We're at war nowA Song of Ice and Fire RPG
The game has begun. Will you win, or will you die?
Últimos assuntos
» Ausências
por The Maiden Sab Abr 29, 2017 3:25 pm

» [RP fechada] Mind Games
por Syndor Qua Mar 22, 2017 10:35 pm

» Pedido de atualização
por Francesca Sweet Sab Mar 18, 2017 8:23 pm

» [RP Fechada | 18+] Tell Me
por Dennis Braund Sab Mar 18, 2017 1:56 am

» [Quest Narrada] A Seita Branca
por Nanien Mormont Qui Mar 16, 2017 11:04 pm

» Avaliação de treinos
por Meena Ter Mar 14, 2017 12:52 pm

» [ Quest Narrada ] - Saquear!
por Dorian Mormont Seg Mar 13, 2017 7:44 pm

» [RP Fechada] Something Else?
por Dorian Mormont Seg Mar 13, 2017 7:32 pm

» Check-in [Fevereiro]
por Hyperion Targaryen Dom Mar 12, 2017 2:55 pm

» [RP FECHADA] Distant past
por Ella Baratheon Sab Mar 11, 2017 1:35 pm

» [RP FECHADA] The deer on ice
por Ella Baratheon Sab Mar 11, 2017 1:25 pm

» [RP Fechada | Flashback] Recovery drink
por Many-Faced God Qui Mar 09, 2017 11:49 am

» [RP Aberta][Flashback] Kung Fu Panda
por Many-Faced God Qui Mar 09, 2017 11:34 am

» [RP FECHADA] Beyond the view
por Many-Faced God Qui Mar 09, 2017 11:22 am

» [Quest Narrada] Human hunting
por Theon Snow Qua Mar 08, 2017 4:22 pm

» Solicitação de Grupos
por Davos Icewood Ter Mar 07, 2017 10:15 pm

» [RP fechada] What do you see?
por Dorian Mormont Seg Mar 06, 2017 11:14 pm

» [Quest Narrada] Hot room
por Narrador Seg Mar 06, 2017 10:52 pm

» [Quest Narrada] Do not succumb
por The Maiden Made of Light Seg Mar 06, 2017 8:55 pm

» [RP Fechada]Flashback - The Bastard Child in the Snow. Pt.2
por Theon Snow Seg Mar 06, 2017 4:23 pm

» [RP Fechada] Crazy Kids
por Elyria Arryn Seg Mar 06, 2017 2:55 am

» [RP FECHADA] Confidence
por Elyria Arryn Seg Mar 06, 2017 1:15 am

» Quest Narrada - O Lugar de um Lorde
por Dorian Mormont Dom Mar 05, 2017 9:11 pm

» [RP fechada] Looking for a Fight
por Nälla Dom Mar 05, 2017 12:19 pm

» [RP Fechada | 18+] Facing the Lioness
por Dennis Braund Sab Mar 04, 2017 5:15 pm

» [RP FECHADA] Primeiros passos
por Arthor Stark Sex Mar 03, 2017 5:01 pm

» [RP fechada +18] Wicked Game
por Dennis Braund Sex Mar 03, 2017 4:33 pm

» [Quest Narrada] Dia da Caça, Dia do Caçador
por R'hllor Sex Mar 03, 2017 3:11 pm

» [Aviso] Pedidos no WOD-Resources
por Narrador Qua Mar 01, 2017 7:35 am

» Pedidos de quest
por R'hllor Ter Fev 28, 2017 11:54 pm

» [RP FECHADA +18] - Into the Lion's Den
por Susanne Glover Ter Fev 28, 2017 5:23 pm

» [RP FECHADA - 18+] Coming back? Are you sure?
por Erin Lannister Ter Fev 28, 2017 5:03 pm

» [RP Aberta] Hunting The Chicken
por Roth Whiteforest Seg Fev 27, 2017 2:25 pm

» [RP Fechada, flashback] You only live once
por Cory Silversun Seg Fev 27, 2017 1:37 am

