We're at war nowA Song of Ice and Fire RPG
The game has begun. Will you win, or will you die?
Últimos assuntos
» Ausências
por The Maiden Sab Abr 29, 2017 3:25 pm

» [RP fechada] Mind Games
por Syndor Qua Mar 22, 2017 10:35 pm

» Pedido de atualização
por Francesca Sweet Sab Mar 18, 2017 8:23 pm

» [RP Fechada | 18+] Tell Me
por Dennis Braund Sab Mar 18, 2017 1:56 am

» [Quest Narrada] A Seita Branca
por Nanien Mormont Qui Mar 16, 2017 11:04 pm

» Avaliação de treinos
por Meena Ter Mar 14, 2017 12:52 pm

» [ Quest Narrada ] - Saquear!
por Dorian Mormont Seg Mar 13, 2017 7:44 pm

» [RP Fechada] Something Else?
por Dorian Mormont Seg Mar 13, 2017 7:32 pm

» Check-in [Fevereiro]
por Hyperion Targaryen Dom Mar 12, 2017 2:55 pm

» [RP FECHADA] Distant past
por Ella Baratheon Sab Mar 11, 2017 1:35 pm

» [RP FECHADA] The deer on ice
por Ella Baratheon Sab Mar 11, 2017 1:25 pm

» [RP Fechada | Flashback] Recovery drink
por Many-Faced God Qui Mar 09, 2017 11:49 am

» [RP Aberta][Flashback] Kung Fu Panda
por Many-Faced God Qui Mar 09, 2017 11:34 am

» [RP FECHADA] Beyond the view
por Many-Faced God Qui Mar 09, 2017 11:22 am

» [Quest Narrada] Human hunting
por Theon Snow Qua Mar 08, 2017 4:22 pm

» Solicitação de Grupos
por Davos Icewood Ter Mar 07, 2017 10:15 pm

» [RP fechada] What do you see?
por Dorian Mormont Seg Mar 06, 2017 11:14 pm

» [Quest Narrada] Hot room
por Narrador Seg Mar 06, 2017 10:52 pm

» [Quest Narrada] Do not succumb
por The Maiden Made of Light Seg Mar 06, 2017 8:55 pm

» [RP Fechada]Flashback - The Bastard Child in the Snow. Pt.2
por Theon Snow Seg Mar 06, 2017 4:23 pm

» [RP Fechada] Crazy Kids
por Elyria Arryn Seg Mar 06, 2017 2:55 am

» [RP FECHADA] Confidence
por Elyria Arryn Seg Mar 06, 2017 1:15 am

» Quest Narrada - O Lugar de um Lorde
por Dorian Mormont Dom Mar 05, 2017 9:11 pm

» [RP fechada] Looking for a Fight
por Nälla Dom Mar 05, 2017 12:19 pm

» [RP Fechada | 18+] Facing the Lioness
por Dennis Braund Sab Mar 04, 2017 5:15 pm

» [RP FECHADA] Primeiros passos
por Arthor Stark Sex Mar 03, 2017 5:01 pm

» [RP fechada +18] Wicked Game
por Dennis Braund Sex Mar 03, 2017 4:33 pm

» [Quest Narrada] Dia da Caça, Dia do Caçador
por R'hllor Sex Mar 03, 2017 3:11 pm

» [Aviso] Pedidos no WOD-Resources
por Narrador Qua Mar 01, 2017 7:35 am

» Pedidos de quest
por R'hllor Ter Fev 28, 2017 11:54 pm

» [RP FECHADA +18] - Into the Lion's Den
por Susanne Glover Ter Fev 28, 2017 5:23 pm

» [RP FECHADA - 18+] Coming back? Are you sure?
por Erin Lannister Ter Fev 28, 2017 5:03 pm

» [RP Aberta] Hunting The Chicken
por Roth Whiteforest Seg Fev 27, 2017 2:25 pm

» [RP Fechada, flashback] You only live once
por Cory Silversun Seg Fev 27, 2017 1:37 am

