We're at war nowA Song of Ice and Fire RPG
The game has begun. Will you win, or will you die?
Últimos assuntos
» Ausências
por The Maiden Sab Abr 29, 2017 3:25 pm

» [RP fechada] Mind Games
por Syndor Qua Mar 22, 2017 10:35 pm

» Pedido de atualização
por Francesca Sweet Sab Mar 18, 2017 8:23 pm

» [RP Fechada | 18+] Tell Me
por Dennis Braund Sab Mar 18, 2017 1:56 am

» [Quest Narrada] A Seita Branca
por Nanien Mormont Qui Mar 16, 2017 11:04 pm

» Avaliação de treinos
por Meena Ter Mar 14, 2017 12:52 pm

» [ Quest Narrada ] - Saquear!
por Dorian Mormont Seg Mar 13, 2017 7:44 pm

» [RP Fechada] Something Else?
por Dorian Mormont Seg Mar 13, 2017 7:32 pm

» Check-in [Fevereiro]
por Hyperion Targaryen Dom Mar 12, 2017 2:55 pm

» [RP FECHADA] Distant past
por Ella Baratheon Sab Mar 11, 2017 1:35 pm

» [RP FECHADA] The deer on ice
por Ella Baratheon Sab Mar 11, 2017 1:25 pm

» [RP Fechada | Flashback] Recovery drink
por Many-Faced God Qui Mar 09, 2017 11:49 am

» [RP Aberta][Flashback] Kung Fu Panda
por Many-Faced God Qui Mar 09, 2017 11:34 am

» [RP FECHADA] Beyond the view
por Many-Faced God Qui Mar 09, 2017 11:22 am

» [Quest Narrada] Human hunting
por Theon Snow Qua Mar 08, 2017 4:22 pm

» Solicitação de Grupos
por Davos Icewood Ter Mar 07, 2017 10:15 pm

» [RP fechada] What do you see?
por Dorian Mormont Seg Mar 06, 2017 11:14 pm

» [Quest Narrada] Hot room
por Narrador Seg Mar 06, 2017 10:52 pm

» [Quest Narrada] Do not succumb
por The Maiden Made of Light Seg Mar 06, 2017 8:55 pm

» [RP Fechada]Flashback - The Bastard Child in the Snow. Pt.2
por Theon Snow Seg Mar 06, 2017 4:23 pm

» [RP Fechada] Crazy Kids
por Elyria Arryn Seg Mar 06, 2017 2:55 am

» [RP FECHADA] Confidence
por Elyria Arryn Seg Mar 06, 2017 1:15 am

» Quest Narrada - O Lugar de um Lorde
por Dorian Mormont Dom Mar 05, 2017 9:11 pm

» [RP fechada] Looking for a Fight
por Nälla Dom Mar 05, 2017 12:19 pm

» [RP Fechada | 18+] Facing the Lioness
por Dennis Braund Sab Mar 04, 2017 5:15 pm

» [RP FECHADA] Primeiros passos
por Arthor Stark Sex Mar 03, 2017 5:01 pm

» [RP fechada +18] Wicked Game
por Dennis Braund Sex Mar 03, 2017 4:33 pm

» [Quest Narrada] Dia da Caça, Dia do Caçador
por R'hllor Sex Mar 03, 2017 3:11 pm

» [Aviso] Pedidos no WOD-Resources
por Narrador Qua Mar 01, 2017 7:35 am

» Pedidos de quest
por R'hllor Ter Fev 28, 2017 11:54 pm

» [RP FECHADA +18] - Into the Lion's Den
por Susanne Glover Ter Fev 28, 2017 5:23 pm

» [RP FECHADA - 18+] Coming back? Are you sure?
por Erin Lannister Ter Fev 28, 2017 5:03 pm

» [RP Aberta] Hunting The Chicken
por Roth Whiteforest Seg Fev 27, 2017 2:25 pm

» [RP Fechada, flashback] You only live once
por Cory Silversun Seg Fev 27, 2017 1:37 am

» [RP fechada | Flashback] Old man, poor man
por Masamune Tsubakein Dom Fev 26, 2017 10:39 am

» [RP FECHADA] I Put a Spell on You
por Quinn Elijah Flowers Dom Fev 26, 2017 6:02 am

» [RP FECHADA] Flashback — running through the fire
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 5:12 pm

» [RP Fechada] Mirror of the Destiny, can you show me...? ~ Flashback
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 4:51 pm

