We're at war nowA Song of Ice and Fire RPG
The game has begun. Will you win, or will you die?
Últimos assuntos
» Ausências
por The Maiden Sab Abr 29, 2017 3:25 pm

» [RP fechada] Mind Games
por Syndor Qua Mar 22, 2017 10:35 pm

» Pedido de atualização
por Francesca Sweet Sab Mar 18, 2017 8:23 pm

» [RP Fechada | 18+] Tell Me
por Dennis Braund Sab Mar 18, 2017 1:56 am

» [Quest Narrada] A Seita Branca
por Nanien Mormont Qui Mar 16, 2017 11:04 pm

» Avaliação de treinos
por Meena Ter Mar 14, 2017 12:52 pm

» [ Quest Narrada ] - Saquear!
por Dorian Mormont Seg Mar 13, 2017 7:44 pm

» [RP Fechada] Something Else?
por Dorian Mormont Seg Mar 13, 2017 7:32 pm

» Check-in [Fevereiro]
por Hyperion Targaryen Dom Mar 12, 2017 2:55 pm

» [RP FECHADA] Distant past
por Ella Baratheon Sab Mar 11, 2017 1:35 pm

» [RP FECHADA] The deer on ice
por Ella Baratheon Sab Mar 11, 2017 1:25 pm

» [RP Fechada | Flashback] Recovery drink
por Many-Faced God Qui Mar 09, 2017 11:49 am

» [RP Aberta][Flashback] Kung Fu Panda
por Many-Faced God Qui Mar 09, 2017 11:34 am

» [RP FECHADA] Beyond the view
por Many-Faced God Qui Mar 09, 2017 11:22 am

» [Quest Narrada] Human hunting
por Theon Snow Qua Mar 08, 2017 4:22 pm

» Solicitação de Grupos
por Davos Icewood Ter Mar 07, 2017 10:15 pm

» [RP fechada] What do you see?
por Dorian Mormont Seg Mar 06, 2017 11:14 pm

» [Quest Narrada] Hot room
por Narrador Seg Mar 06, 2017 10:52 pm

» [Quest Narrada] Do not succumb
por The Maiden Made of Light Seg Mar 06, 2017 8:55 pm

» [RP Fechada]Flashback - The Bastard Child in the Snow. Pt.2
por Theon Snow Seg Mar 06, 2017 4:23 pm

» [RP Fechada] Crazy Kids
por Elyria Arryn Seg Mar 06, 2017 2:55 am

» [RP FECHADA] Confidence
por Elyria Arryn Seg Mar 06, 2017 1:15 am

» Quest Narrada - O Lugar de um Lorde
por Dorian Mormont Dom Mar 05, 2017 9:11 pm

» [RP fechada] Looking for a Fight
por Nälla Dom Mar 05, 2017 12:19 pm

» [RP Fechada | 18+] Facing the Lioness
por Dennis Braund Sab Mar 04, 2017 5:15 pm

» [RP FECHADA] Primeiros passos
por Arthor Stark Sex Mar 03, 2017 5:01 pm

» [RP fechada +18] Wicked Game
por Dennis Braund Sex Mar 03, 2017 4:33 pm

» [Quest Narrada] Dia da Caça, Dia do Caçador
por R'hllor Sex Mar 03, 2017 3:11 pm

» [Aviso] Pedidos no WOD-Resources
por Narrador Qua Mar 01, 2017 7:35 am

» Pedidos de quest
por R'hllor Ter Fev 28, 2017 11:54 pm

» [RP FECHADA +18] - Into the Lion's Den
por Susanne Glover Ter Fev 28, 2017 5:23 pm

» [RP FECHADA - 18+] Coming back? Are you sure?
por Erin Lannister Ter Fev 28, 2017 5:03 pm

» [RP Aberta] Hunting The Chicken
por Roth Whiteforest Seg Fev 27, 2017 2:25 pm

» [RP Fechada, flashback] You only live once
por Cory Silversun Seg Fev 27, 2017 1:37 am

