estava diante de uma questão, sem dúvida, e não sabia ao certo como proceder. Elyria tinha o porte esperado, não decepcionara a Lady do Ninho. Em certo ponto da narrativa, Elyria pareceu ter uma dúvida, mas a disfarçou com maestria, quase convencendo Cyrenna de havia sido apenas um espasmo. Mas não era. Se Colin sabia de seu segredo, a esposa com certeza também o conhecia. Não sabia até que ponta Elyria havia se informado sobre a história da nem tão nobre família Arryn, mas era um oportunidade que não se pode desperdiçar.

- Sybelle sempre me odiou. Queria que Damon se casasse com uma Tully ou uma Tyrell, uma mulher mansa e muito diferente de uma nascida do Rochedo. Mas ele me escolheu. Me lembro com precisão do dia em que foi até Casterly pedir minha mão. O jovem Damon me marcou como dele...e assim eu fui até sua morte. - Diz Cyrenna, sentindo a garganta seca por um minuto. Nos últimos dias estava cada vez mais nostálgica. - Ela não quer só minha coroa, quer minha cabeça grudada a ela. Eu tirei tudo dela. Tirei seu filho, tirei seu título e tirei sua casa. Fico feliz que permaneça sã. - Disse e sorriu. Verdadeiramente sorriu. Não suportava mais se conter, e permitiu-se ostentar um sorriso de triunfo.

Todas as tentativas de Sybelle e suas filhas de subjugar a leoa haviam fracassado. Aileen estava apodrecendo e as outras agora eram exiladas, e isso não poderia ser mais saboroso. Cyrenna havia feito o que nascera pra fazer, havia servido a sua casa e conquistado o Vale em nome do Rochedo. O preço era indiferente, pois ainda tinha Damon ao seu lado. Mesmo que o seu coração fosse congelado e se passasse mil anos, ainda amaria o marido com a loucura dos dias mais febris. Deixou seu sorriso morrer em um suspiro antes de prosseguir.

- Por acaso, eu soube da movimentação de Rosalie ainda essa manhã. Uma moça ousada, se me permite dizer, e um tanto quanto tola. Que Sybelle se revolte contra mim é algo lógico, que seu marido tencione fazer o mesmo é mais que esperado, mas sua cunhada, bem, é uma novidade quase cômica. - Disse a Lady, sem meias palavras. - Meus generais acompanham os passos dela, não por ser uma ameaça, mas por ser considerada uma estrangeira. Insubordinação é algo terrível, tanto aqui quanto nas Terras da Tempestade. - Disse, deixando a frase soar como um aviso.

- Mas, como deve imaginar, Colin tem minha atenção. Vendo-a aqui, quase me sinto tentada a admitir que a vida de meus filhos não corre perigo diante das pretensões de seu marido. Quase consigo vê-los vivos e felizes no caso de uma possível revolta. Mas isso não é suficiente. Nunca é suficiente para uma mãe. E é por isso que eu negocio a paz, não por sede de poder, já que um leão nasce poderoso. - Disse, e se levantou de forma inesperada. Deixou Elyria com seu suco e foi até sua mesa. Lá, a carta de Layna esperava por ela. Fosse quem fosse a Mestre dos Sussurros, Cyrenna apostaria com suas palavras.

Conhecia o método, conhecia o ardil. Precisava ter Elyria ao seu lado e a carta viera em boa hora. Prendeu o papel entre os dedos e o abriu sobre a mesa, deixando diante dos olhos da convidada. - Veio a mim de Porto Real. Curiosa não? Reforça algumas questões que são claras para mim. Todos me odeiam e aqueles que afastei são um perigo. Creio que deva estar intrigada com minha calma, mas peço que leia a carta. - Pediu a Lady, voltando a se sentar.

- São palavras lindas. Sem dúvida. Não conheço sua autora, mas deve se tratar de uma mulher instruída. O problema é saber a qual finalidade sua instrução serve. Durante minha vida em Porto Real, tive o prazer de conhecer Zakintia de Asshai. Não havia como ficar indiferente a ela, e muito menos como passar por ela sem aprender nada. Era uma mulher forte, moldada pela vida e cheia de truques. Estar ao lado dela era como vislumbrar a formação de um campo de trigo desde o início até a colheita. Foi por essa grandeza que conquistou inimigos, e por essa grandeza eu a admirava. Zakintia me reforçou algo fundamental, que é tão natural no Rochedo quanto em Porto Real. - Começou a Lady, e parou para encarar Elyria de forma doce porém decidida. - Você nunca joga com um único lado. Você nunca aposta todo o seu ouro em um único arqueiro. Então, eu fiquei pensando enquanto colocava meu filho para dormir: quais lados ela mulher elegeu no Vale? Quem mais ela elegeu como legítimo governante do Vale?