» Premiações [Fevereiro]
por Anole Tallhart Sab Fev 25, 2017 4:16 pm

» [RP Fechada]Flashback - The Bastard Child in the Snow. Pt.1
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 12:20 pm

» [RP ABERTA] Mademoiselle Marchand
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 12:12 pm

» [RP FECHADA] O dever de um Lord #1
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 12:08 pm

» [RP FECHADA] Recomeço
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 11:56 am

» [RP FECHADA - FLASHBACK] forget it
por Many-Faced God Sab Fev 25, 2017 11:49 am

» Atualizações Específicas
por Roth Whiteforest Sab Fev 25, 2017 10:57 am

» [RP Fechada] Bring Me Virgins
por Dennis Braund Sab Fev 25, 2017 2:45 am

» [TREINO] Black Warrior
por Alice Targaryen Sex Fev 24, 2017 4:59 pm

» [RP ABERTA] Dance Of The Druids
por Many-Faced God Sex Fev 24, 2017 2:02 pm

» [FP] Hew Tyrell
por Many-Faced God Sex Fev 24, 2017 12:41 pm

» Solicitação de Conquistas
por R'hllor Qui Fev 23, 2017 11:42 pm

» [RP Fechada] The precise attack
por James Lannister Qui Fev 23, 2017 11:03 pm

» [FP] Desmond Targaryen
por Desmond Targaryen I Qua Fev 22, 2017 5:21 pm

» Quest Narrada - Uma transa de matar
por Narrador Qua Fev 22, 2017 1:36 pm

» RP FECHADA - Win or Die
por Drywn Graceford Ter Fev 21, 2017 1:01 am

» [RP Fechada/Flashback] Do not go, my dear
por Alannys Ashford Seg Fev 20, 2017 11:24 pm

» [RP Fechada] The witch and the prostitute
por Layna de Braavos Seg Fev 20, 2017 10:35 pm

» Quest narrada - Uma nova tarefa
por Alaric Umber Seg Fev 20, 2017 10:25 pm

» Quest narrada - O dia de amanhã
por Layna de Braavos Seg Fev 20, 2017 9:42 pm

» Quest Narrada - Onde se separa a menina da mulher
por Dorian Mormont Seg Fev 20, 2017 5:13 pm

» Quest Narrada - Sérios problemas
por Dorian Mormont Seg Fev 20, 2017 5:09 pm

» Moderação de tópicos
por Allenhardt Pyke Seg Fev 20, 2017 2:46 pm

» [RP fechada - Flashback] - The water hears and understands
por Allenhardt Pyke Seg Fev 20, 2017 2:44 pm

» RP Fechada - Mercy
por The Old Gods Seg Fev 20, 2017 2:24 pm

» [RP FECHADA] Reading until dawn
por The Old Gods Seg Fev 20, 2017 1:22 pm

» [Dungeon] Frozen Treasure - Inscrições
por Dorian Mormont Seg Fev 20, 2017 12:01 am

» [RP FECHADA] Um novo homem [+18]
por Elizabeth Tyrell Dom Fev 19, 2017 11:09 pm

» [RP FECHADA] PREFÁCIO — Disturbing nights
por Dorian Mormont Dom Fev 19, 2017 10:40 pm

» [RP Fechada] A Beautiful Day to Walk
por James Lannister Dom Fev 19, 2017 5:20 pm

» [Quest One Post] Careful, child
por The Maiden Made of Light Sab Fev 18, 2017 11:02 pm

» RP fechada - Aquecimento de inverno
por The Old Gods Sab Fev 18, 2017 5:32 pm

» [RP Fechada] Moment Between Sisters
por Leana Targaryen Sab Fev 18, 2017 1:23 pm

» [RP FECHADA] THE BEAST INSIDE
por The Black Goat of Qohor Sab Fev 18, 2017 1:01 pm

» [RP Fechada] As Sombras Erguem-se
por Narrador Sex Fev 17, 2017 7:54 pm

» [RP Fechada - Flashback] Try Again
por The Old Gods Sex Fev 17, 2017 6:58 pm

» [RP Fechada/flashback] The golden age
por The Old Gods Sex Fev 17, 2017 6:46 pm

» [RP Fechada - Flashback] Only policy
por The Old Gods Sex Fev 17, 2017 6:22 pm

» [FP] Ambrose, Garth.
por The Maiden Made of Light Sex Fev 17, 2017 3:32 am

» [RP Fechada] House of Memories
por Elyria Arryn Sex Fev 17, 2017 1:27 am

» [Dados] As Sombras Erguem-se
por Narrador Sex Fev 17, 2017 12:35 am

» [RP Fechada] Red lips always lie
por Layna de Braavos Qui Fev 16, 2017 9:53 pm

» [RP Fechada] Ascensão
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 7:36 pm