» [RP fechada | Flashback] Old man, poor man
por Masamune Tsubakein Dom Fev 26, 2017 10:39 am

» [RP FECHADA] I Put a Spell on You
por Quinn Elijah Flowers Dom Fev 26, 2017 6:02 am

» [RP FECHADA] Flashback — running through the fire
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 5:12 pm

» [RP Fechada] Mirror of the Destiny, can you show me...? ~ Flashback
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 4:51 pm

» Premiações [Fevereiro]
por Anole Tallhart Sab Fev 25, 2017 4:16 pm

» [RP Fechada]Flashback - The Bastard Child in the Snow. Pt.1
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 12:20 pm

» [RP ABERTA] Mademoiselle Marchand
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 12:12 pm

» [RP FECHADA] O dever de um Lord #1
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 12:08 pm

» [RP FECHADA] Recomeço
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 11:56 am

» [RP FECHADA - FLASHBACK] forget it
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 11:49 am

» Atualizações Específicas
por Roth Whiteforest Sab Fev 25, 2017 10:57 am

» [RP Fechada] Bring Me Virgins
por Dennis Braund Sab Fev 25, 2017 2:45 am

» [TREINO] Black Warrior
por Alice Targaryen Sex Fev 24, 2017 4:59 pm

» [RP ABERTA] Dance Of The Druids
por Many-Faced God Sex Fev 24, 2017 2:02 pm

» [FP] Hew Tyrell
por Many-Faced God Sex Fev 24, 2017 12:41 pm

» Solicitação de Conquistas
por R'hllor Qui Fev 23, 2017 11:42 pm

» [RP Fechada] The precise attack
por James Lannister Qui Fev 23, 2017 11:03 pm

» [FP] Desmond Targaryen
por Desmond Targaryen I Qua Fev 22, 2017 5:21 pm

» Quest Narrada - Uma transa de matar
por Narrador Qua Fev 22, 2017 1:36 pm

» RP FECHADA - Win or Die
por Drywn Graceford Ter Fev 21, 2017 1:01 am

» [RP Fechada/Flashback] Do not go, my dear
por Alannys Ashford Seg Fev 20, 2017 11:24 pm

» [RP Fechada] The witch and the prostitute
por Layna de Braavos Seg Fev 20, 2017 10:35 pm

» Quest narrada - Uma nova tarefa
por Alaric Umber Seg Fev 20, 2017 10:25 pm

» Quest narrada - O dia de amanhã
por Layna de Braavos Seg Fev 20, 2017 9:42 pm

» Quest Narrada - Onde se separa a menina da mulher
por Dorian Mormont Seg Fev 20, 2017 5:13 pm

» Quest Narrada - Sérios problemas
por Dorian Mormont Seg Fev 20, 2017 5:09 pm

» Moderação de tópicos
por Allenhardt Pyke Seg Fev 20, 2017 2:46 pm

» [RP fechada - Flashback] - The water hears and understands
por Allenhardt Pyke Seg Fev 20, 2017 2:44 pm

» RP Fechada - Mercy
por The Old Gods Seg Fev 20, 2017 2:24 pm

» [RP FECHADA] Reading until dawn
por The Old Gods Seg Fev 20, 2017 1:22 pm

» [Dungeon] Frozen Treasure - Inscrições
por Dorian Mormont Seg Fev 20, 2017 12:01 am

» [RP FECHADA] Um novo homem [+18]
por Elizabeth Tyrell Dom Fev 19, 2017 11:09 pm

» [RP FECHADA] PREFÁCIO — Disturbing nights
por Dorian Mormont Dom Fev 19, 2017 10:40 pm

» [RP Fechada] A Beautiful Day to Walk
por James Lannister Dom Fev 19, 2017 5:20 pm

» [Quest One Post] Careful, child
por The Maiden Made of Light Sab Fev 18, 2017 11:02 pm

» RP fechada - Aquecimento de inverno
por The Old Gods Sab Fev 18, 2017 5:32 pm

» [RP Fechada] Moment Between Sisters
por Leana Targaryen Sab Fev 18, 2017 1:23 pm