Cyrenna se serviu de um pedaço generoso de bolo e esperou uma reação de Elyria. - Os segredos minha jovem, nos sufocam tanto quanto as mentiras, mas não são a mesma coisa. Mente-se atrás de uma vantagem, e esconde-se atrás de segurança. Eu a chamei aqui pois não suporto mais os dois, tanto quanto não tolero que brinquem com o que eu conquistei e garanti para meus filhos. - Disse a Lady, encarando Elyria como se tencionasse explorar cada camada de sua mente, cada fio de sua alma.


HABILIDADE:
POLÍTICA
© kristen



Não existe o bem e o mal. Só existe o poder.
avatar
Imagem : Guardiã do Leste
Mensagens : 115
Nome do jogador : Bree
Dragões de ouro : 181
Veados de prata : 68
Estrelas de cobre : 00
Idade : 39
Salário extra : 16%
http://winordie.forumeiros.com/t321-lannister-arryn-cyrennaVer perfil do usuário
Guardião do Leste

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Confidence

Mensagem por Drowned God em Dom Dez 04, 2016 4:52 pm

Avaliação de treino de habilidade

cyrenna arryn

Ótimo treino, Cyrenna, parabéns!


Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (40/40)
+ Estrutura e Coesão (30/30)
+ Enredo e Criatividade (20/20)
+ Ortografia e Organização (10/10)

Total (100/100)


+ 30% de experiência pelo atributo de inteligência com 10 pontos
- 35% de experiência por ter a habilidade no nível 6

Recompensas
+ 95 pontos de experiência em Política
avatar
Imagem : What is dead may never die, but rises again, harder and stronger.
Mensagens : 116
Nome do jogador : David
Dragões de ouro : 00
Veados de prata : 00
Estrelas de cobre : 00
Idade : -
Salário extra : 0%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Confidence

Mensagem por Elyria Arryn em Qui Dez 08, 2016 10:40 pm

May your dreams come to reality
kingdom come
Lady Cyrenna perscrutava o interior de Elyria. Seus olhos pareciam querer capturar cada pequeno deslize da lady de Lar do Coração, mas a Mormont-Arryn sabia que aquele jogo não poderia ser perdido. Prestava atenção a cada pequeno detalhe de seu próprio comportamento, não deixando-se entregar informações com facilidade. Cyrenna precisava dela se quisesse permanecer no poder, mas a Ursa precisaria da Leoa? Não parecia ser uma aliança, de fato, tentadora. A Lannister logo passou a entrar em lembranças nostálgicas sobre seus problemas com lady Sybelle, mencionando a morte de Damon e exaltando sua fidelidade ao lorde do Ninho. A expressão da morena se suavizou em compaixão, mesmo que soubesse que o destino do senhor do Vale havia sido menos letal do que a loira insistia em proclamar. No entanto, compaixão era o último sentimento que Elyria deveria ter, pois logo a anfitriã revelou-se, sentindo-se triunfante acerca do destino que tão cuidadosamente tecera para sua a avó de seus filhos. O orgulho Lannister estava ali e a Mormont ajeitou-se em seu assento, desconfortável com a súbita demonstração da verdadeira Cyrenna. Mas ainda se sentia plenamente curiosa e aquele sorriso de triunfo era apenas a cereja que enfeitava o bolo. Havia muito mais sobre aquela mulher que se escondia na superfície e Elyria estava ansiosa por destrinchar-lhe.

Seu suspiro logo alterou o rumo da conversa, passando a focar-se em Rosalie Arryn-Tarth. A convidada não sabia como a lady havia descoberto acerca da presença de sua cunhada no Vale, mas imaginava que ser a regente do Ninho lhe dava um poder considerável, inclusive espiões plantados. Afinal, o isolamento ali no Ninho não a privava do conhecimento a respeito da rebelião que tentava se firmar, disposta a retirar-lhe o trono. A ameaça em sua fala deixou cristalino que seus vigias estavam dispostos a entregar qualquer um que conspirasse contra a Lannister fantasiada de Arryn. Então, Cyrenna tentou estabelecer empatia ao mencionar seus filhos, o que fez com que a lady de Lar do Coração inconscientemente tocasse o ventre. Se não entregara a gravidez em palavras, os gestos com certeza o fariam, motivo pelo qual a mão foi retirada com rapidez, mas não o suficiente para evitar que a loira visse a demonstração. Suspirando, Elyria balançou a cabeça antes que encontrasse os olhos da anfitriã.