» [RP Fechada] Jobbery.
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 6:45 pm

» [RP Fechada] Fallin Apart
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 6:41 pm

» [RP Fechada] Bastard... and Mastermind.
por The Black Goat of Qohor Qui Fev 16, 2017 5:44 pm

» [FP] Lancelyn Wyl (EM CONSTRUÇÂO)
por Lancelyn Qui Fev 16, 2017 5:24 pm

» [RP FECHADA] Snowed woods
por Alaric Umber Qua Fev 15, 2017 11:07 pm

» [Quest Narrada] Murder
por Narrador Qua Fev 15, 2017 10:44 pm

» [RP FECHADA +18] Lose It
por Terry Ashford Qua Fev 15, 2017 10:31 pm

» [RP Flash. +18] — She knows what I think about
por Many-Faced God Qua Fev 15, 2017 8:29 pm

» [Rp Fechada] Oloko
por Eustass Kid Qua Fev 15, 2017 8:17 pm

» [RP Aberta] A Agonia dos Corvos
por Many-Faced God Qua Fev 15, 2017 7:57 pm

» [RP Fechada] Lift Now
por Memphis Greyjoy Qua Fev 15, 2017 4:22 pm

» [RP FECHADA] Girls and knives, good brides
por Drowned God Qua Fev 15, 2017 4:02 pm

» [RP FECHADA] O Conselheiro da Fortaleza De Águas Claras.
por Drowned God Qua Fev 15, 2017 3:49 pm

» Promoção: Convide seus amigos
por James Lannister Qua Fev 15, 2017 11:40 am

» [Quest Narrada] The father's bones
por The Maiden Made of Light Qua Fev 15, 2017 7:12 am

» Quest narrada - Bravo?
por Lorien Hill Qua Fev 15, 2017 6:56 am

» Quest Narrada - Sussurros
por Dorian Mormont Ter Fev 14, 2017 9:23 pm

» [Quest Narrada] O satã
por Dorian Mormont Ter Fev 14, 2017 9:15 pm

" />

[Quest One Post] Sweet Summer Child

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Quest One Post] Sweet Summer Child

Mensagem por Warrior em Dom Abr 03, 2016 11:32 am

Sweet Summer Child
O dia nascia como um outro qualquer sobre o rochedo. O sol banhava a fortaleza com uma luz tão dourada quanto os cabelos dos senhores que ali viviam. Lannister, um sobrenome que ja fora tão forte um dia, o sobre nome da família da rainha, hoje se contentava em apenas voltar a seu título de guardiões do Oeste. Em meio aos corredores cheios de serviçais, correndo para que as vontades matinais de seus senhores fossem atendidas, uma figura caminhava em direção ao Septo. A jovem Erin havia recebido um bilhete estranho e de um desconhecido no dia anterior "Encontre-me no septo" dizia apenas isso. Ao chegar lá, outro bilhete: "Tive de fugir, quase fui pega, precisa achar a Maegi. Precisa encontrar uma luz no futuro dos Lannister pois o inverno está chegando..." O riso de desdém da jovem foi ouvido em todo o septo, tanto que ela foi repreendida pelas duas septãs que acabavam de chegar para as preces matinais. Erin saiu em direção da biblioteca a procura de algo sobre a tal Maegi...

๑ ๑ ๑

+ Deverás iniciar o post a partir do momento que chegas na biblioteca. Deverás descrever a procura por algum registro sobre a tal Maegi e após a busca encontrar os registros de Maggy, a Rã. tendo descoberto as indicações de seu possível local, irás para a floresta atrás dela. Irás encontrar a Maegi. Me mande uma MP com o que pretenderás fazer pois, se for pagar o preço do sangue, te passarei a profecia que ela lhe falará. Após isso deverás retornar ao castelo. Deverás narrar os perigos da floresta, não se esqueça de usar seus atributos e habilidades viáveis a situação.

+ Esta é uma quest one post de dificuldade fácil, apenas para Erin Lannister.

+ O tempo está ensolarado e fresco.

+ Mínimo de 30 linhas no Word, use e abuse da criatividade.

+ Prazo de postagem: 23:59 do dia 18/04/2016

+ Não use templates muito pequenos nem cores cegantes.

+ Assim que postar na quest, avise por MP. E que os deuses estejam contigo...