» [RP fechada | Flashback] Old man, poor man
por Masamune Tsubakein Dom Fev 26, 2017 10:39 am

» [RP FECHADA] I Put a Spell on You
por Quinn Elijah Flowers Dom Fev 26, 2017 6:02 am

» [RP FECHADA] Flashback — running through the fire
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 5:12 pm

» [RP Fechada] Mirror of the Destiny, can you show me...? ~ Flashback
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 4:51 pm

» Premiações [Fevereiro]
por Anole Tallhart Sab Fev 25, 2017 4:16 pm

» [RP Fechada]Flashback - The Bastard Child in the Snow. Pt.1
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 12:20 pm

» [RP ABERTA] Mademoiselle Marchand
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 12:12 pm

» [RP FECHADA] O dever de um Lord #1
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 12:08 pm

» [RP FECHADA] Recomeço
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 11:56 am

» [RP FECHADA - FLASHBACK] forget it
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 11:49 am

» Atualizações Específicas
por Roth Whiteforest Sab Fev 25, 2017 10:57 am

» [RP Fechada] Bring Me Virgins
por Dennis Braund Sab Fev 25, 2017 2:45 am

» [TREINO] Black Warrior
por Alice Targaryen Sex Fev 24, 2017 4:59 pm

» [RP ABERTA] Dance Of The Druids
por Many-Faced God Sex Fev 24, 2017 2:02 pm

» [FP] Hew Tyrell
por Many-Faced God Sex Fev 24, 2017 12:41 pm

» Solicitação de Conquistas
por R'hllor Qui Fev 23, 2017 11:42 pm

» [RP Fechada] The precise attack
por James Lannister Qui Fev 23, 2017 11:03 pm

» [FP] Desmond Targaryen
por Desmond Targaryen I Qua Fev 22, 2017 5:21 pm

» Quest Narrada - Uma transa de matar
por Narrador Qua Fev 22, 2017 1:36 pm

» RP FECHADA - Win or Die
por Drywn Graceford Ter Fev 21, 2017 1:01 am

» [RP Fechada/Flashback] Do not go, my dear
por Alannys Ashford Seg Fev 20, 2017 11:24 pm

» [RP Fechada] The witch and the prostitute
por Layna de Braavos Seg Fev 20, 2017 10:35 pm

» Quest narrada - Uma nova tarefa
por Alaric Umber Seg Fev 20, 2017 10:25 pm

» Quest narrada - O dia de amanhã
por Layna de Braavos Seg Fev 20, 2017 9:42 pm

» Quest Narrada - Onde se separa a menina da mulher
por Dorian Mormont Seg Fev 20, 2017 5:13 pm

» Quest Narrada - Sérios problemas
por Dorian Mormont Seg Fev 20, 2017 5:09 pm

» Moderação de tópicos
por Allenhardt Pyke Seg Fev 20, 2017 2:46 pm

» [RP fechada - Flashback] - The water hears and understands
por Allenhardt Pyke Seg Fev 20, 2017 2:44 pm

» RP Fechada - Mercy
por The Old Gods Seg Fev 20, 2017 2:24 pm

» [RP FECHADA] Reading until dawn
por The Old Gods Seg Fev 20, 2017 1:22 pm

» [Dungeon] Frozen Treasure - Inscrições
por Dorian Mormont Seg Fev 20, 2017 12:01 am

» [RP FECHADA] Um novo homem [+18]
por Elizabeth Tyrell Dom Fev 19, 2017 11:09 pm

» [RP FECHADA] PREFÁCIO — Disturbing nights
por Dorian Mormont Dom Fev 19, 2017 10:40 pm

» [RP Fechada] A Beautiful Day to Walk
por James Lannister Dom Fev 19, 2017 5:20 pm

» [Quest One Post] Careful, child
por The Maiden Made of Light Sab Fev 18, 2017 11:02 pm