- Colin não está satisfeito com sua forma de governar, lady Cyrenna, mas esse é um problema que posso contornar com inteligência. Desde que o pai morreu, o Lar do Coração é seu orgulho e a conexão com as lembranças do bom lorde Heitor. Nenhum laço é mais forte do que a família e eu sou sua nova família. Colocar-se em situação de rebelião colocaria a mim e nosso filho em risco. - A morena admitiu, sem rodeios. Já se entregara, não havia o que fazer. - Veja só. Ele tomou a mim como esposa por admirar minha personalidade. Sabia que precisaria de alguém que analisasse suas ações antes que sua impulsividade fosse mais forte. Os deuses sabem o quanto eu o amo e é por isso que o manterei longe das possibilidades que lhe arriscam a vida. Imagino que teria feito o mesmo por lorde Damon, que os deuses o tenham.  - A Ursa fez uma mesura com a cabeça, como se pedisse desculpas por mencionar o homem. - No entanto, se são seus filhos que a preocupam, mande-os embora. Pode não aguentar a saudade, mas a história de Westeros é capaz de demonstrar que um governante alvejado por rebelião possui um grande risco de perder seus filhos. É assim que são desestabilizados. Não permita-se ser egoísta, lady Cyrenna. Proteja-os. - O tom de voz adotado por Elyria era grave e sincero. As crianças de Damon não possuíam culpa alguma e saber de suas mortes poderia ser devastador para a própria Mormont. Queria apenas ajudar, mostrando-se vulnerável. A mulher levantou-se, deixando-a à mesa, voltando pouco tempo depois trazendo uma carta, que foi aberta e deixada à mercê da esposa de Colin, que havia sido instruída a lê-la.

Pegando-a, Elyria a leu com calma, as sobrancelhas arqueando-se ao se chocarem com os horrores descritos por Layna de Braavos. A mesma mulher que havia dito a Colin que o único regente do Vale deveria ser um Arryn era a mesma que incitava Cyrenna a se fortalecer contra uma revolta. Os jogos de Westeros não tinham fim. No entanto, era aquilo que acontecia naqueles tempos. Serra Targaryen usurpara o trono, Memphis Greyjoy assumira o lugar do irmão, Zakintia Tyrell enfrentava uma enorme rebelião que almejava retirar toda a linhagem Tyrell do comando da Campina. A jovem ousava dizer que apenas o Norte não enfrentava tais ameaças, justamente porque o adversário maior os fazia se unir. Os dedos pousaram sobre as palavras escritas, como se testassem sua veracidade. Como nortenha, aprendera a vida inteira sobre os Outros, criaturas vis que se levantavam nas Terras de Sempre Inverno. Ter uma ameaça daquele tipo ali no Vale a enchia de temores e colocava sua cabeça para funcionar em velocidade.

- É por causa disso que uma rebelião levaria o Vale à morte. Uma guerra civil poderia matá-la, lady Cyrenna, mas incitaria batalhas em busca da próxima cabeça a receber a coroa Arryn. Não sou ingênua a ponto de acreditar que Colin definitivamente assumiria seu lugar, visto que muitas casas gostariam da sensação de ser o Guardião do Leste. Haveria uma chacina Arryn. - A Ursa ergueu-se, apoiando as mãos sobre a mesa. - Sem um líder, pereceremos. Enquanto as casas brigam entre si, as criaturas matam-nos sem hesitação. - Respirou fundo, pensativa. Os olhos entreabriram-se ao lembrar das palavras de Layna. Então, o dedo procurou os nomes que a Mestre dos Sussurros entregara como sendo adeptas da rebelião. - Interessante notar que essas casas enviaram representantes a Lar do Coração. Afirmavam ter notícias que poderiam inverter o poder no Vale. Nunca deixei que Colin lhes desse ouvidos, porque tínhamos nossas próprias notícias. Vê, Layna de Braavos incita uma conspiração. Suas palavras de compaixão tornam-se espadas que atravessam suas costas, milady. Uma carta assinada por ela chegou até nós. Dizia que uma Lannister não deveria ter o controle do Vale, porque cometeram atrocidades contra a grande casa Arryn. Acima de tudo, afirmava que milady mantinha suas garras bem fechadas sobre... Damon. A vida dele ainda existe e ele ainda respira. Mas a Mestre dos Sussurros afirma que logo, ele não terá mais o dom da existência. - A morena novamente se sentou, acalmando-se. Seus olhos agora expressavam um misto de curiosidade e a birra infantil que pedia pela compreensão de toda a história. Passando uma perna por cima da outra, ela se tornava atenta a qualquer mudança corporal na loira. - Diga-me, então. Se não tolera a mentira, por que brinca com a lealdade dos vassalos de Damon? Por que o esconde dos olhos de seu povo?