» [RP fechada | Flashback] Old man, poor man
por Masamune Tsubakein Dom Fev 26, 2017 10:39 am

» [RP FECHADA] I Put a Spell on You
por Quinn Elijah Flowers Dom Fev 26, 2017 6:02 am

» [RP FECHADA] Flashback — running through the fire
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 5:12 pm

» [RP Fechada] Mirror of the Destiny, can you show me...? ~ Flashback
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 4:51 pm

» Premiações [Fevereiro]
por Anole Tallhart Sab Fev 25, 2017 4:16 pm

» [RP Fechada]Flashback - The Bastard Child in the Snow. Pt.1
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 12:20 pm

» [RP ABERTA] Mademoiselle Marchand
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 12:12 pm

» [RP FECHADA] O dever de um Lord #1
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 12:08 pm

» [RP FECHADA] Recomeço
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 11:56 am

» [RP FECHADA - FLASHBACK] forget it
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 11:49 am

» Atualizações Específicas
por Roth Whiteforest Sab Fev 25, 2017 10:57 am

» [RP Fechada] Bring Me Virgins
por Dennis Braund Sab Fev 25, 2017 2:45 am

» [TREINO] Black Warrior
por Alice Targaryen Sex Fev 24, 2017 4:59 pm

» [RP ABERTA] Dance Of The Druids
por Many-Faced God Sex Fev 24, 2017 2:02 pm

» [FP] Hew Tyrell
por Many-Faced God Sex Fev 24, 2017 12:41 pm

» Solicitação de Conquistas
por R'hllor Qui Fev 23, 2017 11:42 pm

» [RP Fechada] The precise attack
por James Lannister Qui Fev 23, 2017 11:03 pm

» [FP] Desmond Targaryen
por Desmond Targaryen I Qua Fev 22, 2017 5:21 pm

» Quest Narrada - Uma transa de matar
por Narrador Qua Fev 22, 2017 1:36 pm

» RP FECHADA - Win or Die
por Drywn Graceford Ter Fev 21, 2017 1:01 am

» [RP Fechada/Flashback] Do not go, my dear
por Alannys Ashford Seg Fev 20, 2017 11:24 pm

» [RP Fechada] The witch and the prostitute
por Layna de Braavos Seg Fev 20, 2017 10:35 pm

» Quest narrada - Uma nova tarefa
por Alaric Umber Seg Fev 20, 2017 10:25 pm

» Quest narrada - O dia de amanhã
por Layna de Braavos Seg Fev 20, 2017 9:42 pm

» Quest Narrada - Onde se separa a menina da mulher
por Dorian Mormont Seg Fev 20, 2017 5:13 pm

» Quest Narrada - Sérios problemas
por Dorian Mormont Seg Fev 20, 2017 5:09 pm

» Moderação de tópicos
por Allenhardt Pyke Seg Fev 20, 2017 2:46 pm

» [RP fechada - Flashback] - The water hears and understands
por Allenhardt Pyke Seg Fev 20, 2017 2:44 pm

» RP Fechada - Mercy
por The Old Gods Seg Fev 20, 2017 2:24 pm

» [RP FECHADA] Reading until dawn
por The Old Gods Seg Fev 20, 2017 1:22 pm

» [Dungeon] Frozen Treasure - Inscrições
por Dorian Mormont Seg Fev 20, 2017 12:01 am

» [RP FECHADA] Um novo homem [+18]
por Elizabeth Tyrell Dom Fev 19, 2017 11:09 pm

» [RP FECHADA] PREFÁCIO — Disturbing nights
por Dorian Mormont Dom Fev 19, 2017 10:40 pm

» [RP Fechada] A Beautiful Day to Walk
por James Lannister Dom Fev 19, 2017 5:20 pm

» [Quest One Post] Careful, child
por The Maiden Made of Light Sab Fev 18, 2017 11:02 pm

» RP fechada - Aquecimento de inverno
por The Old Gods Sab Fev 18, 2017 5:32 pm

» [RP Fechada] Moment Between Sisters
por Leana Targaryen Sab Fev 18, 2017 1:23 pm