» [RP FECHADA] THE BEAST INSIDE
por The Black Goat of Qohor Sab Fev 18, 2017 1:01 pm

» [RP Fechada] As Sombras Erguem-se
por Narrador Sex Fev 17, 2017 7:54 pm

» [RP Fechada - Flashback] Try Again
por The Old Gods Sex Fev 17, 2017 6:58 pm

» [RP Fechada/flashback] The golden age
por The Old Gods Sex Fev 17, 2017 6:46 pm

» [RP Fechada - Flashback] Only policy
por The Old Gods Sex Fev 17, 2017 6:22 pm

» [FP] Ambrose, Garth.
por The Maiden Made of Light Sex Fev 17, 2017 3:32 am

» [RP Fechada] House of Memories
por Elyria Arryn Sex Fev 17, 2017 1:27 am

» [Dados] As Sombras Erguem-se
por Narrador Sex Fev 17, 2017 12:35 am

» [RP Fechada] Red lips always lie
por Layna de Braavos Qui Fev 16, 2017 9:53 pm

» [RP Fechada] Ascensão
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 7:36 pm

» [RP Fechada] Jobbery.
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 6:45 pm

» [RP Fechada] Fallin Apart
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 6:41 pm

» [RP Fechada] Bastard... and Mastermind.
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 5:44 pm

» [FP] Lancelyn Wyl (EM CONSTRUÇÂO)
por Lancelyn Qui Fev 16, 2017 5:24 pm

» [RP FECHADA] Snowed woods
por Alaric Umber Qua Fev 15, 2017 11:07 pm

» [Quest Narrada] Murder
por Narrador Qua Fev 15, 2017 10:44 pm

» [RP FECHADA +18] Lose It
por Terry Ashford Qua Fev 15, 2017 10:31 pm

» [RP Flash. +18] — She knows what I think about
por Many-Faced God Qua Fev 15, 2017 8:29 pm

» [Rp Fechada] Oloko
por Eustass Kid Qua Fev 15, 2017 8:17 pm

» [RP Aberta] A Agonia dos Corvos
por Many-Faced God Qua Fev 15, 2017 7:57 pm

» [RP Fechada] Lift Now
por Memphis Greyjoy Qua Fev 15, 2017 4:22 pm

» [RP FECHADA] Girls and knives, good brides
por Drowned God Qua Fev 15, 2017 4:02 pm

» [RP FECHADA] O Conselheiro da Fortaleza De Águas Claras.
por Drowned God Qua Fev 15, 2017 3:49 pm

» Promoção: Convide seus amigos
por James Lannister Qua Fev 15, 2017 11:40 am

» [Quest Narrada] The father's bones
por The Maiden Made of Light Qua Fev 15, 2017 7:12 am

» Quest narrada - Bravo?
por Lorien Hill Qua Fev 15, 2017 6:56 am

» Quest Narrada - Sussurros
por Dorian Mormont Ter Fev 14, 2017 9:23 pm

» [Quest Narrada] O satã
por Dorian Mormont Ter Fev 14, 2017 9:15 pm

" />

[RP Fechada - Flashback] — Tell Me Lies

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

tell me lies
RP Fechada, que começará com o post de ALLENHARDT PYKE. Participam somente ALLENHARDT PYKE.  Os anos em que se passam tal aventura são incertos, ou melhor, são inconstantes. A certeza é que os eventos são feitos na ilha de Grande Wyk, tendo os mais diversos rumos e ações, devido a vida pré-pirata, assim como pós a este cargo.