"When you play the Game of Thrones, you Win or you Die..."
"Uma mente necessita de livros da mesma forma que uma espada necessita de uma pedra de amolar se quisermos que se mantenha afiada"
avatar
Imagem :
Mensagens : 76
Nome do jogador : Dam
Salário extra : 0%
Ver perfil do usuário
Novatos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Quest One Post] Sweet Summer Child

Mensagem por Warrior em Ter Abr 19, 2016 11:55 am

Sweet Summer Child
Player entrou em contato com a Administração e a quest está suspensa por tempo indeterminado.


"When you play the Game of Thrones, you Win or you Die..."
"Uma mente necessita de livros da mesma forma que uma espada necessita de uma pedra de amolar se quisermos que se mantenha afiada"
avatar
Imagem :
Mensagens : 76
Nome do jogador : Dam
Salário extra : 0%
Ver perfil do usuário
Novatos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Quest One Post] Sweet Summer Child

Mensagem por Erin Lannister em Qui Abr 28, 2016 8:49 pm

Nevermore
how the hell did we miss this?...

Erin acordara pela manhã, o sol raiava no horizonte enquanto a menina de longas madeixas alouradas e olhinhos pequeninos, mas que deixavam evidenciado a cor azul-perolada, despertava. E enquanto trajava o vestido rubro, com camadas e mais camadas escarlates, a menina não se imaginava na biblioteca, com o coração a mil enquanto deslizava os dedinhos sobre a capa de livros variados, tendo em mente que outrora havia visto um livro, que mais parecia um diário, ditando sobre Maegis, em principal, Maggy, a rã. A mulher que havia proferido profecias absurda para Cersei Lannister, antepassada de Erin. A mulher que a menina tanto idolatrava, apesar de toda a tolice praticada por ela antes da morte.
 Ao achar o pressuposto diário, a leoa pegou-o com cuidado. As folhas amareladas parecendo que iam se desmanchar a qualquer momento, o toque suave das falanges sobre o papel tão gasto dava a sensação de que fosse um pouco mais rude, o livro se tornaria pó. Erin folheou cada página, lendo minunciosamente todas as parte. Os olhinhos ávidos em busca de qualquer informação até que a menina captou algo, a imagem de uma mulher com enormes olheiras sob os olhos, as manchas enegrecidas apenas davam a impressão que a mulher não era coisa boa. E para uma dama, em tese, não se era uma boa ideia conviver com tais pessoas.
 Percorreu os olhos sobre as páginas, tendo noção da localicação da Maegi, e quando o som rastejando de algo contra o assoalho se fez ouvir, um arrepio involuntário irrompeu da coluna da leoa até atingir todo o corpanzil delgado. O medo latente de que fosse o progenitor se fez presente, mas quando a voz melodiosa e fina demais para se existir reverberou pela biblioteca, Erin soube que era.
 - Olá, Jeyne. - A loura verteu o corpo suavemente para trás, visualizando Jeyne Swyft e a medrosa, rechonchuda, irriquieta e tola Deana Marbrand. Eram suas amigas e Jeyne, dama de companhia da Lannister. Jeyne era a quinta filha do irmão do Lord Swift, não possuía nenhuma pretensão de ser Lady ou qualquer coisa do tipo, já que o Lord Swyft é possuinte de 3 filhas mulheres, e o irmão, de quatro filhas mulheres, sendo Jeyne a mais nova. Contudo, a tímida Deana era a segunda filha do Lord Marbrand, e como tal, casar-se-ia com um vassalo qualquer e herdaria um castelinho qualquer, enquanto Erin, filha do Lord Lannister, Senhor e Protetor das Terras do Oeste, a Casa mais rica de Westeros, casar-se-ia com um príncipe ou Lord tão pretensioso quanto o pai. Era o que a menina acreditava com afinco, apesar de todo o desgosto que Richard Lannister projetava sobre a criança.
 - O quê faz, Erinzinha? - Jeyne questionou, a voz esganiçada saindo bons tons mais altos que o comum. Os olhos de Jeyne estavam avermelhados e olheiras estavam presentes sob as orbes, a loura não cogitou a hipótese da Swyft estar chorando, pois, a menina sempre se mostrara destemida. Mais do que realmente lhe era cabível. Erin lhe respondeu com palavras corriqueira, diz-se-lhe que estava a estudar. Mas assim que leu o relato de um séquito de pessoas referente à Maggy, a menina não soube mais como esconder que sim, iria atrás da Maegi. - Você não deveria ir, Erin. Se o senhor seu pai souber, estará em encrencas.
 - Não pedi a opinião de uma subalterna, Swyft. Ponha-se no seu lugar, que é apenas me servir. - Ditou as palavras com uma calma que não sentia, tentava ao máximo ser uma boa criança, doce e delicada, mas o sangue Lannister gritava mais alto. Jeyne, calou-se. Deana, não abrira a boca um segundo sequer, sempre a apertar uma mão na oura até que os nós dos dedos se tornassem esbranquiçados. E por mais perigoso que o fosse, quando Erin Lannister começou a galgar para fora do castelo e adentrou na floresta, ambas a seguiram como as boas cadelinhas que o eram.