» [RP FECHADA] THE BEAST INSIDE
por The Black Goat of Qohor Sab Fev 18, 2017 1:01 pm

» [RP Fechada] As Sombras Erguem-se
por Narrador Sex Fev 17, 2017 7:54 pm

» [RP Fechada - Flashback] Try Again
por The Old Gods Sex Fev 17, 2017 6:58 pm

» [RP Fechada/flashback] The golden age
por The Old Gods Sex Fev 17, 2017 6:46 pm

» [RP Fechada - Flashback] Only policy
por The Old Gods Sex Fev 17, 2017 6:22 pm

» [FP] Ambrose, Garth.
por The Maiden Made of Light Sex Fev 17, 2017 3:32 am

» [RP Fechada] House of Memories
por Elyria Arryn Sex Fev 17, 2017 1:27 am

» [Dados] As Sombras Erguem-se
por Narrador Sex Fev 17, 2017 12:35 am

» [RP Fechada] Red lips always lie
por Layna de Braavos Qui Fev 16, 2017 9:53 pm

» [RP Fechada] Ascensão
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 7:36 pm

» [RP Fechada] Jobbery.
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 6:45 pm

» [RP Fechada] Fallin Apart
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 6:41 pm

» [RP Fechada] Bastard... and Mastermind.
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 5:44 pm

» [FP] Lancelyn Wyl (EM CONSTRUÇÂO)
por Lancelyn Qui Fev 16, 2017 5:24 pm

» [RP FECHADA] Snowed woods
por Alaric Umber Qua Fev 15, 2017 11:07 pm

» [Quest Narrada] Murder
por Narrador Qua Fev 15, 2017 10:44 pm

» [RP FECHADA +18] Lose It
por Terry Ashford Qua Fev 15, 2017 10:31 pm

» [RP Flash. +18] — She knows what I think about
por Many-Faced God Qua Fev 15, 2017 8:29 pm

» [Rp Fechada] Oloko
por Eustass Kid Qua Fev 15, 2017 8:17 pm

» [RP Aberta] A Agonia dos Corvos
por Many-Faced God Qua Fev 15, 2017 7:57 pm

» [RP Fechada] Lift Now
por Memphis Greyjoy Qua Fev 15, 2017 4:22 pm

» [RP FECHADA] Girls and knives, good brides
por Drowned God Qua Fev 15, 2017 4:02 pm

» [RP FECHADA] O Conselheiro da Fortaleza De Águas Claras.
por Drowned God Qua Fev 15, 2017 3:49 pm

» Promoção: Convide seus amigos
por James Lannister Qua Fev 15, 2017 11:40 am

» [Quest Narrada] The father's bones
por The Maiden Made of Light Qua Fev 15, 2017 7:12 am

» Quest narrada - Bravo?
por Lorien Hill Qua Fev 15, 2017 6:56 am

» Quest Narrada - Sussurros
por Dorian Mormont Ter Fev 14, 2017 9:23 pm

» [Quest Narrada] O satã
por Dorian Mormont Ter Fev 14, 2017 9:15 pm

" />

[RP Fechada - Flashback] — Dragon Age

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

DRAGON AGE
RP Fechada, que começará com o post de MAEGOR BLACKFYRE. Participam AEGOR TARGARYEN. Passando-se no exato ano de 358 DD, o cenário é visto como os aposentos do Príncipe de Pentos na sua casa, a Mansão da Família Blackfyre. O dragão negro estava em seu quarto, buscando por serenidade para tratar de assuntos diplomáticos de Pentos, até que foi abordado pelo o jovem dragão.