» RP fechada - Aquecimento de inverno
por The Old Gods Sab Fev 18, 2017 5:32 pm

» [RP Fechada] Moment Between Sisters
por Leana Targaryen Sab Fev 18, 2017 1:23 pm

» [RP FECHADA] THE BEAST INSIDE
por The Black Goat of Qohor Sab Fev 18, 2017 1:01 pm

» [RP Fechada] As Sombras Erguem-se
por Narrador Sex Fev 17, 2017 7:54 pm

» [RP Fechada - Flashback] Try Again
por The Old Gods Sex Fev 17, 2017 6:58 pm

» [RP Fechada/flashback] The golden age
por The Old Gods Sex Fev 17, 2017 6:46 pm

» [RP Fechada - Flashback] Only policy
por The Old Gods Sex Fev 17, 2017 6:22 pm

» [FP] Ambrose, Garth.
por The Maiden Made of Light Sex Fev 17, 2017 3:32 am

» [RP Fechada] House of Memories
por Elyria Arryn Sex Fev 17, 2017 1:27 am

» [Dados] As Sombras Erguem-se
por Narrador Sex Fev 17, 2017 12:35 am

» [RP Fechada] Red lips always lie
por Layna de Braavos Qui Fev 16, 2017 9:53 pm

» [RP Fechada] Ascensão
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 7:36 pm

» [RP Fechada] Jobbery.
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 6:45 pm

» [RP Fechada] Fallin Apart
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 6:41 pm

» [RP Fechada] Bastard... and Mastermind.
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 5:44 pm

» [FP] Lancelyn Wyl (EM CONSTRUÇÂO)
por Lancelyn Qui Fev 16, 2017 5:24 pm

» [RP FECHADA] Snowed woods
por Alaric Umber Qua Fev 15, 2017 11:07 pm

» [Quest Narrada] Murder
por Narrador Qua Fev 15, 2017 10:44 pm

» [RP FECHADA +18] Lose It
por Terry Ashford Qua Fev 15, 2017 10:31 pm

» [RP Flash. +18] — She knows what I think about
por Many-Faced God Qua Fev 15, 2017 8:29 pm

» [Rp Fechada] Oloko
por Eustass Kid Qua Fev 15, 2017 8:17 pm

» [RP Aberta] A Agonia dos Corvos
por Many-Faced God Qua Fev 15, 2017 7:57 pm

» [RP Fechada] Lift Now
por Memphis Greyjoy Qua Fev 15, 2017 4:22 pm

» [RP FECHADA] Girls and knives, good brides
por Drowned God Qua Fev 15, 2017 4:02 pm

» [RP FECHADA] O Conselheiro da Fortaleza De Águas Claras.
por Drowned God Qua Fev 15, 2017 3:49 pm

» Promoção: Convide seus amigos
por James Lannister Qua Fev 15, 2017 11:40 am

» [Quest Narrada] The father's bones
por The Maiden Made of Light Qua Fev 15, 2017 7:12 am

» Quest narrada - Bravo?
por Lorien Hill Qua Fev 15, 2017 6:56 am

» Quest Narrada - Sussurros
por Dorian Mormont Ter Fev 14, 2017 9:23 pm

» [Quest Narrada] O satã
por Dorian Mormont Ter Fev 14, 2017 9:15 pm

" />

[RP Fechada | +18] Give You What You Like

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Give You What You Like
Esta é uma RP fechada entre Jensen Lannister e Aileen Arryn. Dias após o encontro tenso na Torre da Donzela, no tardar do que seria sua última noite nas imediações do Ninho da Águia, o Lannister é abordado por um convite inusitado, pouco depois do banquete em honra de sua partida. O que o levara de encontro à donzela, em seus aposentos.