(...)


 O sol estava alto no céu, mas mesmo assim, a copa densa das árvores impedia que a luminosidade chegasse até o solo. O trio caminhava em silêncio, vez ou outra afundando os pés no musgo denso e praguejando por tal. Erin, a essa altura, segurava a mão de Jeyne apenas pela amizade forte que ambas nutriam uma pela outra, proferiam curtas frases vez ou outra, enquanto Deana, seguia sozinha mais atrás. As bochechas rechonchudas sendo pintadas por um tom carmesim que agradou, particularmente, Erin.
 Os galhos pontiagudos chegavam aos vestidos como pontas de adaga, rasgando as vestes parcialmente enquanto forçavam o pano a se soltar dos galhos. Jeyne já possuía um dos braços livres, a manga do vestido azulado que usara havia caído quando em um rasgo fundo no tecido, um galho ficou preso contra a vestimenta. Deana, já tremia, os lábios sem cor tremendo mais a cada passo. Ao longe, parecia o uivo de um animal a ressoar entre os troncos das árvores. Erin, mais uma vez, sentiu um arrepio irromper por todo o corpanzil delgado.
 - Erin, temos que voltar, por favor. - A voz esganiçada de Jeyne estava ainda pior, com um toque de terror e perplexidade. A morena não imaginara que a Lannister manteria a ideia fixa quando entrassem nos confins da floresta. - Se o senhor seu pai souber que saímos, não quero nem pensar. Por favor, Erin, vamos voltar.
 Os pés das jovens damas estavam enterrados na lama, Deana sacudia a cabeça gorda de um lado para o outro em puro temor, Erin volveu o corpo na diretriz de Jeyne, comovendo a menina a parar bruscamente. - Você não precisa ter medo do meu pai, querida. Ele não nos viu sair e nem vai saber, cale-se, por favor.
 O pingo de veneno sendo destilado contra a Swyft, que comprimiu os ombros em pura resignação. O vestido outrora azulado, agora se encontrava em um tom de marrom escuro devido a sujeira, Erin não iria parar, voltar atrás ou desistir. E ao descer um barranco íngreme e repleto de raízes expostas, Erin, Jeyne e Deana deram-se as mãos. Mais a frente, uma cabana de trejeitos mal-feitos exalava um cheiro pútrido que mesmo a cinco metros, se era capaz de procriar lágrimas nos olhos.
 - Vamos, meninas. - Erin proclamou, estava entre as vassalas. O corpo magricelo ainda em formação se mantendo em riste por um milagre, a real vontade era de voltar, mas não. Erin Lannister era um Leão de Rochedo Casterly. A cabana era quase toda constituída por madeira ressequida e um conglomerado estranho de peles de animais. Deana chiou, visualizando peles de lobos sobre a cabana. - Largue de ser medrosa, Marbrand.
 A entrada da minúscula cabana era apelas rabos de pequenos roedores e galhos entrelaçados, Erin embrenhou os dedinhos ali, sendo pega de surpresa pelo mal cheiro abundante e o calor ali presente, tão parecido com as saunas de Porto Real. Mais lágrimas brotaram nos olhinhos azuis-perolados, a Lannister secando-as com grosseria enquanto adentrava no local. Mais ao fundo, a forma de uma mulher com peles a recobrir o corpo era notável. Deana, guinchou languidamente quando a bruxa mexeu a cabeça e abriu os olhos amarelados e fundos, as olheiras do livro sendo perfeitamente retratadas ali, bolsas roxas e profundas sob os olhos. Era baixa, atarracada e verrugosa, com bochechas esverdeadas em uma textura de quem fora castigada com muitos anos sobre as costas, a boca, com uma coloração enegrecida e sem dentes, parecia cheirar mal pela língua ressecada que se movia dentro.
 - Saiam daqui! - E Deana se foi assim que a voz gutural se fez ouvir, a tola, jovem e rechonchuda Deana, que de início ouvira os risos das demais amigas quando se enfiara de cabeça na floresta. Contudo, fora Deana a mais sábia, ela com certeza não ouviria os temores que percorriam o futuro.