— Emperor's new clothes. I'm taking back the crown.  I'm all dressed up and naked. I see what's mine and take it.


avatar
Imagem :
Mensagens : 29
Nome do jogador : Vitu
Dragões de ouro : 20
Veados de prata : 84
Estrelas de cobre : 00
Idade : 35
Salário extra : 2%
Ver perfil do usuário
Mestre das Leis

Voltar ao Topo Ir em baixo

A
dministrar uma nação de proporções colossais, como Pentos, nunca foi uma tarefa fácil, para homens ou mulheres que possuem a tendência de desistir facilmente de afazeres cotidianos, nem mesmo nos remotos tempos. Maegor, quando mais novo, pensou em abandonar o cargo de regente da cidade de habitantes livres, porém, sua mãe, Maelys, o impediu. Recordava-se até mesmo hoje, na atualidade, das palavras expostas pela a matriarca da família Blackfyre, estas que eram exatamente assim. — Maegor, meu filho, nós somos os dragões negros... Somos os Blackfyre. Nascemos do sangue de Daemon Blackfyre, bastardo de Aegon IV Targaryen e Daena Targaryen. Você sabe muito bem que foi ele quem deu início à Rebelião Blackfyre ao convencer vários lordes e senhores dos Setes Reinos a dar apoio a reinvindicação do Trono de Ferro, que era ocupado por Daeron II Targaryen, irmão do fundador da nossa casa. Daemon Blackfyre era um bom homem, forte e espirituoso. Ele só lutava pelo o que lhe pertencia por direito. Infelizmente deve saber como se sucedeu a tal revolta: Daemon pereceu no Campo do Capim Vermelho; suas proles se refugiaram aqui, em Essos... Meu filho... Um dia você passará por eventos semelhantes, estes que só posso desejar-te a mais puríssima sorte.  

A história de seus antepassados o impulsionava a seguir em frente, nunca dando as costas para o problema, ou tentar contorna-lo, mas sim, combatendo-o com o máximo de si. Claro, o passado não se resumia a só isto; outros fatos históricos, Maegor foi aprendendo e descobrindo ao decorrer de sua vida. A Casa Blackfyre recebeu este nome por conta da espada Blackfyre, que foi usada para legitimar Daemon como progênie do Rei Aegon IV Targaryen. As cores no seu brasão são totalmente o inverso do brasão da “família original”, os Targaryen. Além de que houve mais algumas tentativas de revoluções feitas por eles ao longo do ano, não foi somente uma. Todavia, não foram tão grandiosas quanto à primeira.

Retornado para a realidade, para o presente. Maegor encontrava-se em seus aposentos, adormecendo sobre uma pilha de papéis. A partir do sono involuntário foi onde se relembrou de tais informações, estas armazenadas em seu banco de memórias. Entreabrindo os beiços, um vento foi soprado, exalando insatisfação. Não obstante, recostava o seu dorso no suporte da cadeira; as falanges correram através de seus fios escuros, puxando-os para trás em meio ao fazer. — O que quer? — Bateu o punho contra o plano da mesa, fazendo com que esta tremulasse minimamente. O tom irritadiço e impaciente veio à tona quando um serviçal avisou-lhe de uma visita. De acordo com esse, o pequeno Targaryen desejava ter uma conversação com o Blackfyre. — Mande-o entrar. — Fez um sinal com os dedos, salientando o comando dado.

Aos poucos o menor adentrou o recinto, locomovendo-se na velocidade média que seus pequenos membros ínferos lhe permitiam. À espera, o dragão batia as pontas dos dedos na beirada de mesa, propagando ruídos quaisquer, sem intuito e ritmo. — Fique à vontade, meu jovem. — Olhando para a cadeira livre em frente ao móvel – mesa – de forma perfeitamente circular, disse ele. Apoiou o maxilar no punho cerrado, analisando o menor. — Pode deixar-nos a sós. — Lançou o comando para o guarda, o qual havia entregado a notificação, mirando-o pelos os rabos das vistas. Após a partida do outro, focou o olhar no mais baixo de cabelos platinados. — A que devo a majestosa visita do capitão? — Exibia um sorriso falso, delineado em arcos nos cantos de sua boca. Fazia o mesmo com uma sobrancelha, ao alto de sua testa.