habilidade treinada: ---
coding credit: sophia @ atf.
sophia


avatar
Imagem :
Mensagens : 158
Nome do jogador : Estrela
Dragões de ouro : 148
Veados de prata : 171
Estrelas de cobre : 4
Idade : 30
Salário extra : 34%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Confidence

Mensagem por Cyrenna Arryn em Dom Fev 05, 2017 3:19 pm

CONFIDENCE

Cyrenna estava cada vez mais satisfeita com a reação da moça. Mas não o suficiente. O conselho sobre enviar os filhos para longe não era algo que nunca passara pela mente da Guardiã do Vale. Seria bom ter Jaime e Aliah sobre a proteção de sua mãe no Rochedo, mas a ideia ainda não lhe parecia totalmente segura. - Isso me ocorreu por mais de uma vez, minha cara. Se não me distanciei de meus filhos, não foi por egoísmo, mas por receio. Em certo ponto, não confio em ninguém. Sei que Lady Cora os receberia com prazer, mas o que dizer sobre os que lhe cercam? É uma decisão amarga. Posso estar salvando ou condenando meu mundo. - Explico. Enquanto a mais jovem se debruçava sobre os escritos de Layna de Braavos, Cyrenna era tomada por uma tempestade em seu peito, expectativa e entusiasmo, mal podendo esperar para ver sua desconfiança confirmada. Deixou que Elyria absorvesse as palavras como melhor se aprouvesse, e continuou quanto teve a chance.

- O Vale é importante por diversos motivos. Eu não percebia isso quando fui mandada pra cá. Pra mim isso era uma prisão, e hoje é minha fortaleza. Eles querem o sangue Arryn derramado ou desacreditado. Qualquer das opções é vantajosa. Layna não é a primeira a tentar nos sabotar, e nem será a última. Eles se beneficiam da insatisfação que meu governo gerou, da recepção negativa que minhas medidas tiveram, e isso é algo que eu não posso tolerar. Tudo que fiz, e tudo que faço, é para garantir a soberania da herança de Damon e proteger as vidas sob meu cuidado. - Garantiu Cyrenna. Elyria não parecia convencida, mas aquilo bastava por ora. Cyrenna não queria vestir o manto da bondade, mas não queria ser tida como uma cega por poder. Seu pulso firme tinha como finalidade o controle e a ordem, pois não podia confiar na lealdade dos seus subordinados e só lhe restava tê-los sob constante vigia.

Elyria finalmente confirmou o que o coração de Cyrenna lhe indicara. Layna havia se correspondido com Lar do Coração, havia os instigado contra ela e sabe-se lá quem mais. Até ai não houve surpresa, mas a Lady sentiu o rosto em brasa ao ouvir o nome de Damon. Não conseguia imaginar como Layna tivera acesso aquela informação, e precisou suspirar para encontrar uma saída, diante da pergunta direta de Lady Elyria. - Não negarei a acusação. Lady Elyria, você não teve a chance de conviver com Damon. Por toda a sua vida, ele foi honrado e leal. Não apoiou Serra, não apoiou meu pai ou Zakintia de Asshai. Amava Daemon como amigo e rei, e jamais teria lhe dado as costas. - Começou a mulher, com a voz calma, sentindo o olhar exigente da mais nova sobre ela. - Ele morreria por isso. Todos nós. Eu e até a última águia. Era o certo a ser feito por seu verdadeiro rei. Mas, como a pouco me alertou, eu fui egoísta. Não poderia passar pelo cadáver de Damon, Aliah e meu filho não nascido. Não pela rebelião do Dragão. Não por uma guerra de Serra. - Continuou. - Ao mesmo tempo, ela era a mulher a se apoiar. Daemon tinha os dias contados, uma esposa presa e o reino contra ele. Rejeitá-la seria nossa condenação. Então entreguei Damon a ela e o mantive seguro ao mesmo tempo. Ninguém pode me julgar por isso. Concluiu. Acabara de confessar a traição cometida contra Serra, mas esse seria o preço para conquistar o apoio de Lar do Coração, era um passo necessário.