 - Quero saber o meu futuro, leia-o. - Entoou Erin, os braços cruzados defronte o busto liso.
 - Saia daqui. - Coaxou a mulher, a língua enegrecida saindo por entre os lábios. Jeyne levara a mão à barriga, parecia estancar uma ânsia de vômito. Erin, pouco se abalou, possuía uma ama de leite tão velha quanto.
 - Queremos saber com quem iremos casar, qual será o nosso futuro. Diga-nos, velha decrépita. - Jeyne, ao lado de Erin, segurou-lhe pelos braços, enquanto a jovem Lannister deslizava os braços e os colocava sobre as ancas. O olhar fixo sobre a Maegi que semicerrava as pálpebras com a petulância da menina que nem ao menos sangrara. - Se não diz-se-lher nosso futuro, hei de falar com o senhor meu pai que vai mandar chicotear-te por essa insolência.
 - Por favor, só queremos saber com quem iremos casar. - Tentou Jeyne, as maçãs do rosto coradas pela vergonha e temor. Erin sabia ser uma criatura maléfica e volátil quando queria. - Só nos diga o que há de acontecer e iremos embora.
 - Alguns aqui presentes, não tens futuro. - A voz coaxante e gutural de Maggy reverberando pelo local, a Lannister sentira a ameaça velada nas palavras, optando por calar-se na presença da Maegi. - Pois bem, vinde, criança. Saborearei vosso sangue.
 Jeyne tremeu e empalideceu, as bochechas outrora rubras tornando-se brancas como vela. Mas não Erin que é um Leão, leões não temem rãs, por mais velhas e feias que sejam. A Swyft enroscava os dedos no vestido imundo, os lábios tremendo pelo nervosismo. Maggy tinha as mãos estendidas para a Lannister, na outra mão, uma pequena faca. Talvez,  só talvez, tenha sido a única coisa realmente inteligente que a jovem fizera aquele dia, quando agachou-se e tomou uma adaga reluzente de um coldre escondido sob o vestido escarlate que usara. Erin fechou os olhinhos, escondendo a coloração que parecia irromper a escuridão. Cortou o indicador, apenas a última falange. O toque suave da lâmina fina e aguçada contra a carne fora o suficiente para procriar uma gotícula generosa de sangue.
 E ali, na tenda enegrecida com toques esverdeados, o sangue parecia preto e não avermelhado.
 - Venha, criança. - A língua ressequida escorregou pelos lábios em estado tão ruim quanto. Maggy, segurou a mão da Lannister, a língua deslizando pelo sangue em um prazer jamais sentido. As imagens vindo com um furor que só sentira ao provar o sangue de dois outros Lannister, Cersei e Richard, o Lord e pai de Erin. Saboreou o néctar da vida, a cor parecendo voltar ao corpo lânguido de Maggy. - Vá, fazei três perguntas, é o que tens. Só três. Não irás gostar das minhas respostas.
 A leoa engoliu em seco, a altivez ainda presente. Jovem demais para ser dona de bom senso e corajosa demais para sentir o real pavor que a situação transmitia. Não Erin, não a quarta filha. Ela não poderia ter medo, jamais.
 - Meu pai um dia me amará? - A pergunta chegou como um baque em Jeyne, que nem ao menos imaginava as atrocidades cometida pelo Lord para com a criança que tanto odiava.
 - Ah, minha criança. Você terá o amor de seu pai e o ardor nas costas que nunca passará. - As palavras saíram maliciosas, os dedos de longas unhas sujas resvalando sobre a madeira no qual estava sentada. Maggy cintilava traição. - Lembre-se, só possui três perguntas.
 - Qual o meu futuro? Digo, casar-me-ei com o príncipe? Aquele que me foi prometido em tenra idade? - Erin projetava o corpanzil para frente em puro êxtase, apesar do hálito pútrido que a Rã exalava, não importava. Estava sedenta por respostas.