Habilidade Treinada:
+História



Última edição por Maegor Blackfyre em Sab Dez 03, 2016 1:02 am, editado 2 vez(es)


— Emperor's new clothes. I'm taking back the crown.  I'm all dressed up and naked. I see what's mine and take it.


avatar
Imagem :
Mensagens : 29
Nome do jogador : Vitu
Dragões de ouro : 20
Veados de prata : 84
Estrelas de cobre : 00
Idade : 35
Salário extra : 2%
Ver perfil do usuário
Mestre das Leis

Voltar ao Topo Ir em baixo


Oimproviso, apesar de ser seu maior talento, se mantém em conjunto da adaptação em segundo plano. Desde a queda de seu progenitor agarrou-se a esperança, que se consolidou como objetivo por via de seu desenvolvimento, de que seria o homem a empunhar a espada que decapitaria atual rainha. Não se limitou a tornar-se órfão de seus familiares, mas também de terras que fazem parte de sua origem. Adapta-se facilmente a novas terras, preenchendo os pulmões de novos ares a serem explorados e principalmente dominados. Não há quem consiga resgatar a sensação de sentir-se em casa, mas há a certeza de que tal irá toma-lo momentaneamente quando tomado pelo sangue de seus inimigos — esta sendo a única maneira de senti-la novamente. Prefere abster-se de pensamentos que se distanciam de seu objetivo, como um inevitável futuro onde conseguira desempenhar seu papel a conquistar o trono de ferro em cumplicidade aos Blackfyre. Todavia, são apenas conjecturas que inundam sua mente que em demasia importunam a frieza de seus atos. Um homem deve saber distinguir a quantidade entre concepção e a ação, alcançando à perfeição quando se consegue igualar ambas. E mesmo com seus completos quinze anos de idade, crê estar próximo de tamanha conquista.

São duas pedras circulares que se distanciam da superfície de mármore, duas ametistas perfeitas tremeluzindo de acordo com a iluminação do ambiente. As sombras das velas o mantém interessado por um curto período de tempo, outrora disperso em sua impaciência na falta dos serviçais dos Blackfyre. A morada é pertencente a aqueles que se tornaram seus aliados, donde fora agraciado por um aposento que pudera chamar de seu. Contudo, seria extremamente descuidado se passasse demasiado tempo distante do acampamento que abriga os demais componentes da Companhia Dourada a qual lidera. Seus homens poderiam se dispersar pelas tabernas e principalmente pelos puteiros, esquecendo-se das funções que deveras ser cumpridas. Por mais que seja temido, é ciente dos valores dos prazeres finitos que seus homens tanto prezam — ou todos aqueles que conhece, melhor dizendo. As íris de coloração arroxeadas se distanciam do foco de iluminação, pronunciando-se com certa irritabilidade ao referir-se com urgência de sua presença ao serviçal. Ciente de que a princesa Blackfyre encontra-se ausente, é certo que seu irmão esteja presente.  Aegor costuma brincar que na ausência de um, há o outro. Obviamente, com suas segundas intenções proeminentes em seus trejeitos e concentrando-se especialmente em seu tom de voz aveludado.

O retorno repentino do serviçal não o surpreendeu, visto que conseguira captar a urgência em suas palavras por consequência do importuno que causou ao seu mestre. Preferiu manter-se sereno na execução de seus passos, de maneira contraditória ao servo que se mantinha defronte a sua figura em contínua prestação imediata. Questionou-se na possibilidade de ordenar ao mesmo que pule da janela mais alta, rindo-se por dentro com o provável fato de sua vítima notar quando já dito feito. Jamais optaria por uma morte tão rápida e “limpa”, preferia quando suas vítimas suplicavam por ela quando seus olhos se deliciam com a visão dos estragos de suas torturas lentas e indescritivelmente dolorosas. Contudo, ignora completamente suas preferências quando se trata da clientela. Há quem prefira a ausência de vestígios, que pareça suicídio ou que terceiros sejam incriminados por seu fim. A qualidade de seus serviços provém daquilo que lhe é pago, apesar de que seu cargo atual o limitar em sua prepotência. Agora serve diretamente a aqueles que prometeram reservar o coração e a cabeça daquela que vê no ápice de sua violência.