we do
not sow
avatar
Imagem : Stay in your lane, boy.
Mensagens : 77
Nome do jogador : Vitu.
Dragões de ouro : 18
Veados de prata : 112
Estrelas de cobre : 00
Idade : 25
Salário extra : 44%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ignite me
Talvez o culpado de tudo o que aconteceu desde aquele dia seja eu. Tudo e absolutamente tudo é culpa da minha pessoa. Não sou narcisista, nem nada do gênero, mas carrego a culpa e o peso de ter nascido tão belo. Desde a menoridade já era atração de olhares de terceiros até minhas feições. Meus sedosos fios capilares, pigmentados geneticamente de acastanhado claro, esvoaçavam no ar conforme o vento conduzia uma lenta dança. A harmonia da rajada ventosa transcorrendo meu físico, este que a maior parte do tempo está nu – a parte superior pelo menos -, dando o ar da graça àqueles que fixavam as vistas em mim dos meus músculos másculos. Tenho a ciência e poderio de conduzir as pessoas às condutas que me convém através do uso do meu timbre vocal rouco e grave, o qual tendia a despertar os instintos mais animalescos dos seres humanos.

Conheço meu corpo e sei como aproveitá-lo. Mas, nem tudo é mar de rosas. Começou um dia no passado, acho que meu nome foi clamado dezessete vezes aos céus estrelados, anunciando os meus anos de existência. Eu era novo, um rapaz inocente. Quem dera ser tão inocente assim, já que nunca fui tão puro como desejava.

Quem já informou-se sobre a história de Allenhardt Pyke já deve estar ciente que ele, ou melhor, eu passei pouquíssimos anos vivendo com aqueles que dividem o mesmo laço sanguíneo. Precisei me criar desde que me conheço com gente, e por este motivo já era vivido nos assuntos da vida de maiores. Isso ao ter, por volta, de quatorze anos. Lembro-me perfeitamente como foi a minha vez: foi com uma pirata, acompanhante de minha mãe nas caçadas de relíquias pelo oceano. Apesar de estar entorpecido pelo o efeito consequente de uma bebida alcoólica, ainda idealizo os movimentos das curvas do quadril feminino acima do meu pênis. Para influenciar o meu ego, a mulher do mar disse que eu era “dotado”. De início não compreendi o significado do termo e do adjetivo, entretanto, quando ela soltou um gemido sôfrego, comunicando-me do seu auge, foi quando minha mente iluminou-se.

Agradeço até hoje a essa mulher, porque além de tirar a minha virgindade, me deu lições de como satisfazer as pessoas dos mais diversos modos possíveis. Além do mais, ensinou-me o processo que leva ao sexo e antes mesmo das preliminares, ou seja, me refiro à sedução. A sua maior instrução, esta que carrego no fundo de meus pensamentos até a atualidade, é usar de tudo o que dispõe para interceptar a sua vítima. Claro, dependendo da perspectiva e da interpretação, esse ensinamento pode servir para qualquer coisa, desde a um combate, até uma pesca.

Enfim, voltando para o presente, me vi em uma mesa. O turno era noturno, o que me surpreendeu, porque nem percebi o tempo passar. É das consequências em estar perdido com a própria imaginação é perder a noção do tempo. Eu estava sem um lugar para chamar de lar, onde estou é aquele que nunca darei uma palavra semelhante para descrevê-lo. Essa moradia precária foi a minha desgraça. Molde se encaixa melhor para essa situação, e entenderá conforme contarei a história. Como proclamei, estava sem um pedaço de espaço para que pudesse chamar de lar. Para a minha felicidade, agradeci ao meu mestre e senhor, o Deus Afogado, por ter bebido muito semana passada e não ter partido junto aos meus colegas, no nosso barco. Próximo a costa de Grande Wyk, nuvens tempestuosas rodearam o horizonte e atmosfera acima dos cabeças dos residentes da ilha. Esse fenômeno climático tirou a vida de meus “irmãos”: inicialmente uma carga negativamente carregada caiu e incendiou a vela, o condutor do veículo marítimo; para finalizar, uma onda enorme afundou.

— Nenhum sobrevivente. — Assim como contei-vos essa passagem de minha vida, fazia o mesmo para este par de gênero feminino. Um homem sentiu pena de mim ao ver-me jogado nas ruas, acolhendo-me em sua casa. Nunca senti tanto ódio de uma pessoa como senti dele e seus familiares. A sua mulher e sua filha não desfaziam o contato visual, enquanto verbalizavam frases e palavras de pena como “coitado”, “ninguém merece isso”. — Mas tudo bem. Aprendendo a viver sem a companhia daqueles que correram ao meu lado por anos, tenho certeza que é o que eles desejam para mim. — Abriguei o cotovelo canhoto sobre o plano da mesa. Ulteriormente fiz o mesmo com a extremidade da mandíbula, sobre o palmo do mesmo membro.