- Você fala de lealdade dos vassalos de Damon? Que lealdade? Lealdade que ao primeiro sinal da morte dele se rebelou contra seus filhos e sua esposa? Que desafia meu poder de regente e conspira nesse exato momento pela morte de meu pequeno Jaime? Isso não é lealdade. - Cuspiu a Guardiã, lembrando com amargura das casas abaixo dela. - Para qualquer outro que me pergunte, Damon morreu em Porto Real. Contudo, milady, não posso dribla-la e ignorar sua inteligência. Atrás de uma dessas portas, meu marido aproveita o seu chá da tarde, saudável e protegido. Seria a perda do poder a pior condenação de um homem? Não ser mais Guardião do Leste é pior que ter sua carcaça carregada pelas ruas de Porto Real? O que acha? Você já conhece meu ponto de vista. - Disse a Lady, deixando seu olhar vagar pela sala.

- Antes que a Rainha Dragão caia, eu tenho muito a perder. Antes que todas as almas infames que a rodeiam estejam mortas, eu não posso expor Damon e me rebelar contra ela. Seriamos esmagados e queimados, e acho que não quer isso mais que eu mesma. Então eu tenho uma proposta a fazer. - Disse, encarando Elyria com suavidade. - Torne-se parte do meu conselho e tornarei Colin meu principal general. Colocaremos ordem no Vale juntos e alimentaremos as alianças ideais até que o dia certo chegue e a rainha seja desafiada com a força necessária. Nesse dia, quando o fogo do dragão for algo contornável, tem minha palavra de que Damon será libertado. Eu o amo. Tanto que coloquei minha vida em risco por ele e faria mil vezes se fosse preciso. Peço que tenha a mesma consideração pela estrutura que nos mantém vivos no Vale. Aceite o que lhe proponho e estabeleceremos uma unidade que nos protegerá dos sabotadores e dos nossos inimigos. Ou condene o Vale a uma Guerra Civil e assista águias, leões e ursos morrerem em poucas luas, a serviço dos desejos das almas mesquinhas. - Declarou, encarando Elyria. Para Cyrenna, Elyria era uma amostra da única força capaz de derrubar Serra: o Norte. Diante dela estava a irmã de um grande Lord nortenho, uma ponte interessante que poderia ser muito benéfica para a leoa.


HABILIDADE:
POLÍTICA
© kristen



Não existe o bem e o mal. Só existe o poder.
avatar
Imagem : Guardiã do Leste
Mensagens : 115
Nome do jogador : Bree
Dragões de ouro : 181
Veados de prata : 68
Estrelas de cobre : 00
Idade : 39
Salário extra : 16%
http://winordie.forumeiros.com/t321-lannister-arryn-cyrennaVer perfil do usuário
Guardião do Leste

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Confidence

Mensagem por Great Stallion em Dom Fev 05, 2017 8:01 pm

Avaliação de treino de habilidade

cyrenna arryn

Cyrenna, foi um ótimo treino, que me deixou curiosa até o final. Parabéns!


Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (40/40)
+ Estrutura e Coesão (30/30)
+ Enredo e Criatividade (20/20)
+ Ortografia e Organização (10/10)

Total (100/100)


+ 30% de experiência pelo atributo de inteligência com 10 pontos
- 45% de experiência por ter a habilidade no nível 7

Recompensas
+ 85 pontos de experiência em política




avatar
Imagem :
Mensagens : 49
Nome do jogador : Serafim
Dragões de ouro : 00
Veados de prata : 00
Estrelas de cobre : 00
Idade : 00
Salário extra : 0%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Confidence