Adentrou no recinto assim que a porta lhe fora aberta, os movimentos harmonicamente calculados e carregados de uma leveza que somente um nobre pode ter, com suas madeixas platinadas minunciosamente balançando em resposta. As íris tardam a mirar a figura maior no recinto, aguardando o momento certo a qual deveria se pronunciar com seu lado naturalmente cortês. — Meu príncipe. — Inclinou a cabeça levemente para frente, movimento a destra como a quem afaga o ar. Posteriormente acomodou-se ao assento que lhe fora intencionado, relaxando os músculos juvenis sobre superfície macia. Arqueou então uma de suas sobrancelhas claras com a vinda da privacidade, arriando os ombros com certa inquietação devido a atenção voltada a si pelo homem. O canto direito de seus lábios dera uma leve inclinada ao mesmo tempo em que se mantinha matreiro havia uma pitada de deboche em sua expressão oculta. — De minha parte não há com o que se preocupar, Vossa Alteza. — Respondeu prontamente, permanecendo com sua expressão incólume enquanto se manifestava inconscientemente. — Atrevo-me a dizer o quão exausto aparenta estar, meu príncipe. Há quanto tempo não consegue relaxar os músculos, apreciar um bom vinho e deliciar-se com uma mulher...? — Demorou-se a pronunciar a última palavra, certo de que a formalidade tivera sido deixada para atrás devido sua ousadia. Ergueu-se do assento, deliberando que não era o lugar do qual preferia estar.

Atravessou o espaço que os dividia, contornando o assento do nobre e pousando ambas as palmas sobre os ombros alheios em sua insolência. Já não é um intruso entre os Blackfyre, sente-se quase da família pela frequência que entrega cabeças decepadas a eles.  A destra arrisca-se a passear pelo peitoral alheio, mas logo se recolhe com uma falsa repreensão. — Perdoe a invasão, meu príncipe. Pensei que pudesse lhe trazer algum conforto entremeio a tanto encargo. — As palavras são tristes, sim. Como uma criança que acabara de ser repreendida pela mãe ao comer doces antes de terminar com o jantar. O queixo quase encosta na cabeleira real, macia e sedosa como nunca antes. O que faria depois? Arriscaria o mesmo contato íntimo que possui com outra, apto em tornar-se objeto de desejo entre ambos os irmãos. Quase um fetiche, mas para ele apenas um detalhe de sua sexualidade liberal. — Não encontrei vossa irmã, pensei que pudesse lhe fazer companhia. — Completou sem rodeios, descartando a possibilidade de parecer inocente. Aegor poderia ser tudo, menos inocente. E mentir assim para Maegor poderia ser visto como uma afronta.

Heart and soul, one will burn;

@ vulpvelox



Última edição por Aegor Targaryen em Dom Dez 04, 2016 3:55 am, editado 2 vez(es)
avatar
Imagem : DRACARYS NO TEU C*
Mensagens : 68
Nome do jogador : Orc
Idade : 15
http://winordie.forumeiros.com/t1444-targaryen-aegor-finalizada#12730Ver perfil do usuário
Capitão-General da Companhia Dourada

Voltar ao Topo Ir em baixo

O
s fios alvos voaram em meio à gravidade nula, rebuliçando-se no ar em meio ao andar aplicado. Seus passos eram mecânicos, muito bem articulados para um garoto com pouco mais de uma década de vida. A violeta de suas íris se incandescia no efeito luminoso criado pelo o feixe solar, o qual adentrava por uma fresta nas cortinas da enorme janela à esquerda do seu aposento, dando a impressão que eram mais claros do que o normal. Se bem que o normal não podia ser considerado como algo “normal”, talvez fosse problema genético, passado de geração para geração, de pai para filho, os dragões vermelhos possuírem aqueles traços singulares: madeixas douradas e globos púrpuros; deveras interessante era o comentário feito no sistema mental do dragão negro, enquanto vislumbrava tais características de perto. O mais velho ostentava um olhar semicerrado, por conta do franzir de sua tez que não possuía uma ruga sequer. Não estava velho, só um pouco avançado na vida em relação à idade do homem de menoridade ali presente em seus aposentos. Diferente, a pigmentação de seus órgãos oculares aparentou estar mais escuro, isto só era possível por estar localizado em um ponto com menos iluminação natural, exceto por uma vela incendida num canto qualquer.