THERE ARE NO PACTS BETWEEN LIONS AND MEN  
avatar
Imagem : There are no men like me. Only me.
Mensagens : 256
Nome do jogador : Igo
Dragões de ouro : 83
Veados de prata : 175
Estrelas de cobre : 3
Salário extra : 2%
Ver perfil do usuário
Nobreza (masculina)

Voltar ao Topo Ir em baixo








And if you give me what i want, then i'll
GIVE YOU WHAT YOU LIKE




A
algaravia proeminente no grande salão denotava um prólogo evidente de minha personalidade inconveniente e festeira, como se o Ninho da Águia fosse, de fato, dos leões. Há pouco, minha comitiva havia sido, talvez por uma última noite, agraciada por um aparente banquete de despedida. Um deleite notável para o bem-estar do guardião do leste, Damon, que parecia estupidamente radiante com a boa nova. Ao menos uma única vez durante minha estadia em seu castelo, inclusive, o bom Lorde fizera questão de partilhar a mesa com o irmão de sua estimada esposa. Minha presença nunca fora bem vinda sob seu teto, e os rumores recorrentes de meu casual fim de tarde com Aileen, dias atrás, certamente não cooperaram para o amenizar de sua recepção túrpida ante à minha pessoa. De qualquer forma, no entanto, olhares turvos e falsos cortejos nunca foram suficientemente efetivos em causar-me alguma moléstia, muito pelo contrário. Quer quisesse ou não, eu era Jensen Lannister, o maldito leão do Rochedo. Aquele que fazia o que queria, quando queria, troçando das opiniões alheias e suas imposições.

Felizmente, àquela altura da noite, não mais do que apenas os meus, algumas poucas criadas e espessos tonéis de vinho local permeavam naquele cômodo. O senhor do Vale, generoso até demais, houvera deixado o salão de volta à seus aposentos, mas não antes de brindar, exultante, à minha partida. Em contrapartida, Cyrenna, numa inversão improvável de condutas, era quem parecia-me a mais enfurecida com aquela situação. E eu não esperaria menos, supunha. Jornadeei ao Vale à seu pedido e compactuei com sua causa afim de realizar um único favor à minha irmã. Uma dívida pendente, visivelmente reclamada pelo semblante ríspido e as atitudes inóspitas com que a leoa insistia em dirigir-me. Um ciúme fraternal incubado e desnecessário, diria. Embora fosse compreensivo, se encaixado no contexto em que a loira se enquadrava.

Escravo de meu próprio ego e da necessidade ávida em abster-me do sexo oposto, ao confirmar os boatos de meu envolvimento com a irmã de Damon, eu não apenas falhara com Cyrenna, como havia incitado ainda mais a inimizade perceptível que perdurava entre a duas, desde o momento em que a irmã assumira ao posto de Senhora do Vale. Mesmo que, para mim, o motivo de tamanha revolta não passasse de um roçar de lábios entre dois adultos feitos. Uma conduta, inclusive, demasiada comportada para o homem o qual eu era. Só os Deuses - e metade de Westeros, talvez - sabiam que, de Rainhas à plebeias, eu não era do tipo recatado, ou frustrado o suficiente, para satisfazer-me apenas com beijos. E o Vale não estava isento de minha gana, eles descobririam em breve.

Servi-me de uma última taça do vinho seco que jazia sobre a mesa e pus-me a sorver o líquido rubro, empurrando-o garganta abaixo. Não era dos mais fortes, a bem da verdade, mas saboroso o bastante para o deguste aprazível. Meus homens assinavam embaixo, aparentemente. Sor Aaron Swyft e Dio Stone, ao menos, pareciam-me tão empanturrados que não seria surpreendente se ambos esguichassem vinho pelas orelhas. Com as acompanhantes em seus colos, vociferavam algo em debate, no que mais parecia uma língua própria e indecifrável, pelo menos para qualquer sujeito que se julgasse sóbrio. Gargalhei de um último gracejo aleatório proveniente da mente embriagada dos dois palermas antes de entornar o restante do líquido em minha taça. Pousei-a sobre a mesa e levantei-me, dirigindo um aceno sutil para Hyle. Este, por sua vez, era responsável até demais para refusar-se do estado sóbrio.