Minha expressão era sustentada por traços pesarosos e infelizes. Transmutei, de instinto, ao ver que elas ainda não piscavam, não tiravam os globos oculares do meu tronco. Minha blusa havia molhado por uma enxurrada d'água, assim, a pus para secar em um canto qualquer. Encaravam meu peitoral, alternando, às vezes, a direção da visão para minha boca. Repuxei um dos cantos desses, esboçando um sorriso unilateral. Maliciei coisas que poderia fazer com mãe e filha ao mesmo tempo. Busquei todos os cantos da residência da posição em que me encontrava, a fim de iniciar uma procura pelo patriarca da família que pretendia “destruir”. Ele sumiu. Ótimo. Os neurônios que compõe meu sistema nervoso, eles transmitiram a mensagem na forma de um pensamento rápido.

— Senhoritas. — Chamei suas atenções, usufruindo do tom de rouquidão da voz, ao mesmo tempo em que o fazia com um sussurro. Mirei ambas, elas que, cada uma, estava ao meu lado, pelos cantos. Prendi meus lábios entre os dentes, prensando eles na fina e sensível camada da superfície. Notei carne local incendiar-se com a prática, como elas mesmas avistaram, repetindo o mesmo. — Por que não permitem que eu... — Há pouco jantamos. O palmo destro, aquele que estava sem função, aprofundou-se sob a mesa de madeira. Imergiu abaixo do tecido da saia da mais velha. Acariciei sua derme quando deslizava, ora as pontas dos dedos, ora a própria palma, em sua coxa. Percorria por completa, desde a base próxima ao joelho, até a virilha.

No mais tardar, tirei minhas falanges das partes íntimas, não literalmente, da adulta. Aproximei-me, seguidamente, da filha, mais precisamente da curva do seu pescoço. Perpassei a ponta do nariz por ali. Contraindo a musculatura da narina, pude absorver o aroma inebriante dela. O seu odor continha uma essência afrodisíaca, a qual eu mal sabia que era viciante. Não sabia onde estava me metendo naquele instante, porém, deixei-me ser acompanhado pelos desejos e necessidades carnais. Recuei, retornando à posição ereta e normal. Em pé, o levantamento que fiz, tudo foi acompanhado pelos perspicazes órgãos visuais de ambas. Cruzei meus membros superiores, chocando-os no tórax protuberante. Um braço manteve essa pose, ao mesmo tempo em que outro ficou no eixo vertical, com a mão acerca do maxilar. Lubrifiquei meu beiço ínfero com o auxílio da língua úmida. Retirei o excesso da saliva quando passei a ponta do polegar na extensão horizontal dele. Mordisquei-o novamente. Completei o questionamento de momentos antes, com um atrativo sorriso estampado em meu semblante. — Coma algo diferente?

Habilidade Treinada:
+ Sedução





we do
not sow
avatar
Imagem : Stay in your lane, boy.
Mensagens : 77
Nome do jogador : Vitu.
Dragões de ouro : 18
Veados de prata : 112
Estrelas de cobre : 00
Idade : 25
Salário extra : 44%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Licking at the flames they bring about
ESSE POST CONTÉM CENAS PROIBIDAS PARA MENORES DE 18 ANOS. GRATO. NÃO DIGAM QUE NÃO AVISEI.