O menino exalava presunção, bem como os ademais de sua raça inferior, mas que, desde a sua aparição, julgava ser especial sobre os outros sangues. Filhos dos dragões. Me poupe. Tais criaturas mágicas mal existem, pouco se saibam se houveram milhares, ou milhões, de dragões sobre a face deste planeta num remoto dia do passado. Sim. Existiu um número finito desses na época Valíria, que agora se encontra no estado de ruínas em seu continente, Essos. A cidade está inabitada há mais de quatros séculos, era localizado no centro da Península Valiriana – por isso o nome Valíria -, esta que se estendia até o Mar de Verão. Isso até que um fenômeno separou a cidadela das Terras do Longo Verão, criando o Mar Fumegante. Nela viviam conhecidas casas ancestrais, como os Targaryen, estes que originaram a casa Blackfyre, uma ramificação independente. Também detinha a casa Velaryon de Devimarca, que também têm os mesmos aspectos físicos dos dragões vermelho devido ao seu sangue ter se originado em Valíria, a qual atualmente governa a maior ilha na Baía da Água Negra – Devimarca -. Também, mas menos importante, a casa Celtigar que foi, mais tarde, jurada a Pedra de Dragão; foram subjugados por Visenya Targaryen, mas fez de seu lorde, Crispian Celtigar, o mestre da moeda de Aegon I Targaryen.

O moleque, mesmo sendo um Targaryen, era educado, aparentemente. Ao se por na presença do Príncipe de Pentos, uma reverência foi feita com o menear de seu crânio sutilmente; em cortesia à educação real do outro, o príncipe realizou o mesmo feito após a finalização do alheio. Ele, Aegor, foi bem disciplinado nesses poucos anos de existência. Maegor manteve um semblante austero, ao mesmo tempo, pensativo. As orbes visuais rolaram pela escultura alheia, analisando-a, enquanto estava atento às verbalizações lhe direcionada. Sem auxílio doutro punho, pressionou o polegar nas junções das falanges, estalando os dedos. Cerrou as pálpebras. Soprou um suspiro inibido por sensações tediosas. A noção sobre Aegor estava correta: arrogante como todos de sua espécie; o dragão negro deixou que seus olhos instintivamente se revirassem posteriormente ao término da questão, esta fundida a contrastes satíricos. — Meu jovem. — E novamente suspirou, coçando a barba do seu maxilar. Em resposta, deu de ombros, erguendo-os e descendendo-os. — O que eu faço de ócio não convém-te, capitão. — Todavia, infelizmente, estava correto, há tempos não era agraciado pelo o toque de macias e sugestivas mãos femininas, satisfazendo seus desejos mais selvagens e primitivos, tampouco digerir alguma bebida por simples prazer, não para manter-se acordado e ocupar-se com afazeres políticos.