- Tire Aaron desse maldito banco e leve-o à seus aposentos, a menos que prefira descer o penhasco rolando, pela manhã. – Ergui o queixo na direção do homem ébrio. – Ou talvez nos poupe tempo e se atire da Porta da Lua. Lorde Damon não se importaria nem um pouco em ceder-nos essa gentileza. À todos nós, inclusive. – Indaguei para o Cavaleiro, recebendo um sorriso debochado e um aceno de consentimento em resposta. Aaron e Dio levantaram suas taças em minha direção, saudando minha retirada. Ignorei-os e prossegui rumo aos corredores. Há algum tempo como hóspede da montanha, havia aprendido que, especialmente durante a noite, o clima local não era dos mais quentes. Uma expectativa comum, vindo de um castelo que erigia-se acima das nuvens. Aquela noite não se mostrara muito diferente, afinal de contas.

Margeei as paredes em pedra, onde fileiras uniformes de archotes iluminavam ao trajeto. Os corredores longos do Ninho já não eram-me um empecilho eminente. Mesmo com estadia limitada, habituara-me facilmente com os labirintos infindáveis da fortaleza. Meus aposentos, no entanto, situavam-se em uma torre paralela às alcovas dos suseranos do castelo. Uma câmara especialmente destinada à convidados de honra, não menos luxuosa ou desprovida de requintes do que a do próprio Guardião. Exigência expressa de Cyrenna, como minha irmã e hospedeira. Ameaçava vaguear em meus pensamentos quando, ao dobrar a primeira esquina entre os corredores, um vulto apressado trouxera-me de volta à realidade. Um atrito débil, mas inesperado, tomara meu peito em rompante. Minhas orbes se voltaram para a silhueta feminina, ainda em contato com o meu corpo. De meu ponto de vista superior, vislumbrei os finos fios castanhos que arremetiam-se contra o meu queixo. De fato, não me era estranha. Notoriamente assustada com o impacto imprevisível, seus braços retesaram-se entre o meu torso e o dela. Instintivamente, assim eu deduzira, suas mãos aninharam-se em meu peitoral largo, buscando algum apoio ante ao alarme ocasional entre os dois corpos. Quando os olhos acinzentados da criada encontraram os meus, a menina parecera-me estremecer. Tímida e palpitante, afastou-se às pressas de meu encalço. Os braços a deslizarem, uma última vez, pelo meu traje, e o rubor nitidamente presente em ambas as suas bochechas, no que aparentava-me ter, no mínimo, gostado do que sentiu. Sem jeito, seu olhar fugira do meu, encarando ao piso.

- Mil perdões, Milorde. Procurei-o em seus aposentos, mas não o encontrei. Soube que estaria no grande salão, para o banquete. Ela estava tão diferente, Milorde. Lady Aileen, digo. Pediu para que o encontrasse com urgência. - Desajeitados, suas mãos percorreram o corpanzil, por sobre o tecido bege, encontrando o pedaço de pergaminho imbuído em uma pequena fenda na altura das ancas. - É para o senhor. Escrito por ela. - Disse, apontando o bilhete em minha direção. Apalpei o tecido espesso de meu gibão e tomei-lhe o pergaminho das mãos, de olhos fixos à examinar a jovem. Tentara imaginar que espécime de conteúdo recheara aquele pequeno pedaço de papel. Naturalmente, a ausência da morena no especial banquete de despedida fora notada, muito embora fosse piamente justificável. Por mais convincente que Damon tentara parecer, sabia-se que não fora apenas uma indisposição rotineira que havia aplacado sua irmã. As notícias corriam, e eu tinha lá minhas próprias fontes. Futilidades à parte, Damon havia estilhaçado os sentimentos de sua irmã ao privá-la do amor de sua vida. Para mim, apenas uma adversidade cômica que, certamente, jamais me afetaria. Mas para a Arryn, aparentemente, fora motivação o suficiente para se trancar em luto. - Está entregue. Suma. - Aleguei para a criada, indiferente, apressando sua partida. Em uma outra ocasião, quiçá, eu daria-a alguma utilidade durante a madrugada fria. Mas algo maior me esperava aquela noite, pressentia. A garota assentiu com a cabeça, ainda envergonhada, tornando ao seu destino.