Capturaram-me pelos pulsos, onde fui levado a outro cubo. Dessa vez, era mais aconchegante como um quarto, afinal, era um. O quarto do casal. Não tive tempo algum para que pode fazer uma atitude contra, até porque eu não desejava isto. Lançaram-me sobre a cama de casal, acolhendo-se sobre a maciez do tecido. O par feminino tomou a iniciativa de vir em minha direção, engatilhando, enquanto ostentava uma atmosfera presunçosa em torno de si, um sorriso malicioso nas curvas dos lábios e olhar sórdido. A menina jogou-se ao meu lado e conduziu a sua face para de encontro a minha. Através do encaixe de nossos lábios um selo me fora roubado, o primeiro da minha vida até onde me lembro. A perfeição era a única palavra suficientemente precisa para definir como era o atrito de nossas bocas. A cavidade bucal era úmida e morna, constava ao perpassar a língua por ali, quando não a roçava na dela, presenciando a textura macia.

A matriarca optou por ser mais rápida, evitando a perda de tempo. O tempo é precioso demais para ser perdido. Segurou a barra de minha calça, puxando-a para baixo, assim como fez o mesmo com o tecido íntimo. Meu membro previamente rijo deu ar da graça á face da mãe, esta que estalou as vistas e fez um arco com a boca ao ver a dimensão. Contudo, não demorou pouco mais do que uns singelos segundos que senti um contato quente e frequente no meu íntimo, sendo pego, inicialmente, por sua base. Mirando para baixo, única coisa em que prestei atenção foi nela me massageando. O palmo ia para cima e para baixo, várias e várias vezes. Meu cardíaco já deu início à palpitação desenfreada, o que foi intensificado quando sentiu o beijo na glande. Só pude pender a cabeça para trás, ao mesmo tempo em que já notava que minha respiração já perdeu o ritmo.

A menor foi descendo por maxilar, distribuindo pequenos selos, acompanhados por, às vezes, mordidas e/ou sucções, as quais se transmutaram em algo mais selvagem e bruto em meu pescoço. Possivelmente ficariam marcas arroxeadas na derme pálida local. A quentura que se programou ali me deu a resposta para isso, e a aparição de tais marcas também serviu de réplica.  Ela não parava por um segundo, não dando a oportunidade para fazer algo. A mulher com o seu oral também não facilitava, agora mergulhando totalmente meu pênis em sua boca, já dentro da garganta. Ofeguei quando o bico eriçado do meu peitoral foi prendido entre as dentárias da filha, sendo chupando logo em seguida. E ainda era chupado entre as pernas. Mas não, o mamilo não foi o bastante para a pequena, esta que dividiu espaço sobre minhas coxas, também absorvendo minha intimidade.

Inclinei-me para vê-las melhor. Tive o erótico vislumbre delas trocando saliva. Mãe e filha se beijando bem diante dos meus olhos. Tanto a minha pessoa, quanto o conteúdo sexual que tenho ficamos surpreendidos com a cena de beijo lésbico-incestuoso. Ele automaticamente pulsou, enquanto eu assistia as duas alisando seus corpos, arranhando suas peles já sem roupas, acariciando seus seios e nádegas. Não consegui conter o impulso da minha necessidade carnal. Levantei-me, envolvendo as curvas de cada uma com meus palmos, cravando as unhas nas carnes durante. Intrometi-me no beijo, porém, elas não pareceram não gostar disto, pelo contrário, ficamos revezando que uniria as bocas em determinado momento.

— Mãe e filha. — Fiz o mesmo que fizeram comigo anteriormente: peguei-as pelos braços e joguei-as na cama. O casal do mesmo gênero estava em pose semelhante, de ventre para cima. Todavia, desfiz essa “repetição” ao colocar a garota mais nova sobre a progenitora, sustentada sobre os quatros membros.  Aquela posição é ótima, pelo menos em minha opinião é, pois cria a ilusão de que somos animais, criaturas sem racionalidade, somente movidas pelo o desejo sexual, movendo o corpo para foder com o parceiro. — Duas putas. — Espalmei o glúteo da progênie, o que criou um ruído estalado. O gemido sôfrego dela era o acompanhante para esse som. Encaixe meu pênis no pequeno espaçamento entre os pequenos lábios vaginais da mais velha, adentrando-a. Inseri completamente em um só deslocar brusco e abrupto, preenchendo-a. Tirei. E repeti o mesmo ato a filha. Refiz a prática mais algumas vezes, até resolver foder a inexperiente no sexo.