— Mantenha-se focado no porquê de ter se tornado Capitão-General da Companhia Dourada, Aegor Targaryen. — O timbre visivelmente perdeu a saturação harmônica, transformando-se em rude, ríspida. Foi quando pôde reparar que ele já não mais constava na cadeira, cujo antes era visto. Seus ombros, tensos, foram contatados por dedos juvenis, finos, os quais massageavam a musculatura local. Insolente. Pensou o maior, mirando-o por sobre o ombro. Em meio aos pensamentos, o tronco lhe era tomado pelos mesmos dedos, passeando por sua extensão com calma, sem pressa alguma. O moreno friccionou as dentárias de marfim no canto de seu ínfero lábio róseo, mordendo-o durante o percurso pueril. Estaria ele deixando-se levar por suas necessidades? Não. Afastou o membro com um tapa rápido, logo pondo-se em pé, e ereto. Caminhou até a grande janela na lateral do quarto, abrindo suas cortinas. Com isso pôde mirar o sol se pondo no oeste, aclamando o início da caída da noite e ascensão do escudo platinado. — Visenya, minha irmã, deve estar ocupada, resolvendo algum assunto pendente como Princesa de Pentos. — Voltou os olhos ao do mais baixo, este que residia ainda trás da cadeira onde o Blackfyre estava anteriormente. — Se deseja fazer-me companha, ótimo. Mas prefiro dialogar a qualquer outra coisa, principalmente com uma criança da sua idade. — Cruzando os braços rentes ao tronco, Maegor argumentou, ostentando o mesmo tom de outrora. Estreitou os olhos, quase privando-se da visão. — O que sabe sobre a rainha, Serra Targaryen?

Habilidade Treinada:
+História



— Emperor's new clothes. I'm taking back the crown.  I'm all dressed up and naked. I see what's mine and take it.


avatar
Imagem :
Mensagens : 29
Nome do jogador : Vitu
Dragões de ouro : 20
Veados de prata : 84
Estrelas de cobre : 00
Idade : 35
Salário extra : 2%
Ver perfil do usuário
Mestre das Leis

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada - Flashback] — Dragon Age

Mensagem por Drowned God em Dom Dez 04, 2016 5:00 pm

Avaliação de treino de habilidade

maegor blackfyre

Ótimo treino, parabéns!


Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (40/40)
+ Estrutura e Coesão (30/30)
+ Enredo e Criatividade (20/20)
+ Ortografia e Organização (10/10)

Total (100/100)


+ 18% de experiência pelo atributo de inteligência com 5 pontos
- 0% de experiência por ter a habilidade no nível 1

Recompensas
+ 118 pontos de experiência em História
avatar
Imagem : What is dead may never die, but rises again, harder and stronger.
Mensagens : 116
Nome do jogador : David
Dragões de ouro : 00
Veados de prata : 00
Estrelas de cobre : 00
Idade : -
Salário extra : 0%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada - Flashback] — Dragon Age

Mensagem por Drowned God em Dom Dez 11, 2016 4:56 pm

Avaliação de treino de habilidade

maegor blackfyre

Ótimo treino, parabéns!


Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (40/40)
+ Estrutura e Coesão (30/30)
+ Enredo e Criatividade (20/20)
+ Ortografia e Organização (10/10)

Total (100/100)


+ 18% de experiência pelo atributo de inteligência com 5 pontos
- 5% de experiência por ter a habilidade no nível 2

Recompensas
+ 113 pontos de experiência em História
avatar
Imagem : What is dead may never die, but rises again, harder and stronger.
Mensagens : 116
Nome do jogador : David
Dragões de ouro : 00
Veados de prata : 00
Estrelas de cobre : 00
Idade : -
Salário extra : 0%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada - Flashback] — Dragon Age

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum










O Win or Die foi inaugurado a 09.09.2015. O RPG passa-se no mundo de As Crónicas de Fogo e Gelo, criadas por George R. R. Martin, mais de 50 anos depois dos acontecimentos dos livros. A trama inicial foi criada pela Staff, mas agradecemos a todos os nossos jogadores pela sua ajuda na evolução da mesma.
A nossa skin foi inteiramente criada por Ross (Many-Faced God), incluindo os templates de post e da página inicial, para uso exclusivo no Win or Die RPG, com o apoio da Soph (The Maiden) e do Tiago (Baelor Targaryen). O slider do nosso mural foi criado por CSS Slider. As imagens usadas foram tiradas do Google e editadas por Ross. Agradecemos ainda ao FM Codes e Best Skins pelos seus tutoriais de Javascript. Plágio é crime.

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::