Manejei o pequeno pergaminho com ambas as mãos, desdobrando-o imediatamente, em meio ao corredor. Em sua caligrafia, as palavras foram breves e diretas. Um improvável e tentador convite aos seus aposentos. Despontar em quartos alheios nunca me fora nenhuma surpresa, era bem verdade. Mas Aileen Arryn? Ela havia cedido aos meus encantos e eu aos dela, não haviam dúvidas, mas tudo não passara de um momento inoportuno de fraqueza, assim eu supunha. Eu jamais negaria sua beleza estonteante, ou o prazer afável o qual seu beijo me provocara, mas, ao meu ver sincero, Aileen não passara de uma fidalga ingênua, moldada sobre os moldes da alta nobreza e severamente alienada pelos caprichos egoístas de seu irmão, como um canarinho inocente à cantarolar em sua gaiola. Entretanto, eu não viria à ignorar aquela convocação. Convencido - ou diligente - o suficiente para acreditar que, à minha maneira, poderia tê-la em meus braços uma segunda vez. Motivo suficiente para arrancar-me um sorriso ferino e repleto de malícia.

Quando dei-me conta, minhas pernas conduziam-me de encontro ao recanto mais restrito da torre principal. O elevado luxuoso onde as crias do Ninho pernoitavam. Não mais povoado do que o restante dos corredores, percorri-o, lenta e altivamente, com a aura confiante à tomar-me a cada passo. Como se aguardasse a minha vinda, a porta de seu quarto jazia entreaberta, introduzindo-me à um pequeno vislumbre de seus aposentos. Sem titubear, levei minha mão à plataforma maciça que, até então, me separava de sua imagem, deixando com que o rangido suave revelasse a minha chegada.








THERE ARE NO PACTS BETWEEN LIONS AND MEN  
avatar
Imagem : There are no men like me. Only me.
Mensagens : 256
Nome do jogador : Igo
Dragões de ouro : 83
Veados de prata : 175
Estrelas de cobre : 3
Salário extra : 2%
Ver perfil do usuário
Nobreza (masculina)

Voltar ao Topo Ir em baixo

GIVE YOU WHAT YOU LIKE
A noite veio não tão silenciosa como todas as outras, ainda que a portas fechadas, a movimentação pelos extensos corredores do Ninho da Águia, era ouvida com clareza pela mulher que se encontrava em sua alcova. Aparentemente estava alheia ao mundo, ou pelo menos desejava que todos dessa forma pensassem, era conveniente que as coisas, aparentemente continuassem da mesma maneira, ainda que em seu âmago soubesse que não era uma verdade tal pensamento. O futuro que a aguardava era incerto e talvez, perigoso demais para uma jovem como ela, que até então viveu a sombra dos quereres e vontades alheios. Estava prestes a colocar fim na paz que sempre reinou no alto daquele castelo e ainda mais... Ousaria desafiar os caprichos do senhor e soberano do Vale, muitos teriam medo e até mesmo ela o teria, por longos anos jamais ousará desafiar Damon Arryn. Até então, nutria grande amor fraternal e respeito por ele, se curvou a cada uma das vontades de seu irmão mais velho, até mesmo suportando a usurpadora entre eles, sendo muitas vezes obrigada a curvar-se aos desejos de tal leviana mulher. Este tempo havia chegado ao fim, não seria mais Aileen que sofreria calada e tão pouco sozinha, a inquietude de sua alma seria sentida por todos e sem exceção e se para isso tivesse que começar uma guerra com seu nobre irmão, o faria.