Minha área pélvica lapidava constantes e, ao mesmo tempo, inconstantes idas e vindas. O fazer proporcionava, com o uso da propulsão mecânica de meus ligamentos dos ossos, uma troca de prazer mútua entre nós dois. Acelerei quando previ que já estava no meu auge, foi então que enterrei por inteiro, despejando meu orgasmo em seu interior. Mas, ainda não estava satisfeito, nem a mãe. Penetrei-a do mesmo modo que outrora, com força. Dei sequência a inserção e remoção do falo. Alternava o jeito que realizava isso, ora eu tendia a rebolar com lentidão, ora era costumeiro eu estocar com força de um animal. Meu clímax anunciou-se outra vez, assim, executei a mesma ação. Joguei-me na cama, já com pouco, ou nada mesmo, de energia. Meus músculos já estavam dormentes, todos eles. Minha respiração era ofegante, o ar entrava e saia quando bem entendesse. Minha pele estava quente, queimando com o suor que vazava de meus poros. Adormecei por uns minutos até que percebi toque em minha genitália. A menor cavalgou-me. No mesmo instante disso, os dedos da mais velha estimulou o seu clitóris. [...] Foi a noite mais longa da minha vida.

Habilidade Treinada:
+ Vigor





we do
not sow
avatar
Imagem : Stay in your lane, boy.
Mensagens : 77
Nome do jogador : Vitu.
Dragões de ouro : 18
Veados de prata : 112
Estrelas de cobre : 00
Idade : 25
Salário extra : 44%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Avaliação de treino de habilidade

ALLENHARDT PYKE

Sua escrita é impressionante e rica em detalhes. até demais, bonitão. O treino fora criativo e bem conduzido.



Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (40/40)
+ Estrutura e Coesão (30/30)
+ Enredo e Criatividade (20/20)
+ Ortografia e Organização (10/10)

Total (100/100)


+ 26% de experiência pelo atributo de inteligência com 9 pontos
+ 10% de experiência por ter a habilidade no nível 0

Recompensas
+ 136 pontos de experiência em Sedução
Avaliação de treino de habilidade

ALLENHARDT PYKE

Nesse texto a habilidade não fora tão explorada. No início pude notar, mas ao longo do texto fora se perdendo. Procure explorar mais, no caso de texto assim, a respiração do personagem, o esforço que seu corpo faz, os músculos. o Vigor em si.


Critérios de avaliação
+ Conteúdo e Coerência (30/40)
+ Estrutura e Coesão (30/30)
+ Enredo e Criatividade (15/20)
+ Ortografia e Organização (10/10)

Total (85/100)


+ 26% de experiência pelo atributo de inteligência com 9 pontos
- 5% de experiência por ter a habilidade no nível 2

Recompensas
+ 103 pontos de experiência em Vigor


avatar
Imagem :
Mensagens : 233
Nome do jogador : Leimann
Dragões de ouro : 00
Veados de prata : 00
Estrelas de cobre : 00
Idade : 00
Salário extra : 0%
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada - Flashback] — Tell Me Lies

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum










O Win or Die foi inaugurado a 09.09.2015. O RPG passa-se no mundo de As Crónicas de Fogo e Gelo, criadas por George R. R. Martin, mais de 50 anos depois dos acontecimentos dos livros. A trama inicial foi criada pela Staff, mas agradecemos a todos os nossos jogadores pela sua ajuda na evolução da mesma.
A nossa skin foi inteiramente criada por Ross (Many-Faced God), incluindo os templates de post e da página inicial, para uso exclusivo no Win or Die RPG, com o apoio da Soph (The Maiden) e do Tiago (Baelor Targaryen). O slider do nosso mural foi criado por CSS Slider. As imagens usadas foram tiradas do Google e editadas por Ross. Agradecemos ainda ao FM Codes e Best Skins pelos seus tutoriais de Javascript. Plágio é crime.

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::