   - O Leão desdenhado é aquele que possui a juba mais reluzente, das crias a menos amada, mas que será a mais importante para a glória da família. Casar-se-á não com um príncipe, mas com um rei. Com sangue nobre se casará, a descendência virá de longas eras e a glória tu terás. - O rosto da criança enrugou-se de perplexidade, imaginara que não se casaria com Desmond, o doce príncipe mas sim o filho mais velho dos Tullys, com quem o pai quebrara o acordo com os Targaryen e a prometera ao jovem herdeiro. Apesar, de nos confins do coração da jovem dama, o amor pertencia à Oberyn Martell, o pobre e sem pretensões protegido do pai. - Terá filhos, leoa, que poderão decidir o futuro da nação ou morrer sem nada mudar na ação. De ouro será sua coroa e de ouro também a sua mortalha. Poderás perecer como uma simples dama que nada fez, ou poderás sucumbir a glória de uma batalha... Não entenderás até que o terceiro lhe venha, criança.
 - Não entendo, responda direito, velha verruguenta. Casar-me-ei com o príncipe? Qual o meu futuro? - A ira relampejou no rosto de Erin, que vincava a testa em pura falta de paciência.
 - Vá embora, já respondi essa pergunta e agora são três. - A Maegi balançou a mão em desdém puro, pegara a Lannister em uma peça. Erin, que não se calava no momento derradeiro, tomou em posse uma sacola repleta de moedas de ouro e prata, atiçando-as contra o rosto de Maggy.
 - Diga o meu futuro. Tenho mais uma pergunta, bruxa. - O indicador latejava onde havia cortado, os pés pareciam que iam desprender-se do corpo pela longa caminhada, mas Erin não desistiria de ter todas suas perguntas sanadas. Maegi lhe devia mais uma, mais um vislumbre da vida que lhe esperaria. - Eu, Erin Lannister, Terceira de Meu Nome, terei louros, honra e glória?
 - Aquele que viera ao mundo sob tristeza e desonra, traz-lhe para o malfeitor, o perjúrio que outrora lhe impunha, agora lhe prega o benfeitor. De quatro crias, o Leão lhe viria na forma mirrada, mal-vinda e desdenhada, seria de extrema desonra. De quatro crias, o quarto virá com ouro ao redor e as madeixas a resplandecer a riqueza e o furor que apenas a juba mais reluzente propaga, é um aviso, sofrerá quando receber a picada no dedo. A mortalha negra que o pai tanto deseja que lhe caia, não lhe atingirá, mas sim o terceiro que padecerá pelas garras do Leão que vingará o Rei e levará a ascensão de Westeros à todos os povos. O homem sofrerá pelo que fizera e definhará em amarguras, enquanto o filho pródigo reinará como o Leão que és, levando-os à ascensão.
 Erin quis retrucar, perguntas mais, contudo, não possuía mais perguntas. Mas ainda era uma Lannister, o sangue fervendo nas veias.
 - O quê queres dizer? Que morrerei? Não gosto da sua profecia. - A menina bateu as mãos contra a mesa que as separava, despertando Jeyne de um torpor. A Maegi apenas declinou com os ombros, enquanto Erin puxava a amiga para fora. - Vamos, Jeyne. Não devemos perder tempo com essa bruxa mal-cheirosa, com dentes podres, velha verruguenta e uma selvagem mentirosa. Vamos embora, Jeyne, não vale a pena ouvir-lá.
 - Espere, também tenho três perguntas. - E quando Erin apertou ainda mais seu braço, Swyft soltou-se com um puxão. - Vou casar-me com Oberyn?
 A boca da Lannister abriu-se em um "o" mudo, Erin apertou tanto as mãos em punho que os nós tornaram-se brancos, enquanto em pensamento, a menina xingava a dama de companhia. Quem era ela pra pensar que se casaria o Martell, o Martell da Erin. O jovem e belo dornês que a loura tanto adorava. Estúpida, boçal, ridícula e criança que mal saíra dos cueiros. Pensava Erin que era dois meses mais velha.
 - Nem Oberyn, nem outro qualquer homem - disse Maggy. - Serão os vermes a ficar com a vossa virgindade. A vossa morte está hoje aqui, pequena. Sente o cheiro do seu hálito? Está muito perto.
   E Erin fechou a boca quando Jeyne moveu a cabeça para os lados. Não que acreditasse em tal profecia.
 - Vamos, Jeyne. Já chega. - E irromperam para fora da tenda.