Mensagem por Elyria Arryn em Dom Fev 12, 2017 8:08 pm

May your dreams come to reality
kingdom come
Elyria desvendava cada pequena palavra que Cyrenna enunciava. Em seu interior, queria acreditar nela, queria ajudá-la, mas temia não ser tão possível quanto achava. Aliar-se à Leoa poderia significar um fim para seu próprio governo. Naquele momento, o melhor a fazer era se unir aos rebeldes e derrubá-la. Uma lady enfraquecida não duraria muito, se a Mormont pudesse subestimá-la. Aquela Lannister chegara até ali, havia algo nela que permanecia a lutar mesmo que já não pudesse. O fato de não mandar os filhos para longe realmente podia ser o seu fim, mas ela não se importava. Se preciso fosse, seria capaz de oferecer a própria cabeça antes das dos pequenos Arryn... Ou assim parecia. Elyria cruzou os dedos da mão enquanto a ouvia, disposta a se concentrar em algo além da imagem imponente à sua frente. Ninguém precisava se beneficiar das decisões governamentais feitas por Cyrenna, ela decidira exilar os Arryn. Ela decidira dar as costas às casas secundárias, mas mantê-las por perto baseando-se em chantagens. A Ursa nunca teria permitido que ela chegasse àquele ponto se pudesse tê-la aconselhado, mas ela não parecia arrependida de suas ações. Talvez não quisesse demonstrar que havia uma rachadura em sua imagem perfeita.

- O que lhe leva a acreditar que eu não gostaria de expor sua traição à rainha? Não me tomaria mais do que algum esforço e a pretensão de Colin ao trono poderia se tornar mais forte a cada dia, se comandada pela pessoa certa. Eu ainda estou aprendendo a dançar a música que rege o salão das grandes casas, mas conquistei o povo de Lar do Coração com extrema facilidade e rapidez, assim como mantenho meu marido controlado. - Arriscou sorrir enquanto ainda encarava as mãos entrelaçadas. - Mas eu vim até aqui porque estou intrigada. Queria conhecer a mulher por trás da imagem monstruosa que tens no Vale. - Ergueu o rosto para encará-la. - Mas aqui está você, disposta a se aliar a uma nortenha porque não sabe o que será de seu poder se eu sair por aquela porta sem ter lhe jurado a minha lealdade. - Elyria ergueu-se novamente de sua cadeira, o divertimento brincando em seu rosto. - O povo não lhe aceita, lady Cyrenna, pelo sangue que corre em suas veias. Os Lannister atentaram contra o Vale anteriormente e poderiam novamente fazer isso enquanto você detém o controle. Não seria impossível. No entanto... - A morena aproximou-se da lady regente, sem nenhuma segunda intenção. - Você está recorrendo a um dos inimigos históricos dos Lannister a fim de conseguir o que quer, manter sua cabeça unida à coroa que usa. Não sei que jogo está fazendo, mas claramente é intrigante. Não vou dizer que confio em sua palavra quanto à libertação de Damon, ou que obrigarei meu marido a se submeter a você, mas seus planos interessam a mim. - Elyria parou perto dela, sua aura de calma e confiança exalando. - Você precisa de mim e eu gosto de me sentir necessária. - Deu de ombros, suspirando. - Minha ideia é a de acabar com minha neutralidade. Infiltrar-me nos planos da rebelião. Dessa forma, ´quebraríamos um por um de dentro, enquanto procuro pelas alianças corretas. Sei a respeito de lordes que fariam qualquer coisa para derrubar Serra, mas não unidos a seu nome. Mas ao meu... Prevejo alguns sucessos. Dorian fez bem em manter contatos em todos os reinos.

Elyria, por fim, afastou-se. Sentia-se contente com o que havia feito. Forçar a Lannister a depositar toda a confiança que possuía era um plano e tanto, visto que ela não saberia para que lado a Mormont jogava, embora tivesse deixado claro desde o início que não planejava assistir uma guerra. Ali, era fazer alianças ou morrer.

adendos: totalmente sem criatividade, mds.
coding credit: sophia @ atf.
sophia


avatar
Imagem :
Mensagens : 158
Nome do jogador : Estrela
Dragões de ouro : 148
Veados de prata : 171
Estrelas de cobre : 4
Idade : 30
Salário extra : 34%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Confidence

Mensagem por Narrador em Dom Fev 12, 2017 8:34 pm

Intervenção
O Meistre do Ninho de Águia entra na sala do trono, anunciando a chegada de uma carta. O seu assunto, um segredo.

Observações


+ Esta é uma intervenção do Narrador, devido ao envio de uma carta a Cyrenna. Deve responder a esta RP, fazendo um post para receber a carta e para poder prosseguir com os planos da carta, para além de poder mencionar o seu conteúdo em futuros posts.