Não podia dizer que, suas pretensões para aquela noite eram uma retaliação, uma vingança por ter seus sentimentos desprezados pelo irmão. Aos olhos da maioria, não passaria dos caprichos de uma donzela, que tinha por obrigação aceitar a sentença que lhe fosse aplicada durante toda a sua vida. Indubitavelmente, Aileen acreditou sua vida inteira em tal verdade. Mas era justo? Era o certo? Ao olhar para trás, tudo o que pôde ver, foi a vivência de uma vida que nunca fora sua, escolhas que jamais teve vontade de fazê-las e a pior delas fora olhar nos olhos de Ben e dizer todas aquelas atrocidades.  Damon talvez não tivesse ciência da monstruosidade de sua ordem e tão pouco das consequências que a mesma traria para sua jovem irmã, fora muito mais do que acabar com o romance do apaixonado casal, fora muito mais do que destruir os sentimentos de Aileen. O lorde simplesmente havia feito a morena vislumbrar pela primeira vez, o que poderia existir de mais cruel e perverso nos seres humanos e o pior de tudo isso, depois de todos os dias de clausura naquele quarto, Aileen havia gostado que havia visto.

Um doce perfume estava espalhado por todo o quarto misturando-se harmoniosamente com os perfumes da noite que invadiam o lugar junto da brisa fria da noite. Apenas algumas velas, estrategicamente posicionadas iluminavam o recinto timidamente, as sombras tremulavam nas paredes a medida que as chamas trepidavam com o sopro noturno. No entanto, o frio não a incomodava, mesmo que vestida com modéstia, mas sem perder a elegância que lhe era característica. Aguardava uma ilustre visita em seu aposento naquela noite e por isso não podia se dar ao luxo de vestir-se com displicência, mas para os planos que tinha em mente, as costumeiras sedarias luxuosas e ornamentadas viriam a ser um empecilho. Optou por um vestido simples, ajustado a cintura, o que acabava por valorizar o decote superior e enaltecer ainda mais as curvas acentuadas de seu quadril. Por recato, não usava vestimentas que exaltasse seu corpo, tinha medo que seu irmão viesse se irritar por comentários inadequados ou impróprios sobre sua pessoa. Sempre se preocupou em ser perfeita demais aos olhos de Damon esquecendo a si própria.

As suaves e hesitantes batidas na porta despertaram a morena de seus pensamentos turvos, tinha a total certeza de que não era seu convidado: - Senhora... Trouxe o odre do melhor vinho e dois cálices como havia solicitado. -  A voz hesitante da criada ecoou no quarto. A Arryn se quer virou para encara-la, apenas fez um sinal com a mão para que ela se retirasse. Prontamente a mulher obedeceu, mas em um último instante ao abrir a porta ela parou: — Senhora... Talvez fosse melhor... — Antes que a frase fosse concluída, Aileen se virou observando silenciosamente a face da mulher. A ousadia em dirigir a palavra daquela maneira espantou-a e teve que por alguns instantes ponderar em que atitude tomar: — Suma da minha frente antes que eu mesma a jogue da Porta da Lua. És uma criada e porte-se como tal. — As palavras saíram ríspidas de tão rosados lábios. Em contrapartida, era notório o espanto da mulher que jamais havia sido tratada daquela forma pela mulher a sua frente. Aileen sempre fora amável e educada com todos, no entanto parecia uma outra mulher e de fato talvez fosse: —Deixe a porta entre aberta ao sair. — Incisiva ordenou a serva que encolheu os ombros e abandonou os aposentos.

Era uma questão de tempo até que seu convidado chegasse, a àquela altura da noite, já deveria estar ébrio depois de se refestelar no banquete a ele oferecido. Damon havia feito essa pequena gentileza apenas para comemorar a partida do homem e os seus. Jensen Lannister, o odiado cunhado de seu irmão e um homem de caráter dúbio. Ela não tinha uma opinião sobre ele, pelo menos até aquele momento, mas já havia escutado sobre uma ou duas peripécias que ele havia realizado. Ainda tinha na memória o fim de tarde que havia desfrutado ao lado dele, com um final inusitado tinha que admitir. Era um homem de beleza ímpar e sedutor, sua voz macia era perigosa aos ouvidos de qualquer donzela, a forma como ele facilmente conseguia envolver. Talvez por sua inocência e displicência não fora imune e quando deu por si, estava nos braços dele, em um beijo que desafiava tudo o que havia vivido ou experimentado. Não podia negar, os lábios do loiro tinham um sabor indescritível, a firmeza com que os braços enlaçaram seu corpo deixará a Arryn confortável. Estava disposta a ver o que mais ele teria a oferecer e ainda se aproveitaria da fama que o jovem leão tinha, para assim causar o pequeno caos que almejava.