(...)


 - Não entendo, acho que ela está enganada. Tenho certeza que hei de me casar com o Oberyn. - Jeyne dizia convicta, as sobrancelhas se moviam de modo ridículo. Erin pensava cada atrocidade referente a moça a cada palavra que ela soltava.
 - Largue de ser estúpida, Swyft. Sabe que Oberyn já ama alguém.
 Passavam pela marge de um rio profundo que corria por quase toda a Terra Ocidental, parecido com o Tridente, apesar de não ser tão largo. Jeyne gabava-se por ser a querida do Martell, pelos elogios que recebera do rapaz, no máximo três. Erin segurava-se para não pular sobre a garota e encher-lhe de bordoadas, mas então, o limiar da paciência se esgotou. Oberyn nem sabia que Jeyne existia, o dornês vivia apenas para as espadas, o cães e os cavalos... e para ela, a sua amada Lannister.
 - Você sabe que ele adora me olhar quando passo com aquele vestido púrpura, Erin. - Soltou um risinho contido, Jeyne não sabia com quem estava mexendo. - E, bem, não sabia que possuía desentendimentos com vosso papai.
 - É, não sabia e nem deveria saber. - E o pensamento que surgiu na mente da Lannister, foi menos rápido que os braços da criança que se estenderam e compeliram Jeyne contra o rio. A água estava alta, talvez, quase dois metros a cima do normal devido à época de chuva. A Swyft desequilibrou-se, os pés embolando-se um no outro e a dúvida sendo notada na expressão facial.
 - E-erin, me segura... - A Lannister não voltou a esticar os braços. O rosto lívido como se nada houvesse acontecido, como se Jeyne não tivesse guinchado como um porco enquanto a correnteza forte a puxava para baixo, ou como ela acabou afundando diversas vezes e engolido mais água do que o necessário, pois bem, era maravilhoso saber que a vassala não sabia nadar. Nem mesmo quando Jeyne afundou totalmente, pequenas bolhas dando o ar da graça quando a menina demorou bons minutos até voltar à superfície. Nem como o corpo da Swyft boiou na água, sem vida e encharcado.
 Nada afetara Erin que saiu saltitando no retorno para o castelo. A jovem dama, ao chegar, aconchegou-se nos braços da mãe e recebeu o tão costumeiro carinho e beijo de boa-noite do irmão. Não, Erin, não o Leão do Rochedo Casterly, ela não mudaria  a expressão facial por ter matado a melhor amiga. Calara a menina para a eternidade, ninguém deveria ter conhecimento sobre a profecia.

avatar
Imagem :
Mensagens : 42
Nome do jogador : Serafim
Dragões de ouro : 4
Veados de prata : 16
Estrelas de cobre : 6
Idade : 14
Salário extra : 2%
Ver perfil do usuário
Nobreza (feminina)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Quest One Post] Sweet Summer Child

Mensagem por Warrior em Sex Abr 29, 2016 1:42 pm

Avaliação de quest
[NOME]


Ótima postagem, indo até além do esperado. Uma boa demonstração da personalidade da personagem (típico dos Lannister) e com poucos erros de ortografia, mas nada que comprometesse o desenrolar da história.

Premiações, ferimentos e etc:
+ Arranhões nos braços devido a aventura pela floresta (15 dias on)
+ Corte no dedo feito pela adaga para pagar o preço de sangue (20 dias on)
+ 40 pontos de habilidade em historia.
+ Adaga enferrujada

Critérios de avaliação

+ Conteúdo e Coerência (35/40)
+ Estrutura e Coesão (28/30)
+ Enredo e Criatividade (20/20)
+ Ortografia e Organização (5/10)

Total (88/100)


"When you play the Game of Thrones, you Win or you Die..."
"Uma mente necessita de livros da mesma forma que uma espada necessita de uma pedra de amolar se quisermos que se mantenha afiada"
avatar
Imagem :
Mensagens : 76
Nome do jogador : Dam
Salário extra : 0%
Ver perfil do usuário
Novatos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Quest One Post] Sweet Summer Child

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum










O Win or Die foi inaugurado a 09.09.2015. O RPG passa-se no mundo de As Crónicas de Fogo e Gelo, criadas por George R. R. Martin, mais de 50 anos depois dos acontecimentos dos livros. A trama inicial foi criada pela Staff, mas agradecemos a todos os nossos jogadores pela sua ajuda na evolução da mesma.
A nossa skin foi inteiramente criada por Ross (Many-Faced God), incluindo os templates de post e da página inicial, para uso exclusivo no Win or Die RPG, com o apoio da Soph (The Maiden) e do Tiago (Baelor Targaryen). O slider do nosso mural foi criado por CSS Slider. As imagens usadas foram tiradas do Google e editadas por Ross. Agradecemos ainda ao FM Codes e Best Skins pelos seus tutoriais de Javascript. Plágio é crime.

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::