+ Note que a carta é secreta, motivo pela qual o seu conteúdo foi enviado por MP ao destinatário.
avatar
Imagem :
Mensagens : 1599
http://winordie.forumeiros.comVer perfil do usuário
Narrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Confidence

Mensagem por Cyrenna Arryn em Dom Fev 19, 2017 1:14 pm

DELIVER ME MY ENEMIES
it leads me to know that Fonos prepares for her feast
E lá estava a alma ambiciosa que Cyrenna esperava. Com a mesma intensidade com que exalava doçura, a Lady de Lar do Coração professava seus desejos questionáveis. Mantinha o marido controlado. Sim, Cyrenna sabia disso. Esse era o principal motivo de ela estar ali. De nada lhe serviria uma mulher fraca e assustada, que se esconde atrás de seu homem quando os leões começam a rugir mais alto. Ela se mostrava confiante e divertida, e isso poderia ser um problema para a Guardiã. Não precisava de pessoas arrogantes ao seu lado. Precisava de espíritos dispostos.


Sem conseguir controlar seus pensamentos, Cyrenna se curvou sobre o próprio estômago enquanto soltava uma gargalhada demente, dando as costas para a o jovem convidada, absorvendo as palavras da mesma. - Quando eu tinha a sua idade, também enxergava o mundo assim. Você fala em entregar minha traição. Eu digo vá e faça. Não aceitaria seu juramento de lealdade nem mesmo se o entregasse entre lágrimas de adoração. Não estou aqui por isso.  - Começou a Lady, suspirando ao fim da frase, como alguém que se recupera de uma longa caminhada. - Gosto de você, Elyria Mormont. - Começou, destacando o sobrenome de solteira da mulher.


- Esses homens simplórios do Vale temem um ataque Lannister? Temem que os Lannister estejam tramando contra eles? Os leões estão aqui. Estavam aqui antes que eu assumisse o poder e pela minha alma, sei que estarão aqui muito depois de minha morte. Eles temem a chegada de um inimigo que já os derrotou. - Observou, sentindo um sorriso entortar sua boca. - Eles não se uniriam por meu nome, e eu não tenho tempo para honrar Lann e sussurrar intrigas aos meus inimigos até que eles guerreiem entre si. Então chegamos ao ponto em que eu escolho você. Não por querer manter minha coroa, mas por querer preservar algo maior. Não me tome por uma mulher de tesouros pequenos, minha querida Elyria. - Completou, chegando a outro ponto delicado.


- Há um tempo Pedrarruna pereceu. Damon não se moveu na época, embora tivesse motivo. Não cometerei o mesmo erro. Há uma força das trevas se movendo entre nós, algo que consumiu aquele lugar e atacou outras fortalezas. Antes que eu possa beber sobre os cadáveres de meus inimigos, essa força precisa ser detida. Ninguém entre homens e demônios vai entrar no caminho do Vale. Posso contar com sua ajuda pra isso? - Questionou, olhando-a com firmeza. - Uma Bruxa Vermelha virá das Cidades Livres. Ela ofereceu ajuda em nome de seu deus e mesmo que eu não creia, aceitei a oferta. - Informou. Antes que pudesse prosseguir, porém, um mensageiro foi anunciado. Cyrenna se irritou, mas não deixou que isso transparecesse.


O homem trazia um pergaminho selado em verde, algo já esperado pela Senhora do Vale. Não havia muitas linhas escritas, mas as palavras eram suficientes. Um sorriso brotou no rosto de Cyrenna, uma mescla de satisfação e escárnio. As palavras eram honrosas e preocupadas, deixando claro que deveriam ser analisadas com cuidado. Fechou o papel e o depositou no bolso das vestes, enquanto o mensageiro se curvava e saia. - Um tormento extra, Lady Elyria. Um capricho dos deuses nesse momento impreciso. - Comentou, levando as mãos aos cabelos, remexendo em seus cachos como sempre fazia ao refletir sobre um passo delicado.   - O tempo está se esgotando, Milady. Logo os reis morrerão congelados em seus castelos como criadores de porcos em suas cabanas. Mas nós seremos o frio, o gelo e a neve. Nós permaneceremos.

HABILIDADE TREINADA:
POLÍTICA
Copyright © 2017 All Rights Reserved for Mayu Amakura at Lotus Graphics



Não existe o bem e o mal. Só existe o poder.
avatar
Imagem : Guardiã do Leste
Mensagens : 115
Nome do jogador : Bree
Dragões de ouro : 181
Veados de prata : 68
Estrelas de cobre : 00
Idade : 39
Salário extra : 16%
http://winordie.forumeiros.com/t321-lannister-arryn-cyrennaVer perfil do usuário
Guardião do Leste

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Confidence

Mensagem por The Old Gods em Seg Fev 20, 2017 1:46 pm


Avaliação de treino de habilidade

Cyrenna Arryn

Escrita impecável, com um enredo onde soube explorar muito bem a personalidade da personagem, tornando-o bastante realista e agradável de se ler. Não encontrei erros que pudessem me levar a descontar pontos. Parabéns!

Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (40/40)
+ Estrutura e Coesão (30/30)
+ Enredo e Criatividade (20/20)
+ Ortografia e Organização (10/10)

Total (100/100)


+ 30% de experiência pelo atributo de inteligência com 10 pontos
- 45% de experiência por ter a habilidade no nível 7

Recompensas
+ 85 pontos de experiência em Política
avatar
Imagem :
Mensagens : 57
Nome do jogador : Yuri
Dragões de ouro : 00
Veados de prata : 00
Estrelas de cobre : 00
Idade : 00
Salário extra : 0%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Confidence

Mensagem por Elyria Arryn em Seg Mar 06, 2017 1:15 am

May your dreams come to reality
kingdom come
Se tinha uma coisa que movia a pequena Elyria Mormont, desde que aprendera a dar seus passos de bebê, era a curiosidade, sempre maior do que seu corpinho franzino. Aquilo ainda seria sua derrota, mas por ora, era o que a mantinha ao lado de Cyrenna Lannister. Queria ver o que a Leoa poderia oferecer ao povo, que tão solenemente recusava sua forma de governar. Não que ela se importasse com isso, afinal. Enquanto pudesse permanecer no alto do Ninho, não a derrubariam tão cedo. A morena via a força nela, mesmo quando mostrara a vulnerabilidade contida na ideia do marido. A risada dela era sincera, ao menos, e sua sabedoria era notável. De certa forma, a Ursa se irritou ao vê-la tomando sua idade como sinal de falta de amadurecimento, mas reservou-se ao silêncio.

Quando a Regente se referiu ao perecimento de Pedrarruna, Elyria suspirou. Damon poderia ser um Arryn puro, mas isso não afetava sua forma de governar e sua omissão quanto àquele assunto em particular poderia ter plantado as primeiras sementes da discórdia entre o Vale. Cyrenna sabia que algo precisava ser feito logo, antes que aquilo chegasse até o ponto vital daquele reino. A morena assentiu quando a lady mencionou a sacerdotisa, visto o conhecimento que mantinha acerca da Fé de R'hllor, não que fosse vasto o suficiente para entender algumas coisas.

- O que me pede para fazer, Lady Cyrenna? Estou disposta a oferecer-me de bom grado para ajudá-la em prol do bem de meu novo lar. - Cruzou os braços. Queria ter certeza de onde estava se metendo. - Contanto que esteja dentro de meu âmbito moral, posso ajudar. Só me deixe saber. - Ela sabia. A moral, no jogo dos reinos, não tinha valor algum. E mesmo quando tinha, o destino ousava massacrar-lhe até que fosse insignificante. A história era repleta de pessoas que perderam sua moral em busca de sobreviver em Westeros, pessoas que estavam dispostas a fazer de tudo para que seus nomes fossem lembrados. Não havia um meio-termo. Não em meio à guerra que já nublava o horizonte.

adendos: um lixo
coding credit: sophia @ atf.
sophia


avatar
Imagem :
Mensagens : 158
Nome do jogador : Estrela
Dragões de ouro : 148
Veados de prata : 171
Estrelas de cobre : 4
Idade : 30
Salário extra : 34%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Confidence

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum










O Win or Die foi inaugurado a 09.09.2015. O RPG passa-se no mundo de As Crónicas de Fogo e Gelo, criadas por George R. R. Martin, mais de 50 anos depois dos acontecimentos dos livros. A trama inicial foi criada pela Staff, mas agradecemos a todos os nossos jogadores pela sua ajuda na evolução da mesma.
A nossa skin foi inteiramente criada por Ross (Many-Faced God), incluindo os templates de post e da página inicial, para uso exclusivo no Win or Die RPG, com o apoio da Soph (The Maiden) e do Tiago (Baelor Targaryen). O slider do nosso mural foi criado por CSS Slider. As imagens usadas foram tiradas do Google e editadas por Ross. Agradecemos ainda ao FM Codes e Best Skins pelos seus tutoriais de Javascript. Plágio é crime.

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::