Um sorriso ardiloso nasceu nos lábios da mulher enquanto servia-se do vinho, o aroma da bebida lhe agradava o olfato e sabia que a mulher havia sido cuidadosa o suficiente para escolher a melhor bebida. Deveria estar hesitante ou ansiosa, mas estranhamente tais sentimentos não pertenciam a ela. A serenidade em seus gestos e pensamento era espantosa até mesmo para, como se não se importasse nenhum um pouco com o que aconteceria no decorrer daquela noite, ou pelos menos almejava que acontecesse. A mão livre deslizou pela seda lentamente, ajeitando a roupa, os cabelos negros caiam pelos ombros como um manto negro a cobrir, mas com certeza o que a Arryn carregava de mais belo naquela noite, era seu olhar celeste e reluzente, diferente do apático daquela manhã. Ousou encarar seu reflexo no grande espelho, queria ter certeza de que estava à altura de receber o Lannister em seu aposento.

O novo ranger da porta chamou a atenção de jovem e nesse momento ela soube que era ele, antes mesmo que se virasse para olhar. Graciosa, girou seu corpo até que estivesse de frente para a porta e de imediato seu olhar encontrou-se com o verde dos olhos dele. A beleza perigosa do Lannister de algum modo a fascinava e a instigava a provoca-lo, mas aquele não era seu jogo e tão pouco agiria diferente do que sempre foi. O cálice foi colocado sobre a penteadeira e displicente se aproximou de seu convidado, rompendo a distância que os separava inicialmente: — Fico feliz que tenha aceitado meu convite Jensen. — O sorriso singelo ainda adornava seu rosto: — Gostaria de me desculpar profundamente pelo desfecho daquela tarde. Tenho um bom vinho para acompanhar nossa conversa. —  Em outra ocasião teria medo de encara-lo, mas naquele momento o fez sem hesitar, deixando se perder na imensidão verde que eram os olhos dele. Silenciou-se na espera da resposta dele, mas se ele havia ido ao seu encontro, tinha certeza que assim como ela, o leão almejava muito mais do que simples conversas e pedidos de desculpas.

Ouvindo: Give You What You Like  Tagged: Jensen Lannister Local: Aposentos
THANK YOU WEIRD BY LOTUS GRAPHICS EDITION!
avatar
Imagem :
Mensagens : 112
Nome do jogador : Kah
Dragões de ouro : 00
Veados de prata : 00
Estrelas de cobre : 0
Idade : 20 anos
Salário extra : 0%
Ver perfil do usuário
Castelão

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada | +18] Give You What You Like

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum










O Win or Die foi inaugurado a 09.09.2015. O RPG passa-se no mundo de As Crónicas de Fogo e Gelo, criadas por George R. R. Martin, mais de 50 anos depois dos acontecimentos dos livros. A trama inicial foi criada pela Staff, mas agradecemos a todos os nossos jogadores pela sua ajuda na evolução da mesma.
A nossa skin foi inteiramente criada por Ross (Many-Faced God), incluindo os templates de post e da página inicial, para uso exclusivo no Win or Die RPG, com o apoio da Soph (The Maiden) e do Tiago (Baelor Targaryen). O slider do nosso mural foi criado por CSS Slider. As imagens usadas foram tiradas do Google e editadas por Ross. Agradecemos ainda ao FM Codes e Best Skins pelos seus tutoriais de Javascript. Plágio é crime.

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::